"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

BRASIL TEM 61 MORTES E 2.567 INFECTADOS PELO CORONAVÍRUS, DIZEM SECRETARIAS


Primeira morte em Santa Catarina foi contabilizada pela secretaria nesta manhã; São Paulo ainda lidera em número de casos.
As secretarias de saúde de todos os estados brasileiros contabilizam, até a manhã desta quinta-feira 26/3, 2567 casos confirmados do coronavírus no Brasil, e 61 óbitos registrados em decorrência da doença. Todas as regiões do País já registraram casos e óbitos
A última vítima confirmada morreu nesta manhã em Goiânia, sendo assim a primeira morte na região Centro-oeste. De acordo com a TV local Anhanguera, a vítima era uma senhora de 66 anos que tinha diabetes, hipertensão e doença pulmonar. No fim da noite de quarta-feira, Santa Catarina também registrou a morte de um homem de 86 anos, que morreu na região metropolitana de Florianópolis, capital do estado.
De acordo com a última contagem feita pelo Ministério da Saúde, que divulga diariamente a atualização da pandemia no Brasil, haviam 2433 casos e 57 mortes, a maioria de ambos localizadas no estado de São Paulo.
Ontem, foi registrada também a primeira morte na região Nordeste, em Pernambuco, e na região Norte, no Amazonas. Uma vítima no Rio Grande do Sul também marcou o primeiro falecimento no Sul do país.
Nesta quinta, faz um mês desde o primeiro falecimento confirmado de um paciente que tenha tido complicações por conta do coronavírus. Até o momento, a ação de combate ao alastramento do vírus tem sido liderada principalmente pelos estados, já que o presidente Jair Bolsonaro ainda é resistente à ideia do isolamento social e classifica a Covid-19 como uma “gripezinha” – que já matou mais de 22 mil pessoas ao redor do mundo, de acordo com o acompanhamento diário feito pela Universidade John’s Hopkins, dos Estados Unidos.

Da Carta Capital

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Brasil 24/7

CartaCapital