"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

VENDE-SE UMA FAZENDA - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Governo do Maranhão tem mais de 100 leitos de UTI exclusivos para casos de coronavírus

30 novos leitos de UTI no HCI. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Em entrevista coletiva neste sábado 21/3, o governador Flávio Dino anunciou que, em todo o Maranhão, há mais de 100 leitos de UTI reservados exclusivamente para casos de coronavírus na rede estadual pública, numa medida preventiva. O cálculo não inclui as UTIs dos municípios e nem da rede privada.
“Faço questão de lembrar que a imensa maioria dos casos não demanda internação hospitalar, de acordo com a estatística internacional. Oitenta por cento dos casos são tratados em casas porque as pessoas não desenvolvem sintomas graves”, afirmou.
Ainda de acordo com estudos internacionais, 5% dos casos necessitam de leitos de UTI.
“Temos, na rede estadual, mais de 100 leitos de UTI bloqueados e disponíveis para casos de coronavírus. Às vezes, correntes de fake news e pessoas sem informação adequada emitem declarações erradas”, acrescentou, referindo-se a notícias falsas sobre a capacidade de atendimento do Estado.
Ele explicou que os leitos estão distribuídos pelos hospitais e regionais do Estado. “E vamos continuar a ampliação na medida em que aparecerem mais casos.”
O governador disse que, neste momento, há apenas um destes leitos ocupados, no Carlos Macieira, em São Luís. É um caso suspeito, que ainda está sendo investigado.
Governador Flávio Dino em entrevista coletiva. Foto: Nael Reis/Secap
O caso já confirmado é de um paciente que está em isolamento em sua residência, sendo monitorado e acompanhado pelas equipes de saúde. Ele não apresenta sintomas graves.
Na sexta-feira, Flávio havia anunciado mais 30 novos leitos de UTI. Eles estão prontos no Hospital das Clínicas Integradas (HCI), que fica localizado no Angelim, em São Luís. Parte do hospital foi desativado em 2018, ficando em funcionamento apenas a parte de exames de imagem.
Também presente na entrevista coletiva, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, disse que os leitos do HCI já estarão prontos para serem ocupados a partir de segunda-feira (23), caso haja necessidade.
Ação conjunta
Na segunda-feira (23), o governador vai fazer uma conferência virtual com todos os prefeitos que queiram participar. Será para tratar das ações contra o coronavírus e da expansão dos leitos.
Cirurgias
O governador também informou que, a partir de agora, haverá na rede estadual paralisação nas cirurgias eletivas, que são aquelas agendas previamente e não têm caráter emergencial. Isso será feito para que haja mais leitos disponíveis para os casos de coronavírus, se for necessário.
As consultas e cirurgias de emergência serão mantidas.
Vacinação contra H1N1
O governador também lembrou que a vacinação contra H1N1 começa na próxima segunda-feira (23) para crianças de seis meses a seis anos e idosos com mais de 60 anos. Ainda não existe vacina para coronavírus.
Flávio pediu que a população evite o pânico e que o Ministério da Saúde, responsável pelas doses, está enviando a quantidade necessária para o público-alvo.

 Da Agência de Notícias

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.