"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

PF deflagra Operação Cobiça Fatal para desarticular associação criminosa envolvida em desvios de recursos do combate a pandemia de covid-19 em São Luís

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria Geral da União - CGU, deflagrou nesta terça-feira (9/6), nas cidades de São Luís/MA e São José do Ribamar/MA, a Operação Cobiça Fatal, com a finalidade de desarticular associação criminosa voltada à fraude em licitações. As investigações foram iniciadas para verificar possíveis desvios de recursos públicos federais que seriam usados no enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) em São Luís/MA.

Foram empregados 60 policiais federais para o cumprimento de 3 mandados de prisão temporária e 14 mandados de busca e apreensão. Também foram realizados o sequestro de bens, o bloqueio de contas dos investigados, no valor de R$ 2,3 milhões. As ordens judiciais foram expedidas pelo juiz da 1ª Vara Federal de São Luís/MA.

Durante a investigação, foram verificados indícios de superfaturamento na compra de 320 mil máscaras pela Secretaria Municipal de Saúde de São Luís - SEMUS, no valor unitário de R$ 9,90. Considerando que o preço médio praticado no mercado nacional é de R$ 3,17, há indícios de um superfaturamento aproximado de R$ 2,3 milhões.

Também foram analisados documentos que demostram que, poucos dias antes do processo de dispensa de licitação, a Prefeitura de São Luís, por meio da própria SEMUS, havia contratado o fornecimento de máscaras do mesmo modelo junto a outra empresa pelo de R$ 2,90, a unidade, totalizando a quantia de R$ 980 mil, perfazendo a diferença de mais de 341% .

Investiga-se, ainda, possíveis fraudes em processos licitatórios dessas empresas revendedoras de insumos hospitalares superfaturados, nos municípios de Timbiras/MA, e Matinha/MA. Sabe-se também que a principal empresa investigada também já teria formalizado contratos, após dispensa de licitação, para fornecer insumos para o combate ao COVID-19 com os municípios de Icatu/MA, Cajapió/MA, Lago do Junco/MA, e Porto Rico do Maranhão/MA.

Os investigados poderão responder pelos crimes de corrupção ativa (art. 333, caput, do CPB), corrupção passiva (art. 317, caput, do CPB), lavagem de dinheiro (art. 1º, caput, da Lei nº 9.613/98), fraude em processo licitatório (art. 90 da Lei nº 8.666/93), superfaturamento na venda de bens (art. 96, I da Lei nº 8.666/93) e associação criminosa (art. 288 do CPB).

A Operação foi denominada “COBIÇA FATAL” em referência ao desejo imoderado de riqueza, fazendo com que até se desvie recursos vitais para a proteção de pacientes e servidores da área da saúde.

 Da Comunicação Social da PF/MA

5 comentários: Leave Your Comments

  1. Buriti não entra nessa, porque os recursos que aqui chegam não servem para comprar nada, apenas somem, fazem mágica.

    ResponderExcluir
  2. Ta chegando também em buriti. PF do japonês

    ResponderExcluir
  3. Gente, verdade será que pelo menos pagaram o caixão da senhora; que tristeza da família.
    No mínimo deveriam dar assistência. Já que as filhas estão desemprega. Nesse momento cadê a assistência? depois dessa barbariedada. Deveriam estar com vergonha. No mínimo deveriam ajudar o velho com fraldas, já que estão hospitalizado. Ele usa fraldas. As meninas estão desempregadas há muito tempo pra cuidar deles 2.
    E agora?
    Fralda é caro.
    Gente vamos ajudar amenizar. Ajudando com que podemos. Até mesmo com fraldas.
    Soube que os filhos em São Paulo adoeceram. E o que mais podia. Roubaram todas as contas dele. Os ladrões fizeram até empréstimo.
    Ele de fato tá abalado e com dívida e sem condições. Que triste. Vamos meu povo ajudar. Só DEUS NESSA CAUSA.

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a iniciativa mas você deveria sair do anonimato e dar início ao projeto. Tenho certeza que muitas pessoas irão ajudar. principalmente em um momento como esse...

    ResponderExcluir
  5. Sim!o que faço não preciso tocar trombeta pra anunciar o que estou fazendo. DEUS sabe o que já estou fazendo. Estou fazendo conforme o que tenho e posso.
    Alguém já foi lá perguntar quem pagou o caixão?
    Eu já fui lá me consolidar com a família.
    Vocês já fizeram isso? ?
    E pra ajudar não precisa perguntar. Basta querer e fazer sem intenção de retorno de votos.
    Não sou politico e nem pretendo ser.
    Faço com coração.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Brasil 24/7

CartaCapital