"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Faça sua aposta no Mix Best

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

3

CUNHA AUTORIZA ABERTURA DE PROCESSO DE IMPEACHMENT DE DILMA

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


A atitude vem como contra-ataque à bancada do PT que, no mesmo dia, decidiu que votará pela continuidade do processo no Conselho de Ética que investiga Eduardo Cunha; julgamento entre Câmara dos Deputados e Senado deve durar meses.
*Da Revista Fórum
Com sete pedidos de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff arquivados há meses, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu autorizar a abertura de um deles justamente no dia em que a bancada do PT anunciou que votaria a favor da continuidade do processo que o investiga no Conselho de Ética e que pode culminar na cassação de seu mandato. Depois do anúncio dos deputados petistas, Cunha conversou com aliados e anunciou, em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (2), que autorizou a abertura do processo com base no requerimento formulado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior.
Pelo pedido de Bicudo, a presidenta deveria ser afastada por conta das chamadas “pedaladas fiscais”, nome dado ao atraso de repasses a bancos públicos com o intuito de cumprir metas orçamentárias – prática, inclusive, que já foi utilizada em outros governos.
“Não falei com ninguém do Palácio. É uma decisão de muita reflexão, de muita dificuldade. [...] Não quis ocupar a presidência da Câmara para ser o protagonista da aceitação de um pedido de impeachment. Não era esse o meu objetivo. Mas, repito, nunca, na história de um mandato houve tantos pedidos de impeachment como neste mandato”, disse na entrevista coletiva o presidente da Casa, que foi condenado na Suíça por lavagem de dinheiro e é alvo de uma investigação no Conselho de Ética por quebra de decoro parlamentar.
Com a autorização da abertura do processo, uma comissão especial que analisará o impeachment será formada. O relatório final deverá ser votado pelo plenário da Câmara e, para ser aprovado, precisa de, pelo menos, 342 votos (dois terços dos 513 deputados).
O processo é longo: depois da instalação da comissão, a presidenta da República será notificada e terá até 10 sessões para se manifestar. Após a manifestação de defesa da presidenta, a comissão terá cinco sessões para apresentar o relatório final com parecer contra ou a favor, que será votado pelo plenário da Casa. Caso o parecer de impeachment seja aprovado pelo plenário, a presidenta deve se afastar por até 180 dias e a decisão segue para votação no Senado. Se absolvida no Senado, Dilma reassume o mandato imediatamente.
← Anterior Proxima → Página inicial

3 COMENTÁRIOS:

  1. Ela sai e ele fica,grande coisa!!

    ResponderExcluir
  2. Desde quando essa mulher que não é digna ser chamada presidenta,por causa dela o Brasil está mergulhado no caos da corrupção o seu partido é o mais corrupto de todos. E a maior fábrica de corruptos e absurdos crimes eles tem cometido pra chegar onde chegaram, é muito fácil subir nas costas dos outros e as custas,mas trabalhar pelo Brasil ELA não sabe e se não tirarem ela do poder e seu partido de bandidos as coisas só tendem a piorar cada vez mais,quem defende ela é pior do que ela,e quem esse tipo de crime hediondo deixar essa senhora ou sabe-se lá o que ela é,o Brasil está do jeito que tá é por conta de colocarem uma mulher leiga que nunca governou nada na vida,não tem experiência de vida pública, é imcopetente mesmo,a mais tempo tivesse saído

    ResponderExcluir
  3. Essa mulher tem nome tem história Dilma primeira mulher presidenta guerreira!sempre na luta deste jovem.

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online