!-- PLUGIN BARRA DE COOKIES -->
ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Coluna SEXTA DE NARRATIVAS - JOANA FERREIRA, UMA HISTÓRIA DE LUTA E UM TERÇO PARA WILSON


Meus  Avós,  Ângelo  Pio Passos  e Constância  Furtado Passos,  com quem  morávamos  em  Buriti,  eu, o meu irmão  Wilson,  a minha  irmã Erinda  e mais  quatorze pessoas  entre  netos  sobrinhos  e filha  de criação  deles,   em consequência  de doença  cardíaca do meu  Avô, tiveram  de se deslocar  para Belo Horizonte  capital  de Minas  Gerais em  busca de tratamento  médico. 


A nossa Casa, onde hoje  é o PAÇO  MUNICIPAL  de Buriti,  foi alugada  para o Casal  Joana  Ferreira/  Antônio  Ferreira  Campos  , ele Tabelião  do Cartório  do 2° Ofício  da nossa cidade,  ela uma destemida  lutadora  que ultrapassava  os  limites  das  tarefas domésticas,   montou  um  HOTEL  na mencionada  casa, onde continuou  nos  abrigando,  Wilson  por  seis  meses,  eu por  um  ano e seis  meses. Dona do Hotel  Joana  Ferreira,  ainda assim  tinha  tempo  para acompanhar  Festas  pelos  Povoados  buritienses,  com  um  Botequim Ambulante,  em  dia de festas  nos  lugares  onde as  estradas  permitiam a entrada  de caminhões.  Assim  vivia  aquela senhora  incansável, mãe  da minha  amiga Fátima  Ferreira  e do meu amigo  Manoel Ferreira,  um  CRAQUE  de Futebol   de Campo  de saudosa memória. 


Dona do Hotel  Joana  Ferreira,  ainda assim  tinha  tempo  para acompanhar  Festas  pelos  Povoados  buritienses,  com  um  Botequim Ambulante,  em  dia de festas  nos  lugares  onde as  estradas  permitiam a entrada  de caminhões.  Assim  vivia  aquela senhora  incansável, mãe  da minha  amiga Fátima  Ferreira  e do meu amigo  Manoel Ferreira,  um  CRAQUE  de Futebol   de Campo  de saudosa memória. Para  dona Joana não tinha  tempo ruim,  fosse inverno  ou verão, o seu  ritmo  era intenso,  com  a sua força  física  e um  coração  grande e de Ouro . 


Adorava um  cigarro seu  companheiro  diário  e o dia todo,  sempre  de bom  humor. Nos  tratava  como  se fôssemos  seus  filhos  e nós, mesmo  com  a colaboração  do nosso PAI  em  termos  de alimentos   e nós   também contribuíssemos  com  dona Joana  e com   seu Antônio  Ferreira  nas tarefas  domésticas,  éramos  e fomos  muito  gratos  por  tudo  o que recebemos  dela,   principalmente  o carinho. 


Encerrado  o nosso tempo  de Grupo Escolar, partimos  para São Luís, Wilson  primeiro  e eu depois.  Dona Joana  continuou o seu  trabalho  e resolveu  ampliá  - lo. Criou  um  Grupo Musical  e passou  a ser conhecida  também  através  dele. Vários  contratos  iam  surgindo  para O CONJUNTO  DA  JOANA  FERREIRA  que  tornou -se  Famoso e bastante  solicitado  no município  de Buriti  e fora  dele. Uma alegria para  ela por  mais   uma  realização  de iniciativa  vitoriosa   para a tenaz  amiga  Joana Ferreira. 


Em meio  àquele  Oceano de sucesso profissional,  uma  Tristeza:  ela recebeu  uma notícia  de que o meu  irmão  Wilson  havia falecido,  que chorou  e na condição de católica  fervorosa  rezou um  Terço em favor  da Alma dele. Passados  alguns  meses  desse episódio,  eu estando  em  Buriti, procurei-a para  marcamos  SAUDADE  e ela ainda  comovida, abraçou  - me e falou  que lamentava  muito  pela  morte  de Wilson,  tão novo. Assustado,  eu perguntei  - lhe  se ela se  referia  ao meu irmão  e ela confirmou. Eu então dei  - lhe  mais  um  abraço FRATERNO  dizendo que era  o meu  irmão  que Muitoooo  VIVO,  havia mandado. Dona JOANA  sorrindo,  confessou que havia  rezado um  Terço para ele  e eu  disse-lhe:  está valendo  como Crédito  para ele! Ela retrucou:  é mesmooo,  ele é muito  Danado!  Rumos  Juntos  por alguns  minutos. 


Depois  daquele encontro,  fui  eu o surpreendido,  infelizmente  por uma  notícia  verdadeira  - a minha  INESQUECÍVEL  e QUERIDA amiga  havia  falecido,  deixando uma lacuna  enorme  na cidade  que tanto  AMOU  e que tanto  contribuiu  como  mulher,  esposa,  mãe  , amiga  e profissional  que quebrou  tabus  e  engrandeceu   a História deste  TORRÃO  SAGRADO, Buriti  de INÁCIA   VAZ, que por  um erro  , no meu entendimento,  mudaram   de nome sem  que se conheça a Justificativa. 


Dona JOANA  FERREIRA. Como preito  de GRATIDÃO  por  ter  sido  beneficiário  da sua bondade  e pelo  que a Senhora representa  na História  buritiense,   Eu respeitosamente,   a brindo  com  o Título  de  UMA  HEROÍNA  QUE HONROU E ENALTECEU  O  SEU  TEMPO.


SOBRE O AUTOR

É buritiense, ardoroso amante da sua terra, deu seus primeiros passos no velho Grupo Escolar Antônia Faria, cursou o Ginásio Industrial na Escola Técnica Federal do Maranhão e Científico no Liceu piauiense e no Liceu maranhense, bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito/UFMA, é advogado inscrito na OAB/MA, ativo, Pós-graduado em Direito Civil, Direito Penal e Curso de Formação de Magistrado pela Escola de Magistrados do Maranhão, Delegado de Polícia Civil, Classe Especial, aposentado, exerceu todos os cargos de comando da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, incluindo o de Secretário. Detesta injustiça de qualquer natureza, principalmente contra os pobres e oprimidos, com trabalho realizado em favor destes, inclusive na Comarca de Buriti.







Um comentário: Leave Your Comments

  1. o quer que interessa saber de sindicato dos guardas municipal nao interesa saber nada disso tanto como tanto fez tudo e a mesma merda.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


Odonto Company Buriti - Rua da Bandeira, nº 25, salas 10 e 11, Centro.

BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES