"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

RESPLANDES TRANSPORTES - Viagens Diárias

VENDE-SE UMA FAZENDA - CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

EM ENCONTRO POLÍTICO, EX-PREFEITO NENÉM MOURÃO LANÇA EVANDRO MOURÃO FILHO COMO PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO EM 2020 E ACUSA ARNALDO CARDOSO DE TRAIR O GRUPO


O ex-prefeito Neném Mourão realizou um grande encontro político na última sexta feira 13/12, com a presença do deputado estadual César Pires, do secretário de estado Rafael Fufuca e demais lideranças, e lançou Evandro Mourão Filho como pré-candidato a prefeito em 2020. Além das lideranças políticas, a reunião contou com uma grande quantidade de pessoas.
Em discurso, Neném Mourão pediu apoio da população buritiense nessa nova trajetória política em Buriti-MA. Narrou sua carreira política e contou para o povo presente na reunião de como começou a política da família Mourão e, principalmente, por sua passagem pelo garimpo, trabalhando para sustentar sua família, e pode dizer que já foi prefeito e disse ainda que fez o que pode para ajudar a população na saúde, na educação, ajudava com medicamentos, talão de energia, cesta básica, botijão de gás e entre outras benesses para aquelas pessoas mais necessitadas quando os procurava.
O ex-prefeito fez duras críticas ao também pré-candidato Arnaldo Cardoso, que foi derrotado na eleição de 2016 e tinha seu apoio e de todo grupo Mourão naquela campanha. Ele se disse traído por Arnaldo e até pelo próprio genro, o ex-prefeito Rafael Mesquita Brasil, quem ele ajudou a eleger para comando de Buriti, inclusive, Neném Mourão chegou a pedir desculpas por ter cometido este erro.
Quanto ao boato de que estaria coligado com o atual prefeito Naldo Batista, o ex-prefeito negou e acusou Arnaldo Cardoso e seus apoiadores como sendo os responsáveis pela divisão do grupo e pela invenção dos boatos.
Veja abaixo o discurso do ex-prefeito
Neném Mourão disse que a única pessoa que ele pode confiar é seu filho Evandro Mourão para dar continuidade aos seus trabalhos e para fazer a cidade de Buriti cada vez melhor em todas as áreas, infraestrutura, saneamento básico, valorização da família rural, na segurança pública municipal com investimentos e valorização da Guarda Civil Municipal de Buriti e principalmente na saúde.
O pré-candidato Evandro Mourão Filho, em seu discurso, destacou que tem no seu pai a grande referência política da cidade e que falava pela primeira vez num palanque, mas que já fazia a política do corpo a corpo, cuidando da logística das campanhas do seu grupo. Ele revelou não ter sido favorável aos candidatos anteriores do grupo nas eleições passadas, uma referência a Rafael Mesquita (2012) e Arnaldo Cardoso (2016).
Evandro Mourão deu o tom do que será a campanha e disse que se a preocupação antes era uma pedra no sapato, agora seriam duas pedras, referindo-se a ele e ao seu pai, ele disse ainda que vai provar para uma meia dúzia de pessoas que é mais político do que estes críticos, e finalizou dizendo “segurem o veneno, que eu cheguei”.  
Veja abaixo o discurso do pré-candidato Evandro Mourão Filho

MAIS IMAGENS DO ENCONTRO







6 comentários: Leave Your Comments

  1. só bandido! bando de praga dos infernos!

    ResponderExcluir
  2. Neném agora se fazendo de vítima todos ladrão q vai preso primeira coisa q fala sou inocente .fala logo isso armaram pra mim .q q isso neném ladrão inventa outra ladrão safado seja homem assume q tu é criminoso

    ResponderExcluir
  3. rapaz o zé maria da raio do som acende a vela pro cão ou pro diabo

    ResponderExcluir
  4. Esse Evandro é uma piada... rapaz q colocou teu pai na cadeia.. não foi o Arnaldo não.. né os votos da família dele vai tira

    ResponderExcluir
  5. Evandro Mourão quer voltar a ser o garanhão do tempo que o pai era prefeito, há situação que passam e não voltam mais, o hoje há dois garanhões no Buriti, Naldo Batista e Jorge do Sindicato.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.