"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

SEJA UM COLABORADOR DO JORNALISMO INDEPENDENTE

SEJA UM COLABORADOR DO JORNALISMO INDEPENDENTE

TVT: LULA, CIRO E DILMA na inauguração popular da transposição das águas do rio São Francisco

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

2

BURITI-MA E MAIS 15 MUNICÍPIOS QUE CONSTITUEM O BAIXO PARNAÍBA SERÃO INCLUÍDOS NO SEMIÁRIDO NORDESTINO

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


O projeto, de autoria do deputado Hildo Rocha (PMDB), foi aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT) e agora vai para CCJ e depois para Senado Federal. Se confirmado no Parlamento, a inclusão favorecerá recebimento de recursos do Governo Federal para investimentos em diversos setores, como de produção; infraestrutura; melhorias de sistemas de abastecimento de água; irrigação; açudes; estradas vicinais; e pavimentação de ruas, entre outros benefícios.
Mapa adaptado pelo jornalista Aliandro Borges a partir de outro mais antigo.

O Projeto de Lei 2043/2015, de autoria do deputado Hildo Rocha (PMDB), foi aprovado, por unanimidade, no último dia 19 de outubro, pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, e deve beneficiar mais de 400 mil maranhenses residentes na região do Baixo Parnaíba. “Aprovamos com muita satisfação o Projeto de Lei 2043/2015 que inclui todos os municípios do baixo Parnaíba na região do semiárido Brasileiro. Algo em torno de 100 mil famílias serão beneficiadas com recursos do governo federal por meio do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Nordeste”, declarou Rocha.
O deputado ressaltou, em vídeo (veja abaixo), que, pela primeira vez na história, municípios maranhenses passarão a integrar a região. “Por meio desse projeto, 16 municípios poderão receber recursos do Governo Federal para investimentos no setor da produção; infraestrutura; melhorias de sistemas de abastecimento de água; ampliação de projetos de irrigação; açudes; estradas vicinais; eletrificação rural; e pavimentação de ruas, entre outros benefícios”, destacou Rocha.
 O PL foi já havia sido aprovado antes pela Comissão de Integração Nacional e agora segue para Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Sendo aprovada na CCJ vai direto ao Senado Federal, onde, certamente, os senadores do Maranhão terão interesse em aprovar esse projeto importante para o desenvolvimento da Região do Baixo Parnaíba.
Sobre a Região do Baixo Parnaíba Maranhense
O Território Baixo Parnaíba - MA abrange uma área de 19.178,80 Km² e é composto por 16 municípios: Água Doce do Maranhão, Anapurus, Araioses, Belágua, Brejo, Buriti, Chapadinha, Magalhães de Almeida, Milagres do Maranhão, Santa Quitéria do Maranhão, Santana do Maranhão, São Benedito do Rio Preto, São Bernardo, Tutóia, Urbano Santos e Mata Roma.
Segundo dados do portal Territórios da Cidadania, a população total do território é de 411.525 habitantes, dos quais 219.641 vivem na área rural, o que corresponde a 53,37% do total. Possui 30.020 agricultores familiares, 6.715 famílias assentadas e 14 comunidades quilombolas. Seu IDH médio é 0,55.
← Anterior Proxima → Página inicial

2 COMENTÁRIOS:

  1. Bom! muito bom só espero que exerça as leis.

    ResponderExcluir
  2. Vai dar tudo certo

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online