ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...
Mostrando postagens com marcador Buriti-MA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Buriti-MA. Mostrar todas as postagens

 Por Eudes Félix/ Jornal Fatos dos Municípios

O prefeito de Buriti (MA), Arnaldo Cardoso (PL), esteve presente na última quinta-feira 14/1, na sede da Federação dos municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) para participar da eleição para a escolha do novo presidente.

A disputa era entre o atual presidente Erlanio Xavier, PDT, prefeito de Igarapé Grande, e o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, Republicanos, e com 12 votos de diferença Herlânio Xavier se reelegeu para o biênio 2021 e 2022 numa disputa acirrada.


O prefeito Arnaldo chegou à FAMEM, na Grande Ilha, por volta das 15h, acompanhado do seu vice-prefeito Jenilson Gouveia, a Primeira Dama Luziene Cardoso, dos filhos menores Daniel e Cristina e, ao seu lado, a prefeita de Anapurus Vanderly Monteles que se reelegeu para governar por mais quatro anos.

O novo gestor de Buriti de Inácia Vaz se sentiu à vontade e trocou ideias com prefeitos de variadas regiões maranhenses ganhando experiências e fortalecendo conhecimentos enquanto aguardavam o resultado oficial da apuração dos votos que só foi divulgado às 18;36h com a vitória de Herlânio Xavier com vantagem de 12 votos válidos.

Logo em seguida, Arnaldo Cardoso falou à reportagem do jornal Fatos dos Municípios; “Quero parabenizar o presidente reeleito Erlânio Xavier, desejando-lhe boa sorte e espero que a luta municipalista continue unificado na defesa dos municípios do Maranhão”, enfatizou.


O prefeito Arnaldo Cardoso (PL), publicou nesta terça-feira 5/1 edital de convocação de servidores públicos efetivos e estáveis do município de Buriti para a realização de recadastramento funcional. A medida está em consonância com seu primeiro decreto municipal de 2021. 

O recadastramento será realizado no período de s6 a 13 de janeiro de 2021, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no Centro de Apoio Pedagógico - CAP, localizado na Avenida Coronel Lago Júnior, Centro de Buriti.

No ato do recadastramento o servidor deverá apresentar original e cópia dos seguintes documentos:

- Comprovante de residência atualizado 

- RG (Carteira de identidade)

- CPF

- Documento que contenha número do PIS/PASEP

- Título eleitoral

-  Certificado de Reservista (pessoa do sexo masculino)

- Foto 3x4

- Termo de Posse

- Decreto

- Contracheque (último)

- Portaria

-  Comprovante de escolaridade


Veja abaixo o  COMUNICADO de convocação já publicado por algumas secretarias do município.


    A nova logomarca do governo municipal, na gestão do prefeito Arnaldo Cardoso (PL), carrega a história de Buriti-MA, com o verde da parte inferior, representando a cana-de-açúcar; o azul, nossos pescadores; os buritizais, representando a origem do nome do município, por palavras de dona Arina Melo Dra Elza Magaldi Machado; o vermelho destacando o sangue ardente de nosso povo; e o sol trazendo a mensagem de renovação e esperança para todos que acreditam na frase, "O FUTURO SE CONSTRÓI COM AMOR E TRABALHO", que traduz o resultado de nossa determinação para a construção de um amanhã melhor. 
    A nova marca foi criação do designer gráfico Wilson Santos, 25 anos de idade, filho de Buriti. 
Foto/Divulgação

Confira a relação dos nomes indicados a secretarias e órgãos municipais

Tomaram posse na tarde dessa sexta-feira (1º), o prefeito eleito Arnaldo Cardoso (PL) e o vice Jenilson Gouveia (Patriotas) para um mandato de quatro anos à frente do Palácio Bernardo Costa de Almeida (Prefeitura Municipal). A cerimônia aconteceu no Centro de Apoio Pedagógico-CAP e contou com a presença de vereadores eleitos e apoiadores do prefeito eleito.

As solenidades oficiais começaram com a contemplação dos onze vereadores eleitos em 2020 logo cedo da manhã. Após a posse dos vereadores, foi realizada a eleição para a presidência da Câmara, com a eleição da vereadora professora Naíres (PL) para o cargo. Na parte da tarde teve uma missa em Ação de Graças na Igreja Matriz e, em sequência, no CAP, a posse do prefeito com juramento conduzida pela presidente Profa Naires e também hasteamento da Bandeira Municipal.

Na solenidade foram registrados parte dos secretariados municipais que formarão o mandato 2021-2024. Veja quem são os secretariados confirmados ao CORREIO BURITIENSE pela assessoria de gabinete:


1 - CHEFE DE GABINETE - Solange Machado

2 - ASSESSOR GERAL DO GABINETE EXECUTIVO - Francisco Luís (Prof. Lulu)

3- PROCURADORA GERAL DO MUNICÍPIO – Dra Francilvânia

4 - SECRETÁRIA DE SAÚDE (Semus) - Sherlyane Machado De Oliveira Fonteles (Shirly Gouveia)

Secret. Adjunto - Lucas Machado;  

5 - SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS - Cristina Cardoso

Secret. Adjunto – Jean Freitas;

6- SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO (Semed) – Profa Gabriela Chaves; Secret. Adjunta - Edilene Lafaete (ex-vereadora);

7 - SECRETÁRIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - Luziene Cardoso, Secret. Adjunto - Ana Lúcia Frazão (a confirmar)

8 - SECRETÁRIO DE TRANSPORTE - José Dionísio (ex-vereador), Secret. Adjunto – Antonio Gomes da Silva (Toinho do ônibus)

9 - SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE - Professor Antônio Luís Bastos Nunes

Secret. Adjunto - Clóvis Nunes Bastos

10 - SECRETÁRIO DE ESPORTE - Francisco Romualdo

Secret. Adjunto José Carlos (Carlinhos da Zeneide)


11 - SECRETÁRIO DE AGRICULTURA - Adhemar Lago

Secret. Adjunto – Bernardo Vidal

12 - SECRETÁRIO DE OBRAS - Francisco das Chagas, popular Rosim (ex-vereador)

Secret. Adjunto – Júnior Frazão

13 - SECRETÁRIO DE CULTURA - Jeferson Rocha (Gercinnho)

Secret. Adjunto – Ana Suzane

14- COORDENADORA PEDAGÓGICA GERAL – Ana Baldez

 Ainda há outros cargos municipais em disputa para acomodar aliados e colaboradores. 

