ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
Mostrando postagens com marcador assassinato. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador assassinato. Mostrar todas as postagens
Assassinato ocorreu na madrugada do sábado 2/7, 
na abertura do São João da cidade de Coroatá.

Na madrugada de ontem, sábado 2/7, na abertura do São João de Coroatá, na Praça José Sarney, interior do Maranhão, ocorreu o assassinato da adolescente Clara Sousa, de apenas 17 anos.

Clara Sousa, estava acompanhada do namorado, no momento em que houve uma discussão entre ele e um militar reformado da Marinha do Brasil, identificado como José Eustáquio Primo Maia, de 51 anos.

De acordo com informações da Polícia, houve uma discussão entre os dois homens, quando a discussão foi aflorada, o militar efetuou o disparo, atingindo, assim, a região do tórax da adolescente.

A vítima foi encaminhada para o Hospital da cidade, mas não resistiu a gravidade do disparo, vindo a óbito.

José Eustáquio Primo Maia foi preso em flagrante e a arma utilizada do crime, apreendida. O militar reformado foi encaminhado para a Delegacia Regional de Codó, lugar em que passará pelos procedimentos cabíveis referente ao ato criminoso, deverá, portanto, responder pelo crime de homicídio.

(O Imparcial)

 Entidade cita ameaças à vítima em meio à disputa fundiária; governo promete investigação

Edvaldo Rocha, líder quilombola - Arquivo Pessoal

    Líder da comunidade quilombola Jacarezinho, na cidade de São João do Soter (420 km de São Luís), Edvaldo Pereira Rocha, foi assassinado na manhã de ontem, sexta-feira 29/4 na zona rural.

Ele foi encontrado morto com marcas de tiros no povoado Bom Jardim, nas proximidades do caminho que leva ao santuário São Francisco, da Igreja Católica.

De acordo com Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, Rocha foi atingido por tiros disparados por dois homens que chegaram em uma moto.

Equipes da Polícia Civil e Militar, além da Perícia, estiveram no local e intensificaram as operações nas imediações para localizar os autores do crime, informou o governo maranhense.

Líder da comunidade quilombola Jacarezinho, na cidade de São João do Soter (420 km de São Luís), Edvaldo Pereira Rocha foi assassinado na manhã desta sexta-feira (29) na zona rural.

Equipes da Polícia Civil e Militar, além da Perícia, estiveram no local e intensificaram as operações nas imediações para localizar os autores do crime, informou o governo maranhense.

 A comunidade quilombola Jacarezinho está com o processo de regularização fundiária em andamento no Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), mas ainda sem uma resolução.

As terras são cenário de conflitos agrários há pelo menos seis anos. Uma ação civil pública movida pela Procuradora da República em Caxias (MA) aponta que em 2016 a área da comunidade quilombola foi reivindicada por agricultores que disseram ter arrematado as terras em um leilão.

Desde então, segundo a Procuradoria, as terras ocupadas pelas famílias da comunidade quilombola foram desmatadas para criação de animais, dentre outras atividades.

A cidade de São João do Soter está encravada na região conhecida como Matopiba, que inclui áreas do agronegócio dos estados do Maranhão, Bahia, Piauí e Tocantins.


(Leia mais na página da FOLHA DE SÃO PAULO : https://www1.folha.uol.com.br/poder/2022/04/lider-quilombola-e-assassinado-a-tiros-em-regiao-de-conflito-agrario-no-maranhao.shtml )

O gestor ainda chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Regional de Luzilândia, onde foi entubado, mas não resistiu aos ferimentos.

O prefeito da cidade de Madeiro (260km de Teresina), José de Ribamar Araújo Filho, mais conhecido como 'Zé Filho' do Progressistas, morreu após ser atingido com cerca de três disparos no final da tarde deste domingo 28/11, em um campo de futebol da cidade.

Prefeito de Madeiro, município do interior do Piauí, foi morto ao chegar em campo de futebol - Foto: Divulgação

Em entrevista ao meionorte.com, o sargento Gomes da Polícia Militar de Madeiro, informou que recebeu o comunicado da morte do prefeito através de Cleudes Cordeiro, da Secretaria Municipal de Saúde. O gestor ainda chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Regional de Luzilândia, onde foi entubado, mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi atingido na cabeça, no peito e no ombro.

O PM declarou que Zé Filho foi atingido quando estava chegando no campo de futebol onde acontecia a partida entre os times ‘Entre Morros e Atlético’, por volta de 17h30. “Estávamos no campo de futebol, saímos e fomos chamados imediatamente para retornarmos ao local para socorrermos o prefeito. Nós estamos agora tomando providências na busca de identificar e prender o responsável pelo assassinato que fugiu do local", disse.

(Portal Meio Norte)

Mulher disse ainda que pagaria os criminosos com R$ 1.500 como “entrada” e o restante do valor seria dividido em parcelas de R$ 700.

Após uma investigação de mais de um ano, a Polícia Civil elucidou um crime e descobriu que uma mulher encomendou a morte do próprio companheiro, e ainda pagaria os criminosos com R$ 1.500 como “entrada” e o restante do valor seria dividido em parcelas de R$ 700,00, pagas via depósito bancário.

Charles Cutrim era empregado em uma grande empresa em São Luís
e foi morto a mando da esposa, segundo a Polícia — Foto: Arquivo Pessoal
O crime aconteceu no início da manhã do dia 27 de março de 2020, quando a vítima Charles Cutrim de Sousa foi alvejada com disparos de arma de fogo na porta da própria casa no Residencial Renascer, região do Maiobão, em Paço do Lumiar, a 331 km de Buriti-MA.

Segundo a polícia, em um primeiro momento, o crime foi repassado como um possível latrocínio, mas no decorrer das investigações chegaram vestígios que apontaram a morte como homicídio. A esposa, após ser presa, confessou que decidiu matar o companheiro porque ele não aceitava o fim do relacionamento e costumava ameaçá-la de morte, caso se separassem.

O crime pode ter tido a participação de várias pessoas e, nesta quarta-feira 25/8, dois suspeitos foram presos nos bairros Pirapora e Vila Luizão e encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Charles Cutrim era empregado em uma grande empresa em São Luís e, além do patrimônio pessoal, possuía seguro de vida.

(Por G1 MA)


Odonto Company Buriti - Rua da Bandeira, nº 25, salas 10 e 11, Centro.

BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS