ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Coluna SEXTA DE NARRATIVAS – MARIA JOSÉ BRAGA, PRIMEIRA MULHER COMERCIANTE

Dona Maria José Braga, conhecida da maioria dos buritienses, pela simpatia e o bom tratamento dispensado aos seus amigos e fregueses da sua Empresa Comercial, composta de uma Loja de Material de Construção e outra de VARIEDADES, localizadas na Rua Santa Helena, Centro da cidade de Buriti é reconhecida como a primeira Mulher Comerciante da nossa cidade, atividade que exerce desde os seus DESESSEIS ANOS, quando ainda era estudante do Curso Primário no tradicional GRUPO ESCOLAR ANTONIO FARIA, onde eu também conclui o Curso Primário.

A sua história de Vida e de Empresária é entremeada de belezas, de surpresas e de Luta renhida, pois viveu sob a égide dos costumes de uma época em que o namoro de jovens era cercado de uma série de restrições e cuidados, visando preservar principalmente a virgindade e evitar comentários maldosos, que prejudicavam o bom conceito especialmente das mocinhas tidas como donzelas. Cercada desses cuidados MARIA JOSÉ BRAGA, nascida no Povoado Roçado, município de Buriti, foi surpreendida pelas circunstâncias, numa festa de aniversário do senhor Osvaldo Faria, na casa deste, em que ela acompanhada de familiares, conheceu o jovem ANTONIO DE SOUSA LIMA, de trinta anos de idade, que depois de vários olhares e bichinhos - piscadas de olhos, do seu já quase futuro príncipe, todos correspondidos, tornou-se sua namorada.

A notícia a partir do dia seguinte daquela festa, foi um espanto geral para a família de Maria José Braga e para os amigos, considerando a diferença de idade entre eles, quatorze anos ela, ele tinha TRINTA. Para os dois enamorados não era um obstáculo intransponível, mesmo tendo de enfrentarem uma Vigilância cerrada de uma pessoa maior de idade, da família dela, quando quisessem ir a uma festa. Em pouco tempo de namoro, já falavam em casamento. Antonio era um pequeno Comerciante, tinha uma Budeguinha, portanto um jovem que no dizer popular, TINHA AS COISAS e então, poderia seguramente pedir a Mão da jovem Estudante Maria José Braga em casamento. Pedido feito, com relutância dos pais e parentes, Pedido concedido. Casaram.

Após o casamento, Ela disse para o já Esposo, que teria de continuar estudando até concluir o seu Curso Primário, recebendo dele a concordância sem qualquer exigência e, pacientemente perguntou-a se ela aceitava tomar conta da Budeguinha, pois ele precisava aumentar as vendas e teria de conseguir mais mercadorias, precisando viajar para comprar produtos mais baratos fora dos comércios da cidade. Maria José Braga ficou inicialmente assustada com a proposta, pois não tinha a menor noção de comércio, sequer sabia embrulhar um quilo de açúcar ou qualquer outro produto, entretanto aceitou o desafio.

Ela sem esquecer o sonho de ter o diploma do Primário, pediu e conseguiu transferir-se para o turno noturno e iniciou a sua atividade comercial, descobrindo que a Budeguinha não tinha a documentação legal e, então começou a pedir orientação de amigos, como conseguir documentar o pequeno comércio do casal. Recorreu à representação do antigo INPS, da Secretária de Fazenda estadual, Prefeitura e depois de muita luta, conseguiu o registro do Comércio nos respectivos órgãos, recebendo do esposo e companheiro, o agradecimento pelo grande feito.

Concluído o Curso Primário, conseguiu também a nomeação para o cargo de professora e dobrou a sua Luta nas duas áreas até que o Comércio passou a render uma maior receita e em face disso, definitivamente tornou-se COMERCIANTE, aliás, a PRIMEIRA MULHER deste ramo em Buriti. Sempre uma professante da FÉ Católica, entende ter sido abençoada por DEUS, pela Virgem Maria e por SANT'ANA em todos os sentidos, sendo feliz no Casamento do qual nasceram sete filhos, estando vivos dois homens e quatro mulheres.

Ficando viúva, continuou a sua dedicação com o mesmo entusiasmo do início, agora já a EXPERIENTE, sempre zelosa incansável Comerciante. No local da antiga Budeguinha, hoje uma Loja de Material de Construções espetacular e também a residência da família. Na frente a Loja de VARIEDADES da mesma empresária que com a outra Loja, são procuradas por usuários de todo o município de Buriti. Dona Maria José Braga é conhecida com uma Comerciante séria e cumpridora dos seus deveres e mantém o seu Comércio em dia com os impostos e taxas cobradas pelo Poder Público. Aos SETENTA E SETE ANOS, diz sentir-se Feliz por estar VIVA e ATIVA e com vontade de continuar VIVENDO, trabalhando e sendo útil. Adora praticar uma Caminhada e participar de uma diversão festiva para atualizar o Corpo e a Alma.

Senhora MARIA JOSÉ LIMA BRAGA, tenho muita gratidão e orgulho por ser seu Amigo e nesta condição, sendo filho deste município, HOMENAGEIO-A com o Título Honorífico de MARIA JOSÉ LIMA BRAGA, a PRIMEIRA MULHER COMERCIANTE DE BURITI.
SOBRE O AUTOR

É buritiense, ardoroso amante da sua terra, deu seus primeiros passos no velho Grupo Escolar Antônia Faria, cursou o Ginásio Industrial na Escola Técnica Federal do Maranhão e Científico no Liceu piauiense e no Liceu maranhense, bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito/UFMA, é advogado inscrito na OAB/MA, ativo, Pós-graduado em Direito Civil, Direito Penal e Curso de Formação de Magistrado pela Escola de Magistrados do Maranhão, Delegado de Polícia Civil, Classe Especial, aposentado, exerceu todos os cargos de comando da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, incluindo o de Secretário. Detesta injustiça de qualquer natureza, principalmente contra os pobres e oprimidos, com trabalho realizado em favor destes, inclusive na Comarca de Buriti.

2 comentários: Leave Your Comments

  1. Parabéns pela homenagem dessa guerreira de minha terra e vizinha, Dona Maria José é sinônimo de sucesso.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS