"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(Declaração de Chapultepec sobre liberdade de expressão)

VISUALIZAÇÕES DE PÁGINA DESDE A CRIAÇÃO DO BLOG EM 31 JULHO DE 2009

SEJA UM PARCEIRO DO BLOG. ANUNCIE AQUI.

SEJA UM PARCEIRO DO BLOG. ANUNCIE AQUI.

TRADICIONAL SERESTA DA MATINHA

TRADICIONAL SERESTA DA MATINHA

SHOW DE INAUGURAÇÃO DO NOVO PALCO DO PARADISE EVENTOS

SHOW DE INAUGURAÇÃO DO NOVO PALCO DO PARADISE EVENTOS

ABAIXO A CENSURA PRÉVIA!

“A imprensa é a vista da nação. Por ela é que a nação acompanha o que passa perto e ao longe, enxerga o que malfazem, devassa o que lhe ocultam e tramam, colhe o que sonegam ou roubam, percebe onde lhe almejam ou nodoam, mede o que lhe interessa, e se acautela do que a ameaça.”

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL 2014: INSTITUTOS DIVULGAM NESTA QUINTA-FEIRA (23/10) NOVAS PESQUISAS

DATAFOLHA E IBOPE: DILMA DISPARA SOBRE AÉCIO
*Informações do site Brasil 247
Pesquisas que acabam de ser divulgadas pelos maiores institutos apontam candidata do PT à reeleição à frente do postulante do PSDB além da margem de erro pela primeira vez no segundo turno; na Datafolha, Dilma Rousseff marca 53% dos votos válidos, contra 47% para Aécio Neves, uma vantagem de seis pontos; Ibope tem placar de 54% a 46%, diferença de oito pontos; PT avança na reta final, cerca tucanos e leva Dilma ao favoritismo na eleição de domingo
247 – Levantamentos divulgados pelos institutos Datafolha e Ibope na tarde desta quinta-feira 23 apontam vantagem de seis e oito pontos, respectivamente, da presidente Dilma Rousseff em relação ao candidato do PSDB, Aécio Neves.
No Datafolha, ela atinge 53% das intenções dos votos válidos, contra 47% do tucano. Em comparação com a última pesquisa, Dilma cresceu um ponto, enquanto Aécio perdeu um.
Em votos totais, Dilma registrou 48%, enquanto Aécio atingiu 42%. Brancos e nulos representaram 5% dos entrevistados. Outros 5% disseram não saber em quem votar.
No Ibope, a presidente cresceu seis pontos em relação à última mostra, da semana passada, e registrou 54% dos votos válidos, ante 46% do adversário.
Considerando os votos totais, Dilma registrou 49% contra 41% de Aécio. Segundo a pesquisa, os indecisos são 3% e 7% responderam que vão votar nulo ou em branco no próximo domingo 26.
Com essa diferença, nos dois levantamentos, a candidata à reeleição pelo PT passa a liderar a disputa à Presidência da República isoladamente, pela primeira vez no segundo turno.
As notícias, que chegaram praticamente juntas ao público, mostrou uma inesperada, para a maioria dos analistas, aceleração da definição do eleitorado. O que se nota é que pesquisa Datafolha divulgada dois dias atrás, na qual Dilma apresentava 52% contra 48% para Aécio, não mostrava um quadro cristalizado, mas sim em evolução. 
A candidatura da presidente mostrou capacidade de crescer um ponto - e talvez este ainda não tenha sido o ponto final da evolução. O teto de Dilma pode ser maior. Da mesma maneira, Aécio corre o risco de encontrar seu piso mais abaixo da atual marca, se não tratar de retomar a iniciativa. O grande problema é que a eleição acontece dentro de três dias, deixando de oferecer tempo para uma virada tucano sobre a virada de Dilma.
A presidente está indo para as urnas na condição de favorita.
Abaixo, reportagens da Agência Brasil sobre as pesquisas:
Datafolha: Dilma tem 48% das intenções de voto e Aécio, 42%
Pesquisa Datafolha, finalizada hoje (23), mostra a candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, com 48% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 42%. Assim como na pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira, pela primeira vez no levantamento, Dilma lidera a disputa no segundo turno fora da margem de erro.
Votos brancos e nulos somam 5%, enquanto 5% ainda estão indecisos. Considerados os votos válidos (excluindo-se os brancos, nulos e indecisos), Dilma tem 53% e Aécio, 47%. A pesquisa foi contratada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo. Na pesquisa anterior, Dilma tinha 47% e Aécio, 43% dos votos totais.
De acordo com o levantamento divulgado hoje, 41% afirmaram não votar em Aécio "de jeito nenhum", enquanto 37% afirmaram não votar em Dilma.
A pesquisa Datafolha ouviu 9.910 eleitores na quarta-feira (22) e na quinta-feira (23). A margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.
No primeiro turno, Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves recebeu 33,55%. O segundo turno das eleições presidenciais será no próximo domingo (26).
Ibope: Dilma tem 49% e Aécio, 41% das intenções de voto
A pesquisa Ibope divulgada hoje (23) mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 49% das intenções de votos. Aécio Neves, do PSDB, tem 41%. Votos brancos e nulos somam 7% e não sabem ou não responderam 3%. Na pesquisa anterior, divulgada no último dia 15, Aécio tinha 45% das intenções de voto e Dilma, 43%. Brancos e nulos somavam 7%. Os que não sabiam ou não responderam, 5%.
No caso dos votos válidos, ou seja, excluídos brancos, nulos e os eleitores que se declaram indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição, de acordo com o instituto, Dilma aparece com 54% das intenções de votos e Aécio com 46%. Na pesquisa anterior, Aécio tinha 51% e Dilma, 49% dos votos válidos.
Quanto ao percentual de rejeição, de acordo com o Ibope, Aécio tem 42% e Dilma, 36%.
O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios, entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01168/2014. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.
No primeiro turno das eleições, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos e Aécio Neves, 33,55%.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

SEDUC ABRE VAGAS PARA CONCURSO DE REMOÇÃO DE SERVIDORES

*Com informações da Ascom/SEDUC

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc/MA) abrirá, a partir da próxima segunda-feira (20), até 1º novembro, inscrições para o concurso interno de remoção de servidores integrantes do subgrupo magistério da educação básica.
As vagas serão preenchidas nos municípios que compõem as Unidades Regionais de Educação (URE´S), mediante as condições estabelecidas no edital que está disponível no endereço eletrônico da Seduc (www.educacao.ma.gov.br). O concurso destina-se aos servidores que pertencem ao quadro de cargos efetivos da Seduc, integrantes do subgrupo magistério da educação básica.
Serão oferecidas vagas provenientes de vacância, mediante dados fornecidos pela secretaria, nos meses de outubro e novembro do ano passado.
Os interessados deverão se inscrever nas sedes das URE´s ou na Superintendência e Administração de Recursos Humanos da Seduc (SARH), situada na Rua Oswaldo Cruz, nº 775, Centro, com requerimento dirigido à Comissão do Processo de Seleção por Concurso Interno de Remoção, com a indicação do município e disciplina, de acordo com as áreas ofertadas. Para realizar a inscrição, o candidato deverá juntar os documentos necessários, exigidos no edital.

Poderá participar do concurso o servidor que tenha ingressado há pelo menos três anos no respectivo cargo e aquele que não tenha sido removido há, pelo menos, 600 dias letivos, considerados a partir da data da publicação da portaria de remoção.
Ainda de acordo com o edital, não haverá remoção para os servidores que estejam nas seguintes condições: em estágio probatório; respondendo a sindicância ou processo administrativo disciplinar; e em afastamento preliminar à aposentadoria.
O concurso será julgado por uma comissão composta por seis membros, sendo dois da Secretaria Adjunta de Ensino (SAE), um da Secretaria Adjunta de Coordenação das Unidades Regionais (SARE), um da Superintendência de Assuntos Jurídicos (SUPERJUR) e dois da SARH.
Após a divulgação do resultado, que será feita através da intranet ou outro meio eletrônico, o servidor removido terá, no máximo, 30 dias, a contar dos efeitos da data de remoção, para apresentar-se no município de destino.
A lista completa dos municípios e suas respectivas vagas para o concurso de remoção está disponível no endereço eletrônico: www.educacao.ma.gov.br.
................................................................

U.R.E. CHAPADINHA
Unidade Regional de Educação de Chapadinha 
Endereço: Avenida Presidente Vargas, 1095, bairro Corrente. CEP 65500-000. Chapadinha-MA.
Fone: (98) 3471-1278
Gestor Regional: (98) 8883-0410 (operadora VIVO) 
E-mail: regionalchapadinha@educacao.ma.gov.br 
BLOG: www.urechapadinha.blogspot.com 

GESTOR REGIONAL: Jânio Rocha Ayres Teles 
FORMAÇÃO: Licenciado em Filosofia 
Especialista em Docência do Ensino Superior 
E-MAIL PESSOAL: chapadinha.janio@gmail.com 

Municípios da regional / ESCOLAS

POLO I – CHAPADINHA

Chapadinha
CE DR OTÁVIO VIEIRA PASSOS
CE RAIMUNDO ARAÚJO
CE DR PAULO RAMOS

Mata Roma
CE OLIVEIRA ROMA

Anapurus
CE DR JOSÉ MARIA CABRAL MARQUES

POLO II – BREJO

Brejo
CE CÂNDIDO MENDES
CE FRANCISCO MACATRÃO
CE PATRÍCIO DA CUNHA COSTA (Povoado Vila das Almas)

Milagres do Maranhão
CE DEPUTADO ALEXANDRE COSTA

Buriti
CE MARIA LUÍZA NOVAES VIANA

POLO III – SÃO BERNARDO

Santa Quitéria do Maranhão
CE CÔNEGO NESTOR CUNHA

São Bernardo
CE DÉBORAH CORREIA LIMA
CE DR HENRIQUE COUTO

Magalhães de Almeida
CE PREFEITO NETO CARVALHO

Santana do Maranhão
CE SÃO FRANCISCO

POLO IV – TUTÓIA

Tutóia
CE CASIMIRO DE ABREU
CE ZILMAR MELO ARAÚJO
CE HENRIQUE ROCHA
UI OLINDINA DA COSTA NUNES FREIRE

Paulino Neves
CE ALFREDO DUAILIBE

POLO V – ARAIOSES

Araioses
UI HUMBERTO DE CAMPOS
CE ATENEU SÃO JOSÉ
CE LUÍS VIANA

Água Doce
CE DR JOSÉ SARNEY
CE VEREADORA NEIDE COSTA

terça-feira, 21 de outubro de 2014

ROUBO AOS CORREIOS: DUPLA ASSALTA CORREIOS DE DUQUE BACELAR, TROCA TIROS COM A PM, MAS ACABA PRESA

Criminosos chegaram aos Correios em uma moto e de capacete
*Com informações do Portal Coelho Neto
A cidade de Duque Bacelar (25 Km de Buriti/MA), viveu momentos de tensão na tarde desta terça-feira (21/10), quando dois homens, armados de pistola e revólver assaltaram a Agência local dos Correios, os Policiais Militares do destacamento local, com apoio de Guarnições da 3ª Cia do 2º BPM do município de Coelho Neto foram acionados e conseguiram prender a dupla que participaram do assalto. Eles foram identificados como Francisco Araújo dos Santos 33 anos, comerciante do Povoado Roça Santa Quitéria, Rafael de Araújo Melo 28 anos, lavrador do Povoado Santa Quitéria.
De acordo com informações dos PMs, os dois indivíduos que participaram da ação delituosa, invadindo a Agência por volta das 15h, renderam funcionários e clientes, em seguida anunciaram o assalto. Após roubarem o dinheiro, eles fugiram em direção ao centro da cidade. Os Policiais iniciaram uma perseguição conseguindo encurralar os acusados que reagiram atirando nos PMs, que revidaram atingido o tanque da motocicleta CG125 Titan de cor vermelha sem placa Chassi 9C2KC08106R926106, conduzida pela dupla.


Com eles, foi encontrado uma quantia de aproximadamente 8 mil reais, uma Pistola calibre 380 Touros-numeração 22332, 9 munições intactas 3 deflagradas, e um revólver calibre 38 Taurus -numeração 807305. Em seguida apresentaram os assaltantes no Distrito Policial de Coelho Neto que tem como Titular o Delegado Dr. Sidney, que de imediato acionou a Policia Federal que chegou por volta das 18h40, em Coelho Neto, que após ouvir a dupla que foram autuados em flagrante delito por roubo e porte ilegal de arma de fogo foram recambiados para o presídio do município de Caxias.


segunda-feira, 20 de outubro de 2014

OPERADORAS QUEREM CORTAR INTERNET DE QUEM ATINGIR A FRANQUIA

As operadoras devem estrear um novo formato de cobrança por internet no Brasil no qual o cliente é obrigado a pagar por um pacote adicional assim que sua franquia terminar. Com isso, será o fim da chamada "velocidade reduzida".
A novidade será implementada primeiro pela Vivo, segundo reporta O Globo. Maior operadora do país, com 79 milhões de clientes, a empresa apresentará o formato primeiro a quem tem celular pré-pago para, futuramente, mirar os clientes de planos pós-pagos.
Atualmente, um dos pacotes mais usados na modalidade pré-paga custa R$ 6,90 e garante 75 MB. Quando essa franquia acaba, o usuário não é desconectado; ao invés disso, recebe internet em velocidade reduzida, que chega a ser de apenas um décimo do total contratado.
Em novembro, quando o limite for alcançado a internet será cortada e, para continuar navegando, a pessoa precisará comprar 50 MB adicionais por R$ 2,99 para usar pelos próximos sete dias.
Oi e TIM confirmaram que também estudam migrar para esse formato e, embora a Claro não tenha comentado, O Globo diz que a operadora acompanhará as adversárias.
É assim que funciona em países da Europa e nos Estados Unidos e as operadoras argumentam que precisam acabar com a velocidade reduzida para que os clientes tenham uma experiência mais fiel em relação à internet que contrataram - já que muitos passam boa parte do tempo navegando por uma internet bem inferior.
Ao mesmo tempo, a novidade aumentará a receita das empresas, que passarão a vender esses pequenos pacotes adicionais.

Outro lado
Em nota ao Olhar Digital, a Telefônica Vivo confirmou que haverá mudanças na oferta de internet móvel ilimitada, que depende da redução de velocidade ao fim da franquia contratada. Mas a empresa ressaltou que, por enquanto, isso só ocorrerá nos estados do Rio Grande do Sul e Minas Gerais.
Nesses locais os clientes de planos pré-pagos terão o serviço interrompido assim que o pacote terminar. Ao atingir 80% do contratado eles receberão uma mensagem SMS de aviso e, quando a franquia efetivamente terminar, chegará outro SMS, desta vez com a oferta de um pacote com 50 MB adicionais por R$ 2,99 e que terá validade de sete dias.
"O cliente agora navega sempre em alta velocidade, sem o incômodo de o desempenho ser reduzido quando a franquia acaba", justifica a empresa. "Existe também a opção de o cliente fazer um upgrade de pacote, com a franquia de internet mais adequada às suas necessidades."
Segundo a operadora, o mesmo formato poderá ser estendido a outras regiões e aos clientes de planos pós-pagos nos próximos meses. 
A TIM também se pronunciou sobre o assunto. Ao Olhar Digital a empresa diz que "mudanças no formato de tarifação de dados móveis são um movimento natural, em linha com o crescimento contínuo do uso de internet nos celulares e outros dispositivos", mas nega planejar reajuste e "segue avaliando as diferentes possibilidades".

sábado, 18 de outubro de 2014

ADVOGADO QUE FEZ SUSTENTAÇÃO ORAL, NO TRE/MA, EM PROCESSO QUE PEDIA A CASSAÇÃO DO PREFEITO RAFAEL MESQUITA É ANUNCIADO COMO SECRETÁRIO DE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE DO GOVERNO DINO

Pasta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito no primeiro turno, com 63,52% dos votos válidos.
Advogado Rodrigo Lago fico conhecido dos buritienses por representação Naldo Batista no processo em que o prefeito Rafael Mesquita foi cassado.
O advogado Rodrigo Lago será o secretário de Transparência e Controle, pasta a ser criada na gestão de Flávio Dino (PCdoB), governador eleito do Maranhão.
Rodrigo Lago foi um dos advogados que representava o candidato derrotado, nas eleições de 2012, Naldo Batista na ação que pedia a cassação do prefeito Rafael Mesquita. Foi ele quem fez a sustentação oral durante a sessão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA) em que se analisava um recurso da defesa do prefeito que pedia a anulação da decisão de 1º grau, que cassou Rafael. Mesmo tendo sua defesa oral elogiada pelos desembargadores, após adiamento, o prefeito foi absorvido por unanimidade.
A secretaria será responsável pelo controle interno da administração, acompanhando os contratos, apurando denúncias e fiscalizando a correta aplicação das verbas públicas. Esta foi uma das principais bandeiras da campanha de Flávio Dino, eleito no primeiro turno, com 63,52% dos votos válidos.
De acordo com a assessoria de imprensa do governador eleito, a secretaria será criada sem que seja adicionado nenhum novo cargo comissionado, apenas com remanejamento de cargos já existentes.
Estarão integradas à Secretaria a Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado, visando fazer um governo transparente, honesto e republicano.
O anúncio foi feito por Flávio Dino nesta sexta-feira (17), pelas redes sociais.

Perfil do secretário
Com destacada atuação em Direito Constitucional, Rodrigo Lago é advogado há 12 anos. Estudou Direito Constitucional no Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP.
É Conselheiro Federal suplente da OAB (2013-2015) e consultor da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB. Faz parte também do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).
No Maranhão, é diretor-geral da Escola Superior de Advocacia do Maranhão – ESA-OAB/MA (2013-2015), fez parte do Conselho Estadual da OAB como presidente da Comissão de Estudos Constitucionais da OAB/MA (2010-2012). Foi também membro de bancas examinadoras de concursos para a Magistratura e Ministério Público.

ELEIÇÃO PRESIDENCIAL - 2º TURNO: COM O BRASIL RACHADO, INDECISOS DEFINEM O FUTURO

Dilma Rousseff e Aécio Neves chegam empatados ao final de uma corrida de obstáculos que será definida nos mínimos detalhes; se Aécio conquistou apoios importantes, como os da família Campos e de Marina Silva, Dilma tem mais governadores e candidatos que disputam o segundo turno; se Dilma venceu o primeiro debate, na Band, Aécio se saiu melhor no SBT, com a ressalva de que o tom duro contra Dilma repercutiu mal junto a alguns grupos avaliados em pesquisas; a uma semana da decisão, caberá aos indecisos – e àqueles que decidem na última hora – definir o futuro do Brasil pelos próximos quatro anos

*Por Marco Damiani, site 247
Todos os dias na longa, surpreendente e espetacular campanha presidencial que se encerra no domingo 26 as diferenças entre PT e PSDB ficaram claras. A base ideológica, a escola econômica e os compromissos de classe que separam os dois partidos se afastaram mais do que nunca e, ainda assim, a eleição vai ser decidida nos detalhes. 
Nos próximos nove dias, a partir do sábado 17, a presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves estarão aproveitando os ventos finais de uma corrida em tudo parelha. O bate-rebate foi o jogo escolhido na semana anterior à decisiva, e sem dúvida será a tônica do que virá pela frente até o freio de 48 horas para a reflexão do eleitor. Naquelas últimas horas, apontam as pesquisas, estará sendo escolhido o vencedor final. Afinal, os levantamentos sobre o modo de escolha dos brasileiros no primeiro turno deste 2014 apontaram que 6% definiram na véspera em quem iriam votar – e, importante, 9% se decidiram no próprio domingo, literalmente a caminho e diante da urna. Como o pagamento de impostos: na última hora.
A cristalização da definição eleitoral, por outro lado, se manifestou em muitos números das principais pesquisas. À medida em que Aécio e Dilma consolidaram uma situação de empate técnico, com 51% contra 49% pelo Datafolha da quinta-feira 16, o número de indecisos se manteve estável. Um indicador de que só haverá resultante na cabeça do contingente que decidirá a eleição, sobre tudo o que se viu e ouviu, na undécima hora.
Pelos placares apertados de Ibope e Datafolha, e considerando os resultados de primeiro turno, nesta eleição polarizada é certo dizer que a decisão estará nas mãos dos últimos indecisos. 
No sangrento debate da quinta-feira 16, Aécio deixou o ringue com Dilma em situação de nocaute técnico. Menos a ver com a queda glicêmica que a presidente apresentou – ela que, nitidamente, expressava cansaço e lentidão de raciocínio diante do traquejo parlamentar de vida inteira do senador -, e mais em razão de perguntas que ele desferiu e que ficaram sem respostas dela. Exemplo: Dilma já disse, mais de uma vez, que não governa pela mídia, em cima das informações que são publicadas, especialmente denúncias de corrupção. 
- Não vou dar à imprensa o poder que ela não tem, definiu-se Dilma sobre a relação.
Mas no debate nos estúdios do SBT, a presidente simplesmente ficou calada quando Aécio a questionou sobre falta de providências administrativas contra acusados de corrupção na delação premiada de Paulo Roberto Costa e Alberto Yousseff. Ela tem a resposta que acha a mais adequada, mas não a concedeu ali. Foi um detalhe que a presidente, nas condições daquele encontro, deixou passar. 
Porém, também por detalhes muitos eleitores – ou, precisamente, muitas mulheres eleitoras também se sentiram atingidas pelo tom inquisitório que Aécio usou contra a presidente, chamada várias vezes de ‘mentirosa’. Levantamentos dos dois partidos detectaram que o excesso de ênfase pode ter levado Aécio a ultrapassar o ponto máximo e passado, então, a perder pontos. Ele teria sido visto como grosseiro contra a figura da presidente.
Na sexta-feira 17, ao lado de Marina Silva, o próprio Aécio resolveu corrigir sua rota:
- Eu lamento profundamente o tom do debate, eu quero propor ideias, amenizou.
A considerar que o tucano venceu o segundo debate, pode-se avaliar que a presidente se saiu melhor no primeiro encontro, realizado pela Rede Bandeirantes. 
Na sexta-feira 24, Dilma e Aécio tem encontro marcado nos estúdios da Record e da Rede Globo. Este será o último confronto. Não houve consenso sobre a participação de jornalistas da emissora com a realização de perguntas – e só haverá trocas de palavras entre os contendores. Um detalhe, e toda a campanha poderá se definir.
Já neste domingo 19, a pauta para o correr da última semana da campanha será dada pelo debate organizado pela Rede Record. As interrogações já estão no ar: Dilma irá se recuperar, Aécio se manterá no ataque, haverá rancor ou protocolo no enfrentamento?
Na estratégia de rua de PT e de PSDB, também a luta está igual. Pode-se gostar ou não, mas as regiões Norte e Nordeste vão se mostrando como redutos do PT e de Dilma, enquanto o Sudeste e o Sul dão mais densidade à Aécio. Dentro desses grandes campos regionais, as campanhas se movimentam intensamente nos chamados Estados mais populosos. 
Dilma ficou com os dois candidatos a governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão e Marcelo Crivella, como que trabalhando para ela no terceiro eleitorado do País. Nenhum deles admitiu apoio a Aécio. Em compensação, o tucano ficou com o apoio da família de Eduardo Campos, em Pernambuco, que teve peso para virar a eleição para governador no Estado. No Rio Grande do Sul, a virada de José Ivo Sartori, do PMDB, de força para Aécio, mas o governador Tarso Genro não desistirá da luta antes do final, em benefício de Dilma. 
São Paulo e Minas Gerais, mais uma vez, são estratégicos. O PT centrou boa parte de sua campanha de segundo turno na informação de que Aécio perdeu as eleições em seu Estado natal. E terá de manter ou ampliar a diferença para fazer Dilma reeleita.
Em São Paulo, o PT colheu sua principal surpresa negativa no primeiro turno. Dilma perdeu para Aécio por uma diferença de 3,5 milhões de votos. O partido tratou de reforçar o chamamento à militância para evitar que uma nova derrota por grande diferença se repita.
Por mais que tenha recolhido apoios entre partidos e políticos, como o PSC, o PV, o PSB e a família Campos, Aécio não abriu a frente confortável que gostaria sobre Dilma. Ele lidera os levantamentos de institutos como o Paraná e o Census, mas o empate técnico apurado pelos maiores Datafolha e Ibope é o dado mais aceitável pelas campanhas. 
Depois de um momento de dúvida, o PSDB resolveu apostar em Marina como grande aliada. No seguinte ao debate do SBT, Aécio apareceu ao lado da ex-candidata do PSB, que estava esfuziante e de muito bom humor. Ela pregará por Aécio, numa tentativa de reunir a grande maioria de sua herança de votos na conta dele. O desgarramento de boa parte do rebanho dela é apontado como fator decisivo para o quadro de empate técnico.
A esta altura, com todas as atenções voltadas para a presidente e o senador, qualquer fato novo poderá ser decisivo. Pelo histórico da campanha, repleta de surpresas e marcada pelo inusitado, e os longos dias pela frente até o domingo 26, tudo ainda está por acontecer. 

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

PF PRENDE PAI QUE PLANEJAVA ABUSAR DA FILHA QUANDO NASCESSE

Operação Darknet foi deflagrada na Deep Web, que concentra conteúdo de usuários que buscam o anonimato, em uma ação inédita na América Latina

Durante a investigação da Operação Darknet contra divulgação de pornografia infantil, deflagrada pela Polícia Federal em 18 Estados, na última quarta-feira(15/10), um dos suspeitos presos planejava abusar da filha que ainda estava por nascer, segundo relataram os responsáveis pela investigação. Um ponto que chocou os investigadores foi a crueldade praticada pelo grupo. Na ação, 51 pessoas foram presas.
“Ele disse que iria abusar da própria filha, e no momento da prisão, ele reconheceu isso em frente da esposa e de toda a equipe, foi uma coisa muito chocante. O nível de crueldade do que aparecia nesses vídeos e nessas fotografias chocam qualquer cidadão, até policial que está acostumado com isso pode passar mal”, afirmou o superintendente da Polícia Federal do Rio Grande do Sul Sandro Carion.
A prisão deste indivíduo que relatava o abuso contra a filha ainda não nascida foi realizada antes da operação deflagrada, por conta do risco potencial de abuso. “Optamos por antecipar as prisões porque tínhamos informações de que tinham acesso a crianças e que iam consumar os atos”, relata o delegado.
Ao todo, seis crianças que sofriam ou que poderiam sofrer abusos foram resgatadas pela polícia. “Se o resultado da investigação tivesse sido apenas o resgate dessas crianças, já teria valido a pena”, diz Carion.
Entre os presos, estão servidores públicos, como um homem que trabalhava em uma Secretaria de Segurança, e um seminarista. "Pessoas de todas as classes sociais”, mas que tinham em comum um grande conhecimento de informática, completa a delegada Diana Kalazans.
Pela primeira vez no País foi deflagrada uma operação da Polícia Federal contra crimes relacionados com pedofilia realizada na Deep Web, uma espécie de submundo da internet. Operações semelhantes só tinham sido realizadas pelo FBI e pela polícia inglesa.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

VEREADORES REVELAM DETALHES DAS NEGOCIAÇÕES PARA ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA MUNICIPAL

 Os vereadores de Buriti/MA revelaram, na sessão da última sexta-feira 10, detalhes ainda desconhecidos que ocorreram ao longo do processo da eleição da Câmara Municipal. A sessão transformou-se num processo de “lavagem de roupa suja” e teve momentos tensos, com o embate entre Vanusa Flora e Jorge do Sindicato, além de cômicos, como, por exemplo, quando o vereador Rosim falou sobre a despreocupação do prefeito Rafael com o resultado da eleição.
ASSISTAM ABAIXO AS EXPLICAÇÕES DOS VEREADORES:
VEREADOR JORGE DO SINDICATO
O vereador Josimar Alves Lima, popularmente Jorge do Sindicato (PDT), fez uso da palavra para mais uma vez se defender das acusações e boatos de que teria sido, supostamente, se vendido para o grupo do governo municipal. Jorge reafirmou que não tem nenhum compromisso com o atual prefeito e que o tempo vai provar que ele “não está na política para brincar”. Ele disse que a Câmara terá uma administração diferente e que ele é vereador do povo de Buriti. Ele afirmou “não sou corrupto, nunca serei corrupto”.
Assistam abaixo o vídeo com a fala do vereador Jorge

VEREADORA VANUSA FLORA
A vereadora Vanusa Flora começou explicando que a vinda da governista Andrea Costa para a chapa da oposição teria sido um convite do vereador Jorge e ocorrera após a negativa do presidente Laudelino Mendes em dar posse a Naldo Batista após a cassação do prefeito Rafael Mesquita. A partir daí seguiu-se um leve embate entre os vereadores Jorge e Vanusa. A vereadora ainda reafirmou o repúdio ao presidente Laudelino e à sua forma de condução à frente da Casa legislativa.
Assistam abaixo o vídeo com a fala da vereadora Vanusa

VEREADORA ANDREA COSTA
A vereadora Andrea Costa discordou da opinião do vereador Jorge, expressa em sua carta ao povo de Buriti, na qual ele dizia que oposição faria papel de boba mais uma vez. Andrea revelou que o convite para ser candidata a presidente partiu da própria oposição, mas que por razões pessoais não aceitara.
Ouçam abaixo o áudio da fala da vereadora Andrea

VEREADOR SARGENTO VAGNER
O vereador sargento Vagner afirmou considerar-se o principal responsável pela eleição de Jorge do Sindicato como presidente e porque ele que teria gerado a polêmica que culminou com o racha na base governista. Sargento Vagner também fez fortes críticas ao secretário municipal de educação.
Ouçam abaixo o áudio da fala do vereador Sargento Vagner


VEREADOR BENEDITO CAETANO
O vereador Benedito Caetano afirmou que perdeu a eleição porque tentou fazer a diferença e também porque não mentiu. Ele rebateu ainda trecho da carta ao povo de Buriti do vereador Jorge na qual se dizia que a oposição poderia mais uma vez fazer o papel de bobo.
Assistam abaixo o vídeo com a fala do vereador Benedito


VEREADORA FRANCISCA DO CABÉ
A vereadora Francisca disse que ao longo do processo teria sido feito corrente de oração e que quando chegou na sexta 03, dia da eleição, o vereador Sgt lhe falou que estava tendo “mutreta” e que “seu beneditinho não é mais candidato, o candidato agora é o Jorge”.
Ouçam abaixo o áudio da fala da vereadora Francisca

VEREADOR ROSIM
O vereador Rosim foi o governista que mais revelou detalhes e reuniões que antecederam as eleições. Provocou grandes gargalhadas ao revelar a indiferença do prefeito Rafael frente a eleição da Câmara. Ele disse que quando foram procurar o prefeito ele estava, despreocupado e, para o vereador, era como se ele estivesse feliz com aquela chapa oposicionista.
Ouçam abaixo o áudio da fala do vereador Rosim

VEREADOR PRESIDENTE LAUDELINO E AS CONSIDERAÇÕES FINAIS DOS DEMAIS VEREADORES
Ouçam abaixo o áudio da fala de Laudelino Mendes

Arquivo do blog