"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Maranhão é o estado com menor índice de médicos por habitantes do país


Com a pandemia do novo coronavírus, profissionais começaram a ver o sistema de saúde pública entrar em colapso.
 
Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam uma posição nada agradável para o Maranhão. O estado, segundo a pesquisa, tem o menor número de médicos por habitantes do país.
Além disso, o Maranhão tinha apenas 8 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para cada 100 mil habitantes, segundo a pesquisa do IBGE em 2019. O estado é o antepenúltimo colocado no ranking nacional, só que este ano, a Secretaria de Estado da Saúde, adquiriu 278 novos leitos de UTI.
Além da estrutura física deficiente dos hospitais públicos aqui no maranhão, o estado enfrenta outro problema, tem o menor número de médicos para cada 100 mil habitantes, segundo o IBGE. E com o déficit de profissionais fica cada vez mais difícil enfrentar a Covid-19.
Com menos médicos do que se precisa, o Maranhão amarga na última posição do ranking nacional, com uma taxa de 81 profissionais por 100 mil habitantes, seguido do Pará, com 85. Só que os números estão mudando, o estado tinha 3.109 médicos na rede pública, mas agora, 47 foram contratados para atuar no combate ao novo coronavírus.
De 2019 para cá, o estado também aparece nas últimas posições a nível de Brasil, em relação a média de respiradores, que são apenas 13 por 100 mil habitantes. E de enfermeiros em relação à totalidade da população. O estado tem 106 profissionais para cada 100 mil habitantes.
Em 2020, novos respiradores foram comprados, cerca de 255, números que tentam amenizar a fragilidade e a carência de um sistema que o atendimento nem sempre chega a tempo pra salvar.
                                                                              Por G1 MA/TV Mirante 

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

PAINEL DO LEITOR - COMENTÁRIOS RECENTES