ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

PRESSIONADA, CÂMARA DE VEREADORES DE BURITI (MA) IMPÕE DERROTA AO GOVERNO ARNALDO CARDOSO E REJEITA PL 16/2021, QUE ALTERARIA LEI DE ABERTURA DE CRÉDITO ESPECIAL DE R$ 12,56 MILHÕES

 Servidores da educação lotam a Câmara para acompanhar como vota cada vereador
Crédito/foto: Anísio Mídias


Em uma sessão extraordinária, lotada por servidores da educação, nesta quarta-feira 29/12, a Câmara Municipal de Buriti impôs uma derrota acachapante ao Governo Arnaldo Cardoso e, por unanimidade, retirou de pauta o Projeto de Lei (PL) nº 016/2021, de autoria do executivo, que alteraria a Lei Municipal nº 699/2021 que dispõe sobre a abertura de crédito especial ao orçamento municipal de 2021 na unidade do FUNDEB.  Na prática, o Poder executivo estava pedindo que os vereadores autorizassem uma abertura de crédito adicional de R$ 12.591.102, 38 (doze milhões, quinhentos e noventa e um mil, cento e dois reais, e trinta e oito centavos), equivalente ao VAAT (Valor Aluno Ano Total) e VAAF (Valor Aluno Ano Fundeb), dinheiro decorrente de excesso de arrecadação a partir do cálculo da distribuição de recursos da complementação da União sob o novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 Na justificativa do PL, o prefeito havia apontado a necessidade de aprovar o PL, dizendo que com a aprovação da Lei de n° 015/2021 que ‘dispõe sobre a autorização de pagamento de abono salarial para os profissionais da educação pública vinculados a Secretaria Municipal do Município de Buriti’, se faz necessário a alteração de dispositivos da Lei nº 699/2021, para a readequação dos valores estipulados nos elementos de despesas, com a finalidade da realização do referido pagamento.”   Ou seja, o entendimento que ficou, com a mensagem do executivo e com as planilhas postas no PL, foi que o rateio das sobras do FUNDEB estaria limitado ao valor de R$ 2,1 milhões, equivalente ao limite de 70% com o pagamento de profissionais da educação básica, e todo o restante, cerca de R$ 10,49 milhões, seriam justificados no limite dos 30%, gastos com outros fins especificados no projeto. 

A partir daí a confusão se instalou. O vereador Jorge do Sindicato (Republicanos), ainda ontem (28), foi o primeiro a reagir contra o PL da forma açodada como foi encaminhado à Câmara e alertou aos demais vereadores quanto aos riscos de uma rejeição popular se aprovassem tal como proposto pelo executivo. 

O vice-prefeito Jenilson Gouveia, que faz oposição ao atual gestor, também reagiu, foi às redes sociais e fez uma live, na qual detonou o PL 16, apontando uma série de falhas e suspeitas quanto ao possível gasto do recurso.

Na sessão de hoje, onde votou pela retirada de pauta, Jorge do Sindicato disse que o projeto tem que ser discutido com a população, porque afeta a vida de todos e destacou a atuação da Casa legislativa na retirada do PL para ser tratado em um outro momento e ponderou a importância de outros profissionais da educação, como agentes administrativos, e, também, os professores contratados, que não foram pagos do mês de dezembro, sejam incluídos para receber do rateio. Confira abaixo vídeo do vereador Jorge ao CORREIO BURITIENSE:

Com a decisão da Câmara, a prefeitura terá de reformular o PL para ajustar os valores, informar ainda o valor total para rateio do Fundeb e até mesmo esclarecer sobre os profissionais da educação que deverão receber.

Assista abaixo trecho da sessão extraordinária que contou com presença de todos os vereadores e participação de muitos professores que pressionaram pela rejeição do PL:


SOBRE RECURSO DO FUNDEB DE BURITI-MA EM 2021

A Portaria Interministerial 8/2021 de 24/09/2021, publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 25/09/2021, alterou duas Portarias Interministeriais MEC/ME, a nº 1, de 31 de março de 2021, que dispõe sobre os parâmetros referenciais anuais do Fundeb para o exercício de 2021, e a nº 04, de 29 de junho de 2021, que estabelece os parâmetros referenciais anuais do Fundeb de 2021, na modalidade Valor Anual Total por Aluno - VAAT.

Esta Portaria Interministerial 08/2021 alterou todas as receitas do Fundeb anteriormente publicadas pelas Portarias 01/2021 e 04/2021, também do Ministério da Economia e da Educação, em cumprimento à Lei 14.113/2020, e prevê atualização das estimativas do Fundeb a cada quatro meses.

De acordo com o cronograma de repasses da Complementação-VAAF da União, publicado pela Portaria Interministerial 8/2021, 11 Estados – AL, AM, BA, CE, MA, PA, PB, PE, PR e RN - são beneficiários desses recursos federais em 2021.  Em relação à Complementação-VAAT da União, o cronograma de repasses publicado pela Portaria Interministerial 8/2021 prevê pagamentos mensais de setembro a dezembro de 2021 e em janeiro de 2022, e beneficia em todo o país 1.510 Municípios de 24 Estados.

 De acordo com a Confederação Nacional de Municípios (CNM), a Receita Total Fundeb/2021 (com complementação-VAAF) de Buriti-MA é de R$ 50.754.536,58 (cinquenta milhões, setecentos e cinquenta e quatro mil, quinhentos e trinta e seis reais, e cinquenta e oito centavos). Destaque-se que este não é o valor a ser rateado entre os profissionais da educação, mas sim o saldo que sobrou do FUNDEB para atingir o limite mínimo de 70% com o pagamento de profissionais da educação básica, conforme a nova Lei do Fundeb nº LEI Nº 14.276, DE 27 DE DEZEMBRO DE 2021.  E quanto é então esse valor? Até agora nem o poder fiscalizador sabe.



20 comentários: Leave Your Comments

  1. QUERO SABER QUANDO A FICHA DO ARNALDO VAI CAIR QUE ELE E SUA GESTÃO TAO INDO PELO RALO. ABANDONOU OS SEUS AMIGOS QUE LUTARAM COM ELE. ABANDONOU A CIDADE, ABANDONOU O POVO. COLOCOU GENTE MORTOS DE FOME POR DINHEIRO PRA ADMINISTRAR O DINHEIRO DO POVO. É ARNALDO TU VAI ACABAR SÓ E NO MSM LUGAR QUE O TEU ANTECESSOR FOI! INFELIZMENTE!

    ResponderExcluir
  2. A CABRA VAI BERRAR.
    VEREADORES AGORA VOCÊS ACERTARAM O POVO BOTA O POVO TIRA

    ResponderExcluir
  3. Cadê o Lulu esguelento caladim parece que perdeu a língua coisa feia prefeito liso querendo tomar dos professores e aí só quem falou bonito foi Andrea Costa e Toinho Francês esse Didi parece que nem é professor podia dar o diploma dela para o vereador Toinho Francês.

    ResponderExcluir
  4. Vereador Didi acha que vereador é pra sempre vai voltar a sala de aula e saber o que é ser lezado

    ResponderExcluir
  5. O POVINHO DO RACHA DO PODER estão se atropelando pela divisão do dinheiro Público.Hoje o POVINHO DO RACHA DO PODER se diz oposição todos farinhas do mesmo saco.

    ResponderExcluir
  6. O mal por si! se destroem.Ganancia pelo dinheiro Público.

    ResponderExcluir
  7. ARNALDO OLHO GRANDE, DEIXA DE AJUDAR QUEM LHE AJUDOU PRA AJUDAR QUEM ZOAVA DA CARA DELE. PREFEITO BURR* VAI SAIR POBRE E COM NOME SUJO PRA DEIXAR DE SER ÉGUA ☺️.

    ResponderExcluir
  8. Assinale corretamente:
    O que pode sair hoje.
    ( ) salário do mês
    ( ) terço de férias e o salário
    ( ) abonos 4
    ( ) abonos 4,5 e 6
    ( ) outro projeto de lei.(estratégia do prefeito)

    ResponderExcluir
  9. Titio Naldo Batista Tá Voltando Na Próxima Eleição!!! CUIDADO PREFEITO EX LISO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Naldo não se eleger nem como coveiro de cemitério. Ele só quer terminar os empreendimentos dele . Se dá bem a custa do dinheiro público.

      Excluir
    2. Voltando só se for pra Lizeira 😁😁

      Excluir
  10. Agora O prefeito que já foi liso quer bebê só bohemia kkk

    ResponderExcluir
  11. É só cumprir a lei e nada mais. Agora, querer fazer o que não é correto e o vereador Didi do Mocambinho, professor querer dar transparência em algo duvidoso se mostra de uma arrogância que eu não conhecia.

    ResponderExcluir
  12. Todos aí em busca de dinheiro agora compromisso com a educação são poucos. Alunos saindo do fundamental maior sem saber ler e os professores são os mesmo não mudam com a eleição. E de fazer dó. A educação desse município tá uma vergonha.

    ResponderExcluir
  13. O que será que o prefeito está achando de tudo isso?
    Pq da noite pro dia esse homem está sendo tão rejeitado pela população.
    Arnaldo quer um conselho ainda dar tempo de reverter tudo isso.
    Procura colocar nos cargos de confiança pessoas competentes que saibam o que estão fazendo .

    ResponderExcluir
  14. Arnaldo é preciso fazer algumas mudanças pra melhorar a educação do nosso município.

    ResponderExcluir
  15. Eu cansei de pagar glacial para o ex-liso, vou te ver bebendo qualquer cerveja ainda Arnaldo Cardoso.

    ResponderExcluir
  16. Prefeito EX LISO já tá empregando os que não votaram nele como eu kk!! Emprego garantido 2022 kkk agora cadê os babões que tão sem emprego???

    ResponderExcluir
  17. E aí meu povo vai ficar por isso mesmo. Nós professores vamos nos conformar só com esse salário a mais ,sabendo que o valor seria outro diante de tanto dinheiro que sobrou.
    É! os vereadores ,prefeito e os ratos da prefeitura foi que se deram bem.

    ResponderExcluir
  18. Arnaldo sabendo que não ganha mais em Buriti vai fazer a limpo até mesmo pq vai precisar desse dinheiro pra garantir sua liberdade amanhã.
    Igual ao ex prefeito neném mourão

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS