"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Faça sua aposta no Mix Best

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

4

HOMEM DISFARÇADO DE MANIFESTANTE TENTA AGREDIR DEPUTADO WEVERTON ROCHA (PDT)

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Concorde-se ou não com as posições do deputado, mas esta atitude não pode ser aceita pela sociedade e mostra o desrespeito pela Constituição Federal.
Faltou muito pouco para o deputado federal maranhense Weverton Rocha (PDT) ser agredido por um falso manifestante na última quarta-feira (30) no aeroporto de Brasília. (Veja o vídeo)
A situação vexaminosa, para dizer o mínimo, se deu pelo fato do deputado ser o autor da emenda que estipula que juízes e promotores também respondam por crime de abuso de autoridade quando apresentarem com conduta incompatível ao cargo.
Integrantes da força tarefa da Operação Lava Jato, após a aprovação das alterações na Câmara Federal, chegaram, inclusive, a ameaçar abandonar os trabalhos se a “proposta de intimidação de juízes e procuradores” for sancionada pela presidência da República.
Ontem (1), no encontro de prefeitos eleitos e reeleitos com o governador do Maranhão, no Rio Poty Hotel, em São Luís-MA, o Weverton Rocha voltou a falar sobre a emenda e reafirmou a necessidade de conter abusos.
Em artigo divulgado à imprensa, Weverton afirma que a “intolerância não passará” e que “o nazismo nasceu assim”. (leia abaixo a íntegra)
A INTOLERÂNCIA NÃO PASSARÁ
Sou um deputado federal no segundo mandato, eleito legitimamente pelo povo do Maranhão.
Na minha função de legislar considero a representação dos anseios populares, a legitimidade e a legalidade das propostas. Precisa ser assim.
Para além do efeito imediato de uma lei e o atendimento de uma categoria é preciso pensar no longo prazo e na aplicação em todo o território nacional.
Movido por essa perspectiva ampla, após ouvi por anos pessoas que vivem em todos os rincões desse país, em especial do meu Estado, reclamarem sobre abuso de promotores e juízes, eu e meus companheiros de partido decidimos apresentar uma emenda ampliando o combate à corrupção para todos os agentes públicos, incluindo membros do Judiciário e Ministério Público.
Fizemos uma proposta, que pode ser melhorada no Senado.
Imaginava, é claro, que nem todos concordariam. Para isso existem os debates, os argumentos aos quais estou habituado.
Considero que a democracia se faz no embate de opiniões para a construção do consenso.
Qual foi a minha surpresa ao ver reações desmesuradas e irracionais de pessoas que se dizem representantes de movimentos políticos ou que são “apolíticos”, embora na verdade estejam exercendo a pior política, a da intolerância.
Recebi ataques nas minhas redes sociais com uso de palavras de baixo calão, ameaças a mim, a minha família e à classe política em geral, pedidos de intervenção militar. Poucos argumentos consistentes.
Cheguei a ser abordado no aeroporto por um militante de algum movimento obscuro que me agrediu, enquanto eu tentava calmamente lhe explicar o espírito da proposta do PDT.
Lamentável enquanto amostra de comportamento humano e perigoso enquanto amostra de comportamento político que flerta com o Fascismo.
Inflamadas pelas campanhas de órgãos de imprensa, que atualmente se ocupam mais em dar sua opinião que informar, e infelizmente insufladas pela atitude inconsequente de parte do Ministério Público, que abandona suas atribuições originais para fazer parte do show tentando impor legislação, pessoas passam a repetir conceitos sem reflexão.
Falam em proposta desfigurada, sem saber explicar qual exatamente era a proposta, nem mesmo sem ouvir os muitos especialistas que alertam para os riscos que algumas delas trariam para o direito individual do cidadão e nossas garantias constitucionais.
Dizem que a emenda prejudica a Lava-jato, sem nem mesmo a ler, sem saber que ela apenas atribui penas reais a condutas que já são tipificadas como ilegais.
Luz sobre o debate é do que precisamos. Aliás, precisamos de debate.
Não de bate-boca, não de opiniões pré-concebidas sem informação real, não de pessoas que falam para o sentimento de uma nação ferida por histórias de corrupção, usando essa fragilidade para impor suas opiniões.
O Nazismo começou assim. Mas nossa democracia é forte e vai superar esse momento, pois acredito que há uma maioria silenciosa que não deixará a intolerância passar.
Weverton Rocha, deputado federal.
← Anterior Proxima → Página inicial

4 COMENTÁRIOS:

  1. O DEPUTADO FEDERAL WEVERTON ROCHA MOSTROU PRA QUE FOI ELEITO.UM PARLAMENTE DESTEMIIDO QUE MERECEM RESPEITOS DE TODOS BRASILEIROS.O BRASIL PRECISA PASSAR A LIMPO EM TODAS CATEGORIAS.UM POLITICO QUANDO ROUBA VAI PRESO,QUANDO UM POLICIAL ROUBA VAI PRESO,UM PROFESSOR QUANDO ROUBA VAI PRESO,UM POBRE QUANDO ROUBA VAI PRESO,UM LAVRADOR QUANDO ROUBA VAI PRESO ETC.UM JUIZ DE DIREITO QUANDO ROUBA E VENDE SENTANÇA SE APOSENTA COM UM SALARIO DE R$25,000,00(VINTE E CINCO MIL REAIS,UM PROMOTOR QUANDO ROUBA E É PARCIAL SE APOSENTA COM UM SALARIO DE R$25,000,00),ISTO É IMORAL E ESTES CARAS PAUS NÃO QUEREM SER PUNIDOS QUANDO COMETEM ABUSO DE AUTORIDADE.PARABENS DEPUTADO WEVERTON ROCHA E OS DEMAIS QUE COMPOEM O CONGRESSO NACIONAL.PRA FRENTE BRASIL PUNIDOS ESTES LADRÕES.

    ResponderExcluir
  2. Cara ou vc é burro ou no mínimo é puxa saco de políticos. Com certeza deve se beneficiar de alguma forma. Esse deputado deve tá enrolado até os cabelos daquela parte para criar um projeto inescrupuloso assim para proteger a pior classe de coisas que existe nesse país,pra não dizer pessoas. Pois político no Brasil não merece esse nome. Esse deputado tá sim é com muito medo de cadeia igual aos companheiros dele de Brasília. Enquanto a vc vê se faz algo útil em vez de puxar saco de políticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARA QUEM ESTAR COM MEDO SÃO ESTES JUIZES E PROMOTORES QUE COMETEM CRIME DE ABUSO DE AUTORIDADE E OUTROS CRIMES COMO VENDA DE LIMINAR.VAI SER APROVADA A LEI QUE VAI ESTENDER A ESTES CARA PARA SEREM PROCESSADOS E PRESOS COMO QUALQUER OUTRO SERVIDOR PUBLICO QUE COMETE CRIMES.ESTES CARA NÃO TEM CORAGEM AINDA NÃO FOI PROVADA A LEI ANDAM COM CÚ APERTADO COMO MEDO.JUIZES E PROMOTORES NÃO FIZERAM CONCURSO NÃO FOI PRA SER 'DEUS'.VÃO SER PRESOS SE COMETEREM CRIMES DE ABUSO DE AUTORIDADE.O BRASIL ESTAR FICANDO IGUAL PRA TODOS,VOCE É UM PUXA SACO DE ALGUM JUIZ OU PROMOTOR,PELO O VISTO O COMENTARIO É DE UM JUIZ OU PROMOTOR.

      Excluir
  3. SÓ NO BRASIL QUE JUIZES E PROMOTORES COMETEM CRIMES E NÃO QUEREW SER PUNIDOS.A LEI É PRA TODOS,INCLUSIVE PARA JUIZES E PROMOTORES QUE TEM QUE DAREM EXEMPLOS E NÃO SÃO MELHORES DO QUE OS DEMAIS SERVIDORES PUBLICO.O CERTO É CADEIA PRA TODOS QUE COMETEM CRIMES.

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online