"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

DISCURSO HISTÓRICO DE LULA: "Eu não sou mais um ser humano, eu sou uma ideia."

quinta-feira, 24 de maio de 2018

O vendedor ILDISLÂNDIO RODRIGUES DA SILVA, 28 anos, conhecido por Lândio, natural de Cajazeiras (PB), está desaparecido há 17 dias, desde a última terça-feira 8/5, quando se teve o último contato dele na cidade de Corrente, Estado do Piauí
De acordo Corrinha Pereira, esposa do vendedor, o jovem tem costume de vender redes entre os estados do Maranhão e Piauí.
Na terça-feira 22, após 15 dias que não tem contato com Lândio, a esposa disse que não sabe mais o que pensar. “Desesperada. Tenho três filhos e tô grávida de novo”, contou a mulher, que está no Maranhão buscando pistas do esposo.
Ela disse que chegou a falar com colegas de Lândio, mas foi informada que ninguém sabe o paradeiro do vendedor.
Quem tiver qualquer notícia do cajazeirense, entrar em contato com Corrinha pelo telefone (83) 99361-3073.
(Com informações policiais e do DIÁRIO DO SERTÃO)



quarta-feira, 23 de maio de 2018


O Ministério Público do Maranhão ofereceu denúncia, no último dia 4 de maio, contra a ex-prefeita IARA QUARESMA DO VALE, do município de Nina Rodrigues (151 km de Buriti/MA), por ter dispensado de forma indevida licitações durante o exercício financeiro de 2012.
De acordo com o promotor de justiça Benedito Coroba, titular da Comarca de Vargem Grande, da qual o município de Nina Rodrigues é termo judiciário, a ex-prefeita praticou crime, conforme o artigo 89 Lei 8.666/93, ao “Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade”. Nestes casos, a lei prevê pena de três a cinco anos de detenção, além de multa.
As irregularidades foram constatadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) na análise da prestação de contas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), referentes ao exercício financeiro de 2012. Foram firmados pela ex-gestora 23 contratos em desacordo com a Lei de Licitações, o que se configura como crime.
“Observou-se que despesas foram realizadas sem apresentar vinculação a nenhum processo licitatório, isto é, notas de empenho, ordens de pagamento e contratos não mencionam qualquer licitação que tenha precedido a despesa realizada”, relatou o promotor de justiça na Denúncia.
CONTRATOS IRREGULARES
Do total de 23 crimes praticados por Iara Quaresma do Vale, nove ocorreram em contratos firmados com a Construtora e Imobiliária Perfil, para a construção de seis salas de aula em Nina Rodrigues; nove foram em razão de contratos com Raimundo P. Santos, para prestação de serviços de transporte escolar de alunos da zona rural; dois em contratos com o Instituto Ápice, para serviços de formação de professores e servidores da rede de ensino municipal; e três em contratos para reformas e ampliação de escolas.
(Do MPMA)
terça-feira, 22 de maio de 2018

Único invicto na primeira fase do Copão do Baixo Parnaíba de Futebol 2018, o time Lagoa Buritiense, de Buriti (MA), já se prepara para o duelo com o Boca da Mata, clube do município de Brejo/MA, no próximo domingo 27/5.
O Lagoa Buritiense surgiu em 2012 no município, fundado por Adílio Gomes, coordenador da Associação de Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares do Maranhão – ACECTMA,  na época o time chegou a ser vice-campeão pelo Intercolegial, porém esta é a sua primeira disputa em campeonato intermunicipal.
Dois dos destaques do Lagoa.
À esquerda: Adílio Gomes, fundador e técnico do Lagoa.
O nome do clube é uma homenagem à localidade Lagoa, zona rural de Buriti rica em riachos e palmeiras. Este é um projeto social realizado pelo fundador e também técnico do Lagoa Buritiense que trabalha com crianças e adolescentes  07 a 23 anos, com incentivo no esporte e foco na melhoria do desempenho escolar.
  O Correio Buritiense é patrocinador oficial da equipe, que conta ainda com o apoio do Prefeito Naldo Batista, do Secretário de Obras Erinaldo Capijuba, do Deputado Estadual Júnior Verde e da Casa do Sport. Entre os torcedores ilustres, há o destaque da professora Cocota que sempre acompanha a trajetória do time.
No Copão do Baixo Parnaíba, sediado no povoado Árvores Verde, em Brejo/MA,  estão disputando clubes de 9 municípios da região. O torneio é organizado pelo ex-vereador brejense João Leriano.


No dia 7 de fevereiro de 2018, a CONSERV Conservação Serviços & Engenharia Ltda – EPP, CNPJ nº 12.040.841/0001-01, assinou um contrato com o município de Buriti, tendo como contratante o Fundo Municipal de Saúde (FMS), no valor de R$ 537.491,64 (quinhentos e trinta e sete mil, quatrocentos e noventa e um reais, e sessenta e quatro centavos).
De acordo com o Extrato de Contrato nº 026/2018, pelo dinheiro abocanhado a empresa CONSERV deve executar Serviços e Reformas de Unidades Básicas de Saúde – UBS na zona rural de interesse do município de Buriti/MA. A vigência do contrato é de seis meses. Veja abaixo o extrato publicado no Diário Oficial:
O Correio Buritiense visitou uma a UBS do Povoado Cabeceiras, onde uma placa posta pela empresa já confirma que as obras foram iniciadas. O que se ver, porém é que pouca coisa até agora foi realizada.


Oito pré-candidatos à presidência da República já confirmam presença na XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que começa na próxima segunda-feira, 21 de maio. O evento deste ano reserva dois momentos para receber os presidenciáveis e debater as prioridades dos governos locais e as necessidades de mudanças estruturais da federação brasileira. Os painéis ocorrem nos dias 22 e 23, a partir das 14h.
Na programação do evento, promovido anualmente pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), estão previstos quatro candidatos por dia. Na terça-feira, 22, os municipalistas receberão, em painéis individuais, Álvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede), e Manuela D’Ávila (PCdoB). Já no dia 23, confirmaram presença Jair Bolsonaro (PSL), Afif Domingos (PSD), Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB). Ainda na quarta-feira, está programada a leitura de uma carta de Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato do PT.
Após exposição, os presidenciáveis responderão questionamentos sobre os principais problemas enfrentados atualmente nos Municípios, de Norte a Sul do País, inclusive em relação à partilha de competências e dos recursos entre os Entes federados. Além de conhecer as propostas de governo, a expectativa do movimento municipalista é obter do futuro presidente da República o compromisso com a causa municipalista.
Recorde
Os painéis serão conduzidos pelo atual presidente da Confederação, Paulo Ziulkoski. Mais de 5 mil gestores municipais já estão com presença confirmada, mas os organizadores acreditam que a XXI Marcha registrará recorde de público. Além da presença dos presidenciáveis, a programação prevê outros momentos singulares, como a participação dos chefes do Executivo e do Legislativo.
A CNM reforça que os presidentes da República, Michel Temer, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participarão do evento como devidos representantes dos Poderes do Executivo e do Legislativo.
(Do CNM)

O jornalista Alberto Dines, fundador do Observatório da Imprensa, morreu nesta terça-feira 22, aos 86 anos.
Dines estava internado há dez dias no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O hospital informou que o jornalista morreu às 7h15, vítima de deficiência respiratória. O velório deve ocorrer na capital paulista.
Jornalista, professor universitário, biógrafo e escritor, Dines teve destaque em vários veículos de comunicação. Começou a carreira no jornalismo em 1952 na revista A Cena Muda e no ano seguinte participou da fundação da revista Visão para acompanhar reportagens da área artística. Em 1957 trabalhou na revista Manchete, de propriedade de Adolpho Boch. Dois anos depois foi diretor do segundo caderno do jornal Última Hora, de Samuel Wainer. No ano seguinte, dirigiu o jornal Diário da Noite, dos Diários Associados, pertencente a Assis Chateaubriand. Em 1962 virou editor-chefe do Jornal do Brasil, onde permaneceu até 1973.
No ano seguinte foi professor-visitante na Universidade de Colúmbia, nos Estados Unidos, de onde voltou para ser diretor da sucursal da Folha de S. Paulo, no Rio de Janeiro. Em 1980, deixou o jornal e passou a colaborar em O Pasquim.
Mudou-se para Lisboa em 1988, onde lançou a revista Exame, do Grupo Abril. Ainda em Lisboa lançou o Observatório da Imprensa, uma entidade sem fins lucrativos dedicada a avaliar a qualidade do jornalismo brasileiro. Dines retornou ao Brasil em 1994.
Em 1998, lançou o Observatório da Imprensa na TV Educativa do Rio de Janeiro. O programa foi, posteriormente, produzido pela TV Brasil.  O Observatório da Imprensa ficou no ar de 1998 a 2016.
Por Da Agência Brasil  São Paulo

Foi lançado pela Prefeitura Municipal de Buriti/MA, no dia 2 de maio de 2018, dois Avisos de Licitação, na modalidade tomada de preços, sob a forma de execução indireta e regime de empreitada por preço Global do tipo menor preço, com objetivo de contratar empresas para recuperação de vias públicas urbanas.  
A TOMADA DE PREÇOS Nº 008/2018 tem como objeto a Contratação de empresa para Recuperação de Meio fio e Sarjetas em vias Públicas na Sede do Município de Buriti. A licitação está prevista para próxima quarta-feira 23/5, às 9 horas, e o valor da contratação só será divulgado ao final do procedimento licitatório.
Veja a publicação do diário:
A TOMADA DE PREÇOS Nº 009/2018 tem como objeto a Contratação de empresa para Recuperação e Terraplenagem de em vias Públicas na Sede do Município de Buriti/MA. A licitação está prevista para próxima quarta-feira 23/5, às 11h30, e o valor da contratação só será divulgado ao final do procedimento licitatório.
Veja a publicação do diário:
Os Editais se encontram a disposição dos interessados na Comissão Permanente de Licitação - CPL, localizada na Praça Felinto Farias, S/N, Buriti - MA, CEP: 65.515-000, no horário das 8h às 13 horas, onde poderá ser consultado gratuitamente ou obtido mediante o recolhimento da importância de R$ 50,00 (Cinquenta reais), através de Documento de Arrecadação Municipal-DAM.
segunda-feira, 21 de maio de 2018

A abertura está prevista para próxima quarta-feira 23/5, às 15 horas.
Foi lançado no dia 2 de maio de 2018 o Aviso de Licitação da Tomada de Preços nº 10/2018, cujo objeto é a CONSTRUÇÃO DE MELHORIAS SANITÁRIAS DOMICILIARES–MDS, NOS POVOADOS MATINHA DO BRASILINO E SÃO BENTO NA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE BURITI/MA.
A licitação está prevista para próxima quarta-feira 23/5, às 15 horas, e será na modalidade de Tomada de Preços, sob a forma de execução indireta e regime de empreitada por preço Global do tipo menor preço.  Valor da contratação só será divulgado ao final do procedimento licitatório.
O Edital se encontra a disposição dos interessados na Comissão Permanente de Licitação - CPL, localizada na Praça Felinto Farias, S/N, Buriti - MA, CEP: 65.515-000, no horário das 8h às 13 horas, onde poderá ser consultado gratuitamente ou obtido mediante o recolhimento da importância de R$ 50,00 (Cinquenta reais), através de Documento de Arrecadação Municipal-DAM.
VEJA ABAIXO O AVISO PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL



Os preços do diesel e da gasolina voltam a subir nas refinarias a partir dessa terça-feira 22. Segundo informações do site da Petrobras, a gasolina subirá 0,9% e o diesel 0,97%. Com a alta, o preço da gasolina passará a custar R$ 2,0867, enquanto o do óleo diesel sobe para R$ 2,3716.
Este é o 11º aumento do preço da gasolina nos últimos dezessete dias. A exceção ocorreu entre os dias 12 e 15 deste mês, quando a estatal interrompeu a sequência de altas ao manter o preço da gasolina em R$ 1,9330, e entre os dias 19 e 21 quando os preços passaram para R$ 2,0680. Ao longo do mês de maio, o preço da gasolina subiu 16,07%.
O produto iniciou o mês custando R$ 2,0877 na porta das refinarias, sem a incidência de impostos, e passará a valer a partir da meia-noite de hoje R$ 2,0867, contra os R$ 2,0680 que vigora desde o último aumento, no sábado passado (19).
Já o óleo diesel, que aumentará 0,97%, acumula alta de 12,3% desde o dia 1º de maio. Com o último aumento, o preço do produto passará de R$ 2,3488 – preço que passou a valer também no último sábado – para R$ 2,3716. É o sétimo aumento consecutivo do produto.
A Petrobras rebate as criticas às altas constantes dos derivados a atribui as elevações de preços às oscilações do preço do barril do petróleo no mercado externo. Segundo a estatal, "os combustíveis derivados de petróleo são commodities e têm seus preços atrelados aos mercados internacionais, cujas cotações variam diariamente, para cima e para baixo".
Segundo a companhia, a variação dos preços nas refinarias e terminais é importante para que a empresa possa competir de forma eficiente no mercado brasileiro.
(Da Agência Brasil)
domingo, 20 de maio de 2018
Grupo estava havia 35 dias no mar.
Uma embarcação à deriva com 25 imigrantes africanos foi resgatada, na noite do sábado 19, próximo ao município de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís. A informação é do governo do Maranhão.
Foram encontrados estrangeiros vindos do Senegal, Nigéria, Guiné, Serra Leoa e Cabo Verde, além de dois brasileiros, de acordo com nota do governo. Inicialmente, a Secretaria de Direitos Humanos havia informado que havia imigrante da Guiana no grupo. A informação foi corrigida por volta das 13h.
A Polícia Federal investiga se houve crime no transporte dessas pessoas ao país e vai avaliar a situação jurídica delas no Brasil.
Segundo a Capitania dos Portos do Maranhão, a Marinha foi avisada, na manhã de sábado, que havia um barco, supostamente com a bandeira haitiana, com 27 pessoas a bordo perto de São José de Ribamar. Foram, então, iniciadas buscas pela embarcação chamada de "Rossana".
Por volta das 19h, a Capitania recebeu a informação de que um barco pesqueiro do Ceará estava rebocando a embarcação e havia oferecido água e mantimentos para os imigrantes. Eles tentaram ir até o Porto do Itaqui, mas não conseguiram. Segundo o pescador, o barco já estava quase sem suprimentos, e "Rossana" estava em condições precárias. Eles tiveram autorização para atracar às 23h30 no cais de São de José de Ribamar.
Ao chegar ao cais, equipes do Corpo de Bombeiros, do Governo do Maranhão e das polícias Federal e Militar recolheram as primeiras informações com os imigrantes.
Lá também foram realizados os primeiros atendimentos médicos e servidas refeições. A equipe multidisciplinar do Centro Estadual de Apoio às Vítimas (Ceav) esteve prestando apoio psicológico.
O grupo recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Araçagi, em São José de Ribamar. Eles estavam com quadro de desidratação.
Em seguida, eles foram encaminhados para o Ginásio Costa Rodrigues em São Luís, onde seguem assistidos pela Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), em caráter temporário, até que os procedimentos realizados pela Polícia Federal sejam finalizados.
Por G1 MA


O corpo será velado na Igreja Matriz, em Buriti (MA) e o sepultamento será realizado na manhã dessa segunda-feira 21.
É com pesar que o CORREIO BURITIENSE comunica o falecimento de LUIZ GONZAGA MOURA DA SILVA,  ocorrido na madruga deste domingo 20. Seu GONZAGA, como era chamado, tinha 73 anos e morreu, por volta de 1h de hoje (20), no Hospital Clementino Moura (Socorrão 2), em São Luís, em decorrência de uma pneumonia que acarretou em uma sepse (infecção generalizada). Nascido em Parnaíba (PI), Gonzaga morou em Buriti de 1972 a 1998, cidade onde trabalhou como comerciante, chegando a receber o título de cidadão buritiense em 1985. Era casado com Isabel Chaves, a “dona Belinha”, e pai de dois filhos.
O corpo segue ainda hoje para Buriti (MA) e será velado na Igreja Matriz, centro da cidade. O sepultamento será realizado nessa segunda-feira 21, pela manhã, no Cemitério Municipal São José.

sábado, 19 de maio de 2018

Os interessados em participar do V Festival Buritiense de Poesia têm até sexta-feira 25 para efetuarem suas inscrições. O Regulamento está disponível no link https://drive.google.com/file/d/16tW_fAsOTbfJff4lKRuwQ2uLakIbLlkP/view?usp=sharing. Os trabalhos inscritos devem ser entregues no Centro Cultural Adélia Moreira Martins Ferreira, sede da AMIB, no Centro de Buriti, preferencialmente em uma cópia em CD – Room, ou enviado através do e-mail amibburitima@gmail.com, digitado em fonte Arial, tamanho nº 12, em formato PDF.
As modalidades de participação no Festival são Autoria de poemas – Os interessados, poetas e poetisas, podem participar na condição de autores - e de Declamação e/ou Dramatização de poemas – os autores podem defender e/ou dramatizar seus poemas ou indicar intérpretes.
 No ato da inscrição, o candidato deverá preencher uma ficha contendo os dados pessoais, título do poema, seu pseudônimo, o nome do intérprete do poema, bem como endereço residencial e contato telefônico e whatsApp, se houver. As inscrições presenciais deverão ser realizadas no horário de 8h as 11h30 e de 14h às 17 horas.
Podem participar do Festival pessoas residentes na região do Baixo Parnaíba Maranhense, em especial em Buriti, além de buritienses residentes em qualquer localidade do Brasil, de qualquer idade.
Os participantes serão agrupados nas seguintes categorias:
I – Infantil – de 08 até 11 anos idade;
II – Juvenil – de 12 a 25 anos;
III – Adulta – de 26 anos a 59 anos;
IV – Sênior – de 60 anos a mais.
O lançamento do V Festival Buritiense de Poesia aconteceu no dia 18 de abril, em Buriti, no prédio da Amib, com a participação de poetas locais, artistas convidados e lideranças sociais no município.
Os autores das obras habilitadas serão informados no período de 08 a 22 de junho através do mural do Centro Cultural Adélia Moreira Martins Ferreira, dos contatos fornecidos na ficha de inscrição ou da Radio Alto FM 91.3 Mhz Buriti MA.
Oferecendo prêmios em dinheiro e certificados de participação, em sua 5ª edição, o Festival Buritiense de Poesia foi lançado em 18 de abril deste ano e a apresentação das poesias habilitadas para fins de classificação para a final será realizado até o dia 14 de julho. No dia 22 de julho, durante a programação dos Festejos de Buriti (MA), vai acontecer, então, a noite da grande etapa final de Premiação dos vencedores e certificação dos participantes.
SOBRE O V FESTIVAL BURITIENSE DE POESIA 

A 5ª edição do Festival Buritiense de Poesia 2018 tem como objetivos:
- Contribuir para a valorização da literatura e, em especial, da poesia, seja como expressão artística, seja como parte da cultura da comunidade;
- Incentivar a criação literária, estimulando o interesse e o gosto mais especificamente pelo gênero poesia; e
- Estimular o exercício do gênero poético no âmbito da comunidade do Baixo Parnaíba, em especial em Buriti, tanto na modalidade produção, como na modalidade leitura expressiva de texto poético (declamação), descobrindo e valorizando talentos artístico-literários voltados para a poesia (intérpretes e autores).
O Festival é ocasião para homenagear poetas buritienses e/ou residentes em Buriti. Na primeira edição, em 2010, o homenageado foi o poeta JOSÉ BORGES; na segunda, em 2012, o poeta e artista BILL DE JESUS; em 2014, o poeta LILI LAGO; e agora, nesta versão de 2018, o grande contemplado será FRANCISCO ALVES FERREIRA, o popular “MESTRE”.
O HOMENAGEADO
FRANCISCO ALVES FERREIRA, o “MESTRE”, nasceu do dia 28 de janeiro 1907, no lugar denominado ainda hoje de Barro Branco, a 16 km de Buriti. Aos oito anos de idade ele foi mordido por uma cobra venenosa chamada Goipeva. No dia seguinte, ele foi à roça e esqueceu um machado. O seu pai Benedito era muito severo e ele voltou à roça, em sol quente e descalço, para buscar o machado. Quando chegou a noite não conseguia dormir porque suas pernas estavam doendo muito. No dia seguinte continuou sentido dores e, por fim, ficou aleijado das pernas e da mão direita. Seus colegas e irmãos fizeram para Francisco uma viola de talo de buriti e o mesmo começou a tocar e cantar em Buriti, o povo ficava admirado pela inteligência dele. Francisco se aperfeiçoou na leitura e na escrita, e todos se admiravam até que o colocaram para ser Professor Municipal. Logo teve uma prova para professores formados e ele também fez a prova. E ficou em primeiro lugar. Foi o primeiro Professor municipal de Barro Branco. Francisco Alves Ferreira Faleceu em 28 de junho de 1974. 

IMAGENS DO DIA DE LANÇAMENTO DO V FESTIVAL


Três pedidos de vista do juiz federal Victor Luiz dos Santos Laus paralisaram decisões.
 Tríade de Juízes da 8ªTurma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4)
*Reportagem da Folha de São Paulo
O ritmo das ações da Lava Jato no TRF-4 (Tribunal Regional Eleitoral da 4ª Região) não é mais o mesmo que precedeu o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em janeiro.
A oitava turma do tribunal, que chegou a julgar quatro processos da operação em novembro, só concluiu decisão sobre um caso desde que aumentou a pena de Lula para 12 anos e um mês de prisão.
Em parte, isso se deve a três pedidos de vista do juiz federal Victor Luiz dos Santos Laus em casos que chegaram a ser pautados e colocados em votação em sessões. 
Os outros dois membros da turma, o relator da Lava Jato João Pedro Gebran Neto e o revisor Leandro Paulsen deram os seus votos, mas Laus pediu mais tempo para analisar melhor os casos.
Não há data para que os processos sejam devolvidos.
Desde que saiu da primeira instância, o processo contra Lula tramitou com uma velocidade acima da média no TRF-4, o que provocou reclamações da defesa e de apoiadores.
Depois dele, foi concluído apenas o julgamento de recurso do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, acusado pelo Ministério Público de lavagem de R$ 6 milhões. 
A defesa nega que ele tenha cometido irregularidades. Delúbio teve a pena aumentada de cinco para seis anos de prisão. Outros réus no processo também foram julgados.
O primeiro pedido de vista aconteceu no mesmo dia, 27 de março, no processo que envolve o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula.
Na ocasião, Laus afirmou que não estava convencido das acusações contra Bumlai.
No último dia 9, o magistrado pediu vista de mais dois processos após a votação dos colegas: o de Cláudia Cruz, mulher do ex-deputado Eduardo Cunha, e o do ex-deputado André Vargas.
Procurado, o TRF-4 informa que o pedido de vista "é ato personalíssimo do desembargador que quer analisar melhor o processo e não precisa justificar o pedido".
O regimento do tribunal diz que em qualquer fase do julgamento o magistrado pode pedir vista dos autos, suspendendo o julgamento.
O tribunal ainda reafirma que os três julgamentos em que houve pedido de vista já foram iniciados.
Para a sessão do próximo dia 30, estão previstos o julgamento de outros dois casos que chegaram ao TRF-4 no ano passado. Um deles é o recurso do ex-ministro José Dirceu à sua segunda condenação pelo juiz Sergio Moro, de 11 anos e três meses por corrupção e lavagem de dinheiro, em março do ano passado.
Também entrou em pauta o julgamento do recurso do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.
A oitava turma começou a apertar o passo e julgar a maioria dos processos da Lava Jato no ano passado. De maio a junho, foram quatro julgamentos concluídos.
Depois, de agosto a novembro, outras 11 ações foram decididas pela turma de Porto Alegre, que revisa as decisões que Moro toma na primeira instância. Houve uma pausa para o recesso do judiciário até o julgamento do ex-presidente Lula, em 24 de janeiro.
Em fevereiro e abril deste ano — e, em maio, até a próxima sessão, marcada para a quarta (23)— não houve decisões conclusivas sobre o mérito dos processos da operação.
Além das apelações, o TRF-4 também decide sobre outros recursos da Lava Jato, como embargos de declaração e pedidos de desbloqueio de bens.
sexta-feira, 18 de maio de 2018

A Guarda Civil Municipal (GMC) recebeu na quinta-feira 17 uma viatura e uma motocicleta para o trabalho de apoio à segurança pública realizado em Buriti/MA. Os veículos foram alugados pela prefeitura Municipal e contam com plotagem, e toda a estrutura para o uso da Guarda. 
No ato da entrega dos veículos, o prefeito Naldo Batista (PCdoB) agradeceu a equipe, afirmou que “o veículo vai trazer ainda mais segurança para o município” e ressaltou o trabalho que a Guarda vem desenvolvimento na cidade, com as inúmeras ocorrências registradas e também pela contínua cooperação com a Polícia Militar e Civil nos trabalhos em prol da segurança de Buriti.

SOBRE A ATUAÇÃO DA GUARDA CIVIL DE BURITI
Foram praticamente três anos de muita luta e sacrifício de toda a GUARDA CIVIL MUNICIPAL para poder ter vitórias e conquistas. Muito trabalho realizado na segurança pública e muitas operações em conjunto com a Polícia Militar e Polícia Civil no combate à criminalidade e, consequentemente, levando paz e tranquilidade para o povo buritiense.  Agora a GCM colhe os frutos do excelente trabalho realizado na cidade. De acordo com o GCM Greyton Coelho, “os Guardas Civis merecem evoluir muito mais, e que isso é só o começo, virão mais vitórias pela frente.”   
Greyton Coelho mencionou o empenho do prefeito Naldo Batista e do vice Antônio Flora pelo reconhecimento e valorização da Guarda Civil, e com a consequente melhoria da segurança pública municipal, levando para a população paz e tranquilidade. De acordo com o ele, o apoio dado pelo Sindicato dos Guardas Municipais do Maranhão (SIGMEMA) fortaleceu ainda mais a nossa instituição.
Também agradeceu ao Chefe de Gabinete do prefeito, o advogado Júnior, ao deputado Federal Aluísio Mendes (Podemos), ao Promotor de Justiça Clodoaldo Nascimento, aos vereadores municipais, ao delegado Josemar Rocha pelo apoio e atuação em defesa da GCM de Buriti e à população buritiense que sempre acreditou em uma Guarda Civil Municipal forte e atuante.
"A segurança pública está iniciando o processo de racionalização, saindo do período pré-constituinte, e entrando no século XXI", afirmou o GCM Greyton Coelho à redação do blog.
A Guarda Civil Municipal teve uma grande conquista com Lei Federal 13.022/14 (Estatuto Geral das Guardas Municipais do Brasil), inclusive, a Guarda está no capítulo da segurança pública na Constituição Brasileira, no artigo 144, parágrafo 8º. Também recentemente o Supremo Tribunal Federal sacramentou o reconhecimento da Guarda como órgão de segurança pública e, por último, a Guarda Civil foi incluída no Sistema Único de Segurança Pública - SUSP como polícia e integrante da segurança pública a nível nacional.



*Atualização de informações em 18/5 às 17h51
Uma operação conjunta das Forças de Segurança Pública deflagrou nesta quinta-feira 17 uma grande operação Policial denominada “Volta Buriti II”. Esta operação contou com a participação de Policiais Civis das Regionais de Chapadinha (3ª DRPC) e de Caxias (17º DRPC), Policiais Militares do 16º Batalhão de Polícia Militar, além da Guarda Civil de Buriti/MA.
O objetivo da ação policial foi dar cumprimento à mandados de busca e apreensão domiciliar e mandados de prisão preventiva e prisão temporária expedidos pelo juiz José Pereira Lima Filho, titular de Direito da Comarca de Buriti, atendendo à solicitação conjunta do Delegado Polícia Civil e do Promotor de Justiça da cidade.
Foram cumpridos mandados de prisão preventiva, prisão temporária e de busca e apreensão nos municípios de Buriti/MA e Duque Bacelar/MA, ocasião em que foram obtidos os seguintes resultados:
1 – Prisão preventiva de ANTÔNIO MARCOS OLIVEIRA DA SILVA, conhecido como “MARQUINHOS”, pela prática dos crimes de roubo a motocicletas, estabelecimentos comerciais e a aparelhos celulares.
Marquinhos
2 – Prisão preventiva de HÉLIO DE SOUSA SILVA, conhecido como “JACARÉ”, pela prática dos crimes de roubo a motocicleta, estabelecimentos comerciais e a aparelhos celulares.
"Jacaré"
3 – Prisão em flagrante delito de PEDRO SILVA DOS ANJOS, conhecido como “PEDIM”, pela prática do crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e receptação.
“PEDIM”
4 – Prisão Temporária de MIGUEL FRANCISCO PEREIRA DA SILVA, conhecido como “DEL”, investigado pela prática dos crimes receptação, roubo e associação criminosa.
Miguel Pereira, o "Del".
5 – Prisão Temporária de DIEGO CARVALHO DA SILVA investigado pela prática dos crimes receptação, roubo e associação criminosa.
Diego Carvalho
Outras duas pessoas também foram conduzidas, porém, após prestarem depoimentos, foram liberadas. No total, permanecem na carceragem cinco acusados por crimes.
A Polícia Civil de Maranhão solicita a comunidade em geral que, caso reconheça algum dos acusados veiculados nesta reportagem como Autor de outros crimes, que procure a Delegacia para que sejam tomadas as providências cabíveis. Ajudem a transformar nossas cidades maranhenses em lugares pacatos, pois a sociedade é tão responsável, quanto as Forças de Segurança no enfrentamento à violência.
O delegado Josemar Rocha, que conduziu a operação, destacou o importante apoio dado pela Prefeitura de Buriti/MA, que disponibilizou condições logísticas para a realização desse brilhante trabalho.