"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

terça-feira, 26 de novembro de 2013

2

MINISTRA ELIANA CALMON PEDE APOSENTADORIA PARA CONCORRER AO SENADO

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


*Com informações do portal www.brasil247.com.br e da Agência Brasil

Ministra ganhou fama após de denunciar a existência dos “bandidos de toga” no Judiciário, em 2011, e desde então passou a contar com o clamor popular, sobretudo dos seus conterrâneos, para se candidatar a um cargo eletivo; Eliana deve acertar sua filiação ao PSB de Eduardo Campos e Marina Silva para disputar o Senado pela Bahia, em chapa encabeçada pela senadora Lídice da Mata, que será candidata a governadora; ida para política pode, contudo, prejudicar sua passagem pelo CNJ; posições tomadas com o véu da imparcialidade poderão cair no descrédito durante a luta política-eleitoral; Eliana tomou a decisão correta?
A ministra Eliana Calmon entrou com pedido de aposentadoria do Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta segunda-feira (25), um ano antes do prazo determinado, e deverá disputar a vaga da Bahia no Senado pelo PSB. Com uma passagem marcante pelo CNJ, quando alertou que era preciso ter cuidado com os "bandidos de toga", Calmon poderá ser acusada de ter usado sua passagem pela Justiça para se promover politicamente. Posições anteriores da ministra, com a imparcialidade que se espera de uma magistrada, poderão ser questionadas a partir de agora.
De acordo com a corte, a ministra baiana deve deixar o tribunal no dia 18 de dezembro. A ministra seria aposentada compulsoriamente em 5 de novembro de 2014, quando completará 70 anos de idade. Com sua saída será aberta vaga para juiz de Tribunal Regional Federal (TRF) na composição do STJ.
A ministra faz parte da Corte Especial e do Conselho de Administração do STJ. Ela atua na Segunda Turma e na Primeira Seção do Tribunal e é diretora-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo (Enfam).
Eliana Calmon ganhou notoriedade nacional quando disse que era preciso ter cuidado com os “bandidos de toga”. A declaração foi divulgada em entrevista em 2011, pouco antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir até onde o CNJ poderia ir na investigação de magistrados. Na época corregedora-geral de Justiça, Eliana foi criticada por grande parcela da magistratura nacional e, em especial, pelo então presidente do CNJ e do STF, Cezar Peluso, que classificou as declarações de "levianas".
Outro episódio polêmico relacionado a Eliana Calmon foi a decisão de investigar indícios de irregularidades no Tribunal de Justiça de São Paulo. Maior corte do país, por onde circulam cerca de 60% dos processos, o tribunal é conhecido pelo perfil conservador e avesso a interferências externas.

A carreira da ministra na magistratura teve início em 1979, como juíza federal na Bahia. Antes, foi procuradora da República em Pernambuco. A ministra também atuou como professora em faculdades de direito. Eliana Calmon foi a primeira mulher a ser ministra do STJ, onde começou a atuar em 1999. Ocupou interinamente a vice-presidência do STJ entre 2012 e 2013.
← Anterior Proxima → Página inicial

2 COMENTÁRIOS:

  1. A ex-Ministra 'ELIANA CALMON" deixou um marco de competencia,honestidade e goragem.Um exemplo que deveria ser serguido por muitos magistrados,mas eles se enveredam pelo o caminho da corupção como vimos recentemente em Buriti-MA, com uma conseção de uma limar expedida por um Juiz corupto chamado "SERGIO",para deixar outro ladrão no poder de nome "RAFAEL MESQUISTA BRASIL",na Prefeitura de Buriti-MA.A Ex-ministra quando esteve em frente do CNJ teve a coragem de dizer que a maioria dos Juízes Brasileiros eram bandidos togados.Esses caras "JUIZES" ãlém de ladrões são bestas se julgam os maximos,querem ser intogavéis,querem ser "DEUS",acham que estão acima da Lei,arogantes,porque todo pessoa arogante é imcompetente e usam da mesmapara cobri-la.Principalmente em cidades pequenas que a maioria do povo brasileiro são desenformados como vimos recentente as declarações infundadas do Juiz desta Comarca "MARIO HENRIQUE MESQUISTA REIS" chamando atenção dos buritienes como se fossem filhos dele por estarem querendo fazer uma manifestação justa para cobrar uma prolatação de Sentença.que é o dever dele Juiz,não ficamos devendo favor para esse Juíz despreparado para um cargo tão importante que é julgar e não usar para venditas pessoas com a sociedade Buritienses,esse cavalo batizado não respeitando o direito de manifestação pacifica dos buritienses,pois 'vivemos em um regime de Estado Democratico de Direito em nosso país "BRASIL".O Juiz' MARIO HENRIQUE MESQUISTA REIS' deveria era administrar o Forúm,desta comarca que estar abodonado e cuidado por pessoas imcompetentes como sua secretaria "MARIA DO SOCORRO LIMA" quer antes de receber uma petição já estar dando uma "SENTENÇA" voce vai perder ou vai ganhar,pelo o outro lado estar o Promotor "CLODOALDO NASCIMENTO ARAUJO" fazendo audiência sem a presença do Juiz,isso é ilegal e imoral.Esta é a reralidade da Juistiça Brasileira,inclusive aqui em nossa cidade de Buriti-MA,que o povo clama por Justiça.

    ResponderExcluir
  2. Aos audiencias irregulares que o Promotor de Justiça CLODOALDO NASCIMENTO ARAUJO,estar realizando no Forúm desta Comarca sem a presença do Juízo "MARIO HENRIQUE MESQUISTA REÍS", o fora da Lei "PROMOTOR CLODOALDO NASCIMENTO ARAUJO", Consta na iniicial,o seguinte teor,onde presente se achava o DR.MARIO HENRIQUE MESQUITA REIS",cometendo crime de fraude processual,se o Juiz estar ausente o Promotor diz que estar presente,só assina quando chega em Buriti,no dia que quer,Isso é a Justiça vagabunda que esse pais tem.Os operadores do Direito são os primeiros a cometerem crime,isso é "CRIME", acorda povo de Buriti-MA,não participe dessas audiencias ilegais e imoral.

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online