"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Edivan do Belém, candidato a prefeito de Buriti-MA pelo PT, assinou neste domingo (1º) Carta pela Agroecologia; gesto único entre os candidatos no município, ato representa compromisso de produção de alimentos e combate à fome

A agroecologia é um modelo de produção agrícola baseado no respeito à natureza, na solidariedade e na reforma agrária. Entre os comprometidos com o modelo de produção sustentável de alimentos estão Manuela d’Ávila, Benedita da Silva e Guilherme Boulos

O candidato a prefeito de Buriti -MA EDIVAN DO BELÉM (PT-13), assinou na manhã deste domingo 1º a Carta-Compromisso com a agroecologia um documento referente 36 propostas elaboradas pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA). Essas propostas podem ser adaptadas às prioridades de cada município. O evento ocorreu no Comitê de campanha e contou com a presença de apoiadores e militantes da candidatura do PT no município.




O compromisso com a agroecologia foi firmado agora por exatas 303 candidaturas a prefeituras e câmaras de vereadores em todo o país. Entre os que se comprometem a trabalhar para a ampliação do modelo de produção sustentável de alimentos em pequenas propriedades e sem o uso de agrotóxicos há nomes menos conhecidos e também de destaque na disputa em diversas capitais. É o caso de Manuela d’Ávila (PCdoB), em Porto Alegre (RS), Benedita da Silva (PT), no Rio de Janeiro (RJ) e Guilherme Boulos (Psol), em São Paulo (SP).

Em seu discurso, Edivan do Belém destacou a importância de se ter alimentos para todos, produzidos de forma saudável.  “Agroecologia é a ciência que estuda a vida em equilíbrio com meio ambiente, mas é um sistema de produção de alimentos saudáveis, baratos e acessível para humanidade.”, disse ele.

Veja trechos do discurso de Edivan (PT):



Emocionado, Deusanirinho Jr., membro do Movimento Renova Buriti – MRB e o maior articulador pela candidatura petista, descreveu o processo de escolha do candidato Edivan e reafirmou sua confiança e esperança no brilho da estrela do PT e do Belém.  

Veja a íntegra da sua fala abaixo:


Leandro Raposo, também membro do MRB, se disse encantado com a riqueza cultural e diversidade no ato. “Me sinto privilegiado em participar desse grupo”.

Veja a íntegra da sua fala abaixo:

 A candidata a vice na chapa Vilmar Veras foi breve e disse que com força, fé e coragem o grupo chega lá. Veja sua fala abaixo:


         O ato contou ainda com momentos culturais de apresentação de poesia e de músicas. Confira nos vídeos abaixo:


       De acordo com a articulação, os estados com mais adesões até o momento são Rio de Janeiro, com 50 candidaturas: Rio Grande do Norte e Ceará, com 36; e Minas Gerais, com 33 cartas assinadas. As regiões Sudeste e Nordeste são as que concentram a maior parte das candidaturas que já se engajaram na campanha. Reúnem mais de 200 do total de 302 adesões formalizadas nos 15 primeiros dias da campanha. Há também um número considerável de assinaturas nos estados de Santa Catarina, Maranhão e Espírito Santo.

 

AGROECOLOGIA NOS MUNICÍPIOS

Para subsidiar a criação e aprimoramento de políticas públicas de produção de alimentos e segurança alimentar no âmbito municipal, a ANA realizou uma pesquisa inédita. O resultado foi a identificação de mais de 700 políticas públicas municipais voltadas ao setor em todo o país em 520 municípios de todos os estados. São ações, programas e leis que inspiram novos gestores e legisladores a investir na produção sustentável de alimentos.

Realizado entre agosto e outubro passado, o levantamento identificou iniciativas que vão desde o apoio à comercialização, programas de compras públicas até a educação em agroecologia.

A ANA também apresentou documento específico para compromisso das candidaturas com o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). A carta-compromisso para formalizar adesão está disponível no site da organização.


MAIS IMAGENS DO ATO DE ASSINATURA DA CARTA COMPROMISSO










































15 comentários: Leave Your Comments

  1. Deve-se desconfiar de qualquer ato petista, esse povo não é de confiança

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edivan do Belém é, entre todos os outros candidatos o melhor. Você diz que não se deve confiar nele por causa de sua filiação partidária, porém vai votar em alguém que nem desconfiamos mais sim temos certeza do seu mau caráter. Todos os partidos tem os bons e os ruins. Mas entre os candidato a prefeito de Buriti, o Edivan do Belém é o melhor.

      Excluir
  2. Os eleitores, os comentaristas deste espaço, têm contribuído para uma discussão interessante: quem deve administrar a nossa cidade, as hienas ou os ratos. É necessário um debate mais qualificado, mas vemos partidários cegos, apaixonados, que não vêem a roubalheira histórica. Não podemos nos reduzir a defender hienas OU ratos, que roubam, às claras o dinheiro público. Está na hora de dar uma resposta a essa polarização, votando em candidatos diferentes.

    ResponderExcluir
  3. O doutor Maurício faz o seguinte comentário: "Deve-se desconfiar de qualquer ato petista, essa povo não é de confiança". Podia nos ajudar, aos buritienses, informando quem são as pessoas de CONFIANÇA, os políticos de CONFIANÇA, que participam do processo eleitoral de nosso município. Com a palavra o Doutor Maurício.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou curioso para saber quem deveria ser o candidato de confiança do Maurício.

      Excluir
    2. Com exceção da pessoa que se identifica como Adriano ao fazer um comentário onde comete leviandade ao sugerir que o Edivan do belém não é uma pessoa a se confiar por causa do seu partido, todos os outros comentários foram positivos. parabéns a estes!!

      Excluir
  4. O certo era espalhar pela cidade a foto de todos os fichas sujas, independemente, de qualquer coloração política Os caraduras pegam o microfone e fazem discursos nos comícios como se nada tivesse acontecido. Transformaram dinheiro público em fazenda, gado, carros luxuosos e apartamentos nas capitais.

    ResponderExcluir
  5. O dia da eleição está se aproximando e é momento de cada um de nós fazermos uma reflexão: qual a contribuição que meu voto estar dando para melhorar as condições de vida das pessoas que moram aqui? Aquele que recebe meu voto passará quatro anos na prefeitura defendendo o interresse da coletividade ou trabalhará para aumentar o próprio patrimônio?

    ResponderExcluir
  6. Geraldinho é a melhor opção para ser o Prefeito de Buriti,por que não tem amizade e nen viculo com os outros candidatos que ha anos enveredam pelo o caminho da corrupção.

    ResponderExcluir
  7. O mais impressionante é que o eleitor do candidato "A" ou do candidato "B" sempre reclama da roubalheira dos recursos públicos, mas a lamentação é seletiva (fala somente da corrupção do outro). E pior: só consegue votar em "A" ou "B".

    ResponderExcluir
  8. Contribua para um Buriti melhor: registre (fotografe, filme, grave) todo o tipo de compra de voto que lhe for oferecido. Isso servirá de prova para cassação futura de candidato eleito, que doa tijolo, telha, notas de 100 e 200 reais. Não tenha dúvida o dinheiro para comprar seu voto é dinheiro de todos nós, e a telha e o tijolo recebidos farão falta na construção do hospital.

    ResponderExcluir
  9. É importante votarmos bem e consciente. Nós devemos estar preparados para escolher os melhores candidatos no dia 15 de novembro de 2020. Cientes da importância de nossa participação e da nossa escolha. Repare que muitas vezes nós reclamamos do prefeito e dos vereadores, mas vamos lembrar de que fomos nós que elegemos prefeito e vereadores de quem a gente reclama. No futuro, a gente vai sentir as consequências do nosso voto, se, por exemplo, nossos filhos terão acesso ou não a uma melhor escola, a saúde de qualidade, a uma boa alimentação, a lazer, repito, isso vai depender do nosso voto no próximo domingo.

    ResponderExcluir
  10. Tente lembrar como era Buriti 20, 30 anos atràs, antes dos governos do PT. E veja a transformação: o aumento considerável do número de universitários, o aumento da renda, o acesso à energia elétrica. O que o Edvan-13 quer é ampliar esses avanços, aumentar a produção de alimentos gerar emprego, renda e realizar concursos publicos Então, pense um pouco, com a mão no coração, por isso lhe faço uma pergunta leitoreleitor/cidadão se você não for rico, se é de família rica já é diferente, será se seus familiares mais velhos tiveram as oportunidades de estudo que se têm hoje? Com certeza NÃO.

    ResponderExcluir
  11. Reparem que há muitos políticos em Buriti atolados no atraso, o leitor/eleitor/cidadão vai se lembrar de alguém, imaginam esses políticos que devem conseguir seus votos, prometendo empregos, prometendo obras impossíveis. Quando um político promete empregar alguém sem concurso publico, ele não promete somente a uma pessoa, porque ganharia um voto, e não é isso que está buscando, quer ganhar vários votos com essa promessa. Concurso público para todos os cargos - Edvan do Belém 13.

    ResponderExcluir
  12. O que está em jogo no dia 15/11/2020 é se você quer alguém na prefeitura que promova o bem-estar da população ou se ela vai servir de puxadinho para negócios particulares.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES