!-- PLUGIN BARRA DE COOKIES -->
ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Coluna SEXTA DE NARRATIVAS - WILSON, O MEU VIOLONISTA PREDILETO

O meu irmão Wilson do Socorro Passos, foi um fenômeno raro que eu conheci na arte espetacular da intimidade musical com um o mais lindo e inspirador instrumento musical, o VIOLÃO! Mais velho do que eu dois anos, aos doze já dominava o VIOLÃO, o CAVAQUINHO e o BANJO, instrumentos musicais de corda, sem ter frequentado escola de música, apenas observava o nosso PAI, apesar de este também não ser violonista famoso, tocava, cantava e acompanhava ao Violão, a minha Mãe, que tinha uma bela Voz, sem ser professor e também não tendo frequentado escola de música. Assim Wilson deu os seus primeiros passos nesta área e sendo um bom dançarino, frequentava muitas festas nas quais naturalmente aproveitava para continuar suas observações sobre os Tocadores dos instrumentos de cordas a que me referi no início.

Como numa mágica, rapidamente se esmerou na prática de todos eles e surpreendeu a toda a nossa família e aos nossos amigos, passando a termos, ele e eu, a liberação das cotas ou ingressos nas festas das quais participávamos em Laranjeiras, Espingarda, Carranca, Engenho Velho, Areia, Cacimba dos Bandeiras, Capão e Cabeça do Cavalo onde tínhamos o nosso grande e inesquecível amigo ZÉ DO JORGE.

Surgia notícia de festa, nós formulávamos o pedido à Mamãe, que advogava a permissão junto ao Papai, com um forte e incontestável argumento: os Meninos querem ir à festa, e não precisam do dinheiro da Cota, Wilson já as tem garantidas para ele e para o Djalma. Ao chegarmos no local do Rala Bucho ou Bate Coxa, o dono da orquestra autorizava ao porteiro da festa a nos franquear a entrada.

Alguns brincalhões observavam - o Wilson é bom no pinho e o irmão dele ISFREGA o pé no chão direitinho - eu subia às nuvens, com aquele elogio jocoso. Chaguinha Oliveira, um Rabequista, como era chamado quem tocava violino, era um outro companheiro especial de Wilson, este do Povoado Carranca, com quem ele aprendeu tocar esse instrumento.

Assim seguia o meu mano Wilson progredindo no aperfeiçoam da sua arte de VIOLONISTA e eu também melhorando um pouco o meu estilo de arrasta-pé, dança gostosa do baião, do forró - pé de Serra, do samba canção e do bolero, numa época em que o homem dançava agarradinho com mulher e ambos se sentiam muito bem e felizes.

Wilson reinou com a sua fantástica habilidade durante o tempo em que permanecemos em Buriti até o dia em que seguimos para São Luís Ilha do AMOR, em busca do complemento da nossa formação educacional e lá também se tornou notável, a partir da nossa Escola Técnica, da qual se tornou um dos Corneteiros - Mór da Banda Marcial e muito solicitado por seus colegas e até por alguns professores para as rodas de Serestas.

Só não se dedicou ao Canto, nunca aprendeu a letra de uma música sequer. Começava a cantar por exemplo: Maria Helena és tu e vinha logo o lará, lará, laralará e dizia para alguém segue aí! Entre os seus colegas apreciadores da sua arte estavam sempre os conterrâneos Adelmam e Acir Carvalho, Ribamar Gonçalves, Guido Barbosa, Alvacir e Calito Marques e muitos outros.

Notabilizou - se e meu deu muito ORGULHO por onde andamos juntos, principalmente nas nossas Buriti e São Benedito do Rio Preto queridas, deixando a sua marca INESQUECÍVEL de artista nato do Plangente Violão. Deslumbrou tantos quanto tiveram o prazer de presenciar as suas apresentações. Sem favores ou paixão de Irmão, foi e ficou na nossa história familiar como um EXCELENTE VIOLONISTA e se tivesse explorado o seu dom para fins artísticos Profissionais, tenho absoluta certeza de que teria sido DESTAQUE nacional e sem exagero, a nível mundial.

Querido, Incomparável e Amado irmão Wilson do Socorro Passos. Eu o prêmio com o Título de MEU VIOLONISTA PREDILETO! Acredito que estejas Alegrando o Jardim Celeste ao lado da nossa Mãe, do nosso PAI e do nosso mano Adail formando um Iluminado QUARTETO.

SAUDADE, SAUDADE, SAUDADE.


SOBRE O AUTOR

É buritiense, ardoroso amante da sua terra, deu seus primeiros passos no velho Grupo Escolar Antônia Faria, cursou o Ginásio Industrial na Escola Técnica Federal do Maranhão e Científico no Liceu piauiense e no Liceu maranhense, bacharelou-se em Direito pela Faculdade de Direito/UFMA, é advogado inscrito na OAB/MA, ativo, Pós-graduado em Direito Civil, Direito Penal e Curso de Formação de Magistrado pela Escola de Magistrados do Maranhão, Delegado de Polícia Civil, Classe Especial, aposentado, exerceu todos os cargos de comando da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, incluindo o de Secretário. Detesta injustiça de qualquer natureza, principalmente contra os pobres e oprimidos, com trabalho realizado em favor destes, inclusive na Comarca de Buriti.

Um comentário: Leave Your Comments

  1. Neném mourao o melhor prefeito do Brasil, condenado e preso. Rafael Mesquita, o melhor prefeito do Maranhão foi condenado por corrupção. NALDO Batista o melhor prefeito do baixo Parnaíba condenado por corrupção. Arnaldo Cardoso acaba de ser eleito o melhor prefeito do buriti-ma, em seis meses de governo pode ser preso. Eita buriti bom

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.


Odonto Company Buriti - Rua da Bandeira, nº 25, salas 10 e 11, Centro.

BIOLAB - Rua Antônio Pereira Mourão, em frente ao HTB(Clínica)

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES