"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Charles Crispim na Balada Fight - Edição Tatto

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

0

ANATEL QUER ANTECIPAR MASSIFICAÇÃO DA INTERNET 3G E 4G NO PAÍS

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


* Extraído da folha.com
O presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), João Rezende, afirmou nesta segunda-feira (19) que está em estudo a antecipação de metas para a massificação da internet 3G e 4G no país.
Pelo cronograma original, a internet 3G chegaria a todo o país até 2017 e a 4G em 2019, afirmou.
"Se houver condições financeiras, nós vamos calcular o valor da faixa e veremos qual tipo de obrigação pode ser antecipada no leilão da faixa de 700 MHz [que servirá para a implantação do serviço de internet 4G]", disse em evento na Associação Comercial do Rio de Janeiro.
Segundo ele, a antecipação seria de um ou dois anos. Em uma previsão que chamou de "conservadora", o 3G iria para 2016 e o 4G --de alta velocidade, até dez vezes mais rápida que a 3G-- para 2018.
Rezende afirmou que o leilão dos 700 MHz deve ocorrer entre abril e maio do ano que vem. Há três meses, ele afirmou que ocorreria entre março e abril.
A primeira versão do edital, que irá para consulta pública, deve ser votada em dezembro, disse.
De acordo com o presidente da agência, entre as dificuldades para a antecipação está o custo de remanejamento de radiodifusores que estão na faixa de 700 MHz - eles fazem transmissão dos canais de TV aberta, os canais analógicos.
"Para levar o 4G para o máximo de cidades possíveis é preciso ter redes de fibra ótica de longa distância. A ideia é também usar os 700 MHz para melhorar o serviço."
Rezende afirmou que com o leilão da nova faixa há a meta de que 95% dos municípios brasileiros tenham fibra ótica. "Para termos um 4G de qualidade no interior do Brasil, é preciso ter rede de alta capacidade". Isso deve ser atingido até 2019, disse.
Desde 30 de abril, as seis cidades que foram sede da Copa das Confederações - Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza - oferecem o 4G em 50% da área urbana, percentual que irá para 80% até dezembro.
Em 1.500 municípios do país, ainda não há tecnologia 3G.
CRONOGRAMA
O presidente da Anatel apresentou o cronograma atual de implantação do 4G no país. Até 31 de dezembro os municípios sede ou subsede da Copa do Mundo de 2014 terão a tecnologia.
Até 31 de maio de 2014, é a vez das capitais de Estado, municípios com mais de 500 mil habitantes e o Distrito Federal. Em dezembro de 2015, são as cidades com mais de 200 mil habitantes e, em dezembro de 2016, com mais de 100 mil.

Por último, a tecnologia deve chegar nas cidades com entre 30 mil e 100 mil habitantes até dezembro de 2019.
O governo estuda desde o ano passado as possíveis maneiras de realocar os canais analógicos da faixa de frequência de 700 MHz para outra. Só depois de retirá-los, as teles poderão começar a oferecer serviço de internet banda larga.
← Anterior Proxima → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online