"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

VENDE-SE UMA FAZENDA - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Vereador Zé Dionísio divulga NOTA DE ESCLARECIMENTO sobre a polêmica envolvendo discussão de requerimento na Câmara para instalação de barreiras sanitárias na cidade de Buriti (MA)

O vereador José Cardoso de Sousa, popular Zé Dionísio, publicou hoje (29/4) uma NOTA DE ESCLARECIMENTO para a população de Buriti, em especial, aos conterrâneos que trabalham em outros estados no pendão do milho ou em outras funções, sobre a discussão das medidas preventivas de combate à pandemia do novo coronavírus em Buriti, pauta da última sessão na Câmara Municipal de 24 de abril.  
Na nota, Zé Dionísio diz “repudiar  veemente aqueles que cortaram” seu áudio e “divulgaram com a intenção de me prejudicar, colocar o povo contra mim,  vejo uma nítida perseguição contra minha pessoa, pois se eu estivesse agindo de má fé, nenhum vereador teria assinado, se assinaram foi porque entenderam a minha intenção, que é ajudar”.
Ele diz ainda: “Sou um homem simples, trabalhador rural, homem da roça, não tenho estudos, não sei falar português corretamente, mas tenho carácter, tenho dignidade e jamais, ficaria contra o povo da minha terra, jamais abandonariam aqueles que confiaram em mim, pois vejo, que em um momento tão difícil como esse, não devemos fazer política, nosso maior objetivo é cuidar do povo, preservar vidas.”
O vereador afirma ainda está enfrentando “com muita dor” a interpretação equivocada de suas palavras. Ele aponta que a perseguição política fez com que o Presidente da Câmara, vereador Jorge do Sindicato, “tentasse denegrir” sua imagem.
Confira abaixo a íntegra da nota:
  
NOTA DE ESCLARECIMENTO
Eu, vereador Zé Dionísio, venho através dessa nota, dirigir-me com muito respeito a população de Buriti, em especial aos conterrâneos que encontram-se trabalhando em outros estados no pendão do milho ou em outras funções. Quero esclarecer que na reunião da Câmara do dia 24 de abril, foi colocado em pauta quais medidas preventivas deveriam ser tomadas a respeito da Pandemia do novo Coronavírus-Covid-19 em nossa cidade. Manifestei preocupação com nosso povo, com vidas, com nossas famílias. Deixo bem claro que ao referir-me sobre as carradas que vem de outros estados, em nenhum momento pedi ao poder executivo que PROIBISSE O RETORNO DOS SENHORES PARA O SEIO DE SUAS FAMÍLIAS. Mencionei que fosse feito algo para prevenir, de acordo com o que recomenda a Organização Mundial de saúde - Isolamento social, Quarentena, caso fosse necessário, nunca falei que os trabalhadores que vem de fora devem ser menosprezados, minha intenção sempre foi ajudar.
Repúdio veemente aqueles que cortaram meu áudio e divulgaram com a intenção de me prejudicar, colocar o povo contra mim,  vejo uma nítida perseguição contra minha pessoa, pois se eu estivesse agindo de má fé, nenhum vereador teria assinado, se assinaram foi porque entenderam a minha intenção, que é ajudar.
Sou um homem simples, trabalhador rural, homem da roça, não tenho estudos, não sei falar português corretamente, mas tenho carácter, tenho dignidade e jamais, ficaria contra o povo da minha terra, jamais abandonariam aqueles que confiaram em mim, pois vejo, que em um momento tão difícil como esse, não devemos fazer política, nosso maior objetivo é cuidar do povo, preservar vidas.
Enfrento com muita dor, a interpretação equivocada de minhas palavras, nunca tive a intenção de prejudicar ninguém, entendo que a perseguição política fez com que o Presidente da Câmara, vereador Jorge do Sindicato tentasse denegrir a minha imagem.
A todos os trabalhadores que se encontram fora de nossa cidade deixo meio respeito e minhas palavras de apoio, pois sei que os senhores viajam porque precisam, e que todos prezam pelo bem de suas famílias.
Segue a cópia do requerimento da câmara municipal assinado, não só por mim, mas por todos os vereadores presentes na casa.
Zé Dionísio

Após polêmica na Câmara Municipal acerca do retorno dos buritienses que trabalham fora, no chamado “pendão de milho”, trabalhador envia reflexão da situação em que vive para Correio Buritiense

Safristas do pendão de milho. - Foto: arquivo web.
Uma celeuma se instalou nas discussões políticas nas redes sociais após o debate dos vereadores ocorrido na sessão da última sexta-feira 24/4 na Câmara Municipal. Os vereadores aprovaram uma proposta de requerimento encaminhado à Secretaria Municipal de Saúde (Semus) para instalação de barreiras sanitárias nas vias de acesso à cidade, o que atingiria o retorno para casa dos buritienses que trabalham em outro estado, no chamado pendão de milho. A medida acabou não sendo bem recebida pelos trabalhadores, principalmente, após divulgação da discussão dos vereadores sobre a situação.
Um dos trabalhadores safristas do grupo de despendoamento do milho que aguarda para retornar ao município de Buriti se indignou com o debate da Câmara e encaminhou ao Correio Buritiense uma reflexão sobre a situação deles e dos familiares. Ouça abaixo:

GOVERNO NO CAMPO: PROJETO "PADRINHO RURAL" ULTRAPASSA FRONTEIRAS E COMEÇA A SER CONHECIDO MUNDIALMENTE


*Publipost/SECOM
A tarde do dia 05 de Fevereiro de 2020 foi marcada por um encontro no povoado Belém, município de Buriti/MA, de representantes dos 12 grupos que fazem parte do projeto “Padrinho Rural” (Cabeceiras, Rio Preto, Areias, Cabeça do Cavalo, Gameleiras, Nova Esperança, Barro Branco, Belém, Inxú, Riacho Seco, Sítio Cruz, Angelim e Matinha, com a comitiva de representantes da Cooperação Alemã Deutsch Giseleschaft Internacionale que veio ao município para conhecer a experiência do projeto “Padrinho Rural”.
Acompanharam a comissão o IPAM (Instituto de Pesquisa da Amazônia), o subsecretário da SAGRIMA, Sérgio Delmiro e o Secretário da APROSOJA (Associação dos Produtores de Soja do Leste Maranhense) Sr. Cassiano. Também participaram André Introvine, representando os fazendeiros parceiros do projeto, o Secretário Municipal do Meio Ambiente, Laudelino de Jesus, o então Secretário de Saúde Rogério Viana e a equipe da Secretaria de Agricultura do município, que articula o projeto.
Sérgio Delmiro iniciou o encontro, apresentando os visitantes e falando um pouco do projeto, destacando a importância que ele tem e o quanto cresceu em dois anos de existência, dado ao empoderamento das partes – agricultores, poder público e iniciativa privada. Falou que é um projeto muito importante dado que a agricultura do "toco" é um trabalho muito penoso e que foi importante porque valorizou o trabalho da Secretaria, onde a mesma foi enaltecida com a contratação de um quadro de técnicos (Agrônomo, Veterinário, Técnico Agropecuário e Zootecnista) e com um transporte para fazer o trabalho de acompanhamento.
Passou a palavra para uma representante da comitiva que fala um pouco da língua portuguesa, a qual falou que vieram ao Maranhão para fazer um acordo de cooperação com o Governo do Estado e conhecer experiências que consideram interessantes para o desenvolvimento da agricultura. Aqui visitaram grandes, médios e pequenos produtores bem como entidades parceiras como SEBRAE, SENAR e AGERP.
 No caso do nosso projeto, foi dito que o mesmo é uma parceria do público privado para transferir tecnologia para o agricultor familiar, organizado em pequenos grupos, onde cada um faz a sua parte:
- O fazendeiro coloca suas máquinas para preparar a área, plantar e colher, sem cobrar nada e fornece insumos (adubo, ureia, defensivos agrícolas e até sementes) a preço de custo para receber na colheita, além das orientações técnicas.
- O agricultor familiar entra com a mão-de-obra nos trabalhos que a máquina não faz, como catagem de raízes, coivaras, etc., e acompanha o desenvolvimento da planta, para informar alguma anormalidade aos técnicos para que os mesmos tomem providências e entra também com parte do combustível.
O Poder Público, através da Secretaria de Agricultura, articula os parceiros, organiza os grupos, providencia as sementes junto ao Estado e também colabora com parte do combustível, faz todo acompanhamento planejando e avaliando junto com os agricultores familiares e com os parceiros também.
A experiência começou com um grupo de 5 famílias no povoado Gameleiras com uma área de 22 hectares apoiada pela fazenda São Bernardo da família dos Introvines.
No segundo ano entraram mais quatro fazendeiros (Renato, Pedro Roy, Cesar Webe e Délio) e a área foi ampliada para 120 hectares, atendendo a 116 famílias. Estamos no 3º ano e entraram mais dois fazendeiros – Sérgio Strobel, da fazenda Europa e a Inter-Alli, e estamos com uma área de 210 hectares e 240 famílias.
Após a apresentação do que é o projeto e como funciona foi dado espaço para perguntas por parte da comitiva e esclarecimento por parte do projeto com a participação dos beneficiários (agricultores) e de seus articuladores (Secretaria de Agricultura).
Em seguida, o representante da comitiva fez seus comentários em alemão e sua interprete socializou com os presentes: Falou que estava impressionado com o projeto e que era um prazer estar reunido com todos os agricultores que fazem uma experiência tão importante como esta e agradeceu a presença de todos, especialmente do Sérgio Delmiro, por ter dado oportunidade de conhecer um projeto realmente de inclusão social e que diante do que viu pode até apoiar financeiramente uma proposta de projeto bem justificada.
O secretário da SAGRIMA, vendo o resultado do projeto, se comprometeu de enviar mais sementes (3 toneladas de arroz), visto que aqui no município a semente tem seu destino certo: ir para o chão e produzir o alimento que o povo tanto necessita para viver.
Em conversa com o representante do IPAM, a secretaria colocou sua preocupação com a inclusão dos jovens no processo produtivo e o mesmo perguntou se aqui havia Casa Familiar Rural. Na Amazônia eles apoiam este projeto e que aqui também poderiam apoiar.
Veja mais sobre o projeto nos vídeos abaixo, com colaboração do repórter Márcio Cardoso:
Um encontro desta natureza é muito importante porque as partes se sentem valorizadas vendo o reconhecimento de seus esforços e portas se abrem para novas parcerias, que garantem o crescimento do projeto e inclusão de novas famílias no processo produtivo com novas tecnologias.

URGENTE: SOBE PARA 4 NÚMERO DE CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS EM BURITI-MA, INFORMA SECRETARIA DE SAÚDE

Assim soube para 09 o número de notificações, sendo 5 casos já descartados.
Na tarde desta terça-feira 28/4, a Secretaria Municipal de Saúde de Buriti (Semus), por meio do Comitê Municipal de Prevenção ao Covid-19, divulgou um Boletim Epidemiológico, no qual informa a existência de quatro novos casos suspeitos de Covid-19, a doença causada pela infecção pelo coronavírus, no município.
Com estes dados, já soube para 09 o número de notificações, sendo 5 casos descartados e nenhum confirmado.
No Boletim, a Semus informa que continua monitorando os pacientes que estão apresentando   quadro de infecção respiratória e que todas as medidas necessárias para promoção da saúde estão sendo tomadas no município. Reforça ainda que a população deve continuar mantendo as medidas de proteção, tais como uso de máscaras, distanciamento e isolamento social.

ORIENTAÇÕES PARA FICAR EM CASA
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

CUIDADOS BÁSICOS
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas. 

Assembleia do Maranhão aprova projeto que reduz valores de mensalidades de escolas e faculdades em até 30%

Os deputados aprovaram o projeto que reduz as mensalidades de escolas e instituições de ensino superior

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na quarta Sessão Extraordinária com Votação Remota por Videoconferência, realizada nesta segunda-feira 27/4, presidida pelo chefe do Parlamento Estadual, deputado Othelino Neto (PCdoB), o Projeto de Lei 088/20, de autoria do deputado Rildo Amaral (Solidariedade), que trata da redução proporcional, de até 30%, das mensalidades das instituições privadas de ensino, durante o período de suspensão das aulas presenciais, atendendo ao plano de contingência do novo coronavírus implementado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). A matéria, que abrange escolas, faculdades e cursinhos preparatórios, recebeu emenda dos deputados Dr. Yglésio (PROS), Neto Evangelista (DEM) e Rafael Leitoa (PDT). O projeto de lei seguirá, agora, à sanção governamental.
De acordo com o PL, o desconto será cancelado automaticamente com o fim do Plano de Contingência do novo coronavírus da SES e a liberação para o retorno das aulas presenciais. No caso de descumprimento, ensejará aplicação de multas nos termos do Código de Defesa do Consumidor, pelos órgãos responsáveis pela fiscalização, em especial a Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado do Maranhão (Procon-MA).
“Considerando que as instituições de ensino estão com as despesas reduzidas com itens como manutenção do espaço, água, energia e alimentação de seus funcionários e alunos (que estudavam em período integral), por estarem suspensas as atividades presenciais, é justo que os estudantes ou seus responsáveis financeiros, que também tiveram seus rendimentos afetados, tenham a sua mensalidade reduzida”, justificou Rildo Amaral.
EMENDAS
Com a emenda do deputado Dr. Yglésio, além das instituições de ensino fundamental e médio, as de nível técnico e superior da rede privada, bem como as de pós-graduação, também serão obrigadas a reduzir suas mensalidades proporcionalmente, durante a pandemia.
Para instituições de ensino com até 200 alunos matriculados, o desconto será de 10%, no mínimo; entre 200 e 400 estudantes, de 20%; e acima de 400 alunos, de 30%, assim como as pós-graduações, independente do quantitativo de pessoas matriculadas.
“A porcentagem de 30% foi a inicial do projeto e nós entramos com a emenda por entender que as escolas menores têm mais dificuldades de conceder esse desconto. Por isso, usamos um parâmetro da quantidade de alunos. Inclusive, excluímos as escolas comunitárias por entendermos a inviabilidade financeira de concederem qualquer um desses descontos”, explicou Yglésio, lamentando, ainda, a dificuldade de negociação com os representantes das escolas.
Também foi acatada a emenda do deputado Neto Evangelista, estendendo os descontos para os cursinhos preparatórios para vestibulares. “Acho que foram dadas muitas oportunidades aos sindicatos das escolas, para que eles pudessem entender o momento que estamos vivenciando. Porém, eles não tiveram essa sensatez de ceder aos pais”, pontuou o parlamentar.
Outra emenda ao PL aprovada, desta vez de autoria do líder do governo, deputado Rafael Leitoa, garante que, no caso do consumidor ter adquirido pacote anual, o prestador de serviço poderá restituir do valor recebido proporcional ao desconto estabelecido; disponibilizar de crédito para uso ou abatimento na compra de outros serviços e formalizar outro acordo com o consumidor. Em caso de restituição, o prestador de serviço terá até 12 meses para sua efetivação, contados da data de encerramento do estado de calamidade pública no Estado.
“Essa foi a nossa contribuição, acatada pelos demais pares, melhorando o projeto apresentado pelo deputado Rildo Amaral. Parabenizo a iniciativa de todos os deputados que deram a sua contribuição para construir esse projeto razoável, assim como a tentativa de acordo com o sindicato das escolas”, acentuou Leitoa.

Da Agência Assembleia

Oito profissionais de saúde morreram pela Covid-19 no Maranhão


O Maranhão já perdeu oito profissionais de saúde na luta contra a Covid-19, informa o mais recente boletim epidemiológico emitido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta segunda-feira (27).
No total, 309 desses profissionais já foram infectados pelo novo coronavírus, 217 dos quais já estão recuperados.
Segundo o novo levantamento da SES, o número de infectados no estado chegou a 2.528, com 145 óbitos – 20 somente entre domingo (26) e hoje.
De outro lado, o número de curados chegou a 533.
ACESSE AQUI a íntegra do relatório.

*Do Blog do Gilberto Leda


Diretor de presídio em Pedrinhas morre com Covid-19 no Maranhão


Auro Astério Azevedo era diretor-geral da Unidade Prisional de Ressocialização São Luís II, que integra o Complexo de Pedrinhas.
Por G1 MA 
Auro Astério Azevedo era diretor-geral de presídio do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão. — Foto: Reprodução/TV Mirante
Auro Astério Azevedo Pereira, diretor-geral da Unidade Prisional de Ressocialização São Luís II do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, morreu neste fim de semana por complicações causadas pela Covid-19. A informação foi confirmada pelo secretário de Saúde, Carlos Lula, em entrevista à TV Mirante nesta segunda-feira 27/4.

O diretor estava internado há alguns dias após ter contraído o novo coronavírus, mas não resistiu as complicações provocadas pela doença e acabou falecendo. De acordo com Carlos Lula, ele atuava como servidor da área de Segurança Pública do estado por cerca de 30 anos e era um profissional exemplar.

“O Áureo teve três décadas dedicados ao sistema de segurança do Maranhão, ao Sistema Penitenciário, era um profissional exemplar. A gente lamenta muito a morte dele e de fato era um caso confirmado, e a gente está tomando todas providências para que a doença não chegue aos presídios, porque a gente sabe o que isso pode significar de segurança para a sociedade", disse Carlos Lula.

O secretário afirmou que providências estão sendo tomadas dentro das unidades prisionais do Maranhão, para que a doença não atinja os detentos. Por isso, estão os presos estão sendo submetidos a testagem e aqueles que apresentam sintomas de gripe, estão sendo isolados. Carlos Lula pediu que por conta da morte do diretor, não seja criado pânico na sociedade.

"Todos os cuidados estão sendo tomados, inclusive com testagem dos presos, com isolamento social de quem está gripado. Agora é importante que a gente não crie pânico na sociedade. Eu lamento que tem gente que tenta escandalizar, tenta criar polêmica, quando todas as medidas de proteção estão sendo tomadas pela secretaria. Os cuidados que nós temos tomado com os presos são importantes, porque nós já vimos essa situação em outros países", afirmou o secretário.

PANDEMIA DE CORONAVÍRUS: Diretor Clínico do Hospital Regional de Chapadinha testa positivo para Covid-19

Dr Ronan Nascimento, diretor do Hospital Regional de Chapadinha.

O diretor Clínico do Hospital Regional de Chapadinha, Ronan Silva Nascimento, testou positivo para o novo Coronavírus.
Dr. Ronan gravou e postou nas redes sociais nesta segunda-feira 27/4 um vídeo em que relata o resultado do teste diagnóstico confirmado para doença COVID-19. Assista ao vídeo abaixo:
O médico está afastado de suas funções no Hospital Regional desde a semana passada e em isolamento domiciliar.
No vídeo, Dr Ronan, que é um excelente profissional, reconhecido pelo atendimento humanizado com pacientes e seus familiares e toda equipe hospitalar sob sua direção, alerta para a necessidade de cuidados que todos devem ter para combater o novo coronavírus.
Dr Ronan Nascimento no Hospital Regional de Chapadinha(MA). - Foto/arquivo pessoal.

Ficar em casa é a maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos de covid-19, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), aumentando a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

EM NOTA DE ESCLARECIMENTO PÚBLICO, VEREADOR JORGE DO SINDICATO REBATE PUBLICAÇÃO E ÁUDIO QUE CIRCULAM NAS REDES SOCIAIS


 O presidente da Câmara Municipal de Buriti, vereador Jorge do Sindicato, publicou nesta segunda-feira 27/4 uma nota de esclarecimento para desmentir uma publicação e um áudio editado que circulam nos grupos de WhatsApp e em outras redes sociais.  Na gravação, as pessoas são levadas a acreditar que vereador Jorge do Sindicato e o prefeito Naldo Batista estariam proibindo a entrada na cidade dos buritienses que trabalham fora, no chamado "pendão de milho", por conta da pandemia da Covid-19.  Em nota, o vereador diz que o a edição do áudio foi “maldosa, cruel e criminosa”.
Presidente da Câmara, vereador Jorge do Sindicato.
Jorge do Sindicato esclareceu que partiu do vereador oposicionista Zé Dionísio a proposta para controlar entrada e saída dos trabalhadores do pendão de milho. “Deveria ser tomado providências quanto à chegada dos ônibus trazendo os buritienses que estão trabalhando no pendão, solicita do presidente da Câmara que juntamente com todas as autoridades, vereadores e prefeito, para que em pelo menos 15 dias, ninguém entrasse e nem saísse da cidade", disse Zé Dionísio.
O Correio Buritiense traz o áudio da sessão em que os vereadores debatem essa questão. É possível confirmar a versão dos fatos apresentadas pelo presidente da Câmara. Ouça abaixo:
O pedido de Zé Dionísio foi posto em votação pelo Presidente da Câmara e aprovado pelos demais vereadores presentes. O requerimento nº 17/2020 já foi encaminhado na última sexta-feira 24/4 da Câmara para Secretário Municipal de Saúde Ray Pablo.
No documento, é requerido que seja colocado barreira sanitária na entrada e saída da cidade, sentido Duque Bacelar e Palestina, com o apoio da Guarda Municipal em conjunto coma equipe de profissionais treinados para a ação preventiva, além disso, o requerimento ainda solicita que a vigilância sanitária realize fiscalizações nos estabelecimentos públicos e privados.
O ofício, o requerimento e a íntegra da nota pública você ver abaixo.

NOTA PÚBLICA
“O Vereador Jorge do Sindicato, vem por meio desta nota, esclarecer e desmentir uma publicação e um áudio editado de forma maldosa, cruel e criminosa, que veicularam nos grupos de WhatsApp e em redes sociais, nos quais envolve seu nome e do prefeito.
O vereador Jorge do Sindicato é acusado juntamente com o prefeito de proibirem a entrada na cidade dos buritienses, que estão trabalhando em outros estados, no chamado "pendão de milho".
Vejamos bem, na última sexta-feira, dia 24 de abril de 2020, na sessão da Câmara Municipal, presidida pelo Vereador Jorge do Sindicato, foi suscitado por alguns vereadores a preocupação quanto à chegada de algumas turmas que estão trabalhando no pendão de milho.
Dentre os quais o vereador José Dionizio colocou com suas palavras que “deveria ser tomado providências quanto à chegada dos ônibus trazendo os buritienses que estão trabalhando no pendão, solicita do presidente da Câmara que juntamente com todas as autoridades, vereadores e prefeito, para que em pelo menos 15 dias, ninguém entrasse e nem saísse da cidade".
O Vereador requereu que fosse baixado o decreto com urgência, foi quando o Presidente da Câmara cumprindo o regimento da casa, colocou em votação o pedido do vereador Zé Dionizio, o qual foi aprovado pela maioria dos presentes. Áudio na integra da fala dos vereadores.
No entanto, este vereador, esclareceu que esta medida é prerrogativa do Poder Executivo, que a Constituição Federal, garante o direito de ir e vir do cidadão. Portanto, senhores, em momento nenhum este vereador cogitou proibir os trabalhadores do pendão de milho, entrarem em sua cidade natal.
O Vereador Jorge do Sindicato entrou com um requerimento, pedindo que a Secretaria de Saúde do Município colocasse barreira sanitária na entrada e saída da cidade, sentido Duque Bacelar e Palestina, como medida preventiva, mas no documento não foi cogitado proibir entrada de vans, ônibus com passageiro. Anexo requerimento.
Neste momento em que o mundo está sendo devastado por um inimigo invisível, precisamos tomar o máximo de cuidado possível e somente seguindo as orientações da OMS, e das autoridades da área de saúde, será possível vencer este vírus.
Com relação ao áudio que espalharam, pessoas criminosas editaram o áudio deixando somente o trecho em que o presidente da Câmara, atendendo ao pedido do vereador Zé Dionizio, coloca em votação o fato aqui narrado.
O vereador Jorge do Sindicato reafirma seu compromisso com a população buritiense, honrando aos que nele confiaram o mandato de vereador, pois irá continuar trabalhando por melhores condições de vida para os buritienses. Agindo sempre com prudência e cautela diante de situações extrema iguais a que estamos enfrentando.
Aos que estão trabalhando no pendão de milho, fiquem tranquilos que o Vereador Jorge do Sindicato e o Prefeito Naldo Batista, jamais irão permitir que seus direitos sejam lesados.”

Buriti-MA, 27 de abril de 2020.
Jorge do Sindicato
Vereador-Presidente da Câmara Municipal

Pagamento dos servidores estaduais: Governo do Maranhão prioriza pagamento de idosos e reduz risco de aglomeração nos bancos


Apesar da crise decorrente da pandemia do novo coronavírus, o Governo do Maranhão vai manter o pagamento do funcionalismo estadual em dia. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira 27/4 pelo governador Flávio Dino. 
Assim como aconteceu no mês passado, o pagamento será realizado de forma escalonada, para priorizar idosos (principal grupo de risco da Covid-19) e evitar aglomerações em agências bancárias. 
“Pagamento dos servidores públicos, relativo a abril de 2020, será feito em dias diferentes para reduzir risco de aglomerações”, informou o governador.
Com a medida, o pagamento dos servidores públicos do Maranhão será feito da seguinte forma: aposentados e pensionistas recebem nesta terça-feira (28). Na quarta-feira (29) será a vez dos servidores da administração direta (funcionários de secretarias e outros órgãos de governo). Já os trabalhadores da administração pública indireta (autarquias e empresas públicas, por exemplo) serão pagos na quinta-feira (30).   
O cenário recessivo global não impediu que o Maranhão pague a folha de pagamento dos servidores de forma antecipada pelo 64º mês consecutivo.
Escala de pagamento:
Aposentados e pensionistas: 28 de abril 
Administração Direta: 29 de abril
Administração Indireta: 30 de abril

Governo do Maranhão anuncia novos leitos de UTI e busca formação antecipada de médicos


Novas medidas foram divulgadas em entrevista coletiva virtual do governador do estado, Flávio Dino (PCdoB), na manhã desta segunda-feira 27/4.
Durante a reunião foram discutidas novas estratégias, principalmente para as unidades em cidades no interior do estado. - Foto: Divulgação

Por G1 MA 
Em entrevista realizada na manhã desta segunda-feira 27/4 o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), anunciou novas medidas para conter o aumento do novo coronavírus no estado. Na oportunidade, Dino anunciou o aumento de leitos de UTI, a chegada de novos respiradores, a busca por formação antecipadas de novos médicos e a edição de um decreto de requisição de serviços médicos.
Sobre os leitos de UTI haverá um crescimento de 40 lugares. Sendo que 20 serão adicionados pelo Governo do Maranhão através do aluguel de um hospital particular, na Rua Rio Branco, no Centro, e outros 20 que serão colocados à disposição pelo Hospital Universitário.
Médicos deverão ter formação antecipada — Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

Além disso, o governador do Maranhão anunciou também a chegada de novos respiradores. Um total 110 chegarão esta semana e o estado receberá ainda 68 por conta de uma situação judicial.
Flávio Dino revelou ainda que irá manifestar junto ao CEUMA, UFMA, UEMA e Ministério Público a antecipação de formatura de médicos. O governador disse que irá editar um decreto para requisição de serviços médicos. Inicialmente o governo abrirá inscrição em 48 horas para 40 médicos.
"É preciso lembrar que além de prédios e equipamentos temos a necessidade de recursos humanos. Estamos nos dirigindo a estas instituições para que elas apliquem uma decisão do governo federal que permite as chamadas formaturas antecipadas. Temos estudantes que já cumpriram os requisitos e que podem e devem receber o grau o quanto antes para que possam nos ajudar no enfrentamento do coronavírus", disse Dino.

PANORAMA NO MARANHÃO
Em 24 horas, foram registrados 13 novos óbitos distribuídos nas cidades de São Luís, Cachoeira Grande e Paço do Lumiar, sendo seis mulheres e sete homens. A SES também contabilizou nas últimas horas, 187 novos casos de infecção pelo coronavírus.
Segundo a secretaria, os casos estão em 59 municípios maranhenses. Dos pacientes infectados, 1.356 estão em isolamento domiciliar, 298 estão internados em enfermarias e 168 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em hospitais particulares e públicos do Maranhão.
O boletim epidemiológico apontou que subiu para 463 o número de pessoas recuperadas pela Covid-19 no estado. Também aumentou para 297 o número de profissionais da saúde infectados pelo coronavírus, deste número, 206 já estão recuperados e sete morreram.
Até o momento, já foram realizados 6.365 testes para Covid-19 no Maranhão. A SES afirma que 4.989 casos seguem sob suspeita e 3.959 foram descartados.

PREFEITO QUE FLEXIBILIZOU QUARENTENA ESTÁ COM CORONAVÍRUS


Na quarta-feira 22/4, mesmo dia em que a cidade de Brodowski, no interior de São Paulo, flexibilizou as regras de abertura do comércio, o prefeito José Luiz Perez foi internado por causa do coronavírus. Ele está no Hospital Beneficência Portuguesa, em Ribeirão Preto.
O prefeito de Brodowski, no interior de São Paulo, José Luiz Perez | Reprodução
O resultado positivo saiu neste domingo 26/4, segundo a primeira-dama, Rosi Machado. Ela relatou à coluna que o prefeito apresentou um quadro de pneumonia, mas está “muito bem, ativo e despachando com os secretários por telefone”. 
Questionada se o prefeito pode rever a flexibilização, a primeira-dama disse que depende dele.
– Não posso responder por ele. O prefeito não disse nada a respeito disso, se vai voltar atrás, se vai determinar outras normas.
Na quarta-feira, o comércio da cidade reabriu com regras como uso obrigatório de máscaras e oferta de álcool em gel, limite de pessoas por metro quadro e distância mínima de um metro entre as pessoas em filas.
Por Bela Megale/O Globo

POLICIAIS MILITARES AGEM RÁPIDO E COM AJUDA DE POPULARES RESGATAM PESSOAS DESABRIGADAS EM SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA POR CONTA DE INUNDAÇÃO NA CIDADE DE BREJO (MA)


Fortes chuvas que caíram sobre a cidade, levaram a uma grande inundação, deixando a população em situação de extrema emergência alagando várias ruas.
Na última terça-feira 21/4, por volta das 21h,  a equipe de Policiais Militares de serviço, em razão de fortes chuvas, se deparou com uma inundação na cidade de Brejo/MA (59 km de Buriti), onde já existiam vários populares ilhados e com dificuldades de saírem das suas casas por conta da força da correnteza nas ruas.
Dante da situação de emergência, com inúmeras pessoas já desabrigadas, dentre ela idosos e crianças, de pronto os Policiais Militares se dividiram em duas equipes no intuito cobrir uma área maior. Com a ajuda da população, foram feitos resgates de várias pessoas em residências já sem condições de fugir do fenômeno. Pessoas que estavam ilhadas em ruas e praças também foram resgatadas com o uso de cordas. Um cidadão teve seu veículo arrastado pela força das águas, e também foi resgatado.
Por volta de 00h50min, a equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local trazendo equipamentos adequados, então, com a guarnição da Polícia Militar que já estava no local, continuaram realizando diligências e buscas pelos bairros averiguando a situação de possíveis vítimas, as buscas se estenderam até às 4h do dia seguinte.
 Do 16ºBPM de Chapadinha

EM URBANO SANTOS, POLÍCIA CIVIL PRENDE FALSO MÉDICO QUE ABUSAVA DAS VÍTIMAS


A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Polícia de Urbano Santos com apoio operacional da Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), prendeu, na última quinta-feira 23/4, o nacional O.A.L.F, por força de Mandado de Prisão Preventiva expedido pela comarca da cidade de Urbano Santos.
De acordo com as investigações em andamento, o preso é suspeito de praticar diversos crimes, dentre os quais Estelionato, Extorsão e Violação sexual mediante fraude.
Relatos das vítimas, dão conta de que ele usava perfis falsos no Facebook, onde utilizava os nomes Leonardo Vasconcelos e Talvanne Mortegal Filho, identificando-se nos perfis como médico de grandes hospitais do Maranhão, para atrair vítimas, mulheres a quem oferecia vagas de emprego.
Depois de atrair e envolver as vítimas, praticava atos sexuais e os filmava, usando uma câmera escondida.
Posteriormente, passava a exigir das vítimas valores em espécie para não divulgar os vídeos em redes sociais. Além disso, administrava perfil usando o nome e fotos de uma das vítimas mulheres para atrair homens casados e depois passar a extorqui-los.
Com receio de terem suas intimidades expostas, as vítimas eram forçadas a depositar dinheiro para o investigado.
Até o momento não se sabe o número de vítimas, pois o investigado já praticava os crimes há bastante tempo contra pessoas de diversas regiões do Estado.
A investigação continua e o acusado foi encaminhado ao sistema prisional.
 Da ASCOM/PCMA

OPINIÃO: Reflexo do Espelho


Se o mundo gira ou capota, são detalhes:  filosofia de para-choque de caminhão, agora uma certeza devemos ter, a política gira em torno do nome Lula, imagine um cidadão que tem espírito de rico, sim, não passar de três salário mínimo honestamente, vira cientista político e especialista em segurança pública, agora entender como funciona as políticas partidárias que muitas das vezes nunca foi filiado em nenhum  partido, não sabe como é a funcionalidade ideológica, estatutária de cada um, agora alimenta-se do fascismo das redes sociais e de  fake news.
Alguém é condenado por assunto INDETERMINADO, então, qual compressão dos algozes do mundo virtual? Marginalização, não só o acusado e sim quem diz que quer um julgamento justo e com imparcialidade, argumentos pra analfabetos políticos apoiadores de FASCISTA, racista, homofóbico e fã de torturador que não debate política pública e sim, bate-boca e chegar ao ponto da agressão, não só contra ponto de vista e sim a vida pessoal, estes são seguidores e apoiadores de FASCISTA, racista, homofóbico e fãs de torturadores.
Tem os seguidores que separam os filhos dos pais, onde não é só questão de DNA, existe e está na política partidária como profissão e lucrativa, filhos dos vizinhos são ladrões, o meu teve distúrbios momentâneos, filhos do vizinho é "viado", meu é gay, filha do vizinho é sapatão, minha é lésbica, inclusive tenho amigos gay, lésbica, negros, EU, pelo contrário, tenho somente amigos, não é a cor, opção sexual ou condições sociais que faz alguém ser meu amigo.

Perfil do autor: Juvenal NERES de Sousa, Ativista Social "3º setor", Comunicador popular, fotógrafo amador.