"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Charles Crispim na Balada Fight - Edição Tatto

sexta-feira, 26 de março de 2010

0

CONSELHEIRO TUTELAR DE BURITI É PRESO

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


CONSELHEIRO TUTELAR DE BURITI É PRESO EM FLAGRANTE DELITO
Em uma operação incomum e de extrema competência da Polícia Civil de Buriti, por volta das 12h do dia 17 de março, o conselheiro tutelar Adílio Gomes foi autuado em flagrante delito na saída da Churrascaria Brasil portando a quantia de R$ 400,00  entregue pelo radiologista Gilbert como pagamento da suposta compra de uma denúncia registrada no Conselho Tutelar contra seu desafeto José de Arimatéia (dentista). De acordo com o auto, o conselheiro responderá por suposto crime de corrupção passiva (artigo 317 do CPB - Código Penal Brasileiro) e violação de sigilo funcional (artigo 325 do CPB). Na tarde de quinta-feira (18/03) Adílio foi transferido para cadeia de Santa Quitéria por ter direito a prisão especial. Na sexta-feira (19), a Juíza de Direito, Dra Andrea Furtado Perlmutter Lago, negou pedido de Habeas Corpus impetrado pelo advogado do conselheiro.
O Correio Buritiense ouviu o conselheiro Adílio, que se diz “vítima de uma ação orquestrada, um espetáculo montado com motivações evidentes, por pessoas poderosas que temem sua ação incisiva e atuação implacável no Conselho Tutelar para evitar abusos contra menores de Buriti”. Ele avisa que vai provar sua inocência e, no momento oportuno, revelará "fatos novos”, pois, segundo ele, mais do que nunca, precisa fazer a defesa de sua honra e do seu trabalho por Buriti.
← Anterior Proxima → Página inicial

Usuários on-line


usuários online