"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

VENDE-SE UMA FAZENDA - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

IRÃ REAGE E BOMBARDEIA BASE USADA PELOS EUA NO IRAQUE


Local é usado pelas forças americanas e iraquianas.

A base militar iraquiana de Al Asad, usada pelas tropas da coalizão dos Estados Unidos no país, foi atingida na noite desta terça-feira 7/1. Pelo menos 12 mísseis já teriam atingido o local, de acordo com a imprensa internacional. Também foram disparados foguetes contra uma base americana em Erbil, no norte do Iraque.
De acordo com a agência de notícias iraniana Fars, o ato é uma retaliação do Irã ao ataque de um drone militar dos EUA que matou o principal comandante militar iraniano Qasem Soleimani.
Mulheres seguram foto do general Qassim Suleimani, assassinado pelos EUA - Mehdi Bolourian/Fars News Agency/WANA/via Reuter
Ainda não há informações sobre vítimas.
O principal negociador nuclear do Irã, Saeed Jalili, que também é político e representante do Líder Supremo, postou no Twitter uma imagem da bandeira iraniana após relatos de ataques à base aérea de Al-Asad. Donald Trump fez o mesmo com a bandeira dos Estados Unidos logo após o ataque que matou Suleimani.
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou o local em dezembro de 2018. Pouco depois, em março de 2019, ele afirmou que as tropas americanas permaneceriam na base para ‘apoiar’ o Irã após derrotarem o Estado Islâmico.
Segundo a porta-voz da Casa Branca, Stephanie Grisham, o presidente Donald Trump está a par do ocorrido e monitorando a situação junto a especialistas de segurança do governo.
Além da base aérea, um oficial americano afirmou à agência Reuters acreditar que outras localidades no Iraque também tenham sido atacadas. Mas ele não deu mais detalhes.
Após o ataque, o Pentágono afirmou que tomaria todas as medidas necessárias para proteger os americanos na região, seus parceiros e aliados.

*Com informações da Veja e da Folha

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.