"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

ULTIMAS NOTÍCIAS
Carregando...

MPF NÃO ENCONTROU NENHUMA PROVA CONTRA LULA E DÁ MAIS 90 DIAS PARA PF INVESTIGAR O EX-PRESIDENTE

O Ministério Público Federal atendeu a uma solicitação da Polícia Federal e estendeu para mais 90 dias o prazo para a conclusão de um inquérito contra o ex-presidente Lula no âmbito da Operação Lava Jato.
O prazo inicial venceria no último dia 1° de julho, mas agora a Polícia Federal terá até o final de setembro para concluir a investigação, segundo reportagem publicada no Paraná Portal na noite desta quarta-feira 13.
O objetivo é apurar legalidade de repasses das empresas Odebrecht, Camargo Corrêa, UTC, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez e OAS à LILS Palestras, Eventos e Publicações LTDA, empresa de palestras de Lula.
Até o momento, o MPF não encontrou nenhuma prova contra o ex-presidente.

8 comentários: Leave Your Comments

  1. ESSE CORREIO BURITIENSE SO DEFENDE BANDIDO!

    ResponderExcluir
  2. Depois que maculan a imagem do Lula dizem que não encontraram nada.

    ResponderExcluir
  3. Depois que maculan a imagem do Lula dizem que não encontraram nada.

    ResponderExcluir
  4. Depois que maculan a imagem do Lula dizem que não encontraram nada.

    ResponderExcluir
  5. Enquanto nao mudarem a classe ministerial da Jutiça (STF, STJ, PGR), esse crapula nunca sera preso, pois todos ali sao colocados por ele, devem favor pra ele... dá dó do sergio moro, o juiz trabalha investiga monta os processos desse verme chefe de quadrilha e na hora os ministros que comem na mao dele barram tudo

    ResponderExcluir
  6. O melhor governo do mundo pra esses anônimos foram de F.H.C e roseana. Governo que so quem conhecia cadeia era pobre.

    ResponderExcluir

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Seguidores