"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

3

CAI MAIS UM!!!JUSTIÇA AFASTA PREFEITO DO MUNICÍPIO DE BACURI POR ATRASO NO PAGAMENTO DO FUNCIONALISMO PÚBLICO

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


José Balduíno foi afastado por 180 dias e, por determinação judicial, a Câmara de Vereadores tem 24h para empossar o vice-prefeito no cargo.
Prefeito Balduíno
Atendendo ao pedido formulado em ação civil pública, o juiz titular da comarca de Bacuri, Thadeu de Mello, determinou nesta sexta-feira (02), por meio de decisão liminar, o afastamento do prefeito da cidade José Balduíno da Silva Nery, pelo prazo de 180 dias. A Câmara de Vereadores já foi notificada para, em 24 horas, empossar o vice-prefeito no cargo.
Consta na ação que o prefeito - mesmo recebendo regularmente todos os repasses constitucionais -  vem de forma reiterada atrasando o pagamento do funcionalismo municipal, sem externar motivação extraordinária que justificasse o não pagamento. De acordo com o Ministério Público, o prefeito “se comprometeu a regularizar a questão salarial, tendo fixado data para o pagamento mensal de todos os servidores; se abster de aumentar gastos com pessoal e praticar as condutas vedadas previstas no art. 22 da Lei de Responsabilidade Fiscal; e a regularizar os repasses aos sindicatos e ao INSS, buscando viabilizar junto à Receita Federal a renegociação dos valores não repassados, apresentando estudo detalhado até o último dia 30 de julho”.
PROVAS ROBUSTAS
Na decisão, o juiz ressalta que está demonstrado nos autos, por meio da farta documentação juntada pelo MPMA, que o réu, de maneira contumaz, vem deixando de pagar o funcionalismo público, e realizando descontos indevidos, muito embora o município continue recebendo normalmente os repasses previstos. Descumpriu todos os TAC’s assinados junto ao Ministério Público para resolução das pendências e o fim do atraso salarial, o pagamento de outras verbas trabalhistas e a regularização dos repasses ao INSS e às entidades de classe.
O magistrado determinou, também, a notificação das instituições bancárias oficiais com as quais o Município mantém convênio, comunicando a proibição do réu, José Balduíno da Silva Nery, em realizar qualquer tipo de transação.
O município de Bacuri (MA) está localizado a 611 km de Buriti-MA.

(Da Asscom/ CGJ)
← Anterior Proxima → Página inicial

3 COMENTÁRIOS:

  1. Mais que certo esse vagabundo quer tira os direitos dos juizes de prender esses politicos vagabundos!!

    ResponderExcluir
  2. RAPAZ SO O JUIZ DE BURITI QUE ESTÁ CEGO ESTE RAFAEL ACABOU COM O MUNICIPIO E O POVO DE BURITI E AS AUTORIDADES NADA FAZEM, TA NA HORA JUIZ DE AFASTAR RAFAEL

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online