"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

DINHEIRO NA CONTA: Prefeituras recebem hoje (28) repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 3º decêndio do mês de Dezembro 2018

Em valores líquidos, o repasse para Buriti fica pouco acima de R$ 384 mil
O 3º decêndio de dezembro de 2018 foi creditado hoje, sexta-feira 28, nas contas das prefeituras brasileiras, o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 3º decêndio do mês, no valor de R$ 2.771.209.556,17, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 3.464.011.945,21.
No 3º decêndio, a base de cálculo é dos dias 11 a 20 do mês corrente. Esse decêndio geralmente representa em torno do 30% do valor esperado para o mês inteiro.
De acordo com os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o 3º decêndio de dezembro de 2018, comparado com mesmo decêndio do ano anterior, apresentou um crescimento de 18,00% em termos nominais (valores sem considerar os efeitos da inflação). O acumulado do mês, em relação ao mesmo período do ano anterior, teve crescimento de 9,48%.
Quando o valor do repasse é deflacionado, levando-se em conta a inflação do período, comparado ao mesmo período do ano anterior, o crescimento é de 13,91%.
O mês fechou em crescimento de 5,68%, comparado ao mesmo período de 2017, apresenta uma alta de, ou seja, corrigido pela inflação do período.
Ao considerar o comportamento da inflação, observa-se que o FPM acumulado em 2018 crescimento de 4,35% em relação ao mesmo período do ano anterior.
O FPM, bem como a maioria das receitas de transferências do País, não apresenta uma distribuição uniforme ao longo do ano. Quando avaliamos mês a mês o comportamento do fundo nos repasses realizados pela Receita Federal, nota-se que ocorrem dois ciclos distintos. No primeiro semestre estão os maiores repasses do FPM (fevereiro e maio), mas no outro ciclo, entre os meses de julho a outubro, os repasses diminuem significativamente, com destaque para setembro e outubro.
Ao comparar-se a previsão da última avaliação do governo federal para o FPM que era de R$ 100,97 bilhões, o FPM fechou 2018 em R$ 101,7 bilhões, ou seja, apresentou crescimento de 0,7%. Em relação ao que estava previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) deste ano, o crescimento foi de 2,3%.
A conferência do valor do 3º decêndio creditado para seu Município nas tabelas abaixo com informações por coeficientes e por Estado. Nelas consta os valores brutos do repasse do FPM e os seus respectivos descontos, os 20% do Fundeb, 15% da saúde e o 1% do Pasep. 
Para o município de Buriti (MA) foi creditado na conta do Palácio Municipal Bernardo Costa de Almeida (Prefeitura Municipal) o montante de R$ 600.319,57 (seiscentos mil, trezentos e dezenove reais, e cinquenta e sete centavos). Em valores líquidos, descontados Saúde (15%), Fundeb (20%) e PASEP (1%), o saldo fica em R$ 384.204,52 (trezentos e oitenta e quatro mil, duzentos e quatro reais, e cinquenta e dois centavos). Veja abaixo:

7 comentários: Leave Your Comments

  1. esse prefeito foi dos piores que ja teve em buriti por quer os outros prefeitos quer ja passarao podia ser o que for mais por essa parte de pagamento eles nao deixavam os foncionarios liso no festejo e nem no natal e entrada de ano novo ja este enrolado ai usa o dinheiro da saude da educaçao pra outros fins o que e errado por lei na pode ser usado pra outra coisa somente para pagar o a.c.s o medico e outros mais ele fazendo assim ele se queima todo mais que ja esta queimado eita prefeito carniça em 2020 vamos fazer a fachina geral trocar todas essas carniças quer estao ai colocar pessoas novas pra ver se fociona que assim nao dar.

    ResponderExcluir
  2. Só entra dinheiro pra prefeitura, e pra mim nada.

    ResponderExcluir
  3. esse prefeito e esses veriadores ja esta na hora deles irem comsiquindo logo uma vaga para o paracatu em 2021 porque nao vai fica nem um para comtar da historia podem irem em paz noa se preocupem noa que agente toma de conta dos tatus de voçes kkkkkkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os políticos ladrões de Buriti não irão para o Paracatu,porque vocês eleitores safados irão se vender de novo pra eles se manterem no Poder.

      Excluir
  4. Num adianta ficar xingando aqui si ninguém faz nada di nada. O acorda buriti na verdade não foi mais do que uma luta por cargo de confiança. Pessoal,enquanto prefeito i vereador mandar e não o povo, é daqui pra pior! Parece que nem tem oposição mais! Tudo caladim..caladim..

    ResponderExcluir
  5. tem que botar todos esses bostas pra pastar.Nenhum tem compromisso com o povo. Só desviando o dinheiro e o serviço básico não sendo feito. Saude zero e educação caindo a cada ano que passa por que o prefeito que é analfabeto não tá nem aí pra essa área.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Seguidores