"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

FORTES CHUVA E VENTANIA DESTROEM COBERTURA DE ARQUIBANCADA DO ESTÁDIO MUNICIPAL DE BURITI


Estádio foi reformado em 2018 por um custo total dos serviços e obras de 379,9 mil reais.
Foto/crédito: Raios da Notícia.
Uma forte chuva com grande ventania destruiu a cobertura do Estádio municipal Elza Maria Magaldi Machado, famoso “Machadão” na noite desta segunda-feira 25 em Buriti (MA).
Veja vídeo abaixo
A destruição pelo temporal no estádio leva consigo uma parte das obras de reforma feita no ano de 2018 pelo prefeito Naldo Batista.  Tida como uma das grandes obras da atual gestão, a reforma teve um custo total de R$ 379.909,89 (trezentos e setenta e nove mil, novecentos e nove reais, e oitenta e nove centavos).(CLIQUE AQUI E RELEMBRE)
A reforma foi ampla, tanto na parte interna quanto externa, e estavam inclusos vestiários, banheiros, alambrados, telas protetoras, instalações elétricas e hidráulicas, pinturas, entre outros.  A empresa responsável pelas obras foi CONSERV CONSERVAÇÃO SERVIÇOS & ENGENHARIA LTDA – EPP, CNPJ: n° 12.040.841/0001-01.
Até o fechamento desta reportagem a assessoria da prefeitura não publicou nenhuma nota oficial sobre o ocorrido.

10 comentários: Leave Your Comments

  1. Antes do Naldo assumir a prefeitura, o Correio Buritiense publicava tudo, até o lamaçal e as buraqueiras na zona urbana da cidade. Mas hoje, nem mesmo as escolas com reformas inacabadas, perseguições a servidores da prefeitura, a elevação dos indicadores sociais negativos envolvendo a gestão atual e outros escândalos, não mais atei interesse de outrora. Dizer que é falta de tempo ou que não tem mais quem o informe é balela. O que ocorreu foi outra coisa.

    ResponderExcluir
  2. não se assustem, isso é apenas o começo do que está por vir.

    ResponderExcluir
  3. "Uma das grandes obras" do prefeito Naldo Batista. Blogueiro Aliando, Serviço de reforma não é obra, aprenda!

    ResponderExcluir
  4. Serviço de reforma que por "sinal" foi muito mal executado e superfaturado, faço aqui uma indagação, quantas casas o vendaval derrubou em Buriti? que eu saiba nenhuma, mas a cobertura do estádio caiu, então não vamos culpar o vendaval e sim quem deveria ter fiscalizado a reforma. Faço aqui um apelo, Ministério Público investigue, por trás de um serviço de reforma mal executado, sempre há um responsável?

    ResponderExcluir
  5. coisas piores ainda vão acontecer. Preparem-se.

    ResponderExcluir
  6. Kkkkķk kkkkk. Todos os comentários acima São verdadeiros. Más o prefeito de acha o cara,kkkkkkkkkkkķkķkkkķkkkkķkkkk

    ResponderExcluir
  7. As escolas foram pintadas ate determinada altura, os banheiros estourados, falta água falta material escolar e até mesmo de expediente, falta cadeira para os alunos, merenda nem se fala,lâm pada so uma por sala falta até mesmo prato para colocar merenda quando tem ,mais como é o novo tempo e a nova história tudo pode

    ResponderExcluir
  8. A EMPRESA TEM QUE CONSERTAR PORQUÊ SEMPRE TEM O PERÍODO DE GARNTIA.Basta cobrar do responsável.

    ResponderExcluir
  9. Até aqui ninguém está atento para os desvios dos recursos. Em pleno carnaval a sensação é de que está tudo na mais bela perfeição. Ninguém sabe o valor que está sendo gasto para a realização do carnaval ,ninguém sabe como está sendo feita e para quem está indo a licitação das escolas etc.no final meus amigos estão todos fazendo a mesma pergunta:comércio tá fraco, para onde foi o dinheiro não circula na cidade. Tarde demais.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.