"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Charles Crispim na Balada Fight - Edição Tatto

domingo, 30 de junho de 2013

1

EDITORIAL: Quando Bits Viraram Átomos

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


*Da Revista Info

Em 1995, Nicholas Negroponte, então professor do respeitado MIT, publicou “A Vida Digital”. O principal tema do livro era o fenômeno da digitalização, isto é, o processo de transformação de átomos em bits. Mais de uma década depois, revistas, jornais, canais de TV, mídias e pessoas continuam migrando para o universo virtual, em fluxos constantes e irreversíveis.
Atualmente, está ocorrendo uma crescente politização do ciberespaço com a produção e distribuição excessiva de conteúdo, conscientizando os cidadãos de seus direitos e mostrando a corrupção e abusos do poder instituído. Indiferentes aos movimentos da nova sociedade conectada, o que fazem os políticos? Mais do mesmo: aparecem em programas de TV, com discursos gravados e promessas de mudanças “nas próximas eleições”. Com isso, foi crescendo a indignação e ceticismo dos cidadãos quanto a capacidade das autoridades públicas em responder às questões mais urgentes da sociedade. Pois bem:
Posts agora são cartazes, tweets são gritos de guerra e avatares são pessoas de carne e osso, caminhando e sitiando centros de governo em todas as capitais. De fato, devemos aos políticos do Brasil (e outros países) a transformação de bits em átomos.

“Toda a economia, a cultura, o saber, a política do século XXI, vão passar (e já estão passando) por um processo de negociação, distorção, apropriação a partir da nova dimensão espaço-temporal de comunicação e informação planetárias que é o ciberespaço.” – André Lemos – Cibercultura – Tecnologia e vida social na cultura contemporânea.

sábado, 29 de junho de 2013

3

EMPRESÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL PODE TER SIDO UM DOS MANDANTES DA MORTE DE DÉCIO SÁ

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Investigações da morte de Décio Sá apontaram para o envolvimento de um forte empresário do Maranhão no crime.
 De acordo com a polícia, Décio foi morto porque teria publicado em seu blog informações sobre quadrilha de agiotas.


*Do Atual7.com
 Um forte empresário maranhense do ramo da construção civil pode ter sido um dos mandantes de uma espécie de ‘consórcio’ que planejou e mandou assassinar o jornalista e blogueiro Décio Sá, executado a tiros em um bar na Avenida Litorânea, em São Luís. A informação é do Blog do Luís Cardoso.
Segundo a reportagem, a participação do empresário no crime vem sendo trabalhada sigilosamente pela polícia, e pode ser publicamente divulgada nos próximos dias.
Até hoje, completado mais de um ano da morte do jornalista, as investigações feitas pela Polícia Civil e Ministério Público levaram ao indiciamento de apenas 13 pessoas que teriam formado o ‘consórcio’ para assassiná-lo, devido a denúncias então publicadas em seu blog.
AGIOTAGEM
Os depoimentos colhidos durante as investigações levou a polícia a descobrir uma quadrilha que mantinha um esquema de agiotagem e corrupção em prefeituras do Maranhão, que desviou mais de cem milhões de reais dos cofres públicos, fraudando licitações nas áreas de saúde, merenda escolar e aluguel de máquinas.
De acordo com a Polícia e o Ministério Público, o bando montava empresas de fachada para vencer licitações direcionadas e utilizava ‘laranjas’, entre elas pessoas que já faleceram. As fraudes, segundo a polícia, envolveram 41 prefeituras municipais.
Porém, assim como a CPI da Agiotagem foi esquecida pelo seu autor, deputado estadual Raimundo Cutrim, pela população maranhense e, principalmente, pela Assembleia Legislativa, o envolvimento de prefeituras com agiotagem foi colocado de lado pela polícia e pelo Ministério Público.
Sobre o caso, a última notícia oficial que se teve, tanto do secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, quanto do superintendente da Polícia Federal no Maranhão, delegado Cristiano Sampaio, foi que outras quadrilhas haviam sido descobertas e que, em breve, os prefeitos e agiotas seriam presos.
Meses depois, enquanto as prisões não acontecem, os criminosos continuam agindo.


sexta-feira, 28 de junho de 2013

32

MANIFESTANTES MARCAM AUDIÊNCIA PARA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA (02/07) COM CORREGEDORIA GERAL DA JUSTIÇA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Após negociações intensas, manifestantes fecham acordo para uma reunião na próxima terça-feira (02) com Corregedor Geral da Justiça. A reunião visa debater uma das pautas do protesto.
Se não houver resposta, os manifestantes prometem convocar uma nova caminhada e também permanecer acampados até que um novo juiz seja indicado pelo TJ/MA.
Em discurso em frente ao Fórum Des.ª Maria Madalena Alves Serejo, a manifestante Santana, da Comissão do movimento Acorda Buriti, explanou todas as reinvindicações dos populares. O evento contou com participação de vereadores e líderes sindicais.

Assista abaixo ao vídeo onde manifestante coloca toda a pauta do movimento e veja também a fala de lideranças locais se manifestando sobre os protestos.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

16

CONFIRAM MAIS FOTOS DA MANIFESTAÇÃO QUE ACORDOU BURITI-MA HOJE (27)

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


MAIS IMAGENS DA MANIFESTAÇÃO ACORDA BURITI








3

ASSISTA AO VÍDEO EMOCIONANTE DOS BURITIENSES CANTANDO O HINO NACIONAL

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Nesse vídeo emocionante, os manifestantes entoam juntos, em frente ao Fórum, o Hino Nacional. Parabéns a todos os buritienses que não se acovardaram e que não se curvam à mesa farta da hipocrisia, do poder corruptor e da injustiça de Buriti.

8

COMISSÃO ACUSA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE TENTAR INTIMIDAR MANIFESTANTE

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


De óculos,ver. Renato Barros e, de camisa amarela, ver.Laudelino(pres. da Câmara) 
O vereador Laudelino, presidente da Câmara Municipal de Buriti, tentou intimidar manifestante acampado em frente ao Fórum, acusa a Comissão do Movimento.
O movimento reivindicava uma pauta de negociações com o Corregedor-geral da Justiça e com o prefeito Rafael Mesquita, quando o presidente da Câmara e o vereador Renato Barros foram ouvir a comissão do movimento Acorda Buriti para levar as demandas dos populares para o prefeito de Buriti. Nesse momento um manifestante exaltado disse que queria falar com o prefeito e não com chefe da Câmara. Laudelino, então, se irrita e toma, abruptamente, o celular do manifestante Zé Maria, morador da Rua da Bandeira, e devolve em seguida. Inconformado, e lembrando práticas ditatoriais, ele teria reprimido o buritiense, exigindo que a polícia fizesse uma revista no manifestante.

O outro lado da confusão
O Correio tentou ouviu o vereador Renato Barros sobre a manifestação, mas ele disse apenas que “fará um pronunciamento amanhã na Câmara”.
O presidente da Câmara, vereador Laudelino, em conversa com o CB, afirmou que “não tem nada contra o movimento” e que considera legítimo a iniciativa para “ver se melhoram as coisas”. Quanto ao incidente com o manifestante, ele disse que Zé Maria “começou a atacar os vereadores” e que não gostou da atitude dele de por o celular próximo à sua boca. Laudelino também nega ter pedido que a polícia o revistasse.
27

ACORDA BURITI: Manifestação popular inédita agitou a Cidade na manhã de hoje (27)

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


MOMENTO HISTÓRICO: Protesto em Buriti Reune moradores em Frente ao Fórum

* Manifestantes prometem ficar acampados em frente ao Fórum Des.ª Maria Madalena Alves Serejo.

* Em resposta à revolta popular, Corregedoria Geral da Justiça envia comunicado aos organizadores afirmando que baixará Portaria até à 14h de hoje (27) determinando novo juiz para cidade.

Buritienses se unem e protestam em frente ao Fórum da Comarca de Buriti, a 330 km de São Luís. O movimento popular Acorda Buriti, reuniu, aproximadamente, 200 pessoas numa caminhada pelas principais ruas de Buriti-MA. Os manifestantes protestam, entre outras coisas, contra insegurança e pela ausência de Juiz na cidade, por uma educação de qualidade, pelo fim do desmatamento, por mais saúde e mais emprego.
Os manifestantes iniciaram o protesto na Praça Baronesa Costa, no bairro Bacuri, e seguiram para o Fórum, onde prometem ficar acampados até decisão do Tribunal de Justiça em nomear um juiz substituto para Comarca de Buriti.
A todo instante os manifestantes pediam justiça, numa clara insatisfação, pelo fato de a comarca local não ter juiz, o que acarretou o adiamento das audiências que seriam nos dias 26, 27 e 28, no processo que pede a cassação do atual prefeito de Buriti.
Toda caminhada ocorreu de forma pacifica e a policia militar, com reforços da Força de Chapadinha, acompanhou durante todo o trajeto para que não houvesse complicações no transito.
O ecoar forte dos gritos na Terra de Inácia Vaz é um verdadeiro momento histórico na cidade, que sempre foi vista como passiva diante do descaso do poder público frente aos grandes problemas enfrentados no dia-a-dia do cidadão.

VEJA IMAGENS DA MANIFESTAÇÃO



10

ACORDOU O BURITI-MA: COMEÇA MANIFESTAÇÃO POPULAR EM BURITI DE INÁCIA VAZ

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Ecoam fortes os gritos de justiça na Terra de Inácia Vaz. A população de Buriti (MA), a exemplo de todo o Brasil, revoltada com o descaso na administração pública, amanheceu ao som do Acorda Buriti, o movimento popular organizado com o objetivo de mostrar ao Maranhão e também ao restante do Brasil a falta de segurança, o descaso com a saúde, a educação de má qualidade e a ausência de juiz na Comarca local. A concentração aconteceu na praça Do bairro Bacuri e segue até o Fórum.
(Daqui a pouco teremos as imagens exclusivas pelas lentes do Correio Buritiense.)

quarta-feira, 26 de junho de 2013

33

AGORA É PRA VALER: Buritienses farão manifestação na próxima quinta-feira (27)

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


A vozes oprimidas da terra de Inácia Vaz, a exemplo de todo o País, sairão às ruas no próximo dia 27 (quinta-feira) para protestar por melhores condições de vida.
Os manifestantes, idealizadores do movimento, preveem saída por ruas do centro da cidade, passando pela Praça da Matriz, em frente ao prédio da prefeitura, com faixas e cartazes, reivindicando melhores condições na saúde, na educação e, principalmente, na segurança pública da cidade, que está assolada por assaltos nunca evitados e nem solucionados.

Leiam abaixo o manifesto encaminhado ao Correio Buritiense (CB). Participe do evento. É apartidário. É um momento único de união dos conterrâneos com o mesmo propósito: uma vida melhor e mais justa para todos os moradores de Buriti. Se você mora fora, participe com mensagens de apoio tanto aqui no blog quanto no facebook do CB

terça-feira, 25 de junho de 2013

22

ARRAIÁ SÃO JOÃO NA ROÇA 2013: Começam as Festividades Juninas de Buriti.

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Ocorreu ontem (24) a abertura do São João 2013 de Buriti-MA. Um bom público acompanhou as apresentações Desfile da Rainha Caipira PETI, Cultura Indígena (Projeto Despertar Sonhos), Cangaço Renascer (Projeto Despertar Mocambinho), Capoeira do PETI e Boi Encanto do Tubi. O encerramento da 1ª noite de São João na Terra de Inácia Vaz contou com show da banda local Forrozão Evolução.
Ontem, entre as autoridades presentes estavam o prefeito de Buriti, Rafael Mesquita, a secretária de assistência social, Ivonilce Mourão, dona Socorro Mourão e o secretário de Cultura, Teo.
O evento prossegue hoje com a apresentação do Boi Império do Sol e das Quadrilhas Bacana Civilizada e Moleca Forrozeira, todas da cidade de Coelho Neto, e também do grupo de Capoeira Muzenza.
O espaço de eventos, montado pela Prefeitura de Buriti, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, foi denominado de Arraiá São João na Roça e fica em frente à paróquia da Sant'Ana, na Praça da Matriz. O Arraial teve uma padronização das barracas e também uma montagem de palco para diversas atrações. Apresentações das cidades de Coelho Neto, Duque Bacelar e Afonso Cunha também são esperadas para animar as festas juninas de Buriti.
Serão seis dias de muita alegria (Veja abaixo a programação completa). Na última noite do São João os buritienses assistirão a um show da banda baiana Forró Bandido.
EQUIPE ORGANIZADORA:
SECRETÁRIO E PRODUTOR THÉO, ROBERTA MESQUITA, RIBAMAR BATISTA, GUIDO BRANDÃO, PROF.ª NÚBIA, ZÉ ARIMATÉIA, CHICO LAGARTEIRA, NETO SUZANA, JARDEL(SUPER MOUSE), PIUÍ, BEBETO LINHARES, SÂMIO, HUDIENE, CHICO LAPADA, MUDO, TARADO, EVANDRO CASA NOVA, ADARIAS LINHARES.
   EQUIPE DE ILUMINAÇÃO:
ENCHENTE, HAROLDO, MARCELO, DUARTE.
ORGANIZAÇÃO:
SECRETARIA DE CULTURA   (Sec. THÉO)
 APOIO:
SEC. DE ASSISTENCIA SOCIAL (sec. Ivonilce Mourão)
              SEC. DE EDUCAÇÃO ( Sec. Romildo Júnior)
              SEC. DE ADMINISTRAÇÃO ( Sec. Alex Ramont)

APOIO TOTAL:
PREFEITURA MUNICIPAL DE BURITI
  PREFEITO RAFAEL MESQUITA BRASIL

MAIS IMAGENS DO ARRAIÁ SÃO JOÃO NA ROÇA







segunda-feira, 24 de junho de 2013

47

PROFESSORES FICAM INSATISFEITOS COM O REAJUSTE SALARIAL DE 11% ANUNCIADO PELO PREFEITO DE BURITI-MA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


→A categoria, representada pelo Sintasp, defendia um acordo para o valor de 14%, mas não foi aceito.
→Com o reajuste novo piso passa para R$ 1.374,18 (20h).
→O prefeito Rafael Mesquita também falou sobre o abono não pago
O prefeito de Buriti-MA, Rafael Mesquita, anunciou na última sexta-feira (21), em meio à insatisfação dos servidores presentes, o novo reajuste salarial dos professores municipais. O percentual aprovado pela Comissão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Magistério (PCCR) foi de 11%. De acordo com estudo técnico realizado pelo Instituto de Educação e Desenvolvimento Harmônico (IEDH) com contribuições dos professores Palhano e Hirosh, assessores da comissão, não seria possível o reajuste de 16,19% defendidos pelo Sintasp, porque poderia ocorrer um encharcamento na folha do Fundeb que ultrapassaria o limite máximo de 64% gastos com a folha de pagamento, conforme consta na Lei 580/2009 do plano de carreiras de Buriti.
Após amplo debate na comissão, os professores Alex Borges e Ana Lúcia Rodrigues, representantes do Sintasp/MCN, ainda propuseram um aumento de 14%, pois acarretaria em gastos de apenas 63% do Fundo, abaixo do limite máximo, mas a proposta também foi recusada pelo município.
Com o aumento de 11%, o novo piso salarial de Buriti passa para R$ 1.374,18(20h) e será pago ainda este mês. Quanto ao retroativo a discussão está marcada para amanhã (25).
Não foi apenas o reajuste que gerou polêmica ao ser anunciado, mas também quando foi tratado do abono salarial, que ainda está pendente, e da dívida do INSS, o clima esquentou ao ponto do secretário chegar a tomar o microfone de uma professora que protestava.
Segundo o secretário de educação, Romildo Junior, sobre INSS, o prefeito já teria quitado parcelas em atraso, por isso não houve pagamento do abono salarial como já havia sido divulgado pelo próprio secretário, e que a partir do dia 10 de agosto o município passará a pagar todo o débito da previdência social, com a receita de 1% do Fundo de Participação do Município (FPM) que será destinado para este fim.
Com a decisão do prefeito Rafael de negociar todo o débito do município com o INSS ele põe fim num rombo deixado por gestores anteriores, que nunca repassavam o valor, embora fosse rigorosamente descontado dos salários dos servidores. Isto significa dizer que, a partir de agora, os servidores poderão se aposentar com a média salarial da ativa, antes só era possível receber um salário com a aposentadoria.
A mesa de anúncio do reajuste estava composta pelo prefeito Rafael Mesquita, o vice Raimundo Camilo, secretário de educação, representantes do Ministério Público; e pela comissão do PCCR, formada pelos professores Natanael, Gilson Lima (presidente do SSPMB), Gabriela, vereadora Andrea Costa, Iran, Ana Lúcia Rodrigues, Alex Borges (Sintasp/MCN), Edilene Lafaete, Franklin (presidente do Conselho do Fundeb), e Moraes (contador da prefeitura).

VEJA IMAGENS DA REUNIÃO GERAL DE ANÚNCIO





domingo, 23 de junho de 2013

0

GALINHA BOTA OVO COM 'RABO' NO INTERIOR DO ACRE

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Ø  Ovo chamou atenção de moradores em Cruzeiro do Sul.
   Ø  Má formação pode ter sido causada por falta de cálcio, diz agrônomo.
*Do G1
O inusitado ovo com rabo (Foto: G1)
Um ovo de galinha com uma espécie de cauda tem atraído a curiosidade dos moradores do bairro Aeroporto Velho, em Cruzeiro do Sul (AC). O ovo foi encontrado pela dona de casa Viviane Pereira de Oliveira, durante uma vistoria de rotina aos ninhos das galinhas que cria no fundo do quintal. A casca não tem a mesma consistência de um ovo comum e possui uma espécie de abertura por onde sai a cauda de cor escura.
A família é de classe média, mas não abre mão de criar galinhas para o próprio consumo. “Nunca tinha visto isso, acredito que seja um fato raro. Pensei que tinha um pinto gerado dentro do ovo, fiquei espantada e chamei o meu marido que guardou para mostrar aos vizinhos”, comenta a dona de casa que se diverte com a história.
Galinha bota ovo com 'cauda' em Cruzeiro do Sul (Foto: G1)
O engenheiro agrônomo Erni Dombrowski, acredita que uma deficiência de cálcio na alimentação da galinha, pode ter causado a má formação do ovo.

 “A ponta preta que aparece no ovo pode ser o espermatozoide, seria o futuro embrião que estragou antes de completar a calcificação. O ovo normal é uma célula onde a gema é o núcleo, quando a calcificação acontece normalmente a casca fica rígida”, conclui.

sábado, 22 de junho de 2013

22

Redator-Chefe do Correio Buritiense passa a Ser Colunista do Site 180graus, O Maior Portal de Notícias Independente do Piauí.

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Por meio do blog Correio Buritiense (CB), Aliandro Borges, redator-chefe do CB, se tornou colunista do site 180graus (www.180graus.com), o Maior Portal do Piauí, com foca no conteúdo jornalístico independente.  A coluna pode ser alimentada diariamente, com um espaço para 800 caracteres de texto; assim, cada matéria postada no CB será simplificada para se constituir uma nota para o 180graus.
O portal 180graus foi fundado em 2001. Desde então passou de referência em notícias do Piauí na web para um dos veículos mais importantes no contexto geral da sociedade piauiense. Com a agilidade da internet o 180graus transmite com independência os fatos mais relevantes e essa atitude tem se refletido na audiência da massa que hoje o portal ostenta. Cerca de 100 mil acessos diários do 180graus o transformam na melhor relação custo x benefício da mídia piauiense.
O portal não é limita apenas a informação do estado do Piauí, mas conta com colaborados também do Distrito Federal e do Maranhão e não para de crescer, buscando a cada dia novos parceiros em outros estados da federação.
Para acessar a coluna do redator-chefe do CB o leitor pode ir direto, digitando o endereço www.180graus.com/buriti (veja imagem abaixo) ou pesquisar na lateral esquerda da página principal, no campo municípios do MA, bem abaixo, e selecionar Buriti.
As empresas e parceiros que queiram fazer anúncios e publicidade podem entrar em contato com o redator-chefe por telefone ou e-mail.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

1

APÓS MANIFESTAÇÕES, DILMA PROMETE DISCUTIR PACTO PARA MELHORAR SERVIÇOS PÚBLICOS

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


*Por Repórteres da Agência Brasil
A presidenta Dilma Rousseff prometeu chamar os governadores e prefeitos das principais cidades do país e os líderes das manifestações populares para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV, Dilma anunciou que as ações do governo terão três focos.
Assista aqui o pronunciamento presidencial:

O primeiro será a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que privilegie o transporte coletivo. O segundo é a destinação de 100% dos royalties do petróleo para a educação, proposta que está em discussão no Congresso. Para melhorar a saúde, Dilma prometeu trazer mais médicos do exterior para ampliar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS).
De acordo com a presidenta, o vigor das manifestações pode ser aproveitado para que sejam tomadas medidas que beneficiem a população e já começaram a produzir resultados, como a redução das tarifas de ônibus em diversas cidades brasileiras.
“As manifestações desta semana trouxeram importantes lições. As tarifas baixaram e as pautas dos manifestantes ganharam prioridade nacional. Temos que aproveitar o vigor das manifestações para produzir mais mudanças que beneficiem o conjunto da população brasileira”, declarou.
A presidenta citou a trajetória de defesa da democracia durante a ditadura como motivo para levar as reivindicações em consideração. “A minha geração lutou muito para que a voz das ruas fosse ouvida. Muitos foram perseguidos, torturados e morreram por isso. A voz das ruas precisa ser ouvida e respeitada e não pode ser confundida com o barulho e a truculência de alguns arruaceiros”.
Dilma disse ainda que não deixará de combater a corrupção. “Sou a presidenta de todos os brasileiros. Dos que se manifestam e dos que não se manifestam. A mensagem direta das ruas é pacífica e democrática. Ela reivindica um combate sistemático à corrupção e ao desvio de dinheiro público. Todos me conhecem. Disso eu não abro mão”
A presidenta prometeu ainda conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes, governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. Ela anunciou ainda que pretende receber os líderes das manifestações pacíficas, representantes de organizações de jovens, das entidades sindicais, dos movimentos de trabalhadores e das associações populares.
A mensagem foi ao ar em cadeia nacional de rádio e TV. Dilma passou o dia discutindo os protestos e manifestações que ocorrem no país e que ontem (20) reuniram  quase 2 milhões de pessoas em 438 cidades. De manhã, a presidenta se reuniu com ministros, entre eles o da Justiça, José Eduardo Cardozo. Também recebeu o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Raymundo Damasceno.
A onda de manifestações pelo país começou em São Paulo, reivindicando a revogação do reajuste da tarifa de ônibus de R$3 para R$3,20. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital, Fernando Haddad, voltaram atrás no reajuste, mas os protestos continuaram e se ampliaram pelo país.
Entre as causas defendidas pelos manifestantes estão o fim da impunidade, da corrupção e a crítica aos gastos públicos com a Copa das Confederações e a Copa do Mundo. Também são contrários à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37, que limita o poder de investigação do Ministério Público.
CONFIRA A ÍNTEGRA DO PRONUNCIAMENTO DE DILMA À NAÇÃO:
"Minhas amigas e meus amigos, todos nós, brasileiras e brasileiros, estamos acompanhando, com muita atenção, as manifestações que ocorrem no país. Elas mostram a força de nossa democracia e o desejo da juventude de fazer o Brasil avançar.

Se aproveitarmos bem o impulso desta nova energia política, poderemos fazer, melhor e mais rápido, muita coisa que o Brasil ainda não conseguiu realizar por causa de limitações políticas e econômicas. Mas se deixarmos que a violência nos faça perder o rumo, estaremos não apenas desperdiçando uma grande oportunidade histórica, como também correndo o risco de colocar muita a coisa a perder.

Como presidenta, eu tenho a obrigação tanto de ouvir a voz das ruas, como dialogar com todos os segmentos, mas tudo dentro dos primados da lei e da ordem, indispensáveis para a democracia. O Brasil lutou muito para se tornar um país democrático. E também está lutando muito para se tornar um país mais justo.

Não foi fácil chegar onde chegamos, como também não é fácil chegar onde desejam muitos dos que foram às ruas. Só tornaremos isso realidade se fortalecermos a democracia - o poder cidadão e os poderes da república.

Os manifestantes têm o direito e  a liberdade de questionar e criticar tudo. De propor e exigir mudanças. De lutar por mais qualidade de vida. De defender com paixão suas idéias e propostas. Mas precisam fazer isso de forma pacífica e ordeira.

O governo e sociedade não podem aceitar que uma minoria violenta e autoritária destrua o patrimônio público e privado, ataque templos, incendeie carros, apedreje ônibus e tente levar o caos aos nossos principais centros urbanos.

Essa violência, promovida por uma pequena minoria, não pode manchar um movimento pacífico e democrático. Não podemos conviver com essa violência  que envergonha o Brasil. Todas as instituições e os órgãos da Segurança Pública devem coibir, dentro dos limites da lei, toda forma de violência e vandalismo. Com equilíbrio e serenidade, porém, com firmeza, vamos continuar garantindo o direito e a liberdade de todos. Asseguro a vocês: vamos manter a ordem.

Brasileiras e brasileiros, as manifestações dessa semana trouxeram importantes lições: as tarifas baixaram e as pautas dos manifestantes ganharam prioridade nacional. Temos que aproveitar o vigor destas manifestações para produzir mais mudanças que beneficiem o conjunto da população brasileira.

A minha geração lutou muito para que a voz das ruas fosse ouvida. Muitos foram perseguidos, torturados e morreram por isso. A voz das ruas precisa ser ouvida e respeitada. E ela não pode ser confundida com o barulho e a truculência de alguns arruaceiros. Sou a presidenta de todos os brasileiros. Dos que se manifestam e dos que não se manifestam. A mensagem direta das ruas é pacífica e democrática. Ela reivindica um combate sistemático à corrupção e ao desvio de recursos públicos. Todos me conhecem. Disso eu não abro mão.

Esta mensagem exige serviços públicos de mais qualidade. Ela quer escolas de qualidade; ela quer atendimento de saúde de qualidade; ela quer um transporte público melhor e a preço justo; ela quer mais segurança. Ela quer mais. E para dar mais, as instituições e os governos devem mudar.

Irei conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes para somarmos esforços. Vou convidar os governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. O foco será: primeiro, a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que priviligie o transporte coletivo. Segundo, a destinação de 100% do petróleo para a educação. Terceiro, trazer de imediato milhares de médicos do exterior para ampliar o atendimento do SUS.

Anuncio que vou receber os líderes das manifestações pacíficas, os representantes das organizações de jovens, das entidades sindicais, dos movimentos de trabalhadores, das associações populares. Precisamos de suas contribuições, reflexões e experiências. De sua energia e criatividade, de sua aposta no futuro e de sua capacidade de questionar erros do passado e do presente.

Brasileiras e brasileiros, precisamos oxigenar o nosso velho sistema político. Encontrar mecanismos que tornem nossas instituições mais transparentes, mais resistentes aos malfeitos e acima de tudo mais permeáveis à influência da sociedade. É a cidadania, e não o poder econômico,  quem deve ser ouvido em primeiro lugar.

Quero contribuir para a construção de uma ampla e profunda reforma política, que amplie a participação popular. É um equívoco achar que qualquer país possa prescindir de partidos e, sobretudo, do voto popular, base de qualquer processo democrático.

Temos de fazer um esforço para que o cidadão tenha mecanismos de controle mais abrangentes sobre os seus representantes. Precisamos muito, mas muito mesmo, de formas mais eficazes de combate à corrupção. A Lei de Acesso à Informação, sancionada no meu governo, deve ser ampliada para todos poderes da república e instâncias federativas. Ela é um poderoso instrumento do cidadão para fiscalizar o uso correto do dinheiro público. A melhor forma de combater a corrupção é com transparência e rigor.

Em relação à Copa, quero esclarecer que o dinheiro do governo federal, gasto com as arenas, é fruto de financiamento que será devidamente pago pelas empresas e governos que estão explorando estes estádios. Jamais permitiria que esses recursos saíssem do orçamento público federal, prejudicando setores prioritários como a saúde e a educação.

Na realidade, nós ampliamos bastante os gastos com saúde e educação. E vamos ampliar cada vez mais. Confio que o Congresso nacional aprovará o projeto que apresentei para que todos os royalties do petróleo sejam gastos exclusivamente com a Educação.

Não posso deixar de mencionar um tema muito importante, que tem a ver com a nossa alma e o nosso jeito de ser. O Brasil, único país que participou de todas as Copas, cinco vezes campeão mundial, sempre foi muito bem recebido em toda parte.

Precisamos dar aos nossos povos irmãos a mesma acolhida generosa que recebemos deles. Respeito, carinho e alegria. É assim que devemos tratar os nossos hóspedes. O futebol e o esporte são símbolos de paz e convivência pacifica entre os povos. O Brasil merece e vai fazer uma grande Copa.

Minhas amigas e meus amigos, eu quero repetir que o meu governo está ouvindo as vozes democráticas que pedem mudança. Eu quero dizer a vocês que foram, pacificamente, às ruas: Eu estou ouvindo vocês. E não vou transigir com a violência e a arruaça. Será sempre em paz, com liberdade e democracia que vamos continuar construindo juntos este nosso grande país".


← Anterior Proxima → Página inicial

Usuários on-line


usuários online