"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Charles Crispim na Balada Fight - Edição Tatto

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

30

A ENTREVISTA NO SBT MOSTROU POR QUE LULA É TÃO TEMIDO

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


*Por Paulo Nogueira
Você pode não gostar de Lula. Pode detestar. Pode abominar.
Mas você vê uma entrevista como a que ele concedeu ontem ao jornalista Kennedy Alencar, no SBT, e logo entende por que os caras têm tanto medo dele.
Imagine Lula, numa eventual campanha em 2018, debatendo com Aécio. Ou com Serra. Ou com Alckmin.
Ou com quem quer que seja.
É concorrência desleal. É profissional versus mirins.
O tempo deixou claro que desde Lacerda os brasileiros não viam um talento tão notável em oratória.
Com a diferença de que Lacerda falava a língua da classe média, e Lula fala a língua do povo.
Lula é um natural, para usar uma expressão inglesa. Nasceu orador. O resto foi consequência, da carreira sindical à presidência.
Ele fala com graça, com verve, com espírito. E, talvez o maior de seus atributos retóricos, transmite sinceridade.
Tudo isso se viu na entrevista de ontem.
ASSISTAM ABAIXO A ÍNTEGRA DA ENTREVISTA COM LULA
Parte 01
Parte 02
A forma como ele referiu às invencionices contra seu filho Lulinha faz você rir e refletir. Ele disse que Lulinha é dono da Casa Branca e da Torre Eiffel.
Só com muito mau humor para não deixar escapar uma risada.
As referências a FHC foram também um dos pontos altos da entrevista.
Primeiro, na questão de fundo: a inveja que FHC parece ter de Lula. Com o correr dos dias, FHC foi diminuindo do ponto de vista histórico e Lula aumentando.
Hoje é claro que FHC governou para os ricos, para a plutocracia. E Lula para os excluídos.
É justo, num país tão desigual, que Lula seja por isso tão maior que FHC.
Lula deu também uma resposta definitiva a FHC na questão da corrupção. Toda vez que ele falar em corrupção tem que pensar na emenda que permitiu sua reeleição.
O Congresso foi comprado com dinheiro vivo, embalado em malas, para que FHC pudesse ter um segundo mandato.
Na questão da Petrobras Lula deixou escapar uma estocada sutil, mas doída na imprensa.
Disse que jamais a nossa gloriosa imprensa o avisou de corrupção na Petrobras. É verdade. Nunca jornais e revistas fizeram nada no campo investigativo sobre a Petrobras.
É uma mídia viciada em vazamentos, em receber tudo no colo e depois gritar como se estivesse fazendo um outro Watergate.
Na entrevista, Lula mostrou também um bom senso que vem faltando a quase todo mundo.
Ficar falando em eleições três anos antes é uma insensatez. É conhecida a grande frase de Keynes: “A longo prazo estaremos todos mortos”.
Há um tempo para cuidar de eleições, e não é este de agora. Há problemas presentes que devem ser enfrentados antes de nos debruçarmos sobre 2018.
Temos na presidência da Câmara, por exemplo, um embaraço monstruoso, Eduardo Cunha.
E temos também uma imprensa que se bate até contra o direito de resposta, uma coisa sagrada em qualquer democracia.
Há hora para tudo.
Por enquanto, o que se viu, ontem, é que não é à toa que os caras temem tanto Lula.
Quem não temeria se estivesse no lugar deles?
(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).
*Sobre o Autor: O jornalista Paulo Nogueira é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.
← Anterior Proxima → Página inicial

30 COMENTÁRIOS:

  1. Lula e Mussolini
    Há um crescente debate no Brasil sobre o suposto caráter autoritário do presidente Lula. O último episódio foi protagonizado pelo ex-presidente FHC, que, em entrevista, chegou a sugerir uma comparação de seu sucessor com Mussolini. Disse o tucano: “Faltou quem freasse Mussolini. Claro que o Lula não tem nada a ver com o Mussolini, mas o estilo ‘eu sou tudo e quero o poder total’ não pode. Ele tem de parar”.
    Embora movido pela situação dramática de seu candidato na campanha presidencial, FHC está essencialmente correto. Num resumo rápido dessa tragédia, Lula pulverizou a lei e a liturgia de seu cargo para viabilizar Dilma Rousseff como sua sucessora; ao longo de seu governo, deu seguidas demonstrações de desprezo pelos mecanismos de controle e fiscalização, como o Tribunal de Contas da União; e expressou desrespeito pela própria existência da oposição, ao ponto de defender que um desses partidos fosse “extirpado” da política nacional, como se os eleitores desse partido não fossem brasileiros como os que dão apoio ao lulismo.
    Inebriado por sua popularidade, Lula realmente está convencido de que pode tudo. Em torno dessa imagem, construiu-se um consenso segundo o qual a corrupção, o tráfico de influência, o desrespeito aos direitos individuais (como o sigilo fiscal) e outras inúmeras violações cometidas pelo governo Lula, ou com sua bênção, são aceitáveis ante o formidável projeto de incorporar brasileiros miseráveis à “classe média” – ainda que seja pela via do endividamento no crediário, e não pela verdadeira distribuição de renda. Como resultado, tem-se a apatia política, que absorve gente de todas as extrações sociais e intelectuais, dando respaldo quase bovino ao líder carismático – que, em troca, oferece a segurança de que tudo fará sentido, agora ou no futuro.
    Ao longo da história, vários regimes autoritários foram construídos assim.
    http://blogs.estadao.com.br/marcos-guterman/

    ResponderExcluir
  2. Hitler versus Lula

    Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
    Por Sérgio Alves de Oliveira

    Após um período de três décadas enganando o povo brasileiro, seja como candidato à presidência, duas vezes Presidente da República, ou líder máximo do Partido dos Trabalhadores, a cada dia mais está prosperando a comparação de Lula com o “sósia“ original alemão Adolph Hitler, também conhecido como “führer”, que assumiu a chancelaria da Alemanha em 1933. Exemplo dessa “moda”, está no artigo “O FÜHRER DE GARANHUNS”, magistralmente escrito por Percival Puggina.

    As verossimilhanças entre os dois são impressionantes, apesar do nível intelectual de Hitler ter sido infinitamente maior que o de Lula. Mas Lula leva vantagem sobre o seu “concorrente” em muitos outros aspectos. Ninguém consegue, como Lula, mentir e enganar. Hitler tinha inteligência e muita cultura, mas não chegou nem perto da “esperteza” do sindicalista brasileiro. E felizmente não teve, porque se tivesse,teria ganho a guerra e dominado o mundo.

    Tudo começa pelo estado de espírito do povo alemão na década de 1930, e o dos brasileiros antes de despontar a liderança de Lula da Silva. Tanto um quanto o outro estavam acéfalos de lideranças como desejavam,apesar de estarem vivendo tempos de plena paz e harmonia. Lembram muito,inclusive,a lenda das rãs que queriam um novo rei, mais “ativo”, e “Zeus” atendeu, mandando-lhes um gigantesco gavião-real que em seguida passou a devorá-las.

    Erich Fromm explica com muita sabedoria que o espírito alemão da época foi o grande responsável pelo surgimento e a ascensão do “Führer”. Era uma “necessidade” psicossociológica (e macabra) do povo alemão.
    Como resultado de todas essas situações ,”Zeus” enviou Hitler para a Alemanha e Lula para o Brasil.

    Mas apesar de todos os horrores contra os judeus que teriam sido cometidos sob o comando de Hitler, de certa forma seria uma ofensa ,a ele, equipará-lo a Lula da Silva. Hitler era inteligente,culto, honrado ,e acreditava nas suas “loucuras”, certas ou erradas. Tinha no coração um socialismo muito mais justo que o “colega”brasileiro. Lula quer tirar dos ricos para dar aos pobres, ao passo que Hitler preconizava só a ascensão dos pobres. Um se preocupava com o desenvolvimento mediante geração de novas riquezas para serem usufruídas pelos pobres ; o “concorrente”não tem essa preocupação, fixado na “distribuição” das riquezas que já existem, coincidindo com o seu próprio “psiquê, que nunca esteve muito sintonizado ao trabalho e à produção.

    Lula, na verdade, não é muito bom de cérebro, como foi o seu “colega” alemão. Apesar disso os dois se equiparam em “língua”, um gostava e outro gosta muito de falar,discursar.Mas o brasileiro tem uma língua maior,para ninguém botar defeito. É tão afiada e potente que até dispensa o cérebro. Esta, certamente, é o seu principal órgão pensante.
    Mas os receptores dessa fala que acreditam nela também devem ter algum desvio nos sentidos.

    Parece que seus cérebros também delegam suas funções de pensar, refletir e concluir, às orelhas, talvez à bunda. Assim a inverdade é gravada e causa os seus maléficos efeitos. E ainda chamam essa droga de “democracia”?!?!?


    Sérgio Alves de Oliveira é Sociólogo e Advogado.

    ResponderExcluir
  3. Kkkkkk "lula governou para os excluídos". Dá uma olhada nos lucros dos bancos. Se enterra petista, quer comparar lixo com merda. FHC e Lula são dois canceres para o país. Ambos são referências de corrupção. Espera só a Zelotes expandir um pouco mais...

    ResponderExcluir
  4. Rapaz Lula é respeitado e aqui em Buriti é Nenen Mourão respeite o homem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comparação sem lógica.

      Excluir
    2. LULA É UMA LIDERANÇA INTERNACIONAL VOCÊ COM UM PREFEITO DE UMA PEQUENA CIDADE NÃO TEM O QUE COMPARAR.

      Excluir
    3. Atario eu falei que o lula é respeitado a nível internacional e aqui em Buriti nenem Mourão é respeitado a nível estadual

      Excluir
  5. O mais popular presidente.

    ResponderExcluir
  6. LULA É UM BANDIDO! DEVERIA ESTÁ NA CADEIA , MAS COMO INFELIZMENTE NÃO VIVEMOS EM UM PAÍS SÉRIO ELE CONTINUA DANDO UMA DE BOM MOÇO."O FILHO DO BRASIL", NA VERDADE ELE É O PAI DA MENTIRA E A DILMA A MÃE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bolsa-Família, ProUni, Brasil Sorridente, Farmácia Popular, Luz Para Todos, SAMU tudo no governo LULA.

      Excluir
    2. Deve ser leitor da inVEJA

      Excluir
    3. Beleza, Anônimo 6 de novembro de 2015 15:52, Brasil continua com uma das piores educações, com a maior taxa de juros do mundo, com uma dívida pública gigantesca, com um dos sistemas de saúdes mais ridículos do mundo, com uma inflação enorme, com milhares de vermes em cargos de confiança, com uma política pautada no fisiologismo, com Sarney e Lula amigos para sempre... etc etc etc. Mas o que importa é que temos "Bolsa-Família, ProUni, Brasil Sorridente, Farmácia Popular, Luz Para Todos, SAMU tudo no governo LULA.". Dane-se o resto. Viva a pátria educadora com 9 bilhões de corte na educação. É 13 na cabeça em 2018, viva PT, viva a corrupção.

      Excluir
    4. O fisiológicos independe do governo sempre existitu. Em relação a corrupção não foi inventado agora só não tem em uma ditadurs porque tem censura no jornais ou no Governo do PSDB que tinha engavetador da republica ou Diretor da Policia Federal filiado ao partido tucano.

      Excluir
    5. Não é de uma hora para outra que vamos resolver todos problemas ,mas deve reconhecer os avanço que se teve.

      Excluir
    6. "Corrupção não foi inventado(sic) agora". Mas continua do mesmo jeito que na époc da ditadura e do PSDB. Ou seja, os petistas agora não fazem questão de serem diferentes, afinal, se o "PSDB roubou eu posso roubar também". "O fisiologismo sempre existiu, então vamos manter também". Hahaha é rir pra não chorar.

      Excluir
    7. A corrupção sempre vaii existir o importante que as instituições i funcionem ndependente de partido de AA Z tanta na esfera federal ,,municipal, estadual no legislativo e no judiciário. .O que não se pode demonizar só um lado.

      Excluir
  7. Considerado melhor presidente do Brasil contribuiu para maior inclusão social do Brasil tirou o país do mapa da Fome.

    ResponderExcluir
  8. Saiu do Governo com 87% de popularidade a maior de todos presidente!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. corrigindo meu erro presidentes.

      Excluir
    2. A Roseana Sarney também tinha uma popularidade bem parecida antigamente... Qualquer semelhança é uma mera coincidência.

      Excluir


  9. 1) Reduziu a inflação de 12,5% (2002) para 4,3% (2009) ao ano; a taxa média anual de inflação no governo Lula (6% ao ano) é menos da metade da que tivemos no governo FHC (12,5% ao ano);

    2) Aumentou o salário mínimo para o seu maior patamar em 40 anos, com um aumento real de 74% entre 2003/2010;

    3) Reduziu a relação dívida/PIB de 51,3% (2002) para 36% do PIB(2008);

    4) Acumulou um superávit comercial de US$ 252 Bilhões (2003/2010);

    5) Pagou toda a dívida com o FMI e com o Clube de Paris e o Brasil se tornou credor do FMI, algo inédito na história do país, para quem emprestou US$ 10 Bilhões; Hoje, a dívida externa líquida é negativa em US$ 65 bilhões;

    6) Reduziu o déficit público nominal de 4% do PIB (2002) para 1,9% do PIB (2008);

    7) Ampliou a capacidade de investimento do Estado; Os investimentos do governo federal e das estatais para 2009 estão previstos em R$ 90 Bilhões; Em 2010 eles estão programados para chegar a R$ 119 bilhões;

    8) Aumentou as exportações de US$ 60 Bilhões/ano (2002) para US$ 198 bilhões/ano (2008) acumulando um crescimento de 230% em 6 anos; Em 2010, as exportações deverão superar os US$ 200 bilhões, o que acontecerá pela primeira vez na história do Brasil.

    9) Aumentou as reservas internacionais líquidas de US$ 16 Bilhões (2002) para US$ 285 Bilhões (Novembro de 2010);

    10) Ampliou o Pronaf de R$ 2,5 Bilhões/ano (2002) para R$ 16 Bilhões/ano (2010);

    11) A concentração de renda e as desigualdades sociais diminuíram sensivelmente; o índice de Gini atingiu o menor patamar da História;

    12) Gerou 15 milhões de empregos formais entre 2003/2010;

    13) Reduziu o percentual da população brasileira que vive abaixo da linha de pobreza de 28% (2002) para 19% (2006), segundo o IPEA;

    14) Elevou os gastos sociais públicos para 21% do PIB;

    15) O BNDES emprestou R$ 137 Bilhões em 2009 para o setor produtivo, contra cerca de R$ 22 Bilhões em 2002;

    16) Fez o Brasil se tornar credor externo, com um saldo positivo de US$ 65 Bilhões, algo inédito na História do país;

    17) Criou programas sociais inclusivos, como o Bolsa-Família, ProUni, Brasil Sorridente, Farmácia Popular, Luz Para Todos, entre outros, que beneficiaram aos pobres e miseráveis e contribuíram para melhorar a distribuição de renda;

    18) Iniciou novas grandes obras de infra-estrutura (rodovias, ferrovias, usinas hidrelétricas, etc) financiadas tanto com recursos públicos como privados. Exemplos: Usinas do Rio Madeira, Transnordestina, Ferrovia Norte-Sul, recuperação das rodovias federais, duplicação de milhares de quilômetros de rodovias;

    19) Anulou portaria do governo FHC que proibia a construção de escolas técnicas federais e iniciou a construção de dezenas de novas unidades e que foram transformadas em Institutos Superiores de Educação Tecnológica (são 214 novas escolas técnicas federais construídas entre 2003/2010);

    20) Criou o Reuni, que iniciou um novo processo de expansão das universidades públicas, aumentando consideravelmente o número de universidades, de campus e de vagas nas mesmas;

    21) Os lucros do setor produtivo cresceram quase 200% no primeiro mandato em relação ao governo FHC;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Militante é complicado mesmo, sai espalhando um monte de mentira. Brasil todo acabado e continua babando. Isso ai petista;

      Excluir
    2. Não tem nada de militante deve se reconhecer o que foi positivo se não você de um analfabeto politico.

      Excluir
    3. Acabado como? Ainda não recorremos ao FMI estamaos passando por um ajuste tomos mais 300 bilhões de reserva.

      Excluir
    4. "Se não reconhecer o que o PT fez, sou analfabeto político". Agora mostrou a verdadeira face haha Quer dizer que eu não posso ter uma posição diferente? Não posso pensar diferente? Quer dizer que sou obrigado a "reconhecer positivamente" alianças entre Collor, Renan, Cunha, Temer, Sarney, Lula e Dilma??? Quer dizer que eu tenho que aceitar uma dívida pública de mais de 2,5 trilhões(que uma hora vai ter que ser paga, fora os juros)?? Tô fora... Prefiro ser "analfabeto político" do que me aliar a PSDB, PT e PMDB.

      Excluir
    5. Você só vai cair na real quando precisar da aposentadoria e ficar sabendo que a previdência está quebrada, toda sua arrecadação está sendo distribuída diariamente nas casas lotéricas com a mascara de bolsa família.

      Excluir
    6. Sim teve erros mas teve acertos o analfabetismo se resume não reconhecer os dois lados lados.

      Excluir
  10. Qual a diferença entre o governo do Lula ou Dilma e os outros anteriores?É q, os anteriores roubavam, ficavam calado, os pobres não tinham nenhuma participação e ninguém descobria ninguém. No governo do PT roubam e ninguém fica calado, mas o povo ganha um pouco também, kkkkk. Por isso é q as novas pesquisas apontam q se Lula se candidatar novamente ele ganha disparado de qualquer um, mesmo q se juntem todos contra ele. toma p vcs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pesquisas?? A ultima do Ibope mostrou o contrário.
      Os nomes mais cotados para disputar a Presidência da República em 2018 são bem conhecidos do eleitorado e, sem exceção, compartilham altas taxas de rejeição, aponta pesquisa nacional do Ibope divulgada ontem. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o que tem, numericamente, a maior taxa: 55% dos entrevistados afirmam que não votariam nele “de jeito nenhum” – em maio de 2014, a rejeição ao petista era de 33%. Em empate técnico com o petista no quesito rejeição, estão o senador José Serra (PSDB-SP), com 54%; o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), com 52%; e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE), com 52%. Ligeiramente atrás deles, estão a ex-ministra Marina Silva (Rede), com 50%; e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), com 47%. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

      Excluir
  11. Não existe governo 100% infelizmente são vergonhosa s estas alianças se cometeu erros mas teve algo positivo não se governa sem maioria no congresso o sistema funciona assim .. Não sou filiado a partido.

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online