"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Show do Festejo 2017

Show do Festejo 2017

Shows do Festejo 2017

Shows do Festejo 2017

sábado, 27 de maio de 2017

0

JUÍZES FAZEM CURSO DE AUTODEFESA E SEGURANÇA PREVENTIVA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Um grupo de 25 juízes participou da formação intensiva no Batalhão de Infantaria Leve do Exército em São Luís.
A Escola Superior da Magistratura do Maranhão (ESMAM) encerra, na última sexta-feira (26), no 24° Batalhão de Infantaria Leve, a quinta turma do curso de Segurança Institucional para magistrados. Um grupo de 25 juízes participa da formação intensiva, na qual aprenderam estratégias e técnicas de autodefesa e segurança preventiva aplicadas ao desempenho do cargo.
Coordenado pela juíza Kariny Pereira Reis, o curso atende solicitação da Comissão de Segurança Institucional do Poder Judiciário, tem duração de 40 horas-aula e teve início na segunda-feira (26).
O objetivo do treinamento – que já foi realizado nos polos de São Luís, Imperatriz e Caxias, é capacitar os juízes na adoção de estratégias e técnicas de autodefesa que os auxiliem na proteção de sua integridade, por meio da priorização de condutas de segurança preventiva nas mais diversas situações do dia a dia e do trabalho.
Por meio de metodologia específica, os magistrados são capacitados para compreender a atual situação de vulnerabilidade do Poder Judiciário e conhecer os principais protocolos de segurança adotados na proteção de magistrados.
As aulas práticas conduzem a turma para a identificação de situações de ameaças ou emboscadas e a realizar os procedimentos e as técnicas de autodefesa aprendidas. Também será possível aos juízes adotar estratégias preventivas no dia a dia, no trabalho e no meio virtual para evitar situações de perigo e atentados.
Integram o conteúdo do treinamento outros temas pertinentes, tais como: “Política Nacional de Segurança no Judiciário”; “Protocolos de segurança para magistrados”; “Inteligência no Judiciário”; “Defesa pessoal”; “Conduta da Autoridade Protegida”; Direção Defensiva e Evasiva (Exercícios Táticos de Direção) e “Práticas de tiro defensivo”.
INSTRUTORES
O quadro de instrutores é composto por Lidenberg Melo (graduado em Direito e policial civil, instrutor de armamento e tiro da Polícia Civil do DF); Marcelo Schettini (Especialista em recursos de defesa e secretário de Segurança do TRT 2ª Região –SP); Maurício Viegas Pinto (especialista em Inteligência Estratégica e em Segurança Internacional pela Universidad de Alicante-Espanha) e Hipólito Alves Cardozo (Especialista em Direito Administrativo/Gestão Pública com cursos em defesa pessoal, combatividade e formação de instrutor em armamento e tiro).
Também participam o tenente-coronel Alexandre Magno de Souza Nunes, (diretor de Segurança Institucional e membro efetivo da Comissão Permanente de Segurança Institucional do TJMA e membro da Câmara Técnica de Inteligência, do Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão); Washington Lima (Bombeiro Civil, educador físico e professor de defesa pessoal, faixa preta 3º DAN de Karatê); Jodson Diniz (Especialista em Ciências Penais, instrutor nacional e internacional de tonfa, bastão, arma branca e arma de fogo, professor de defesa pessoal) e Bruno Pimentel (bacharel em Ciências Militares, educador físico com participação em diversas missões de segurança e proteção de autoridades civis e militares, nacionais e estrangeiras).
 (Da Asscom/TJMA)
← Anterior Proxima → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online