ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Coluna SEXTA DE NARRATIVAS - TRÊS SORRISOS PUROS E UM SAXOFONE INEBRIANTE

MARIA DA GRAÇA DE FARIA MOURA, a GRACINHA, como a chamávamos, desde a infância, amanhecia e anoitecia com um Sorriso que irradiava PAZ, alegria, simplicidade e Amor, por onde passava, era um Bom dia MELODIOSO e carregado de afeto que nos encantava, sim, porque era sincero, era farto, era para todas as pessoas que tiveram o privilégio de com Ela conviver, ainda que por um instante, era a INESQUECÍVEL GRACINHA, que eu jamais a vi TRISTE ou de mau humor, por um minuto sequer.

Sempre contemporizadora em qualquer situação ou discussão por mais conflituosa ou de difícil solução. Esmerada em todos os sentidos, no trabalho profissional, nas discussões e nas atividades relacionadas com a nossa AMIB - ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DE BURITI, da qual foi Presidente, e mesmo quando o comando desta entidade estava em outras mãos, ela estava junto, colaborando, presente em todas as reuniões e acontecimentos. Foi assim, quando estive Presidente por dois mandatos consecutivos do primeiro ao último dia. Tive dela o apoio valioso durante todo o meu período presidencial. Foram anos de uma convivência maravilhosamente agradável, enriquecedora e de uma AMIZADE imorredora.

Foi um choque penosamente dolorido, para o meu avariado CORAÇÃO, quando fui surpreendido pela partida dela, há poucos dias da sua visita em minha casa na nossa Buriti, quando embevecido pelo seu sorriso de sempre conversamos sobre muitas coisas, inclusive sobre a TERRÍVEL COVID, que ceifou a sua VIDA e me deixou desolado.

GALILEA CARVALHO, uma senhora Menina Brincalhona, também era portadora de Sorrisos exuberantes que tinha o poder de alegrar qualquer ambiente.  Ela chegava, e a partir do seu cumprimento, a sessão ALEGRIA tinha mais um ingrediente para envolver a todos os presentes. O grito dela era temático, assim: Porque é feriado, ou porque hoje é festa não é Djalma, ou não é Genteeeee! Fosse o nosso encontro, no Festejo de Santana, na Praça ou em uma Festa, o seu grito de Guerra, aliás GERRA DA ALEGRIA era sempre este, um convite a nossas vibrações de contentamento. Eu adorava o seu jeito Menina Moleca de ser, embora fosse uma  Senhora de respeito! Nos vimos na última Festa dos FILHOS E AMIGOS de Buriti, antes da Pandemia e nos abraçamos efusivamente.

Depois veio o Festejo de Santana, já no período em que a COVID/SARS, não mais permitiu as aglomerações e, consequentemente as festas. O tempo passou aparentemente mais feliz e Inopinadamente, a devastadora notícia, de que um infarto fulminante calava aquela voz e aquele sorriso espontâneo e envolvente de ALEGRIA, a minha estimada amiga GALILEA, partira para a Terra da VERDADE sem poder se despedir, deixando órfãos os seus conterrâneos e amigos.

FAQUINHA, o SAXOFONISTA de OURO e DIAMANTE que eu conheci ainda Menino, embora já dançasse ao som da sua orquestra, também foi um jovem senhor de Sorrisos largos e benfazejos   distribuídos diariamente, o dia todo, o ano inteiro, em qualquer das estações, sorrisos permanentes nos  lábios e no rosto, tornou-se meu amigo D'Alma e de Coração desde 1958, na minha Buriti de Inácia Vaz querida. Cresci e virei um Sinhorzinho, segundo Ele, alimentando uma AMIZADE recíproca que nos uniu durante o seu tempo de Vida Terrena, história já registrada em outra Coluna que escrevi  em homenagem aos Músicos Buritienses da minha Época.

A nossa Amizade nasceu na saída de uma Festa Estudantil no Salão de Recreação do Grupo Escolar Antônio Faria, animada pela sua Orquestra, tendo-o como ASTRO principal com o seu MARAVILHOSO SAXOFONE, que de tão espetacular, tinha Alma, tão bela era a sua sonoridade que além de Alegria trazia paz. Terminada a primeira festa animada por ele, ao final senti a sua mão no meu ombro e ouvi a sua voz dizendo: VOCÊ é bom no traçado(na dança) Garotoooo, Gostei de ver ! Agradeci orgulhoso e convencido, e naquele dia nasceu e perseverou a nossa AMIZADE, apesar da nossa diferença de idade.

Tornei-me profissional operador do Direito e sempre que voltava à Buriti da minha infância e dos meus SONHOS, tive a felicidade de encontrar-me com ele, quando conversávamos sobre o passado e no presente em animadas conceda a permeadas de boas gargalhadas. Era como se fosse um Ritual Sagrado dele, pedir-me dois Cartões de Visita de Advogado e justificava: é para eu fazer sua propaganda, meu doutor, e o sorriso acompanhava esse pedido.

Depois de muitos encontros e reencontros com o meu SAXOFONISTA preferido e amigo querido inesquecível, chegou aquele que nem eu e nem ele imaginávamos que fosse o último. Entre abraços e sorrisos nos despedimos certos de que ainda haveria muitos outros. O Tempo não nos permitiu realizar aquele desejo e, como costuma acontecer, sem aviso, fui tristemente surpreendido com a notícia do falecimento dele e da linda manifestação de APREÇO dos seus colegas músicos Saxofonistas fazendo o acompanhamento da sua marcha fúnebre ao som de vários Saxofones.

Amigas MARIA DA GRAÇA DE FARIA MOURA, GALILEA CARVALHO e Amigo FAQUINHA. Com SAUDADE INFINDA, Rendo- lhes a minha sincera Homenagem elegendo-os PORTADORES DOS MAIS PUROS SORRISOS BURITIENSES!


SOBRE O AUTOR

É buritiense, ardoroso amante da sua terra, deu seus primeiros passos no velho Grupo Escolar Antônia Faria, cursou o Ginásio Industrial na Escola Técnica Federal do Maranhão e Científico no Liceu piauiense e no Liceu maranhense, bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito/UFMA, é advogado inscrito na OAB/MA, ativo, Pós-graduado em Direito Civil, Direito Penal e Curso de Formação de Magistrado pela Escola de Magistrados do Maranhão, Delegado de Polícia Civil, Classe Especial, aposentado, exerceu todos os cargos de comando da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, incluindo o de Secretário. Detesta injustiça de qualquer natureza, principalmente contra os pobres e oprimidos, com trabalho realizado em favor destes, inclusive na Comarca de Buriti.

Um comentário: Leave Your Comments

  1. Meu Deus ! És maior do que todas as vaidades deste mundo, onde as pessoas necessitam ser notadas.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


Odonto Company Buriti - Rua da Bandeira, nº 25, salas 10 e 11, Centro.

BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS