"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
Mostrando postagens com marcador Eleição 2020. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Eleição 2020. Mostrar todas as postagens


Em convenção partidária realizada no dia 5 de setembro, a coligação JUNTOS POR UM BURITI MELHOR, composta pelo Partido Liberal (PL-22) e Patriotas (Patri-51), oficializaram a candidatura de Arnaldo Cardoso à prefeitura de Buriti (MA). O candidato a vice-prefeito é JENILSON GOUVEIA (Patriotas), ex-secretário de administração o município. O evento foi realizado com a presença de filiados dos partidos e simpatizantes da coligação na Churrascaria Brasil, na Rua da Bandeiram centro da cidade.

Na ocasião, os partidos também anunciaram os nomes dos 32 pré-candidatos a vereadores que vão concorrer às eleições municipais rumo à Câmara Municipal Buritiense para a próxima legislatura 2021-2024.

A convenção oposicionista contou com a presença de três parlamentares federais, Júnior Lourenço, Josemar do Maranhãozinho e Pr. Gil, que em seus pronunciamentos declararam total apoio aos pré-candidatos da coligação e ao desenvolvimento do município de Buriti. Confirmaram que vão ajudar dupla Arnaldo Cardoso e Jenilson Gouveia a trazer de volta a dignidade do povo buritiense e corrigir  os erros cometidos pela atual gestão, em especial os da SAÚDE pública municipal, mas sem perder de vista às outras áreas que constituem pilares importantes de qualquer administração como: mais educação, mais segurança, mais saneamento básico, mais  políticas ambientais e mais desenvolvimento sustentável.

Os deputados veem na humildade e simplicidade de Arnaldo Cardoso e Jenilson Gouveia um compromisso de reestruturar o Buriti e recuperar a autoestima do povo buritiense e em suas falas ratificaram o compromisso de que lutarão Juntos Por Um Buriti Melhor.

MAIS IMAGENS DA CONVENÇÃO PARTIDÁRIA









































O partido REDE (18), presidente por Geraldo de Souza Freitas Filho, o Geraldinho, realiza no próximo domingo 13/9, a convenção para definir os nomes que irão para a disputa eleitoral em Buriti (MA). Geraldinho é o grande nome do partido para como pré-candidato a prefeito. 

O evento será às 15 horas na Avenida Juiz de Fora, 197, Centro da cidade.

 

Os partidos PSC, PC do B e Republicanos realizarão, no próximo sábado 12/9, a convenção para definir os nomes que irão para a disputa eleitoral em Buriti (MA). Naldo Batista busca sua reeleição e será pré-candidato pelo PSC. Segundo convite da coordenação da campanha, os deputados Aluísio Mendes (federal), Paulo Neto (estadual) e Fábio Macedo (estadual), além de outras lideranças, já confirmaram suas presenças. 

O evento será no Recanto do Talarico, centro da cidade, às 9h.


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) seguirá recomendação apresentada na noite dessa terça-feira 14/7 pelos infectologistas que prestam consultoria sanitária para as eleições municipais e vai excluir a necessidade de identificação biométrica no dia da votação.

A decisão foi tomada pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, após ouvir os médicos David Uip, do Hospital Sírio Libanês, Marília Santini, da Fundação Fiocruz, e Luís Fernando Aranha Camargo, do Hospital Albert Einstein, que integram o grupo que presta a consultoria.

Técnicos do Tribunal também participaram da primeira reunião da consultoria sanitária, que é prestada de forma gratuita e pretende estabelecer um protocolo de segurança, que deverá ser replicado em todas as seções eleitorais do Brasil.

Para decidir excluir a biometria, médicos e técnicos consideraram dois fatores: a identificação pela digital pode aumentar as possibilidades de infecção, já que o leitor não pode ser higienizado com frequência; e aumenta as aglomerações, uma vez que a votação com biometria é mais demorada do que a votação com assinatura no caderno de votações. Muitos eleitores têm dificuldade com a leitura das digitais, o que aumenta o risco de formar filas.

A questão deverá ser incluída nas resoluções das Eleições 2020 e levada a referendo do Plenário do TSE após o recesso do Judiciário.

Ficou definido também na reunião que a cartilha de recomendação sanitária para o dia da eleição levará em conta cuidados para: eleitores (com regras diferenciadas para os que têm necessidades especiais); mesários; fiscais de partido; higienização do espaço físico das seções; policiais militares e agentes de segurança; movimentação interna de servidores e colaboradores no TSE e Tribunais Regionais Eleitorais (TREs); populações indígenas/locais de difícil acesso; e população carcerária.

O grupo deve se reunir semanalmente para definir as regras e a cartilha de cuidados.

Durante a reunião, os três médicos afirmaram ter a avaliação de que, em novembro – quando ocorrerá a eleição –, a situação da pandemia estará em condição bastante inferior à registrada atualmente.

O objetivo do grupo será “proporcionar o mais alto grau de segurança possível para os eleitores, mesários e demais colaboradores da Justiça Eleitoral” por conta da pandemia da Covid-19.

O trabalho consistirá na avaliação de todos os riscos à saúde pública durante a votação, além do desenvolvimento e divulgação dos procedimentos e protocolos sanitários e ambientais a serem adotados.

O adiamento das eleições de outubro para novembro, aprovado pelo Congresso, foi defendido pelo TSE para atender às recomendações médicas e sanitárias de que postergar o pleito por algumas semanas seria mais seguro para eleitores e mesários. Conforme a emenda constitucional, o primeiro turno será no dia 15 de novembro, e o segundo turno no dia 29 de novembro.

DO TSE

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES