"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

terça-feira, 29 de agosto de 2017

0

REDE DE CONTROLE FORMA AUDITORES SOCIAIS EM CHAPADINHA (MA)

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Com palestras sobre temas como educação fiscal e cidadania, análise de prestação de contas, mecanismos jurídicos de controle social, lei de acesso à informação e transparência, a Rede de Controle da Gestão Pública no Maranhão realizou, na última sexta-feira (25), no município de Chapadinha, a 69 km de Buriti/MA, mais uma Audiência Pública de Controle e Cidadania.  O objetivo é formar “AUDITORES SOCIAIS”, cidadãos capacitados a exercer o controle social da administração pública, um direito assegurado pela Constituição Federal.
Segunda audiência deste semestre, o evento reuniu representantes de vários municípios do baixo Parnaíba, como Anapurus, Araioses, Belágua, Brejo, Urbano Santos, São Benedito do Rio Preto, Magalhães de Almeida, Buriti e Tutóia, entre outros.
O público preferencial das audiências de Controle Social são integrantes dos conselhos municipais, líderes comunitários, vereadores e a população em geral, além de gestores públicos. Em Chapadinha, o evento contou com a participação de secretários municipais e vereadores, além do prefeito do município, Magno Bacelar. Também marcou presença o Ouvidor do TCE, conselheiro Washington Luiz Oliveira.
De acordo com o secretário do Tribunal de Contas da União (TCU) no estado, Alexandre Walraven, que falou sobre os mecanismos jurídicos de controle social, a formação de auditores sociais é estratégica para a Rede de Controle do Maranhão, que vem sendo considerada uma das mais ativas do país, tendo conquistado uma recente vitória de alcance nacional no que diz respeito à aplicação das verbas recuperadas do antigo Fundef por parte das prefeituras maranhenses. “Por melhor aparelhados que estejam os órgãos de controle, eles não podem estar em todos os lugares. Dessa forma, terão cada vez mais sucesso em sua missão quanto mais a população auxiliar seu trabalho por meio dos auditores sociais”.
Uma vez capacitados, com direito a certificado de participação, os auditores sociais formados pela Rede passam a ser interlocutores direito dos órgãos de controle, auxiliando na tarefa de contribuir para o aperfeiçoamento da gestão pública em benefício da sociedade como um todo. “É fundamental que esse trabalho seja colocado acima das querelas políticas locais, do denuncismo vazio. O que buscamos é garantir que o orçamento público seja utilizado de forma honesta e eficiente”, adverte o auditor do TCE Antonio Ribeiro Neto.
Responsável pela palestra sobre a análise das prestações de contas feita pelo TCE, Ribeiro destacou os investimentos em tecnologia da informação que vem permitindo ao órgão atuar com mais agilidade nos últimos anos, com destaque na prevenção de danos ao erário. “Mas só poderemos atingir esse objetivo plenamente se contarmos com a participação da comunidade, por meio do controle social, por isso a formação de auditores é de importância crucial”, destaca.
Para a professora da rede municipal e ex-presidente do Sindicato dos Professores do município (Sindchap) Jane Andrade, a formação de auditores sociais pode contribuir imensamente para melhorar a vida da população, por meio do aperfeiçoamento da gestão pública. “Muitas vezes o cidadão quer cobrar, mas não sabe como fazer. Com essas capacitações, podemos ser mais objetivos tanto no acompanhamento dos gastos quanto na formulação de eventuais denúncias. Muitas vezes os órgãos são acusados de inoperância quando as denúncias é que são mal formuladas. Os auditores sociais podem mudar essa realidade”, analisa.

 (Do TCE/MA)
← Anterior Proxima → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online