"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Charles Crispim na Balada Fight - Edição Tatto

sexta-feira, 17 de maio de 2013

0

ALUNO COM BOLSA FAMÍLIA PASSA MAIS DE SÉRIE, APONTA ESTUDO DO GOVERNO.

Compartilhe:

Print Friendly and PDF



*Por FÁBIO TAKAHASHI, do Jornal Folha de São Paulo.
Os adolescentes de famílias que recebem o Bolsa Família passam mais de série e abandonam menos a escola do que os demais alunos, segundo estudo apresentado nesta quinta-feira pelo Ministério do Desenvolvimento Social.
Já no ensino fundamental essas crianças têm uma taxa de aprovação levemente inferior à média nacional.
De acordo com os dados da pasta, tabulados a partir do Censo Escolar, os alunos do ensino médio beneficiários do programa tiveram uma taxa de aprovação de 80%, ante uma média de 75% no país, em 2011.
Esse indicador mede quantos alunos passaram de série (ou seja, não repetiram nem abandonaram a escola).
Já no ensino fundamental, a taxa de aprovação dos beneficiários foi levemente inferior que a média (84% e 86%, respectivamente). Considerando apenas o Norte e Nordeste, porém, essas crianças mais pobres passaram mais de série que as demais.
"Acho que nunca na historia do mundo a gente teve um indicador social em que as crianças mais pobres fossem melhores que a media nacional", afirmou a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, em fórum promovido pela Undime (entidade que representa os secretários municipais de Educação).
A ministra afirmou que ainda não há uma explicação definitiva para esses dados. Uma hipótese, afirma ela, é que o programa impõe uma frequência às aulas maior do que a legislação federal coloca para os demais alunos (85% contra 75%).
Mesmo a desvantagem dos alunos beneficiários, no ensino fundamental, é comemorada pela ministra. "Um pouquinho inferior significa que não tem diferença entre as crianças pobres e as outras. Sabemos que temos a melhorar, mas estamos no caminho certo."
A família beneficiária do Bolsa Família deve ter renda per capita de até R$ 140. A bolsa pode passar de R$ 300 mensais.
Considerando apenas as taxas de abandono, os beneficiários do programa apresentam desempenho melhor tanto no ensino fundamental quanto no médio.
Diretora executiva da ONG Todos pela Educação, Priscila Cruz afirma que os dados são "positivos e surpreendentes".
Cruz diz que, de fato, a exigência mais rigorosa de frequência pode ser uma das explicações para a situação. Com isso, afirma, diminui a reprovação por faltas. "Os alunos em geral faltam muito hoje no país."
← Anterior Proxima → Página inicial

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online