"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Suspeita de fraude em licitação na prefeitura de Itapecuru Mirim leva a operação com mandados de busca e apreensão em 5 cidades do Maranhão


Operação realizada entre policiais da Seccor e promotores da Gaeco ocorreu nesta segunda 29/4.
Uma operação realizada pelos policiais da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) em conjunto com os promotores do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) cumpriu 12 mandados de busca e apreensão no início da manhã desta segunda-feira 29/4 nas cidades de Itapecuru Mirim, Matões do Norte, Bacabal, Pirapemas e São Luís.
Segundo a polícia e o MP, a operação foi montada após uma investigação que descobriu uma suspeita de fraude na licitação para a empresa da contratação responsável pela montagem e também contratação de bandas musicais para a realização do carnaval de 2016 no município de Itapecuru Mirim, a 108 km da capital, durante a gestão do ex-prefeito Magno Rogério Siqueira Amorim, também conhecido como Magno Amorim.
De acordo com a polícia, o objetivo da operação é encontrar documentos que possam comprovar que essa fraude foi feita porque, segundo as investigações, a gestão de Magno Rogério em 2016 não fez nenhuma publicação, nenhum aviso de licitação exatamente para favorecer uma empresa que venceu a licitação.
A polícia diz que a prefeitura do Município contratou a empresa Jaime R da Costa - ME, mas a prestação de serviços foi realizada pela empresa M Peixoto de Alencar, que realizou o carnaval de 2016 em Itapecuru Mirim pagando o valor de R$ 60 mil, quando na verdade no valor da licitação ficou registrado o valor de R$ 1.408.300 mil que foram pagos pela Prefeitura de Itapecuru Mirim para a realização do carnaval naquele ano.
A operação ainda está na fase de investigação para tentar descobrir a possível fraude na licitação. A polícia afirma que já apreendeu durante a operação documentos, computadores, aparelhos celulares que serão analisados para tentar descobrir a concretização dessa fraude ocorrida em 2016 pela Prefeitura de Itapecuru Mirim.
Documentos, computadores e aparelhos celulares foram apreendidos e serão analisados durante a operação — Foto: Divulgação/Polícia
Por G1 MA — São Luís

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Postagens populares

Postagens mais visitadas

Seguidores

CORREIO TV

Arquivos do blog