ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Coluna SEGUNDA ANÁLISE - MAGNO E ALUIZIO NA TERRA DO SOL

*Por Anaximandro S. Cavalcanti

MAGNO E ALUIZIO NA TERRA DO SOL

 Deveríamos saber que seria angustioso, deveríamos saber de um desespero. Magno e Aluizio protagonizam situações distintas na política local; enquanto Aluizio tenta arregimentar seguidores para sua luta, Magno vive uma odisseia pelo sonho de manter-se na disputa à Câmara Federal. As numerosas insinuações em que vimos o governo flertando com a base da oposição, parecia mostrar um outro cenário, bem menos conturbado para Magno Bacelar. Com a rejeição de suas contas pela câmara de vereadores, o caminho pareceria menos calvárico para Aluizio Santos; parecia...

As dificuldades começam a aparecer. A maioria dos eleitores de Magno é cravada por um sentimento de vergonha. Estão descrentes e buscando confirmação de algo que os justifique para abertamente confessarem sua fé. Porém, a fé que adotam, ou é a velha fé religiosa, empurrada para segundo plano pela incerteza de sucesso, ou então, outra mais próxima da realidade obscura da política.

Os eleitores de Aluizio Santos, por outro lado, não podem negar as inúmeras denúncias que seu governo sofreu, sofre e sofrerá. Movidos por uma extrema desconfiança, procuram alcançar algum fragmento de certeza objetiva, ainda buscam o brilhantismo deslumbrante de um super secretario impecável, a certeza exaltada de uma vitória incerta. Em lugar de tudo isso, contentam-se com pedaços fragmentários e com hipóteses básicas, carentes de exatidão e sempre abertas à revisão.

Magno, por outro lado, espera o momento em que poderá dar por encerrada de uma vez por todas, sua pendencias com a justiça, - sonhos de uma noite de verão –. Incorrigíveis e presunçosos; Magno e Aluizio, procuram evitar suas características bem conhecidas, da mesma forma como atribuem todo o mal de suas gestões a fenômenos ocultos, e esperam com isso, excluir por definitivo do inconsciente coletivo seus “desvios de conduta”.

Em vista dessas semelhanças, Magno e Aluizio oferecem poucas perspectivas de mudança. Aluizio quer escrever uma nova história com os mesmos ogros e cinderelas; enquanto Magno vende sua história, que constituiu um dos mais férteis e heroicos períodos de nossa história política apenas por vaidade própria.

Somente por uma reflexão ampla e profunda podemos defender-nos contra um perigo, o perigo de permitir que nossos anseios sejam arrastados para o esquecimento.

 É bastante duvidoso que, sendo a crítica dirigida para os dois, ela seja aceitável. Os mais atentos não discordarão tanto assim. Em caso de provável vitória, tanto Aluizio como Magno proclamarão seu triunfo próprio. Transformarão a vitória em arma e estenderão a crença que são imortais, refutarão quaisquer explicações mais fáceis e mais próximas da realidade, e empreenderão nova luta apenas como uma escada para elevá-los por sobre a cabeça daquele que os elegeram. O céu nos ajude se chegarem a tal altura!


SOBRE O AUTOR
Psicólogo com 15 anos de clínica. Escritor e entusiasta.

5 comentários: Leave Your Comments

  1. ROSIM INCOMPETÊNCIA TOTAL MAIS A CULPA É DO PREFEITO QUE MENTE DIZENDO QUÊ DA CARTA BRANCA AOS SECRETARIADOS ISSO É MAIS UMA MENTIRA DO PREFEITO GUAXINIM ARNALDO SO QUE TEM PODERES É ELE E A INCOMPETENTE IRMÃ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arnaldo Cardoso tá empolgado com terra, gado, cavalo, vaquejada e dinheiro em espécie, só isso Anônimo!

      Excluir
    2. 10% para vencer uma licitação, isso vai dar errado algum momento...kkkkk

      Excluir
  2. GENTE ALGUÉM SABE DO BRYAN, ACHO UMA FALTA DE RESPEITO COM A POPULAÇÃO DE BURITI O FATO DA FAMÍLIA DO MENINO NÃO DIVULGAR INFORMAÇÕES SOBRE O ESTADO DA CRIANÇA . ACOMPANHO O STATIS DA AVÓ E POSTA AQUELES VIDEOS COM MENSAGENS PRONTAS. DEVERIAM TER MAIS REPEITO COM AQUELES QUE SE PREOCUPARAM

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS