"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Coluna ALÉM DO DIVÃ - Psiquiatria, Psicologia, Psicanálise: Qual a diferença?

 *Por Josealdo Silva- filósofo, psicólogo e psicanalista

Esse texto tem como objetivo esclarecer e tirar as dúvidas sobre as perguntas que as pessoas me fazem com muita frequência acerca da diferença ou das diferenças entre as três psi: psiquiatria, psicologia e psicanálise. É muito comum que estas três áreas sejam confundidas, pois as atividades de seus profissionais não são muito claras para o grande público. Vou tentar dar uma definição para as três áreas.

A Psiquiatria é um ramo da "medicina" que trata do estudo e tratamento das doenças mentais. Então, a psiquiatria como uma parte da medicina vem do alienismo, vem de Pinel, encontra sua independência ou autonomia no final do século 19 e se caracteriza por uma abordagem inicial no sofrimento psíquico como uma doença. O psiquiatra é alguém que estudou medicina e se especializou em Psiquiatria. O tratamento que o psiquiatra fornece a seus pacientes é basicamente medicamentoso, através da utilização de remédios que agem no sistema nervoso, tais como antidepressivos e ansiolíticos etc.

A Psicologia, por sua vez, surge como um estudo das funções mentais: atenção, memória, imaginação, sensação, percepção, pensamento assim por diante. Em síntese, a psicologia é a ciência dos fenômenos psíquicos e do comportamento. A função central da psicologia é corrigir comportamento afim de corrigir dores psíquicas causadas por esses comportamentos. O psicólogo, assim como o psiquiatra, aprende o seu ofício em um curso universitário e, ao contrário deste, não prescreve medicamentos.

Já a Psicanálise é um método de investigação, criado por Sigmund Freud, que consiste essencialmente em evidenciar o significado inconsciente das palavras, das ações, das produções imaginaria, tais como: sonhos, fantasias, delírios de um sujeito. Em síntese, a psicanálise tem como fim último buscar a verdade do sujeito, verdade essa que lhe escapa. Isso só é possível através de um mergulho para dentro de si mesmo. A psicanálise ensina o sujeito a reconhecer as folhas em branco de sua história da quais ele não tem conhecimento por estarem registrada em seu inconsciente. Segundo o psiquiatra e psicanalista Jorge Forbes, o psicanalista é alguém que não deixa você desistir de você mesmo; ele trabalhará permanentemente para que a compreensão do sujeito respeito de si mesmo seja mais e mais profunda, trazendo para sua consciência o que anteriormente residia em seu inconsciente. Quanto maior for o conhecimento de si próprio, mais preparado você estará para enfrentar a vida e a condição de ser humano.


SOBRE O AUTOR

JOSEALDO SOUSA SILVAnatural de Chapadinha/MA, é formado em Filosofia (UEMA), com licenciatura em Filosofia Cristã pela Faculdade Filadélfia (CE), e graduado em Psicologia (Faculdade Pitágoras), pós-graduado em Psicopedagogia Clínica (Faculdade FAMEP/IESF) e psicanalista praticante, membro da OrLa-Centro Psicanalítico do Maranhão. 

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES