"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Show do Festejo 2017

Show do Festejo 2017

VAQUEJADA EM DUQUE BACELAR

Shows do Festejo 2017

Shows do Festejo 2017

terça-feira, 8 de setembro de 2015

3

PROTESTO DA INDEPENDÊNCIA: SERVIDORES REALIZAM MANIFESTAÇÃO CONTRA CORRUPÇÃO EM SANTA QUITÉRIA/MA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Populares protestaram durante os desfiles oficiais de 7 de setembro promovidos pela prefeitura.
A pressão que os servidores do município de Santa Quitéria/MA, a 88km de Buriti, vem fazendo contra a administração do prefeito Sebastião Araújo Moreira, conhecido por Moreirão, se intensificou ontem, 7 de setembro, no Protesto da Independência que convocou a população quiteriense para lutar contra corrupção na educação e na saúde, contra redução de salários e perseguição aos servidores.
Durante a marcha, feita na avenida Santos Dumont, a principal do município, os servidores gritavam palavras de ordem e condenavam o que eles chamaram de “panela da corrupção” montada para desviar recursos do município. (ouça abaixo)
O ex-prefeito da cidade, Manin Leal, também foi alvo dos manifestantes que pediram para ele voltar para o município de Araioses, pois, segundo eles, Manin “não teria mais vez” em Santa Quitéria. Ele foi chamado de “covarde” e de “ditador”, porque, segundo os manifestantes que fizeram uso da palavra, ele teria ameaçado os servidores que participassem dos protestos. (Ouça no áudio)
A PM ainda chegou a bloquear a passagem dos manifestantes para impedir que eles se aproximassem dos desfiles oficiais promovidos pela prefeitura da cidade. (veja o vídeo)
Marcaram presença no protesto os vereadores Nonato da Colônia, Raimundo da Praça e Irmã Janete, todos de oposição ao atual prefeito.

MAIS IMAGENS DO PROTESTO DA INDEPENDÊNCIA

Sobre as acusações de desvios de verbas do município
A situação do prefeito Moreirão e sua administração parece piorar a cada dia.  Ele vem enfrentando uma onda de greves e insatisfações em todas as áreas e a Câmara Municipal deve instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) já na próxima sessão de quinta-feira (10/9) para investigar os possíveis desvios de verbas na pasta da educação e também na área da saúde.
Para complicar ainda mais, no último dia 31 de agosto, o juiz de Buriti, Dr. Jorge Sales Leite, que responde pela Comarca de Santa Quitéria, decretou o bloqueio dos bens, até o valor de pouco mais de dois milhões de reais, e a quebra do sigilo bancário do prefeito Moreirão, da sua esposa Dalila Pereira Gomes e do empresário Arquimário Reis Guimarães. Os três, na Ação Cautelar Preparatória de Improbidade com Pedido de Liminar movida pelo Ministério Público Estadual (MPE), estariam envolvidos em esquema de corrupção e desvios de verbas na saúde. (CLIQUE AQUI E RELEMBRE)
Para o MPE, o prefeito Moreirão e sua Dalila vêm “praticando atos em desacordo com a lei e contra os princípios norteadores da Administração Pública, se locupletando com o dinheiro público e administrando a prefeitura como se essa fosse um feudo deles.”
A ação partiu das graves denúncias do ex-secretário de saúde do município, Odair José Oliveira Costa, que exerceu o cargo do início da atual gestão até o último mês de julho. Odair Costa relatou que em 2014, quando teria havido incremento das verbas destinadas à Saúde, o prefeito teria contratado a empresa A. Reis Guimarães para o fornecimento do mesmo objeto contratado junto à empresa Dismabel, primeira contratada. Ainda segundo o relato do ex-secretário, com a segunda contratada, com endereço em Paço do Lumiar e que seria de propriedade de um vereador do lugar, teria havido a contratação e transferência de mais de 2 milhões de reais para a compra de material hospitalar que nunca teria sido entregue. O ex-secretário teria ressaltado no depoimento que dos R$ 500 mil na conta do fundo da saúde teriam sobrado apenas R$ 50 mil. Também foi apontado na ação a contratação de diversos parentes (irmãos e sobrinhos, entre outros) do prefeito e da primeira-dama.
O outro lado
Em sua defesa sobre Ação, o prefeito Moreirão afirma que exonerou o ex-secretário de Saúde, Odair José Costa, ao suspeitar que ele estava desviando recursos públicos do município e que, por isso, ele “está atirando para todos os lados e fazendo falsas denúncias”.
← Anterior Proxima → Página inicial

3 COMENTÁRIOS:

  1. Anônimo9/9/15 09:19

    Cadê o protesto dos funcionários e moradores de Butiri? cadê o Acorda Buriti? cadê os Sindicatos? cadê a AMIB? Estão todos com os rabinhos entre as pernas, todos vivem pedindo esmolas na casa do prefeito e dos vereadores. Rabo preso e conivência com os ladrões de dinheiro público, só fizeram uma farofinha quando houve invasão no fórum pra impressionar o juiz e contra a insegurança externa por que a interna todos participam no toma lá dá cá de todos os dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo9/9/15 12:11

      Todos ñ aqui tem muita gente dígna EPA EPA EPA ñ generalize pose complicar pro Seu lado

      Excluir
  2. Anônimo9/9/15 12:32

    Todos não,mas quase todos,principalmente os que mais têm como certas autoridades,concordo com vc anônimo aqui tudo pode ,as pessos tem duas caras dizem não gostar do prefeito e vão na casa dele pedir.

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online