"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

COMPRE JÁ

COMPRE JÁ

Confraternização da Amib

Confraternização da Amib

domingo, 30 de outubro de 2011

1

PRESIDENTE LULA É DIAGNOSTICADO COM CÂNCER

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Lula foi diagnosticado com um tumor localizado de laringe (veja infográfico abaixo) depois de realizar exames neste sábado, 29, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele foi internado após reportar ao cardiologista Roberto Kalil que sentia dor na garganta e apresentava rouquidão. O médico o aconselhou, então, a ir ao hospital para ser examinado.
 Após avaliação multidisciplinar, foi definido tratamento inicial com quimioterapia. O boletim médico divulgado pelo hospital informa que Lula está bem e deverá realizar o tratamento em caráter ambulatorial. Isso significa que ele não precisa ficar internado durante o tratamento.
O ex-presidente foi submetido hoje a uma intervenção cirúrgica para a realização de uma biópsia do tumor encontrado em sua laringe. Identificado em estágio inicial, o tumor tem entre 2 e 3 centímetros e é considerado de tamanho médio. Lula passará por três ciclos de quimioterapia, começando o primeiro na segunda-feira, 31. Os ciclos ocorrerão em intervalos de 20 dias. O tratamento deve durar três meses.
A equipe médica que assiste o ex-presidente é coordenada pelos médicos Roberto Kalil Filho, Paulo Hoff, Artur Katz, Luiz Paulo Kowalski, Gilberto Castro e Rubens Neto. O oncologista Paulo Hoff afirmou que o prognóstico para o tipo de câncer apresentado por Lula é "muito bom".
O médico que deve administrar as sessões é o oncologista clínico Artur Katz. Após três ciclos de medicamentos, Lula passará por nova avaliação para saber se houve redução do tumor. Embora o câncer seja na garganta, Lula não terá a fala atingida durante o tratamento. As doses, no entanto, serão suficientes para causar a queda temporária de cabelos.
Notícia de câncer de Lula repercute na imprensa internacional
O diagnóstico do câncer do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva repercutiu na imprensa internacional neste domingo.
O jornal americano "The New York Times" publicou uma reportagem na qual afirma que o diagnóstico do câncer acontece em um momento em que o ex-presidente é visto como dominante na política brasileira.
"A revelação da sua condição acontece em um momento em que ele ainda é admirado aqui como o líder político contemporâneo mais dominante do Brasil", escreve o jornalista do "New York Times" Simon Romero, do Rio de Janeiro.
"Desde que deixou a presidência, Silva, um ex-líder sindical, manteve ampla influência na política brasileira. Ele viajou muito dentro do Brasil e no exterior, fazendo discursos por cachês altos, e na semana passada ele apareceu ao lado [da presidente Dilma] Rousseff na inauguração de uma ponte na cidade amazônica de Manaus."
O "New York Times" diz que a notícia sobre Lula mostra um "contraste grande" em relação à forma como o presidente venezuelano, Hugo Chávez, revelou seu câncer, em junho.
Enquanto o brasileiro optou por revelar rapidamente a doença, Chávez "surpreendeu os venezuelanos" ao anunciar que já havia sido submetido a uma cirurgia, segundo o "New York Times". O jornal também lembra que o venezuelano nunca revelou o tipo de câncer que teve.
Lula foi diagnosticado com câncer na laringe. A informação foi divulgada no sábado pelo hospital Sírio-Libanês, onde o ex-presidente fez exames após se queixar de dores na garganta. Ele começará quimioterapia na segunda-feira.
Uma reportagem do jornal argentino "La Nacion" afirma que o câncer do ex-presidente desperta incerteza entre os brasileiros sobre o futuro político de Lula.
"A inesperada notícia sobre a doença surpreendeu a todos os brasileiros e despertou uma grande incerteza sobre um eventual regresso de Lula à Presidência do Brasil, onde ele mantinha uma enorme influência política no atual governo", escreve o jornal argentino.
O "La Nacion" diz que o "carismático e popular" ex-presidente brasileiro terá pela frente uma "nova e inesperada batalha".
Já o jornal argentino "El Clarin" destacou que a notícia sobre a doença de Lula "surpreendeu os veículos brasileiros de imprensa", já que o ex-presidente havia anunciado que tinha começado a deixar de fumar cigarrilhas.
O "El Clarin" também destacou a repercussão da doença no Twitter, com várias mensagens de solidariedade acompanhadas das hashtags #vivalula e #forçalula.
O jornal espanhol "El País" disse que a notícia sobre Lula "correu como pólvora em todo o país".
Já o americano "The Wall Street Journal" destaca a importância "literal" da voz de Lula na política brasileira.
"Muito do sucesso de Lula se deve à sua voz. Como um país grande e recentemente industrializado sofrendo com uma ditadura militar, os sindicatos brasileiros estavam maduros para um rompimento nos anos 70", escrevem os jornalistas Matthew Cowley e Tom Murphy.
"No sentido literal, Lula, um ex-sindicalista, deu aos trabalhadores uma voz."
Em nota, presidenta Dilma Rousseff deseja rápida recuperação ao ex-presidente Lula
A presidenta Dilma Rousseff divulgou ontem (29) nota à imprensa em que deseja a “rápida recuperação do presidente Lula”. No texto, ela diz que como “Presidenta da República e ex-ministra do presidente Lula, mas, sobretudo, como sua amiga, companheira, irmã e admiradora” estará ao lado dele com apoio e amizade para acompanhar a superação de mais esse obstáculo.
Leia abaixo a nota oficial.
Em meu nome e de todos os integrantes do governo, junto-me neste momento ao carinho e à torcida de todo o povo brasileiro pela rápida recuperação do presidente Lula.
Graças aos exames preventivos, a descoberta do tumor foi feita em estágio que permite seu tratamento e cura. Como todos sabem, passei pelo mesmo tipo de tratamento, com a competente equipe médica do Hospital Sírio Libanês, que me levou à recuperação total. Tenho certeza de que acontecerá o mesmo com o presidente Lula.
O presidente Lula é um líder, um símbolo e um exemplo para todos nós. Tenho certeza de que, com sua força, determinação e capacidade de superação de adversidades de todo o tipo, vai vencer mais esse desafio. Contará também, para isso, com o apoio e a força de D.Mariza.
Como Presidenta da República e ex-ministra do presidente Lula, mas, sobretudo, como sua amiga, companheira, irmã e admiradora, estarei a seu lado com meu apoio e amizade para acompanhar a superação de mais esse obstáculo.
Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil
*Informações dos jornais Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, O globo, Jornal do Brasil on line e revista Veja.
← Anterior Proxima → Página inicial

1 COMENTÁRIOS:

  1. boa sorte LULA vc vai coseguir vencer esta batalha

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online