!-- PLUGIN BARRA DE COOKIES -->
ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

NOTA DE PESAR PELO FALECIMENTO DA BURITIENSE MARIA DA GRAÇA DE FARIA MOURA

É com profundo pesar que o CORREIO BURITIENSE comunica o falecimento da buritiense MARIA DA GRAÇA DE FARIA MOURA, 71 anos de idade, ocorrido por volta das 7h30 desta quarta-feira 7/4. Gracinha Moura, como era conhecida, estava internado em hospital, na capital maranhense, e não resistiu às complicações orgânicas decorrentes da covid-19.

Gracinha era bibliotecária, foi professora da UFMA, no curso de biblioteconomia, por mais de 2 décadas, tendo sido coordenadora do curso. Atuou na Secretaria Estadual de Planejamento, no IPEI (Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais), depois transformado em Fundação (FIPES). Após deixar a docência, assessorou a Prefeitura Municipal de São Luis em diversas gestões e também em governos estaduais, nas gestões de José Reinaldo Tavares e Jackson Lago. Era integrante da APRUMA, onde foi secretária, membro do Instituto Jackson Lago e sócia-fundadora da AMIB–Associação dos amigos de Buriti, tendo sido uma de suas presidentes, no período de agosto de 1996 a julho de 1998.

Viúva de José de Ribamar Carvalho Moura, ela partiu deixando um filho, nora e duas netas.

A cremação deu-se hoje (7) mesmo, às 13h, na Pax, na região metropolitana de São Luís. E foi a acompanhada por pequeno grupo de familiares. Não houve velório por restrições sanitárias devido a pandemia.

NOTA DO CORREIO BURITIENSE

Neste momento de dor e despedida, o redator deste blog, Aliandro Borges, deseja que o tempo traga alívio aos corações da Família Faria e Amigos pela perda de Graça Faria Moura, uma amiga cujo sorriso vívido ficará perenemente em minha memória. Rogo aos céus pelo consolo dos que ficam e que ela encontre paz eterna. Prestando profundas condolências, segue poema, que fiz na tarde de hoje (7), em sua homenagem:

 

 PASSO DEVAGAR

 

Há um estranho no mundo

que não diz o momento exato da chegada

e antecipa a partida.

 

Não tinha pressa,

era para ser devagar.

Nada sabemos do instante eterno.

 

O sorriso marca a luta perene.

A lágrima, o esforço vital.

A dor, a tragédia de agora.

 

Conheci as manhãs,

admirei os entardeceres,

vislumbro a aurora celestial.

 

Passo devagar e dobro a esquina.

O mundo descompassado fica,

mas as janelas se abrem: é tempo de empatia, amor e harmonia.


5 comentários: Leave Your Comments

  1. Eu sabia que Arnaldo era gente ruim, mas nunca imaginei que chegasse a tanto.

    ResponderExcluir
  2. Pior de tudo é que se afastar Arnaldo assume jenilson, esse ainda pode ser o pior da história de buriti -ma . Podendo superar Rafael Mesquita Batista Cardoso mourao

    ResponderExcluir
  3. Meu Lamento de tristeza e dor. Buriti e todos nós choramos a partida de nossos irmãos Buritienses.Que Deus Pai conforte os corações de todos nós.Descanso Eterno aos que partiram para o Reino Celeste.

    ResponderExcluir
  4. parabens de quer nao fezero nada mais do que seus deveres.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


Odonto Company Buriti - Rua da Bandeira, nº 25, salas 10 e 11, Centro.

BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES

Aviso de Cookies