"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Último FPM de junho já nos cofres municipais: Buriti recebeu, nesta sexta-feira 29, líquido, 277,8 mil reais


Os 5.568 Municípios brasileiros receberam o último repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de junho nesta sexta-feira 29. Pouco mais de R$ 2 bilhões devem ser partilhados entre as prefeituras, considerando a retenção constitucional do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Ao somar esse porcentual ao montante, o terceiro decêndio do Fundo somará R$ 2,5 bilhões, em valores brutos.
O município de Buriti-MA teve creditado na conta do Palácio Municipal Bernardo Costa de Almeida (Prefeitura Municipal) o valor líquido de R$ 277.810,76 (duzentos e setenta e sete mil, oitocentos e dez reais, e setenta e seis centavos) distribuídos nas áreas de Saúde (15%), Educação (Fundeb – 20%) e previdência (PASEP – 1%).  Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 434.079,31 (quatrocentos e trinta e quatro mil, setenta e nove reais, e trinta e um centavos). Veja abaixo:

A estimativa dos valores é da Confederação Nacional de Municípios (CNM), com base nos números divulgados pela Secretária do Tesouro Nacional (STN).
De acordo com o LEVANTAMENTO da entidade, em comparação com mesmo repasse feito em 2017, o Fundo apresentou crescimento de 10,53%, em termos nominais, sem considerar os efeitos da inflação. Já o acumulado do mês registrou crescimento de 11,12%, uma vez que em junho do ano passado foram repassados R$ 7,7 bilhões e este ano o valor soma R$ 8,5 bilhões. Mas, quando considera a inflação, o levantamento mostra crescimento menos expressivo, de 7,21% no terceiro repasse e de 7,79% na soma total transferida no sexto mês do ano.
RESULTADO
Apesar de o segundo decêndio do FPM ter sido menor que o valor repassado ano anterior, o acumulado do mês e do ano tem demostrado resultado positivo. Do início do ano até agora, o fundo apresentou aumento de 9,13%, em termos nominais e em relação ao mesmo período do ano passado. Mesmo quando se considera o impacto inflacionário, o acumulado do FPM em 2018 registra crescimento de 6,09% em relação ao mesmo período do ano anterior. Ainda que o resultado seja favorável, a CNM alerta que a tendência do Fundo é reduzir no início do segundo semestre.

Um comentário: Leave Your Comments

  1. Tanto dinheiro mas nao paga o salario dos contarato peloenos um minimo e ainda tambem o salario do.mes de março que nunca foi pago e nao dar nem satisfacao o povo precisa senhor prefeito.ninguem ta pedindo ta querendo o quer foi trabalhado

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Postagens populares

Postagens mais visitadas

Seguidores

CORREIO TV