ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Coluna MEMÓRIAS E VIVÊNCIAS - A ALDEIA JERUSALÉM E O MUNICÍPIO DE SÍTIO NOVO

 

A ALDEIA JERUSALÉM E O MUNICÍPIO DE SÍTIO NOVO

*Por Francisco Carlos Machado

No último mês de 2010, o líder indígena Lourenço Krikati, com o apoio e companhia de seu clã familiar,  diante de críticas duras e incompreensões ferinas lhes aplicadas por outros de sua etnia, decidiu fundar outra aldeia, onde pudessem viver com mais sossego. A atitude também do clã era motivada pela decisão planejada das lideranças Krikati de ocupar todos os limites de seu território ancestral, então demarcado em 1998.

 Diante disso, Lourenço Krikati escolheu um lugar da nova aldeia nos limites do município de Sitio Novo com Montes Altos, dentro do Território Indígena. Nascia assim a  Aldeia Jerusalém, fruto de lutas e de sonhos.

 Em outubro de 2012, antes da Aldeia Jerusalém completar dois anos, o missionário brasileiro Denis Bailey me levou para conhecer a Jerusalém e seu povo.  Nos anos de 2014 passei dias nesta aldeia e, em 2015, semanas desenvolvendo os trabalhos de campo do mestrado que havia iniciado entre os indígenas. Logo, a aldeia Jerusalém, a cidade de Sítio Novo e suas gentes passaram na convivência me cativar. Os seus habitantes eram hospitaleiros, gentis e nestes dez anos de amizades e vivências eles continuam comigo - gentis e hospitaleiros -  razão que me levou ficar boa parte do tempo no território Krikati, entre a aldeia Jerusalém e a cidade de Sítio Novo, no qual já tenho amizades felizes.

 Nesta relação, os indígenas Krikati da Jerusalém se sentem e são cidadãos de Sítio Novo. Eles votam nos representantes administrativos do município, tendo Lourenço Krikati como Secretário de Assuntos Indígenas da prefeitura local. A Secretária de Educação do município envia ônibus escolar manhã, tarde e noite para os estudantes irem  para  as escolas da cidade, mantendo duas professoras na escola da aldeia, educando as crianças menores. Em Sítio Novo nós consumimos bens industrializados e a cada dia as relações de amizade são fortalecidas. Observo que a população Sítio-Novense é esteticamente bonita,  trabalhadora, produtiva, empreendendo suas atividades socioculturais e negócios com bom nível de criatividade e  organização. 

 Os Krikati se sentem bem em Sítio Novo. São menos  descriminalizados por serem indígenas.

 Acontece que nestes dias, para surpresa das lideranças indígenas e brancas de Sítio Novo e seus moradores, o IBGE, para o Censo de 2022, concluiu que a aldeia Jerusalém não faz parte do território do município, ficando dentro do território municipal de Montes  Altos, distante 500 metro do sítio-novense.

 Porém, sendo e pertencendo de fato cidadãos de Sítio Novo, Lourenço Krikati, o cacique Edivaldo Cohhi questiona a decisão censitária, se baseando no entendimento constitucional de que cabe aos indígenas decidirem, estando em fronteira, ser ou não cidadãos da municipalidade que mais lhe é social e politicamente útil. Na ação que está sendo elaborada  pelos indígenas e seus advogados, os Krikati da Jerusalém reivindicam serem recenseados no IBGE  de 2022 como cidadãos plenos de Sítio Novo. Decisão  que todos os indígenas concordaram, com o  executivo e legislativo  local.

 Assim será, pois os habitantes da aldeia Jerusalém se sentem  sítio-novenses e os moradores de Sítio Novo aceitam e querem os indígenas Krikati da Jerusalém como seus cidadãos.


SOBRE O AUTOR- 

Francisco Carlos Machado - Escritor, poeta, professor, titular da cadeira nº 20 da Academia Buritiense de Artes Letras e Ciências (ABALC).

4 comentários: Leave Your Comments

  1. O POVO DE BURITI ENDOIDOU DE VEZ, RENATO BARROS QUER SER DEPUTADO, NETO BORGES PREFEITO KKKKKKK BASTA UM VELHACO E MENTIROSO NA PREFEITURA JA CHEGA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A candidatura do Renato Barros é uma profecia , fruto de uma visão onde um anjo relatou que ele iria deixar de cometer os pecados capitais e se tornar um exemplar servo de Deus. Kkkk

      Excluir
  2. todos juntos e misturados essa e a verdade.

    ResponderExcluir
  3. Junior FRAZÃO, GENILSON E NETO BORGES DERAM ZM TIRO NO PÉ, ESTAVAM COM MUITA GANÂNCIA E VÃO TERMINAR NA MERDA

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS