"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

COMPRE JÁ

COMPRE JÁ

Confraternização da Amib

Confraternização da Amib

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

2

PF PRENDE PAI QUE PLANEJAVA ABUSAR DA FILHA QUANDO NASCESSE

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Operação Darknet foi deflagrada na Deep Web, que concentra conteúdo de usuários que buscam o anonimato, em uma ação inédita na América Latina

Durante a investigação da Operação Darknet contra divulgação de pornografia infantil, deflagrada pela Polícia Federal em 18 Estados, na última quarta-feira(15/10), um dos suspeitos presos planejava abusar da filha que ainda estava por nascer, segundo relataram os responsáveis pela investigação. Um ponto que chocou os investigadores foi a crueldade praticada pelo grupo. Na ação, 51 pessoas foram presas.
“Ele disse que iria abusar da própria filha, e no momento da prisão, ele reconheceu isso em frente da esposa e de toda a equipe, foi uma coisa muito chocante. O nível de crueldade do que aparecia nesses vídeos e nessas fotografias chocam qualquer cidadão, até policial que está acostumado com isso pode passar mal”, afirmou o superintendente da Polícia Federal do Rio Grande do Sul Sandro Carion.
A prisão deste indivíduo que relatava o abuso contra a filha ainda não nascida foi realizada antes da operação deflagrada, por conta do risco potencial de abuso. “Optamos por antecipar as prisões porque tínhamos informações de que tinham acesso a crianças e que iam consumar os atos”, relata o delegado.
Ao todo, seis crianças que sofriam ou que poderiam sofrer abusos foram resgatadas pela polícia. “Se o resultado da investigação tivesse sido apenas o resgate dessas crianças, já teria valido a pena”, diz Carion.
Entre os presos, estão servidores públicos, como um homem que trabalhava em uma Secretaria de Segurança, e um seminarista. "Pessoas de todas as classes sociais”, mas que tinham em comum um grande conhecimento de informática, completa a delegada Diana Kalazans.
Pela primeira vez no País foi deflagrada uma operação da Polícia Federal contra crimes relacionados com pedofilia realizada na Deep Web, uma espécie de submundo da internet. Operações semelhantes só tinham sido realizadas pelo FBI e pela polícia inglesa.
← Anterior Proxima → Página inicial

2 COMENTÁRIOS:

  1. Marginais menores e adultos passam a noite cometendo 'CRIMES",pelas ruas de Buriti-MA,comentendo assaltos,furtos,vendendo "DROGA" e fumando.Enquanto isto a Polícia Militar(policia ostencica) resposavel por 'RONDAS POLICIIAIS" e fazer abordagem em criminosos e conduzir para "DELEGACIA DE POLCIA CIVIL".Polícia Civil(policia investigativa),responsavel pela apuração de crimes e encaminhar os 'PROCEDIMENTOS PARA JUSTIÇA".Ministerio Público(fiscal da Lei e outras tribuições) representado pelo o inoperante Promotor de Justiça "CLODOALDO NASCIMENTO ARAUJO",que não fiscaliza nada e nem cumpre o seu dever funcional.O que é ridicúlo que os Políciais Militares e Civis sabem quem são os criminosos e não tomam nenhuma providencia.É BOM VIVER AQUI.

    ResponderExcluir
  2. A falta de providencias acerca da criminalidade em Buriti-MA,porque os Políciais Militares e Civis "SÃO POLITICOS". A Maioria dos criminosos que aterrorizam esta cidade são amigos ou votam no "EX-PREFEITO NENEN MOURÃO" ou no Prefeito "RAFAEL MESQUISTA BRASIL",em Buriti-MA,tudo pode.É BOM VIVER AQUI.

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online