"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

 Republicanos (4), PSC (4), PL (2) e Patriotas (1) fazem a nova composição partidária da Casa do Povo

Estão definidos os 11 vereadores eleitos em Buriti-MA. Eles venceram o pleito desse domingo 15/11 e vão compor a Câmara Municipal pelos próximos quatro anos, a partir de 1º de janeiro, na legislatura de 2021 a 2025.

 Jorge do Sindicato (Republicanos) foi o mais bem votado, reeleito com 1.245 votos. Andrea Costa (Republicanos), Hélio Flora (PSC) e Didi do Mocambinho (Republicanos) conseguiram também ser reeleitos. Laudelino Mendes, que já teve mandatos de vereador, conseguiu retornar para Câmara em 2020. Os estreantes para Casa legislativa, 45,5% dos eleitos, foram seis: Professora Naires (PL), Toinho Francês (PSC), Reginaldo da Van (Republicanos), Ednaldo Freitas (PL), Matheus Lafaet (Patriotas). 

A composição partidária da Câmara ficou distribuída entre os partidos Republicanos - 4 vereadores, PSC - 4 vereadores, PL - 2 vereadores e Patriotas, com 1 vereador.  

Da atual legislatura (2017-2020) somente 36,4% dos vereadores foram mantidos para o quatriênio 2021-2024.

Buriti-MA possui  21.759 eleitores aptos a votar, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Como o número de eleitores é menor que 200 mil, não há segundo turno no município.

 

Veja a lista dos candidatos eleitos:

 

1.    JORGE DO SINDICATO (Republicanos) – 1.245 votos

2.    TOINHO FRANCES (PSC) – 788 votos

3.    HELIO FLORA (PSC) – 752 votos

4.    REGINALDO DA VAN (Republicanos) – 717 votos

5.    LAUDELINO (PSC) - 585 votos

6.    DJAILSON O VEIN (PSC) – 570 votos

7.    DIDI DO MOCAMBINHO (Republicanos) - 518 votos

8.    EDNALDO FREITAS (PL) - 513 votos

9.    ANDREA COSTA (Republicanos) - 465 votos

10. PROFESSORA NAÍRES (PL) - 369 votos

11. MATHEUS LAFAET (Patriotas) - 336 votos

 

Com uma diferença caindo voto a voto durante apuração, e de virada, Arnaldo Cardoso (PL) é eleito o novo prefeito de Buriti neste domingo 15/11. Ele obteve 48,02% dos votos contra 45,93% do atual prefeito Naldo Batista (PSC) numa das eleições mais acirrada da história de Buriti-MA. Em valores absolutos, Arnaldo obteve 7.861 votos e Naldo, 7.519, uma diferença de 342 votos. Fora da disputa polarizada, Evandro Mourão teve 570 votos (3,48%), Renato Barros, 246 (2,2%), Edivan do Belém 114 (0,70%) e Geraldinho, 59 (0,36%).

Totalizadas 100 por cento das seções eleitorais, a eleição em Buriti (MA) teve 16.369 (95,92%) votos computados em candidatos a prefeito , sendo 556 (3,26%)  votos nulos  e 141 (0,82%) votos brancos. Compareceram 17.066 eleitores (78,43%) e a abstenção foi de 4.693 votos ( 21,57%).

Natural de Buriti-MA,
JOSÉ ARNALDO ARAUJO CARDOSO, 45 anos, iniciou a carreira política em 2008, era suplente de vereador e assumiu a vaga deixada pela morte trágica do jovem eleito Mourão Neto. Em 2012, consegue ser reeleito vereador pela base governista do ex-prefeito Rafael Mesquita.  Em 2016, foi lançado candidato a prefeito de Buriti pelo então grupo do ex-prefeito Neném Mourão, mas ficou em segundo lugar, perdendo para o atual prefeito. Nesta eleição de 2020, consolidou seu grupo numa campanha marcada por desafios e acabou se elegendo prefeito da cidade de Buriti-MA numa disputa acirradíssima contra Naldo Batista (PSC) que amargava altos índices de rejeição, especialmente, na zona rural.