Imagens da missa e  cerimônia de posse














Municípios, como Buriti-MA, podem não receber recursos adicionais se regras não forem aprovadas

*Publicado originalmente no site da FOLHA DE SÃO PAULO

A pouco mais de duas semanas do início do recesso parlamentar, a regulamentação do novo Fundeb ainda não foi aprovada, o que pode levar 1.500 cidades a perderem R$ 3 bilhões para aplicar em educação em 2021.

Principal mecanismo de financiamento da educação básica, o Fundeb teve seu formato renovado pelo Congresso neste ano, com previsão de aumento de recursos e novas regras de distribuição para as redes de ensino estaduais e municipais.

Mas, para entrar em funcionamento, o novo texto depende de regulamentação —que precisa ser aprovada pela Câmara dos Deputados, Senado e, depois, seguir para homologação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

 Buriti (MA), a cidade com a menor verba de educação

Buriti (MA) dispõe do equivalente a R$ 246,66 por mês por aluno para todas as contas da educação. Apenas 2% dos alunos da cidade chegam ao 9º ano com aprendizado adequado em matemática. Avener Prado/Folhapress




O novo formato do Fundeb prevê que municípios mais pobres recebam 10,5 pontos percentuais de aporte adicional em relação aos demais. Segundo cálculos do Todos pela Educação, esse novo mecanismo garantiria R$ 3 bilhões a mais em 2021 para as 1.500 cidades mais pobres.

“São recursos que os municípios poderiam usar para preparar suas escolas para volta às aulas presenciais no próximo ano, garantir mais suporte pedagógico aos alunos depois de tanto tempo sem aula”, diz Lucas Hoogerbrugge, líder de relações governamentais do Todos pela Educação.

Deputados da bancada da educação avaliam que o projeto precisa seguir para votação no máximo até o fim desta semana para que as novas regras do Fundeb passem a valer no próximo ano e as redes de ensino já passem a receber o montante maior de recursos previstos.

No entanto, até esta segunda (7) a pauta da Câmara dos Deputados ainda estava travada com a discussão do projeto de lei que estimula a cabotagem —navegação comercial ao longo da costa brasileira— que foi enviado pelo governo federal com urgência constitucional. O mecanismo impede que outros projetos sejam levados a votação até a definição sobre o assunto.

O relator do projeto da regulamentação na Câmara, deputado Felipe Rigoni (PSB-ES), diz ter conversado com o presidente Rodrigo Maia (DEM) que prometeu esforços para incluir a votação do Fundeb nos próximos dias.

“Ele assumiu esse compromisso de não deixar o Fundeb de fora depois de tantos esforços que fizemos ao longo do ano”, disse Rigoni.

Caso o Congresso não consiga votar a regulamentação, caberia ao governo Bolsonaro enviar uma MP (medida provisória), o que preocupa prefeitos, governadores, gestores educacionais e deputados. Uma possível MP, que entra em vigor imediatamente, pode impor propostas do governo, o que o Congresso e especialista querem evitar.

O MEC (Ministério da Educação) se envolveu pouco no debate sobre o Fundeb, mas tentou acrescentar artigos considerados bastante negativos para as redes de ensino. Um deles foi a tentativa de vincular o reajuste do piso salarial dos professores à inflação, o que elimina o ganho real garantido pela lei atual.

Outra proposta do governo que também os preocupa é a de permitir que escolas privadas sem fins lucrativos recebam verbas do Fundeb. A proposta vai ao encontro da pressão de entidades religiosas e filantrópicas e conta com apoio de Bolsonaro e do ministro da Educação, Milton Ribeiro.

“Se a regulamentação for por MP, há a preocupação de que pode vir qualquer tipo de proposta, de um governo que pouco se envolveu na discussão do Fundeb em todos esses meses. Será preocupante dar tanta discricionariedade ao governo em tema tão importante ao país”, diz Hoogerbrugge

 

 

 

 

 


O candidato a prefeito de Buriti EDIVAN DO BELÉM (PT), ao lado do presidente municipal do PT, Aliandro Borges, fez contato direto com os eleitores em caminhada no bairro Bacuri, na manhã do sábado 24/10. Enquanto sua equipe de campanha, chamada Brigada do 13, e apoiadores faziam a panfletagem nas ruas e casas, EDIVAN caminhava falando, acenando e ouvindo os moradores do bairro, apresentando os seus projetos de governo. A receptividade à candidatura do petista EDIVAN no bairro foi muito boa. Logo em seguida ele participou de uma entrevista ao vivo na Rádio Top FM, em programa do repórter Márcio Cardoso, onde falou um pouco da sua história de luta e destacou vários pontos das suas propostas de governo.

IMAGENS DA CAMINHADA NO BAIRRO BACURI





IMAGENS  DO ESTÚDIO DA RÁDIO TOP FM DURANTE ENTREVISTA








Odonto Company Buriti - Rua da Bandeira, nº 25, salas 10 e 11, Centro.

BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES