"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(Declaração de Chapultepec sobre liberdade de expressão)

VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA DESDE A CRIAÇÃO DO BLOG EM 31 JULHO DE 2009

SEJA UM PARCEIRO DO BLOG. ANUNCIE AQUI.

SEJA UM PARCEIRO DO BLOG. ANUNCIE AQUI.

TRADICIONAL SERESTA DA MATINHA

TRADICIONAL SERESTA DA MATINHA

SHOW DE INAUGURAÇÃO DO NOVO PALCO DO PARADISE EVENTOS

SHOW DE INAUGURAÇÃO DO NOVO PALCO DO PARADISE EVENTOS

ABAIXO A CENSURA PRÉVIA!

“A imprensa é a vista da nação. Por ela é que a nação acompanha o que passa perto e ao longe, enxerga o que malfazem, devassa o que lhe ocultam e tramam, colhe o que sonegam ou roubam, percebe onde lhe almejam ou nodoam, mede o que lhe interessa, e se acautela do que a ameaça.”

sábado, 18 de outubro de 2014

ADVOGADO QUE FEZ SUSTENTAÇÃO ORAL, NO TRE/MA, EM PROCESSO QUE PEDIA A CASSAÇÃO DO PREFEITO RAFAEL MESQUITA É ANUNCIADO COMO SECRETÁRIO DE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE DO GOVERNO DINO

Pasta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito no primeiro turno, com 63,52% dos votos válidos.
Advogado Rodrigo Lago fico conhecido dos buritienses por representação Naldo Batista no processo em que o prefeito Rafael Mesquita foi cassado.
O advogado Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle, pasta a ser criada na gestão de Flávio Dino (PCdoB), governador eleito do Maranhão.
Rodrigo Lago foi um dos advogados que representava o candidato derrotado, nas eleições de 2012, Naldo Batista na ação que pedia a cassação do prefeito Rafael Mesquita. Foi ele quem fez a sustentação oral durante a sessão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA) em que se analisava um recurso da defesa do prefeito que pedia a anulação da decisão de 1º grau, que cassou Rafael. Mesmo tendo sua defesa oral elogiada pelos desembargadores, após adiamento, o prefeito foi absorvido por unanimidade.
A secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas. Esta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito no primeiro turno, com 63,52% dos votos válidos.
De acordo com a assessoria de imprensa do governador eleito, a secretaria será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes.
Estarão integradas à Secretaria a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado, visando fazer um governo transparente, honesto e republicano.
O anúncio foi feito por Flávio Dino nesta sexta-feira (17), pelas redes sociais.

Perfil do secretário
Com destacada atuação em Direito Constitucional, Rodrigo Lago é advogado há 12 anos. Estudou Direito Constitucional no Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.
É Conselheiro Federal suplente da OAB (2013-2015) e consultor da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB. Faz parte também do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).
No Maranhão, é diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Maranhão – ESA-OAB/MA (2013-2015), fez parte do Conselho Estadual da OAB como presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MA (2010-2012). Foi também membro de bancas examinadoras de concursos para a Magistratura e Ministério Público.

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL - 2º TURNO: COM O BRASIL RACHADO, INDECISOS DEFINEM O FUTURO

Dilma Rousseff e Aécio Neves chegam empatados ao final de uma corrida de obstáculos que será definida nos mínimos detalhes; se Aécio conquistou apoios importantes, como os da família Campos e de Marina Silva, Dilma tem mais governadores e candidatos que disputam o segundo turno; se Dilma venceu o primeiro debate, na Band, Aécio se saiu melhor no SBT, com a ressalva de que o tom duro contra Dilma repercutiu mal junto a alguns grupos avaliados em pesquisas; a uma semana da decisão, caberá aos indecisos – e àqueles que decidem na última hora – definir o futuro do Brasil pelos próximos quatro anos

*Por Marco Damiani, site 247
Todos os dias na longa, surpreendente e espetacular campanha presidencial que se encerra no domingo 26 as diferenças entre PT e PSDB ficaram claras. A base ideológica, a escola econômica e os compromissos de classe que separam os dois partidos se afastaram mais do que nunca e, ainda assim, a eleição vai ser decidida nos detalhes. 
Nos próximos nove dias, a partir do sábado 17, a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves estarão aproveitando os ventos finais de uma corrida em tudo parelha. O bate-rebate foi o jogo escolhido na semana anterior à decisiva, e sem dúvida será a tônica do que virá pela frente até o freio de 48 horas para a reflexão do eleitor. Naquelas últimas horas, apontam as pesquisas, estará sendo escolhido o vencedor final. Afinal, os levantamentos sobre o modo de escolha dos brasileiros no primeiro turno deste 2014 apontaram que 6% definiram na véspera em quem iriam votar – e, importante, 9% se decidiram no próprio domingo, literalmente a caminho e diante da urna. Como o pagamento de impostos: na última hora.
A cristalização da definição eleitoral, por outro lado, se manifestou em muitos números das principais pesquisas. À medida em que Aécio e Dilma consolidaram uma situação de empate técnico, com 51% contra 49% pelo Datafolha da quinta-feira 16, o número de indecisos se manteve estável. Um indicador de que só haverá resultante na cabeça do contingente que decidirá a eleição, sobre tudo o que se viu e ouviu, na undécima hora.
Pelos placares apertados de Ibope e Datafolha, e considerando os resultados de primeiro turno, nesta eleição polarizada é certo dizer que a decisão estará nas mãos dos últimos indecisos. 
No sangrento debate da quinta-feira 16, Aécio deixou o ringue com Dilma em situação de nocaute técnico. Menos a ver com a queda glicêmica que a presidente apresentou – ela que, nitidamente, expressava cansaço e lentidão de raciocínio diante do traquejo parlamentar de vida inteira do senador -, e mais em razão de perguntas que ele desferiu e que ficaram sem respostas dela. Exemplo: Dilma já disse, mais de uma vez, que não governa pela mídia, em cima das informações que são publicadas, especialmente denúncias de corrupção. 
- Não vou dar à imprensa o poder que ela não tem, definiu-se Dilma sobre a relação.
Mas no debate nos estúdios do SBT, a presidente simplesmente ficou calada quando Aécio a questionou sobre falta de providências administrativas contra acusados de corrupção na delação premiada de Paulo Roberto Costa e Alberto Yousseff. Ela tem a resposta que acha a mais adequada, mas não a concedeu ali. Foi um detalhe que a presidente, nas condições daquele encontro, deixou passar. 
Porém, também por detalhes muitos eleitores – ou, precisamente, muitas mulheres eleitoras também se sentiram atingidas pelo tom inquisitório que Aécio usou contra a presidente, chamada várias vezes de ‘mentirosa’. Levantamentos dos dois partidos detectaram que o excesso de ênfase pode ter levado Aécio a ultrapassar o ponto máximo e passado, então, a perder pontos. Ele teria sido visto como grosseiro contra a figura da presidente.
Na sexta-feira 17, ao lado de Marina Silva, o próprio Aécio resolveu corrigir sua rota:
- Eu lamento profundamente o tom do debate, eu quero propor ideias, amenizou.
A considerar que o tucano venceu o segundo debate, pode-se avaliar que a presidente se saiu melhor no primeiro encontro, realizado pela Rede Bandeirantes. 
Na sexta-feira 24, Dilma e Aécio tem encontro marcado nos estúdios da Record e da Rede Globo. Este será o último confronto. Não houve consenso sobre a participação de jornalistas da emissora com a realização de perguntas – e só haverá trocas de palavras entre os contendores. Um detalhe, e toda a campanha poderá se definir.
Já neste domingo 19, a pauta para o correr da última semana da campanha será dada pelo debate organizado pela Rede Record. As interrogações já estão no ar: Dilma irá se recuperar, Aécio se manterá no ataque, haverá rancor ou protocolo no enfrentamento?
Na estratégia de rua de PT e de PSDB, também a luta está igual. Pode-se gostar ou não, mas as regiões Norte e Nordeste vão se mostrando como redutos do PT e de Dilma, enquanto o Sudeste e o Sul dão mais densidade à Aécio. Dentro desses grandes campos regionais, as campanhas se movimentam intensamente nos chamados Estados mais populosos. 
Dilma ficou com os dois candidatos a governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão e Marcelo Crivella, como que trabalhando para ela no terceiro eleitorado do País. Nenhum deles admitiu apoio a Aécio. Em compensação, o tucano ficou com o apoio da família de Eduardo Campos, em Pernambuco, que teve peso para virar a eleição para governador no Estado. No Rio Grande do Sul, a virada de José Ivo Sartori, do PMDB, de força para Aécio, mas o governador Tarso Genro não desistirá da luta antes do final, em benefício de Dilma. 
São Paulo e Minas Gerais, mais uma vez, são estratégicos. O PT centrou boa parte de sua campanha de segundo turno na informação de que Aécio perdeu as eleições em seu Estado natal. E terá de manter ou ampliar a diferença para fazer Dilma reeleita.
Em São Paulo, o PT colheu sua principal surpresa negativa no primeiro turno. Dilma perdeu para Aécio por uma diferença de 3,5 milhões de votos. O partido tratou de reforçar o chamamento à militância para evitar que uma nova derrota por grande diferença se repita.
Por mais que tenha recolhido apoios entre partidos e políticos, como o PSC, o PV, o PSB e a família Campos, Aécio não abriu a frente confortável que gostaria sobre Dilma. Ele lidera os levantamentos de institutos como o Paraná e o Census, mas o empate técnico apurado pelos maiores Datafolha e Ibope é o dado mais aceitável pelas campanhas. 
Depois de um momento de dúvida, o PSDB resolveu apostar em Marina como grande aliada. No seguinte ao debate do SBT, Aécio apareceu ao lado da ex-candidata do PSB, que estava esfuziante e de muito bom humor. Ela pregará por Aécio, numa tentativa de reunir a grande maioria de sua herança de votos na conta dele. O desgarramento de boa parte do rebanho dela é apontado como fator decisivo para o quadro de empate técnico.
A esta altura, com todas as atenções voltadas para a presidente e o senador, qualquer fato novo poderá ser decisivo. Pelo histórico da campanha, repleta de surpresas e marcada pelo inusitado, e os longos dias pela frente até o domingo 26, tudo ainda está por acontecer. 

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

PF PRENDE PAI QUE PLANEJAVA ABUSAR DA FILHA QUANDO NASCESSE

Operação Darknet foi deflagrada na Deep Web, que concentra conteúdo de usuários que buscam o anonimato, em uma ação inédita na América Latina

Durante a investigação da Operação Darknet contra divulgação de pornografia infantil, deflagrada pela Polícia Federal em 18 Estados, na última quarta-feira(15/10), um dos suspeitos presos planejava abusar da filha que ainda estava por nascer, segundo relataram os responsáveis pela investigação. Um ponto que chocou os investigadores foi a crueldade praticada pelo grupo. Na ação, 51 pessoas foram presas.
“Ele disse que iria abusar da própria filha, e no momento da prisão, ele reconheceu isso em frente da esposa e de toda a equipe, foi uma coisa muito chocante. O nível de crueldade do que aparecia nesses vídeos e nessas fotografias chocam qualquer cidadão, até policial que está acostumado com isso pode passar mal”, afirmou o superintendente da Polícia Federal do Rio Grande do Sul Sandro Carion.
A prisão deste indivíduo que relatava o abuso contra a filha ainda não nascida foi realizada antes da operação deflagrada, por conta do risco potencial de abuso. “Optamos por antecipar as prisões porque tínhamos informações de que tinham acesso a crianças e que iam consumar os atos”, relata o delegado.
Ao todo, seis crianças que sofriam ou que poderiam sofrer abusos foram resgatadas pela polícia. “Se o resultado da investigação tivesse sido apenas o resgate dessas crianças, já teria valido a pena”, diz Carion.
Entre os presos, estão servidores públicos, como um homem que trabalhava em uma Secretaria de Segurança, e um seminarista. "Pessoas de todas as classes sociais”, mas que tinham em comum um grande conhecimento de informática, completa a delegada Diana Kalazans.
Pela primeira vez no País foi deflagrada uma operação da Polícia Federal contra crimes relacionados com pedofilia realizada na Deep Web, uma espécie de submundo da internet. Operações semelhantes só tinham sido realizadas pelo FBI e pela polícia inglesa.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

VEREADORES REVELAM DETALHES DAS NEGOCIAÇÕES PARA ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA MUNICIPAL

 Os vereadores de Buriti/MA revelaram, na sessão da última sexta-feira 10, detalhes ainda desconhecidos que ocorreram ao longo do processo da eleição da Câmara Municipal. A sessão transformou-se num processo de “lavagem de roupa suja” e teve momentos tensos, com o embate entre Vanusa Flora e Jorge do Sindicato, além de cômicos, como, por exemplo, quando o vereador Rosim falou sobre a despreocupação do prefeito Rafael com o resultado da eleição.
ASSISTAM ABAIXO AS EXPLICAÇÕES DOS VEREADORES:
VEREADOR JORGE DO SINDICATO
O vereador Josimar Alves Lima, popularmente Jorge do Sindicato (PDT), fez uso da palavra para mais uma vez se defender das acusações e boatos de que teria sido, supostamente, se vendido para o grupo do governo municipal. Jorge reafirmou que não tem nenhum compromisso com o atual prefeito e que o tempo vai provar que ele “não está na política para brincar”. Ele disse que a Câmara terá uma administração diferente e que ele é vereador do povo de Buriti. Ele afirmou “não sou corrupto, nunca serei corrupto”.
Assistam abaixo o vídeo com a fala do vereador Jorge

VEREADORA VANUSA FLORA
A vereadora Vanusa Flora começou explicando que a vinda da governista Andrea Costa para a chapa da oposição teria sido um convite do vereador Jorge e ocorrera após a negativa do presidente Laudelino Mendes em dar posse a Naldo Batista após a cassação do prefeito Rafael Mesquita. A partir daí seguiu-se um leve embate entre os vereadores Jorge e Vanusa. A vereadora ainda reafirmou o repúdio ao presidente Laudelino e à sua forma de condução à frente da Casa legislativa.
Assistam abaixo o vídeo com a fala da vereadora Vanusa

VEREADORA ANDREA COSTA
A vereadora Andrea Costa discordou da opinião do vereador Jorge, expressa em sua carta ao povo de Buriti, na qual ele dizia que oposição faria papel de boba mais uma vez. Andrea revelou que o convite para ser candidata a presidente partiu da própria oposição, mas que por razões pessoais não aceitara.
Ouçam abaixo o áudio da fala da vereadora Andrea

VEREADOR SARGENTO VAGNER
O vereador sargento Vagner afirmou considerar-se o principal responsável pela eleição de Jorge do Sindicato como presidente e porque ele que teria gerado a polêmica que culminou com o racha na base governista. Sargento Vagner também fez fortes críticas ao secretário municipal de educação.
Ouçam abaixo o áudio da fala do vereador Sargento Vagner


VEREADOR BENEDITO CAETANO
O vereador Benedito Caetano afirmou que perdeu a eleição porque tentou fazer a diferença e também porque não mentiu. Ele rebateu ainda trecho da carta ao povo de Buriti do vereador Jorge na qual se dizia que a oposição poderia mais uma vez fazer o papel de bobo.
Assistam abaixo o vídeo com a fala do vereador Benedito


VEREADORA FRANCISCA DO CABÉ
A vereadora Francisca disse que ao longo do processo teria sido feito corrente de oração e que quando chegou na sexta 03, dia da eleição, o vereador Sgt lhe falou que estava tendo “mutreta” e que “seu beneditinho não é mais candidato, o candidato agora é o Jorge”.
Ouçam abaixo o áudio da fala da vereadora Francisca

VEREADOR ROSIM
O vereador Rosim foi o governista que mais revelou detalhes e reuniões que antecederam as eleições. Provocou grandes gargalhadas ao revelar a indiferença do prefeito Rafael frente a eleição da Câmara. Ele disse que quando foram procurar o prefeito ele estava, despreocupado e, para o vereador, era como se ele estivesse feliz com aquela chapa oposicionista.
Ouçam abaixo o áudio da fala do vereador Rosim

VEREADOR PRESIDENTE LAUDELINO E AS CONSIDERAÇÕES FINAIS DOS DEMAIS VEREADORES
Ouçam abaixo o áudio da fala de Laudelino Mendes

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

NOVIDADE EM BURITI: LIGAÇÕES E TORPEDOS PELA OPERADORA DE CELULAR OI JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS.

Mas preste atenção: caso seu número foi de DDD diferente de Buriti (98), você poderá ser tarifado por minuto de ligação recebida ou efetuada.

 A operadora de telefonia móvel OI já pode ser utilizado em Buriti/MA por meio do sistema chamado roaming.
Roaming (ou itinerância) é um termo empregado em telefonia móvel e designa a capacidade de um usuário de uma rede para obter conectividade em áreas fora da localidade geográfica onde está registrado, ou seja, obtendo conectividade através de uma outra rede onde é visitante. A rede que está sendo visitada pode ou não pertencer a mesma operadora. O fornecimento de roaming para os usuários traz inúmeras implicações técnicas e comerciais para as operadoras, principalmente quando ocorre roaming entre operadoras distintas. É preciso realizar a autenticação dos usuários visitantes de outras redes de outras operadoras, bem como realizar a cobrança pela prestação dos serviços ao usuário e a sua operadora.
Diz-se que o cliente está em Roaming Nacional sempre que (1) estiver fora do seu DDD de origem, quando for atendido pela Oi na sua própria rede, ou (2) por meio de operadoras parceiras, fora da rede Oi. No segundo caso, mesmo que continue no seu DDD de origem, o cliente estará em roaming. Este é o caso de Buriti-MA. Na cidade não há o sinal próprio da rede, mas ela está utilizando, em parceria, o da Tim.
Por determinação da ANATEL, o roaming fora da rede Oi na mesma área de prestação só é obrigatório e acontece em municípios com menos de 30 mil habitantes que não possuem cobertura da Oi (caso de Buriti). Nessas localidades, o cliente Oi (Pré-pago, Controle e Pós-pago) continuará sendo atendido pela Oi por meio de uma operadora parceira e poderá utilizar os serviços de voz e SMS normalmente. Os serviços de dados (internet) não estão disponíveis. 
MAS FIQUE ATENTO: Os valores das tarifas em roaming são diferenciados. O minuto no pré-pago custa R$ 1,68; no plano controle, R$ 1,45; e no pós-pago, R$ 0,99. Destaque-se que você paga esses valores tanto para efetuar quanto para receber ligações.
Para os clientes Pré-pagos é importante frisar que, em roaming nacional dentro e fora da rede Oi, a tarifa será cobrada da sua recarga, fora do bônus adquirido. As tarifas para ligações locais cobradas em Roaming Nacional fora da rede Oi são diferenciadas das tarifas cobradas normalmente pelo seu plano Oi.

Nos testes realizados pelo Correio Buritiense (CB) alguns aparelhos de celular não conseguiram fazer o registro na rede 2G da Tim e com isso não foi possível realizar chamadas ou enviar torpedos. Entretanto, em todos os smartphones (aparelhos mais modernos) testados pelo CORREIO a OI funcionou normalmente. 

NÃO HÁ INOCENTES. 8 MILHÕES JÁ PAGARAM PROPINAS

*Publicado por Luiz Flávio Gomes –

01. Diz o nosso correspondente que o “sabe de nada, inocente”, no Brazilquistão, só tem sentido quando se quer debochar de alguém. O povo majoritariamente sabe muito bem o que é certo e o que é errado, ou seja, tem noção muito boa sobre o que é ético e moralmente adequado, embora viva mergulhado na corrupção e na malandragem. Pesquisa do Datafolha de 2009 revelou que 94% acham errado oferecer propina e vender o voto. Na teoria, dizem os nativos, somos muito parecidos com a Escandinávia (chamamos isso aqui na nossa Ilha de Brazildinávia). Na prática somos outro tipo de gente: somos mesmo do Brazilquistão. A pesquisa mostrou que 13% dos ouvidos (maiores de 16 anos) já trocaram voto por emprego, por dinheiro ou por presente (dentadura, saco de cimento, uma licitação, fornecimento de materiais a uma grande empresa etc.). Num universo de 150 milhões de pessoas (maiores de 16 anos), 13% significam quase 20 milhões! Outros 12% afirmaram estarem sempre dispostos a aceitar dinheiro para mudar o voto; 79% acreditam que os eleitores vendem seus votos; 33% dos entrevistados concordam que não se faz política sem um pouco de corrupção; 92% acreditam que há corrupção no Congresso e nos partidos políticos; para 88%, na Presidência da República e nos ministérios.
02. Dos entrevistados, 13% já ouviram pedido de propina (isso significa quase 20 milhões de pessoas) e 36% destes (quase 8 milhões de pessoas) já pagaram; 5% (7,5 milhões de pessoas) já ofereceram propina a funcionário público; 4% (6 milhões) pagaram para serem atendidos antes em serviço público de saúde; 2% (3 milhões) compraram carteira de motorista; 1% (1,5 milhão de pessoas) compraram diploma falso. Mais: 83% (125 milhões de pessoas) admitiram ao menos uma prática ilegítima ao responder a pesquisa (7% reconheceram a prática de 11 ou mais ações ilegítimas, admissão considerada "pesada"; 28% dizem ter praticado de 5 a 10 ações; 49% tiveram uma conduta "leve", com até quatro irregularidades). A pesquisa ainda mostra que 31% dos entrevistados (quase 50 milhões de pessoas) colaram em provas ou concursos (49% entre os jovens); 27% receberam troco a mais e não devolveram; 26% admitiram passar o sinal vermelho; 14% assumiram parar carro em fila dupla. Dos entrevistados, 68% compraram produtos piratas (mais de 105 milhões de pessoas); 30% compraram contrabando; 27% baixaram música da internet sem pagar; 18% compraram de cambistas; 15% baixaram filme da internet sem pagar.
São os mais ricos e mais estudados os que têm as maiores taxas de infrações (97% dos que ganham mais de dez mínimos assumem ter cometido infrações e 93% daqueles que têm ensino superior também), sendo que 17% dos mais ricos assumem frequência pesada de irregularidades (11 ou mais atos). Entre os mais pobres, 76% assumem infrações; dos que têm só o ensino fundamental, 74% afirmam o mesmo. Apesar disso, 74% dizem que sempre respeitam as leis, mesmo se perderem oportunidades. E 56% afirmam que a maioria tentaria tirar proveito de si, caso tivesse chance.


*Luiz Flávio Gomes - Jurista e professor. Fundador da Rede de Ensino LFG. Diretor-presidente do Instituto Avante Brasil. Foi Promotor de Justiça (1980 a 1983), Juiz de Direito (1983 a 1998) e Advogado (1999 a 2001). [Assessoria de comunicação e imprensa +55 11 991697674 [agenda de palestras e entrevistas] ]

VEÍCULO COM DOIS CORPOS QUEIMADOS É ENCONTRADO EM BREJO/MA

Segundo a polícia, é impossível identificar sexo das vítimas.
Equipes do IML e do ICRIM estão no local.
*Do G1 MA
Um veículo com dois corpos completamente carbonizados foi encontrado nesta quarta-feira (15), no Povoado Funil, em Brejo/MA (, no leste do Maranhão, segundo informações da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI).
De acordo com a polícia, a placa do veículo é de Goiás. Segundo o delegado Jairo Timbó, que investiga o caso, os corpos estão queimados de tal forma que é impossível identificar o sexo das vítimas.
Equipes do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística (Icrim) estão no local. 
VEJAM IMAGENS DO VEÍCULO QUEIMADO



terça-feira, 14 de outubro de 2014

CRESCE O NÚMERO DE ROUBO DE CELULARES DOS PEDESTRES EM BURITI

O número de ocorrências de roubo contra pedestres vem crescendo em Buriti nos últimos anos. Principalmente mulheres e adolescentes são as vítimas dos bandidos que os abordam para roubar celulares.
* Com informações de leitor anônimo
Reconhecidamente, Buriti, aos poucos, vem deixando o ar de cidade pacata, onde passeios noturnos eram confiáveis. A tranquilidade de nossos moradores buritiense vem sendo tirada por uma prática que está virando rotina na cidade: o roubo de celulares dos pedestres. Esses atos de violência podem ser vistos com frequência na   praça da secretaria municipal de educação (SEMED).
Muitos dos autores desses atos são conhecidos e estão todos os dias no mesmo local, eles priorizam crianças e mulheres desacompanhadas. Os jovens suspeitos ficam nessa praça em um pequeno grupo de 3 a 4, fazendo uso de bebidas alcoólicas e cigarros.
Vítimas, que muitas vezes veem descaso das autoridades policiais, estão recorrendo ao desaconselhável, que é a reação e perseguição aos suspeitos, como fora presenciado por moradores da Avenida Juiz de Fora, na noite de 08 de outubro, quando um jovem, não identificado, perseguiu os infratores, chegando a agressões verbais e corporais no meio da rua. Em desvantagem, o jovem disse aos infratores que iria à delegacia denunciá-los; porém, certos da impunidade, os jovens infratores, aparentemente menores de idade, saíram como se nada tivesse acontecido.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE (SEMA) PUBLICA EDITAL PARA ELEIÇÃO DO CONSELHO CONSULTIVO DA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL (APA) DOS MORROS GARAPENSES (BIÊNIO 2014-2016).

MAPA COM ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA DA APA DOS MORROS GARAPENSES.
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais-SEMA, convida todos os Órgãos Públicos e Entidades da Sociedade Civil, com interesses relacionados à conservação do meio ambiente e/ou à Área de Proteção Ambiental - APA dos Morros Garapenses a se manifestarem sobre o interesse em participar do Processo Seletivo de Eleição do Conselho Consultivo da Área de Proteção Ambiental - APA dos Morros Garapenses (Biênio 2014-2016).
A inscrição da candidatura se dará por meio de correspondência e documentação, que deverão ser enviados via correio, e-mail (morrosgarapenses@gmail.com) ou entregues até o dia 22 de outubro de 2014 (data da postagem) na Superintendência de Biodiversidade e Áreas Protegidas-SBAP, Prédio Anexo da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais-Sema localizado na Rua dos Búzios, Quadra 35, Lote 18 - Calhau - 65071-700 - São Luís/MA.
Os critérios de cadastramento, o cronograma do processo eleitoral e informações adicionais encontram-se anexas e disponíveis na Superintendência de Biodiversidade e Áreas Protegidas, no endereço citado no parágrafo anterior. (Veja abaixo o edital completo)
Ressalta-se que somente as entidades que tiveram o seu cadastro deferido estarão aptas e habilitadas a participar do processo seletivo, que ocorrerá conforme cronograma proposto.
Esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos por meio do telefone (98) 3194-8900 ramal 8964, (98) 9171-7117, e-mail: morrosgarapenses@gmail.com ou pessoalmente no endereço acima citado, no horário de atendimento das 14:00 as 17:00h
A eleição ocorrerá em conformidade com Lei Estadual nº 9.413 de 13 de julho de 2011, do Sistema Estadual de Unidades de Conservação e Portaria Sema nº 62 de 05 de maio de 2010, que criou o Conselho Consultivo da Área de Proteção Ambiental dos Morros Garapenses.  
SAIBA MAIS SOBRE A ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL (APA) DOS MORROS GARAPENSES 
Criada pelo Governo do Estado do Maranhão, na gestão de Jackson Lago, através da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, pela Lei Nº 25.087 de 31 de Dezembro de 2008, abrangem uma área de 234. 767.9097 ha, nos municípios de Buriti, Duque Bacelar, Coelho Neto e Afonso Cunha. Com cinco anos de criação, sendo a mais nova do Estado, essa Unidade de Conservação maranhense localizada no Baixo Parnaíba e Alto Munim, é a única de jurisdição estadual que possui um Conselho em funcionamento. O CONAMG é um Conselho atuante e participativo junto ao Governo e a sociedade, caminhando nestes dias para o seu terceiro mandato. O CONAMG possui 16 representantes que se reúnem ordinariamente quatros vezes ao ano, buscando soluções para os problemas ambientais e da sustentabilidade da Unidade. A vegetação da APA dos Morros Garapenses, possui grande extensão ainda preservada dos ecossistemas transitórios de caatinga, mata de cocais e cerrado (este um dos biomas brasileiros mais ameaçados), da região leste do Maranhão. Sua Hidrografia é banhada por dois importantes rios: Parnaíba e Munim, tendo em seu território as nascentes do rio Preto e Estrela, e dezenas de nascentes formadora de uma rica rede hidrográfica de riachos e lagoas naturais; onde a fauna, apesar de várias espécies de mamíferos e aves já extintas, como o gato-maracajá, onça-parda, jacu-de-porco, etc., pela caça predatória e destruição de áreas verdes, ainda se beneficia destes recursos, sendo ainda grande. Assim, com essa diversidade de aves e peixes dentro e no entorno da APA dos Morros Garapenses, os ambientalistas, os estudiosos e a população em geral podem ainda observar e preservar essa viva e pulsante diversidade de seres. Outra grande atração de beleza ímpar é a floresta petrificada de árvores pré-históricas do período do dilúvio, encontrada em diversos sítios fosselíferos da APA, constituindo esses sítios um dos principais patrimônios ambientais e culturais do Maranhão

VEJA ABAIXO EDITAL DE CONVOCAÇÃO





sábado, 11 de outubro de 2014

VEREADOR JORGE DO SINDICATO REBATE ACUSAÇÕES E BOATOS SOBRE ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA EM CARTA ABERTO AO POVO DE BURITI

Vereador Eleitor presidente, Jorge do Sindicato.
Diante da repercussão negativa e de uma série de boatos e acusações sobre o que teria acontecido na eleição da Câmara Municipal, o vereador Josimar Alves Lima, popularmente Jorge do Sindicato (PDT), veio a público, por meio de uma carta aberta ao povo de Buriti (veja íntegra abaixo) divulgada ontem (10/10), contestar e repudiar a versão espalhada de que ele teria, supostamente, se vendido para o grupo do governo municipal.
A polêmica aconteceu após a eleição da Câmara, ocorrida na sessão do dia 03 de outubro, na qual o vereador Jorge foi eleito presidente da Casa Legislativa para o biênio 2015-2016 com o apoio dos vereadores da base aliada do prefeito Rafael Mesquita, por 6 votos a 5. (Clique e relembre)
Até então membro da chapa oposicionista, instantes antes do início da sessão, o vereador Jorge foi chamado à sala da presidência e, de acordo com a carta ao povo de Buriti, o presidente da Casa, vereador Laudelino Mendes, questionara se ele aceitaria ser candidato a presidente, garantindo que os cinco governistas (Rosim, Damin, Arnaldo Cardoso, Renato Barros e o próprio presidente Laudelino) votariam nele. A oferta do cargo de presidente a Jorge seria apenas para impedir a vitória dos desafetos da própria base governista, no caso, os vereadores Benedito Caetano e Andrea Costa, que estavam ao lado dos oposicionistas.
O vereador Jorge reafirma que é “presidente da Câmara da oposição” e que não é aliado da atual administração. “Fui eleito a presidente com os votos dos governistas, mas não houve nenhum tipo de proposta, nem financeira, nem política, não houve nenhum tipo de acordo político na administração da Câmara, portanto, senhores, não me vendi e nem me vendo”, afirmou ele na carta. Na carta ele também diz que irá fazer uma “administração exemplar, com independência, responsabilidade, lisura e honestidade.”

LEIAM ABAIXO, NA ÍNTEGRA, A CARTA ABERTA AO POVO DE BURITI-MA


Arquivo do blog