DO JORNAL A TARDE

No pleito deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou aplicativos e ferramentas para orientar e informar eleitores. Entre eles, os aplicativos ‘Resultados’ e ‘Boletim na Mão’ irão permitir o eleitor acompanhar e obter, em tempo real, os resultados das eleições de amanhã.

Com o aplicativo Resultados, os eleitores poderão acessar os resultados de qualquer município, de vereador e prefeito. Já o Boletim na Mão disponibilizará uma cópia digital dos resultados das seções eleitorais, possibilitando que o eleitor atue como um fiscal das ações durante o pleito

Os dois aplicativos podem ser instalados gratuitamente em qualquer dispositivo móvel, bastando apenas ter acesso às lojas Google Play e App Store.

App Resultados

Disponível para sistemas IOS e Android. Depois de instalado, basta adicionar uma unidade da Federação (UF), para localizar o estado, e depois o município que se quer saber o resultado. 

Boletim na mão

Disponível para sistemas IOS e Android. O aplicativo oferece cópia dos relatórios de votação. Trata-se de um documento que cada urna imprime após o fechamento das votações. Os eleitores poderão acessá-lo por meio de um QRCode e conferir os votos recebidos por cada candidato

Para baixar o aplicativo de acompanhar a apuração das eleições 2020 veja no link a abaixo

 

https://play.google.com/store/apps/details?id=br.jus.tse.resultados 

 Do jornal A Tarde

Antes de ir para o local de votação neste domingo 15/11 nada mais adequado do que saber o que pode e não pode no dia de eleição. A Resolução no 23.610/2019 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a Lei nº 9.504/1997 esclarecem as regras, e é bom se atentar. Há condutas que são passíveis de ser consideradas crimes eleitorais. Confira o que é permitido e o que não é. 

O que pode

  • Manifestações silenciosas de apoio a candidatos no dia da votação, como uso de bandeiras, broches, adesivos e camisetas com foto e número dos postulantes; 
  • “Cola” (lembrete) no momento de computar o voto.  
  • Propaganda que tenha sido divulgada na internet antes do dia da eleição. 
  • Aos fiscais partidários é permitido que, no dia da votação, constem o nome e a sigla do partido ou da coligação que fazem parte, mas é proibida a padronização do vestuário. 

 

O que não pode

 

  • Aglomerações de pessoas, manifestações coletivas e/ou ruidosa com vestuário padronizado ou instrumentos de propaganda;
  • Abordagens, aliciamento, utilização de métodos de persuasão ou convencimento; e distribuição de camisetas. Tais manifestações são proibidas com ou sem uso de veículos;
  • Qualquer tipo de propaganda de partidos ou de candidatos;
  • O uso de alto-falantes, amplificadores de som;
  • Comícios, carreatas e o uso de veículo com jingles;
  • Arregimentação de eleitores ou a propaganda de boca de urna;

 

  

Em uma megacarreata de encerramento da campanha da coligação UNIDOS POR BURITI, o candidato à reeleição para prefeito de Buriti (MA), Naldo Batista (PSC), demonstrou sua força política e consolidou seu favoritismo na disputa pelo comando do Palácio Bernardo Costa de Almeida (prefeitura municipal) para os próximos quatro anos (2021-2024), que ocorre amanhã, 15 de novembro. Naldo Batista conseguiu reunir milhares de pessoas e centenas de veículos (motos e carros) em uma carreata, neste sábado 14/11. Juntos com ele estavam lideranças políticas locais e regionais,  seu vice Antônio Flora e os candidatos a vereadores da coligação. 


A concentração da carreata a partir da Rua da Bandeira e, dali, o percurso foi em direção ao centro da cidade, passando pelo bairro Bacuri e finalizando na Praça da Rodoviária. Em todo o trajeto, os moradores recepcionaram o candidato com vibração. 

VEJA ABAIXO VÍDEOS DA CARREATA/PASSEATA:


IMAGENS DA PASSEATA/CARREATA



























































PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES