"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

FESTEJOS DE SANTANA: Fiéis da fé católica celebram o início da festa de Sant’Ana na vida das famílias de Buriti – MA


Nessa segunda-feira 16 começou a grande festa religiosa de Buriti: FESTEJO DE SANT'ANA. A celebração, que se estende até dia 26 de julho, iniciou, por volta das 16h, com a Caminhada com o Mastro de Sant'Ana, pelas vias da cidade, fazendo o percurso até o Largo da Igreja Matriz, onde foi realizado a abertura oficial da Festa de Nossa Padroeira.
O Correio Buritiense traz imagens aéreas captadas com exclusividade por Wilson Santos e cedidas ao Blog. Veja abaixo:


Em Buriti, no período de 16 a 26 de julho, os católicos festejam Senhora Sant'Ana, padroeira do Município. Dia 26 de julho, data de encerramento da festa religiosa, é Feriado Municipal em homenagem a padroeira. Este período é momento forte de celebração fraterna nas famílias e entre amigos (as). E os filhos de Buriti que moram em outras Cidades e Estados voltam para visitar sua família e reencontrar parentes e amigos. A Igreja alerta aos fiéis que fiquem atentos para o sentido desta ação evangelizadora da Paróquia. O festejo de Sant'Ana é motivado pelas orientações do Papa Francisco, das Conferências Gerais do Episcopado Latino-Americano, dos documentos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil-CNBB; das Diretrizes do Regional Nordeste 5 – CNBB/MA; das Ações Evangelizadoras da Diocese de Brejo (Baixo Parnaíba) e de nossa Piedade Popular, especialmente dos Festejos dos/as Padroeiros/as.
SÍNTESE DA HISTÓRIA DE SENHORA SANT'ANA
Sant'Ana, cujo nome em hebraico significa graça, pertencia à família do sacerdote Aarão. Seu marido, São Joaquim, pertencia à família real de Davi. Conta-se que Joaquim foi censurado pelo sacerdote Rúben por não ter filhos, quando Sant'Ana já era idosa e estéril. Confiando no poder divino, São Joaquim retirou-se ao deserto para rezar e fazer penitência. Ali um anjo lhe apareceu, dizendo que Deus havia ouvido suas preces. Tendo voltado ao lar, algum tempo depois, Sant'Ana ficou grávida de Maria.
Ana e Joaquim residiam em Jerusalém, ao lado da piscina de Betsaida, onde hoje se ergue a Basílica de Santana. Foi ali que, num sábado, 08 de setembro do ano 20 a.C., nasceu-lhes uma filha que recebeu o nome de Miriam que em hebraico significa Senhora da Luz, traduzido para o latim como Maria. Maria foi oferecida no Templo de Jerusalém aos três anos, tendo lá permanecido até os doze anos. A devoção aos pais de Nossa Senhora é muito antiga no Oriente, onde foram cultuados desde os primeiros séculos de nossa era, atingindo sua plenitude no século VI. Já no Ocidente, o culto de Santana remonta ao século VIII, quando, no ano de 710, suas relíquias foram levadas da Terra Santa para Constantinopla. Ali foram distribuídas para muitas Igrejas do Ocidente, a maior delas na Igreja de Sant'Ana, em Düren, Renânia, na Alemanha.
Seu culto foi tornando-se muito popular na Idade Média, especialmente na Alemanha. Em 1378, o Papa Urbano IV oficializou seu culto. Em 1584, o Papa Gregório XIII fixou a data da festa de Sant'Ana em 26 de Julho. E o Papa Leão XIII a estendeu para toda a Igreja, em 1879. Na França, o culto da mãe de Maria teve um impulso extraordinário depois das aparições santa em Auray, em 1623. Inicialmente, o culto a São Joaquim foi comemorado em dia diferente ao de Sant'Ana. Foi o Papa Paulo VI que associou num único dia, 26 de julho, a celebração dos pais de Maria Santíssima.
PROGRAMAÇÃO RELIGIOSA

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Postagens populares

Postagens mais visitadas

Seguidores

CORREIO TV