"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

 

Imagem: Divulgação

A Renault, a renomada montadora francesa, tem trabalhado em uma série de novos modelos a fim de estabelecer uma posição sólida em mercados em desenvolvimento. O Renault Kwid é deles, sendo um crossover básico produzido primeiramente ao mercado indiano, mas que depois tomou a América Latina e outros mercados emergentes, como a Rússia.

 

Desenvolvido sob o código de carroceria BBA, o Kwid é o primeiro carro a ser baseado na nova plataforma CMF-A desenvolvida em conjunto pela Renault e Nissan. É um pouco mais longo, mas mais estreito do que o menor veículo convencional da Renault, o Twingo com uma posição sentada elevada e uma altura de passeio de 180 mm (7,1 pol.). A versão de produção foi lançada em maio de 2015.

 

Uma versão brasileira revisada foi colocada em produção em 2017. O Kwid foi elaborado por uma equipe de engenheiros liderados por Gérard Detourbet, um engenheiro sênior e ex-matemático descrito como "uma inovação por minuto" que liderou a equipe de desenvolvimento da primeira geração do Logan.

 

 Lançamento do Kwid no mercado brasileiro

Em 2017, uma versão fortemente revisada do Kwid iniciou a produção na fábrica da Renault do Brasil da Renault no Brasil. Para atender às regulamentações brasileiras mais rígidas, a versão localizada conta com diversos reforços estruturais e quatro airbags de série, o que fez com que seu peso subisse 88 kg em relação à versão indiana. Esta versão oferece apenas um motor a gasolina de três em linha de 1.0 litro. Também foi introduzido no mercado mexicano em maio de 2019.

 

Design inteligente

O KWID é uma combinação perfeita de aparência excelente e design inteligente. O design semelhante ao de um SUV, juntamente com as qualidades premium do hatch, torna-o uma oferta única para o segmento de carros compactos da Índia. O KWID tem 3,58 metros de comprimento, 1,58 metros de largura e uma altura ao solo de 180 mm, o que se traduz em um veículo de design inteligente que pode ser manobrado ao longo do tráfego urbano com bastante facilidade.

 

Interiores modernos e intuitivos

As linhas horizontais e organizadas do painel, juntamente com os acabamentos sutilmente projetados, dão a impressão e sensação de segmentos de alta qualidade. O instrumento digital e as saídas de CA com detalhes cromados parecem sofisticados, enquanto o sistema multimídia centralmente localizado completa a transmissão.

 

Rico em recursos e bem equipado

Um console central em preto piano inteligentemente esculpido abriga o sistema de navegação multimídia que vem com tela de 7 polegadas, que é a primeira no segmento. Além disso, o Media-Nav vem equipado com tecnologia Bluetooth e telefonia mãos-livres.

 

Espaço e conforto

A arquitetura inteligente do carro permitiu que o carro construísse um espaço de cabine perfeitamente confortável dentro de sua carroceria de 3,68 m de comprimento. Na frente, os bancos do motorista e dos passageiros são generosamente espaçados, enquanto os bancos traseiros podem acomodar confortavelmente três pessoas de tamanho médio. A bota amplamente espaçada oferece o melhor em capacidade de classe.

 

Motor e Transmissão

O Kwid terá um motor de 800 cc de quatro válvulas por cilindro. Somando-se a isso, a empresa também pode apresentar um motor a gasolina mais potente de 1.0 litro. O veículo também receberá uma caixa de velocidades AMT (Automated Manual Transmission).

 

Segurança

Em testes realizados em 2016, o Kwid obteve uma classificação de 0 estrelas da agência britânica Global NCAP, uma classificação também alcançada por muitos concorrentes de nível de entrada no mercado emergente. O Kwid também foi criticado por ser um modelo sem airbags de série. A Renault e outros fabricantes de automóveis fizeram objeções ao Global NCAP por sua metodologia e por ignorar os próprios critérios de segurança, mas adaptaram o carro para o mercado brasileiro, de modo a agradar os consumidores mais criteriosos.

 

Características

O Kwid mede apenas 3,98 metros de comprimento, o que o torna mais longo que o novo hatch Twingo de 3,59 m, mas mais curto que o Captur de 4,12 m. Mas, a 1,64m, o Twingo tem 1,58m Kwid de largura. As dimensões internas permitem o melhor espaço para passageiros e carga do segmento. A Renault usa no Kwid minúsculo motor de 0,8 litro e um manual de cinco marchas para o Kwid.

 

Nova geração do Kwid para 2021

Por dentro, o Kwid parece muito mais fresco. Há um novo volante, um novo painel de instrumentos digital e, o mais importante, um grande sistema de infoentretenimento com tela sensível ao toque. O novo sistema usa a última geração do sistema operacional MediaNav da Renaultcom Android Auto e Apple CarPlay. A tela de 8,0 polegadas é definitivamente desproporcional à cabine, embora eu ache que é uma ilusão de ótica bacana. Você passa a maior parte do tempo no carro olhando para essa tela grande realmente premium e pode esquecer que está sentado em uma escotilha de entrada.

 

Há novas capas de bancos também, que animam os interiores, embora os plásticos ainda pareçam inferiores. Todo o resto é mais ou menos igual, sob o capô os clientes podem escolher entre um motor de 800 cc e 1,0 litro.

 

O Renault Kwid definitivamente deixou uma impressão duradoura nas mentes dos consumidores. A empresa já vendeu mais de 3,50.000 unidades do Kwid. Para atrair seu público e intimidar seus rivais, o Renault Kwid tem um design totalmente moderno, opções de motor frugais, muitos recursos e um preço acessível. No entanto, a fim de combater os números de vendas em queda, a Renault introduziu um nível de acabamento mais acessível na gama de 1.0 litro Renault Kwid - RXL.

 

O novo acabamento RXL está disponível com opções manuais e AMT, ao sentar-se abaixo do acabamento RXT Opt na hierarquia. Embora existam algumas opções que não estão disponíveis na guarnição RXL, existem algumas conveniências também. Os destaques do Renault Kwid RXL 1.0 no exterior incluem luzes diurnas e gráficos de design. Entre e a maior mudança em relação à versão superior RXT Opt é a falta do sistema de infoentretenimento com tela sensível ao toque, câmera de ré, controles montados na direção e capa de assento de alta qualidade.

 

Especificações técnicas do Kwid

 

Motor - 1.0 litro 3 cilindros

Potência da gasolina - 66 bhp @ 5.500 rpm

Torque máximo - 91 Nm @ 4.250 rpm

Caixa de câmbio - MT de 5 velocidades

LxWxH (mm) - 3.731x1.579x1.474

Distância entre eixos (mm) - 2.422

Espaço de bagageiro - 279 litros

 

 Gostou destas informações sobre o Kwid? Compartilhe este post em suas redes sociais!

Iniciativa, que será lançada nesta terça (29), busca conscientizar os eleitores sobre o seu papel na divulgação de informações verdadeiras durante o pleito

A nova campanha do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a desinformação, “#EuVotoSemFake”, espera falar diretamente com o eleitor. A iniciativa, que será lançada nesta terça-feira 29/9, busca conscientizar os eleitores sobre o papel que eles têm na divulgação de informações verdadeiras durante as Eleições Municipais 2020 e sobre como podem se juntar à Justiça Eleitoral no combate à desinformação.

Veja a matéria da TV TSE sobre a campanha #EuVotoSemFake.

Segundo Thiago Rondon, coordenador digital de Combate à Desinformação do TSE, o principal objetivo da campanha é passar informações precisas sobre o processo eleitoral, como os cuidados sanitários para a realização do voto no dia das eleições, o funcionamento do fluxo de votação e as orientações para os eleitores em relação à apresentação de documentos, entre outras. “Tendo acesso à informação verdadeira, a população fica mais tranquila para votar e mais preparada para combater as chamadas fake news”, destaca.

As principais recomendações da campanha aos eleitores são: sigam os canais oficiais do TSE e do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de seu estado; e baixem os aplicativos do TSE, como o e-Título – a versão digital do título de eleitor –, o Mesário – usado para treinar e auxiliar os mesários antes e durante as eleições – e o Pardal – criado para receber denúncias da sociedade sobre irregularidades em campanhas eleitorais.

Outro importante aliado na campanha será o assistente virtual via WhatsApp que o Tribunal lançará em breve para esclarecer diversas questões sobre o processo eleitoral. “A desinformação vem sendo acelerada pelo uso da tecnologia digital, e seu combate é uma prioridade do TSE. Com mais instrumentos, chegaremos a um maior número de pessoas. Nossa intenção é que os eleitores possam exercer sua liberdade de voto sem desinformação”, ressalta Thiago.

Compromisso do TSE

Thiago Rondon conta que, por meio dos aplicativos e dos canais sociais do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais, também serão transmitidas informações da Justiça Eleitoral. “Cada eleitor pode colaborar, compartilhando em seus grupos de família e de amigos, informações do Tribunal sobre as Eleições 2020. O eleitor deve também ficar atento para não passar para frente notícias falsas. Para isso, é preciso prestar bastante atenção às informações que chegam até ele. Ao receber uma notícia muito urgente ou sensacionalista, é melhor pensar duas vezes antes de replicar. Checar antes de passar para frente é o melhor caminho”, recomenda Thiago.

O combate à desinformação é um dos compromissos da gestão do presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, que enfatiza a missão da Justiça Eleitoral em assegurar a democracia brasileira e a preocupação da Corte com campanhas de desinformação, de difamação e de ódio na internet.

Para o ministro, “as mídias sociais, as plataformas de internet, os veículos de imprensa e a própria sociedade são os principais atores no enfrentamento da desinformação”, uma vez que, segundo sua avaliação, a Justiça Eleitoral tem papel importante, porém residual, no enfrentamento das fake news, pois o Judiciário não tem nenhuma intenção de se tornar censor da liberdade de expressão das pessoas.

Programa de Enfrentamento à Desinformação

Voltado ao processo eleitoral deste ano, o TSE mantém, desde agosto de 2019, o Programa de Enfrentamento à Desinformação com Foco nas Eleições 2020. A iniciativa conta com a parceria de 52 instituições – entre partidos políticos, entidades públicas e privadas, associações de imprensa, plataformas de mídias sociais, serviços de mensagens e agências de checagem –, que se comprometeram a trabalhar com a Justiça Eleitoral para minimizar os efeitos negativos provocados pela desinformação no processo eleitoral brasileiro.

A Corte Eleitoral também mantém uma página específica na internet com diversos conteúdos sobre o tema. No site Desinformação, é possível encontrar esclarecimentos sobre informações falsas divulgadas durante as eleições envolvendo a Justiça Eleitoral, a urna eletrônica e o voto. O cidadão também tem acesso a uma série de vídeos explicativos produzidos pelo Núcleo de Rádio e TV da Assessoria de Comunicação do Tribunal.

De acordo com Thiago, o TSE está observando e monitorando atentamente todos os aprendizados, a cada campanha e a cada eleição, para que a Justiça Eleitoral seja fortalecida e o combate à desinformação seja feito de forma cada vez mais estruturada.

 Da Assessoria de Comunicação 

 

Tendo atingido um pico mais de 600 milhões de participantes em uma única semana no segundo trimestre do ano e registrado cerca de 3 milhões de novos usuários em abril, o Google Meet, solução de videoconferência da Gigante das Buscas, se tornou uma ferramenta presente no dia a dia de muita gente – e, agora, a companhia decidiu ampliar o prazo de reuniões sem limite de tempo (inclusive para a versão gratuita) até 31 de março de 2021 – inicialmente previsto para ser encerrado amanhã.

Segundo a empresa, o foco é continuar ajudando todos a se manterem conectados, principalmente neste período de distanciamento social por conta da covid-19. "Não importa que tipo de reunião você está tendo, acreditamos que as pessoas devem ser capazes de usar os melhores serviços possíveis para se conectar, a qualquer hora e em qualquer lugar", afirma Javier Soltero, vice-presidente e diretor geral do G Suite.

Novas funcionalidades

Qualquer um que possua uma conta pessoal do Gmail pode contar com o recurso – disponibilizado em abril para todos os usuários e permitindo até 100 participantes simultaneamente na versão gratuita

Além disso, nas últimas semanas, foram disponibilizadas novidades para melhorar a experiência de uso, como transmissão das videochamadas pela TV usando o Chromecast; opção de fundo desfocado; uso do quadro branco para apresentações colaborativas; e aumento do número máximo de participantes visíveis no modo mosaico (até 49).

"Esperamos que essas atualizações ajudem nossos usuários a fazer mais, independentemente de onde estiverem", finaliza Soltero.

  No total, desde o início da pandemia o município registrou 699 pessoas infectadas, com 681 já recuperadas, e atingiu 51 localidades interioranas, além da sede municipal.

O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde – Semus nesta segunda-feira 28/9 registrou o menor nível de pacientes ativos com a covid-19 desde que a pandemia atingiu o município.  Apenas duas pessoas, uma em tratamento hospitalar e outra, em domicílio, estão hoje com a doença. Nenhum caso novo foi contabilizado nas últimas 24 horas. Em paralelo, uma nova recuperação foi anotada e total de curados chegou a 681 pacientes, o que representa 97,4% do total de infectados com o coronavírus, que é de 699 pessoas. Infelizmente, 16 foram a óbito, o que representa cerca de 2,3% dos casos.

As notificações ao sistema de saúde somam 1329, com 628 descartados e dois casos suspeitos sob investigação, além dos 699 confirmados.

DISTRIBUIÇÃO DA DOENÇA NAS ÁREAS MUNICIPAIS

As localidades já notificadas com diagnósticos positivos de Covid-19 incluem o Centro, os bairros Santo Antônio, João Roberto, Bacuri e Alto da Moderação, e os povoados (51) Areia dos Brancos, Areia, Bacuri do Nestor, Baixa do Jatobá, Baixinha, Bananal, Barra Nova, Barro Branco, Barra do Domiciano, Bica, Boca da Mata, Bom Jesus, Brejão, Brejinho II, Buenos Aires, Cabeça do Cavalo, Cabeceiras, Campestre, Campo Comprido, Canto do Angico, Caraíbas II, Cipó, Conceição, Conceição II, Crioli, Fazenda Nova, Fazenda São Bernardo, Gamelos, Ingá, Laranjeiras, Macajuba, Matinha, Mocambinho, Mundo Novo, Olho D’Água, Pé da Ladeira, Pimenta, Pintadas, Poço do Cajueiro, Riacho Seco, Rio Preto, Santa Luzia, Santa Rosa, São Francisco, Saquinho, Sapucaia, Sítio dos Barros, Titaras, Urucuzeiro, Varginha e Vila Pitombeira.

 

 O Partido da Social Democracia Brasileira - PSDB, em Anapurus, entrou no último  dia 27 de setembro com uma representação ELEITORAL POR PRÁTICA DE PROPAGANDA ELEITORAL EXTEMPORÂNEA  contra o Partido Comunista do Brasil (PCdoB),  representado pela sua presidente Vanderly Monteles, prefeita do município que concorre à reeleição, contra o partido REPUBLICANOS, representado por seu presidente Ivanildo Monteles, esposo da prefeita, e contra Maria Lucia Salutino Sousa, atual vice-prefeita e pré-candidata ao mesmo cargo. 

Na representação, o PSDB acusa os representados de convidaram, por meio de carros de som PAREDÃO DE SOM SEMELHANTE A MINITRIO, toda a população anapuruense para a Convenção Partidária de escolha dos candidatos às Eleições de 2020, que foi realizada no dia 19 de setembro de 2020, das 09 às 17h, na quadra poliesportiva Lindosvaldo Sá. 


 Num vídeo apresentado,  fica evidenciado o anúncio do evento intrapartidário pelo paredão de som semelhante a minitrio, o que caracterizaria a propaganda extemporânea realizada pelos representados e, também, comprova que o veículo circulou pela cidade, reproduzindo os seguintes dizeres:  “[...] É hoje, é hoje, das 9hs às 17 hs, e você é o nosso convidado especial para esse grande evento a maior convenção da história de Anapurus, e os partidos Movimento 65 e Republicanos convida você filiados e não filiados correligionários e o povo em geral, para esse grande evento. É hoje, então tá todo mundo convidado para este grande...” .



O advogado eleitoralista do PSDB,  Ormanne Fortes,  explica que os representados “divulgaram o número 65 com exagerada exposição igualmente numa campanha eleitoral, usando palavras mágicas ‘Movimento 65’, número  que, inevitavelmente, será a marca da caminhada da pré-candidata, mesmo porque na hora de votar a urna eletrônica reconhece é o voto pelo número, por exemplo, o propalado mote ‘é 65’.” 

“O vídeo mostra que o locutor não faz referência ao número 10 do partido republicanos, visto que a intenção foi de divulgar o apenas número 65, pelo qual a terceira e a quarta representadas concorrem.”, completou o advogado eleitoralista.

“Constata-se, de fato, o evento teve êxito em aglomeração de pessoas não filiadas em razão se realizado da forma anunciada no Facebook e principalmente pelo carro de som, uma vez que o carro de som que propalou um convite à população e não o edital de convocação aos filiados, logo percebe-se a existência de propaganda eleitoral extemporânea, pois, a propaganda por imperativo da lei deveria ter sido dirigida tão somente a um grupo específico de eleitores, com visibilidade interna, em aconchego partidário ou “intramuros”,  mesmo porque a Lei das Eleições (LE, art. 36, § 1º) é taxativa ao  prevê que na quinzena anterior à convenção partidária, é permitida a realização da propaganda com a finalidade de convencer os demais filiados.”, aponta a Representação.   

“Afinal, o carro percorreu a cidade inteira convidando à população o número das representadas pré-candidatas, meio pelo qual teve objetivo de promover e atrair adeptos e por conseguintes votos. É forçoso constatar que a utilização de carro de som convidando toda a população à convenção partidária das agremiações representadas, o que, por si só, é irregular, uma vez que estes são proibidos como forma autônoma de propaganda, sendo facultada a sua utilização somente durante a realização de carreatas, caminhadas e passeatas ou durante a realização de reuniões ou comícios, mantidas as restrições quanto ao horário e à distância de órgãos públicos, hospitais e escolas, quando em funcionamento (§ 3º do art. 15 da Resolução TSE nº 23.610/2019).]”, continua.

É desta observação que a representação do PSDB  mostra ter confirmado que a convenção partidária foi precedida de uma carreata e passeata saindo da casa da primeira representada Wanderly Monteles, daí depreende - se uma série de irregularidades que demonstram, por certo, que o evento teria sido todo arquitetado com o fim de se antecipar a campanha eleitoral. 

Inúmeras pessoas compareceram presencialmente à Convenção e tiveram amplo acesso à propaganda que estava sendo veiculada no local, as quais deveriam se destinar, nos termos da legislação vigente, aos convencionais. Vale ressaltar que o conteúdo veiculado na Convenção, logicamente, também não se restringiu aos munícipes presentes, já que foi divulgada pelo facebook de blog local. Logo, conclui o autor da peça,  “claríssimo, ficou que a veiculação transbordou os contornos previstos em lei, ou seja, a  propaganda não teve como destinatário final o filiado da agremiação partidária e sim a população em geral, o verdade pela legislação eleitoral, e por lógica gerou proveito por ocasião do início da disputa eleitoral, criando, entre os eleitores, a sensação de que já se conhece a candidata e o número pela qual concorrerá, facilitando a assimilação de suas propostas, e, por conseguinte, desequilibrando a disputa e ferindo o princípio da isonomia, que orienta todo o processo eleitoral. Com toda essa exposição caracterizada de forma escancarada a prática de propaganda eleitoral extemporânea pelos representados, surgiu a necessidade de ajuizamento e a procedência da reclamação eleitoral.”   

Aos representados cabe, nos termos do § 5º do artigo 96 da Lei nº 9.504/97, apresentar defesa no prazo legal. Se comprovados os fatos, pode ser imposta multa aos demandados, tudo nos termos do § 3º do artigo 36 da Lei nº 9.504/97 que diz: “A violação do disposto neste artigo sujeitará o responsável pela divulgação da propaganda e, quando comprovado o seu prévio conhecimento, o beneficiário à multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais), ou ao equivalente ao custo da propaganda, se este for maior”.

Somada aos quatro representados, a possível multa requerida poderá ser no valor total entre R$ 20.000,00 (vinte mil reais) e R$ 100.000,00 (cem mil reais).

 Todo material deve estar entregue até o dia 30/09

A 1ª carreta de 6 enviadas ao Maranhão com equipamentos de proteção individual destinados a quem trabalhará nas eleições 2020 chegou na manhã deste domingo, 27 de setembro, e foi recepcionada na sede do 24º Batalhão de Infantaria de Selva pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Tyrone Silva, e pelo diretor-geral Gustavo Vilas Boas.

No total, 2.940 caixas de álcool em gel de 400 gramas estavam neste primeiro veículo que partiu da cidade de Piracicaba, interior de São Paulo, no dia 21 de setembro e, ao chegar no posto fiscal de São Luís, não pagou nenhum imposto sobre circulação de mercadorias porque o Governo do Estado, através da Medida Provisória 326/2020, isentou o material de recolhimento por se tratar de doação à Justiça Eleitoral.

Por iniciativa do desembargador Tyrone Silva, o 24º BIS é quem irá armazenar e ajudar na distribuição destes EPIs doados. A solicitação foi feita ao comandante da unidade, coronel Sousa Filho, que entendeu a importância que o gesto significaria para o fortalecimento da democracia, visto que se trata de uma parceria entre órgãos que zelam pelo país.

“De fato, foi uma ideia brilhante do nosso TRE, dos nossos assessores, inclusive, contar com essa parceria do Exército. Mantivemos contato com o comandante que, prontamente, nos atendeu e se colocou à disposição. Portanto, estamos aqui bastante satisfeitos com essa parceria da Justiça Eleitoral com o Exército brasileiro, que mostra mais uma vez esse espírito democrático que tem as forças armadas e eu vim aqui pessoalmente agradecer pela colaboração”, disse o presidente.

Também acompanharam a chegada os secretários Débora Veras (Administração e Finanças) e Guilberth Garcês (Gestão de Pessoas), os assessores Clédina Lobato (especial da Presidência) e Danielle Cavaignac (Comunicação), os chefes Luciana Linard (gabinete do presidente), Marlene (Gestão do Patrimônio) e Helena (Gestão de Almoxarifado) e o servidor Tales Caminha (Manutenção Predial), entre outros.

Descarregamento e armazenagem

Cerca de 70 homens do 24º BIS, comandados pelo major Stênio Ribeiro, e mais 7 terceirizados que trabalham nas seções de Gestão de Patrimônio e de Almoxarifado do TRE-MA descarregaram as caixas, alocando-as na quadra de esportes do Batalhão, de onde serão distribuídas às 105 zonas eleitorais do Maranhão junto com os demais equipamentos que devem chegar até o dia 30/09.

No total, o Regional está recebendo doações de 65.621 protetores faciais, 241.262 máscaras, 64.981 frascos de álcool em gel 70% de 200 ml, 62.877 frascos de álcool em gel 70% de 500 ml, 14.283 frascos de álcool sanitizante 70% de 400 ml, 27.999 pôsteres e 61.180 adesivos.

A atividade de recebimento e distribuição dos EPIs também está apoiada pelo Tribunal de Justiça – que cedeu caminhão, e pelas seções de segurança e transporte, de engenharia e de almoxarifado do Regional.

Da Assessoria de Imprensa e Comunicação Social 

 O boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde – Semus na última quinta-feira 24/9 confirmou a 16ª morte por covid-19 em Buriti/MA. A vítima era do sexo masculino, na faixa de 30 a 34 anos, morador da zona rural e sem nenhuma comorbidades.  

Veja abaixo o boletim daquele dia:

 Acusado de peculato, lavagem de dinheiro e de liderar organização criminosa, Senador usou R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo.

 O Ministério Público do Rio (MP-RJ) denunciará ao Tribunal de Justiça do Rio o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e seu ex-assessor Fabrício Queiroz, subtenente da reserva da Polícia Militar.

Flávio é apontado como líder da organização criminosa, e Queiroz, como o operador do esquema de corrupção que funcionava no antigo gabinete na Assembleia Legislativa. Ambos foram acusados pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A denúncia possui cerca de 300 páginas.

Promotores afirmam, com base nos dados das quebras de sigilo bancário e fiscal, que o senador utilizou ao menos R$ 2,7 milhões em dinheiro vivo do esquema das rachadinhas. O senador teria usado ainda três métodos para lavar o dinheiro.

O esquema de rachadinha na Alerj já era investigado há mais de dois anos.

Fonte: O globo/editado às 21h24 para correção de informações.


A Guarda Civil Municipal – GCM de Buriti-MA já realizou neste ano diversas blitzen no trânsito da cidade para coibir uso de escapamentos irregulares, os famigerados canos kadrons, que fazem muito barulho, principalmente em aceleração, perturbando o sossego público. 

Após intensas reclamações da população buritiense por conta da zoada no trânsito, causado por motoqueiros baderneiros com escapamentos kadrons, a GCM de Buriti fez, em 2020, seis blitzen para recolher esse tipo de canos. No total, foram recolhidos e destruídos 72 escapamentos. 



O trabalho da GCM é fundamental, além de coibir infração de trânsito, tem o objetivo de combater a circulação das motos com cano de escapes irregulares, já que o ruído excessivo emitido por estes escapamentos altera o sossego e o sono das pessoas, e promover qualidade de vida para a população. 

 A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Delegacia de Buriti/MA, vem intensificando os trabalhos investigativos de combate ao crime de tráfico de droga na cidade. A população buritiense tem sido um fator importante no êxito desse trabalho já que, seja de forma anônima ou mesmo comparecendo pessoalmente à Delegacia, tem fornecido informação que estão ajudando a identificar os responsáveis pelos pontos de venda de entorpecente (boca de fumo) no município.

Graças a essa parceria, na manhã da última quinta-feira 24/9, Policiais Civis chefiado pela Autoridade Policial juntamente com Guardas Civis Municipais realizaram uma abordagem a um desses ponto de venda de entorpecente localizado na Rua do Sol, região central da cidade de Buriti. No momento da abordagem havia um casal na residência, sendo encontrado no interior da casa 14 (quatorze) porções de substância semelhante à maconha, 65 (sessenta e cinco) porções de substancia semelhante crack, 1 (um) revólver calibre 38 com seis munições intactas e R$ 277,50 em dinheiro.

Material apreendido na abordagem da forças de seguranças em Buriti.

Por conta do achado, um homem de 24 anos foi autuado em flagrante delito pelo crime de tráfico de droga e posse irregular de arma de fogo de uso permitido. Autuado foi encaminhado ao sistema prisional do Maranhão, onde ficará à disposição da Justiça.

Desde o início do ano, já é o terceiro ponto de venda de drogas desativados no município, totalizando cerca de seis prisões até o momento. A Polícia Civil conclama a população buritiense que não se cale jamais frente a criminalidade que assola o município. Somente assim, é que resultados como esse continuarão a ser produzidos.

*Por Josealdo Silva- filósofo, psicólogo e psicanalista

Gostaria de começar nossa investigação perguntando o que é POLÍTICA? A palavra ou o termo "política" tem sua origem na língua grega, mais precisamente no vocábulo "pólis", que significa   "cidade". Não na acepção apenas física ou topográfica, mas incluindo também aquele espaço público, o espaço da intersecção da vida dos indivíduos numa comunidade, num coletivo. Desse modo podemos dizer ou entender o fenômeno político como uma área específica das relações existentes entre os indivíduos de uma sociedade.

Para o filósofo Aristóteles, a política era uma " continuação" da "ética", só que aplicada a "vida pública". Segundo o mesmo, as instituições públicas e as formas de governo seriam capazes de propiciar e melhorar o viver em sociedade. Para o filósofo, o homem é um animal social e político.

Gostaria de fazer novamente a pergunta o que é política? Para o filósofo Josealdo, a política é a arte da arte de gerir, a arte de administrar é a higiene dos países moralmente sadios, ao contrário da politicagem, que é o envenenamento crônico dos povos negligentes e viciosos pela contaminação de parasitas inexoráveis. Ruy Barbosa já dizia: "a politicagem é a malária dos povos de moralidade estragada."

Muitas vezes achamos ou acreditamos que não cabe a nós a responsabilidade pelo o que acontece em nosso bairro, em nossa cidade ou em nosso país. Distanciem-se dessa visão simplista equivocada e porque não dizer "tosca" do senso comum, representada pela ideia de que a política é algo dispensável ou, no dizer de muitos, não é discutível. Pensando nessas visões incorporadas por muitas pessoas gostaria de trazer à memória o lúcido texto do poeta e dramaturgo alemão Bertolt Brecht:

“O analfabeto político - O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, não participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia política. Não sabe o imbecil que da sua ignorância política nascem a prostituta, o menor abandonado, o assaltante e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.”

 

Política e poder

  Gostaria também de perguntar o que é o PODER? A palavra "poder" vem do latim "potere”, "posse", "ser capaz de”. Refere-se, fundamentalmente, à faculdade, capacidade, força ou recurso para produzir certos efeitos. Assim, dizemos: o poder da palavra, o poder do remédio, o poder da polícia, o poder da imprensa, o poder do presidente. Segundo o filósofo Bertrand Russell, o poder seria "a capacidade de fazer que os outros demais realizem aquilo que queremos". Assim, o indivíduo que detém essa capacidade ou "meios" tem a faculdade de exercer determinada influência ou domínio sobre o outro e, por seu intermédio, alcançar os efeitos que desejar. O fenômeno do poder costuma ser dividido em duas categorias: o poder do ser humano sobre a natureza e o poder do ser humano sobre outros seres humanos. Podemos frequentemente observar que essas duas categorias de poder estão juntas e se completam.

 Formas de poder

Assim, voltando à definição de poder, se levarmos em conta o "meio" do qual se serve o indivíduo para conseguir os efeitos desejados, podemos destacar três formas de poder social, conforme o cientista político Norberto Bobbio:

Poder econômico - é aquele que utilizar a posse de certos "bens" socialmente necessários para induzir os que não os possuem a adotar determinados comportamentos, por exemplo, realizar determinado trabalho;

Poder ideológico - é aquele que utilizar a posse de certas "ideias" "valores" e/ou "doutrinas" para influenciar a conduta alheia, induzindo as pessoas a determinados modos de pensar e agir.

Poder político- é aquele que utilizar a posse dos "meios de coerção social”, isto é, o uso da força física considerada legal ou autorizada pelo "direito" vigente na sociedade. Segundo Bobbio, desses três poderes (econômico, político e ideológico) o poder político seria o mais eficaz, cujo meio específico de atuação consiste na possibilidade de utilizar a força física legalizada para condicionar comportamentos.

Por fim, gostaria de terminar esse pequeno Texto com as palavras de Platão onde o mesmo já dizia: - Não há nada de errado com aqueles que não gostam de política. Simplesmente serão governados por aqueles que gostam.


SOBRE O AUTOR

JOSEALDO SOUSA SILVAnatural de Chapadinha/MA, é formado em Filosofia (UEMA), com licenciatura em Filosofia Cristã pela Faculdade Filadélfia (CE), e graduado em Psicologia (Faculdade Pitágoras), pós-graduado em Psicopedagogia Clínica (Faculdade FAMEP/IESF) e psicanalista praticante, membro da OrLa-Centro Psicanalítico do Maranhão. 

 

Em foto de 2018, Cássio Remis vota na convenção do PSDB de Minas Gerais que confirmou Antonio Anastasia candidato ao governo na eleição daquele ano - Cássio Remis no Facebook

Um pré-candidato a vereador da cidade de Patrocínio (MG) foi morto a tiros nesta quinta-feira 24/9 após participar de uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Durante a tarde, enquanto fazia uma live denunciando uma obra realizada pela prefeitura, Cássio Remis (PSDB) foi interrompido pelo secretário de Obras, Jorge Marra (DEM), que chegou em uma caminhonete branca e tomou o celular do político.

"Tá aqui o secretário. Chegaram aqui para me agredir, entendeu? Não pega meu telefone!", afirma Remis no vídeo antes de ter o celular tomado.

Em outra gravação, é possível ver o secretário saindo com o veículo e Remis na frente do carro tentando impedir que o celular fosse levado.

Ele então tentou entrar na sede da Secretaria de Obras para recuperar o aparelho, momento no qual foi baleado. Segundo a Polícia Militar, Remis foi atingido por cerca de seis disparos —cinco deles na cabeça— e morreu no local.

Principal suspeito do crime, Jorge Marra, que é irmão do prefeito, Deiró Marra (DEM), está foragido, segundo a polícia.

O prefeito se pronunciou no início da noite. "Nós lamentamos tudo que aconteceu, essa sequência de fatos —absolutamente, eu diria, injustificáveis— que culminaram com a morte do Cássio Remis."

Cássio Remis tinha 37 anos e era advogado. Em 2008, elegeu-se vereador pela primeira vez. Em 2013, foi o político mais jovem a assumir a presidência da Câmara Municipal de Patrocínio. Candidatou-se à prefeitura em 2016, mas perdeu as eleições para Deiró.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, equipes da perícia e de investigadores estiveram no local fazendo os primeiros levantamentos.

 DA FOLHA DE SÃO PAULO

 Edivan do Belém foi homologado em convenção para representar o partido na eleição deste ano.

Num gesto histórico, o Partido dos Trabalhadores-PT lançou, pela primeira vez em seus quase 28 anos de história no município, em convenção realizada no domingo 13/9, um candidato para disputar a prefeitura de Buriti/MA. O camponês Edivan do Belém vai encabeçar a chapa, que tem como vice a petista Vilmar Veras, mulher do campo. Em disputas anteriores, o PT participou apenas com candidatos para legislativo da cidade. O PT também oficializou, em convenção, duas candidaturas a vereador, a de Antônio Pierote e de Leide Maria Silva.



Em discurso, Edivan criticou as ações frágeis da gestão atual e afirmou que é necessário investimentos em conhecimento (educação), trabalho e saúde para garantir o desenvolvimento e a soberania do município.  Ele apontou que deve haver uma união entre campo e cidade para superação das dificuldades.  Veja abaixo trecho do seu discurso.

A candidatura de Edivam recebeu o apoio de personalidades de grande expressão e de famílias tradicionais e respeitadas no município. Alguns gravaram mensagem direcionada aos convencionais, como Deusaniro Júnior, o jurista Benedito Ferreira Marques e Odilene Faquinha. Confira abaixo:


O PT entende que chegou a hora de construir uma alternativa nova, viável e limpa para a cidade de Buriti (MA) e chegou na hora certa, num momento em que o Brasil vive uma mudança em seu ciclo político. “Em 2016, com a eleição do atual prefeito, fecha-se um ciclo de mandatários que já foram experimentados na política local. É chegada a hora de findar um modelo de clientelismo na política da nossa bela Buriti. É natural que num momento de renovação de ciclos políticos, as diversas correntes e opções se coloquem para a sociedade e assim será para a cidade de Buriti com a candidatura do companheiro Edivam do Belém.” — afirmou presidente municipal do PT.


Abaixo discurso do vice-presidente do PT municipal Reginaldo Veríssimo

Abaixo discurso do militante petista e coordenador Ricardo Coimbra 

Perfil de Edivan do Belém

EDIVAN OLIVEIRA DOS REIS tem 49 anos, é camponês do povoado Belém, em Buriti, daí ser chamado por Edvan do Belém, formado em curso de nível médio de técnicas agropecuárias e graduado em Tecnologia em Alimentos pela Universidade Estadual do Maranhão - UEMA.   

É militante da luta social pela terra, sempre em defesa dos direitos do trabalhador, ao lado de entidades e movimentos populares. Participou da Pastoral da Juventude Rural. Atua no Movimento dos Trabalhadores em Terra. Desde 1995 é filiado ao partido dos trabalhadores PT, sendo um dos mais antigos no município. Por sua atuação em movimentos camponeses do Brasil, tem experiência internacional pela Itália (2011) e Colômbia (2013).

   

Edivam do Belém, pré-candidato a prefeito pelo PT em Buriti/MA

MAIS IMAGENS DA CONVENÇÃO MUNICIPAL DO PT















PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES