"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

VENDE-SE UMA FAZENDA - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

Ministério da Saúde disponibiliza testes rápidos do Covid-19 para profissionais de saúde; Buriti vai receber 51 testes

A Secretaria de Atenção Primária à Saúde divulgou nota técnica sobre o método de distribuição adotado pelo Ministério da Saúde em relação à disponibilização de testes rápidos para detecção de anticorpos contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2), assim como o quantitativo que será distribuído aos Estados. Os testes devem ser disponibilizados conforme as recomendações de grupos prioritários para realização do teste.

Foi definido que o grupo prioritário é formado por profissionais que atuam na Atenção Primária à Saúde, nos serviços de urgência, emergência e internação, nos profissionais de segurança pública e nos contatos domiciliares daqueles que atuam em saúde os grupos a serem priorizados.
O Ministério da Saúde definiu esse como o grupo prioritário a partir de dados de outros países que mostram que até 15% dos profissionais de saúde podem ser infectados pelo SARS-CoV-2. A maior parte dessas pessoas irá desenvolver quadros leves, mas mesmo assim, devem realizar isolamento domiciliar, cuidando da sua saúde e evitando a disseminação da COVID-19, especialmente para os grupos mais vulneráveis. Os profissionais de saúde também devem realizar isolamento quando forem contatos domiciliares de alguma pessoa sintomática
Como essa população a força de resposta essencial nesse momento (assim como os profissionais de segurança pública), é importante que sejam adotadas medidas que mantenham a atuação dos profissionais de saúde e segurança e manutenção das medidas de controle para proteção efetiva.
A partir desse cenário, o Ministério da Saúde pretende disponibilizar gradualmente testes rápidos para detecção de anticorpos contra SARS-CoV-2 aos serviços de saúde, recomendando a sua realização, em pessoas sintomáticas, que se enquadrem em uma das seguintes categorias: profissionais de saúde em atividade; profissionais de segurança pública em atividade; pessoas com diagnóstico de Síndrome Gripal que resida no mesmo domicílio de um profissional de saúde ou segurança em atividade.
A distribuição dos testes pelo MS para as Secretarias Estaduais de Saúde atende a estes parâmetros: número de casos confirmados do estado; tipologia do município segundo o IBGE; total de profissionais de saúde; total de profissionais de segurança pública.
No caso do município de Buriti, foram disponibilizados  51 testes testes rápidos do total de 14.381 distribuídos para todo estado do Maranhão. 
Compete aos estados a distribuição dos testes aos municípios. Recomenda-se que os testes sejam disponibilizados aos pontos das Redes de Atenção à Saúde com maior contato com pacientes suspeitos de COVID-19, a saber: hospitais; serviços de urgência/emergência, unidades de pronto atendimento; Unidades Básicas de Saúde. 



  *Com informações do Cosemsma


5 comentários: Leave Your Comments

  1. Zuca Marques testou positivo para coronaldovírus.

    ResponderExcluir
  2. Tem prefeito e vereadores se aproveitando desse vírus para conseguir enganar cada vez mais o povo. Fiquei sabendo q em buriti-ma, foi aprovado uma proposta de aumento de salários do prefeito vice e vereadores. Isso é uma vergonha.

    ResponderExcluir
  3. Zuca Batista recebeu 03 caixas de álcool gel 70

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zucavirus é o mais ridículo dos políticos de Buriti.

      Excluir
  4. Só queria saber si ta proibido a entrada de onibus no maranhao, trazendo trabalhadores maranhenses que trabalham no pendao de milho?tá rolando noticias que um onibus vindo do mato grosso foi proibido de prosseguir viagem na primeira cidade maranhense (estreito) e tiveram que voltar pro estado do mato grosso

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.