"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

sábado, 3 de outubro de 2015

12

EDITORIAL DA FOLHA DE SÃO PAULO: Crimes capitais

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


O "Anuário Brasileiro de Segurança Pública" detalhou pela primeira vez os crimes que resultam em mortes nas capitais. O panorama é sombrio: 15.932 vítimas em 2014, quase dois óbitos por hora nas principais cidades do país.
No levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (organização privada que congrega especialistas na área), não se observa variação muito significativa com relação ao ano anterior. Em 2013 haviam sido 15.804 mortos por violência intencional nas capitais, acréscimo de mero 0,8%.
Tal evolução acompanha de perto o crescimento populacional, o que manteve inalterada a taxa de 33 por grupo de 100 mil habitantes. Quando se consideram as cifras de cada capital, por outro lado, despontam algumas evidências chocantes.
Salta aos olhos a insegurança no Nordeste. A lista das dez mais violentas abriga oito de suas nove capitais (Recife é a exceção).
A campeã, Fortaleza, conta 77,3 mortes por 100 mil. Houve ligeira queda sobre 2013 (78,1/100 mil), quando a capital cearense já se achava na faixa superior ao triplo da média nacional (25,2/100 mil). Em seguida vêm Maceió (69,5), São Luís (69,1) e Natal (65,9).
São números que contrastam com os de cidades de má reputação em matéria de segurança, como o Rio de Janeiro, que registra 20,2 mortes por 100 mil. Isso para não falar de São Paulo, que ostenta o melhor índice entre as capitais do país (11,4).
Estudiosos atribuem a violência imperante nas capitais nordestinas ao aumento populacional, que na década passada situou-se no intervalo avantajado de 10% a 24% conforme a cidade, enquanto Rio e São Paulo registravam 8%.
Debate-se ainda se o aumento recorde da renda domiciliar da região, de 25,5% no período, seria um fator de geração de conflitos.
O anuário traz ainda dados sobre gastos estaduais com segurança, mas pressupor aí uma causação direta parece arriscado. Há tanto Estados nordestinos que gastam muito por habitante, como Sergipe e Alagoas (acima de R$ 300), quanto aqueles que gastam um décimo disso (Piauí).
Ademais, as comparações ficam prejudicadas porque alguns governos estaduais, a exemplo de Maranhão e Minas Gerais, computam entre seus gastos as despesas com aposentadorias, e outros, não.
São muitas as incógnitas mapeadas no anuário. Seu maior mérito é evidenciar a necessidade de aprofundar estudos para entender melhor a etiologia da violência que grassa em nossas grandes cidades.


← Anterior Proxima → Página inicial

12 COMENTÁRIOS:

  1. atualiza ai correio
    hoje dia de eleiçao DO CONSELHO TUTELAR e vc nao faz uma materia sobre...

    ResponderExcluir
  2. A Maioria dos Buritienses são covardes se encondem por trás do anônimato para se ofenderem.Derespeitado o que estarcontido no Art.5º,inciso IV da Constituição Federal,que veda o anônimato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro!!! Tu acha que eu vou levar tiro de graça??? Aqui tem gente muito perigoso.
      Em Buriti tem pessoa que mata um por R$50,00. Aqui não tem LEI!

      Excluir
    2. Você estar certo anônimo Buriti terra sem Lei. Matam por R$50,00(cinquenta reais). MP.de olhos vedados.Varios processos extraviados na Delegacia para proteger criminosos.Aguardem a pacanda do Poder Judiciário.

      Excluir
    3. Os processos extraviados armas devolvidas para familia METRALHA.

      Excluir
  3. Aqui é a cidade da putaria... FATO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bém que Poder Judiciario Acordou estar pedindo apuração em Processos requistados pela Delegacia(pelo Ex-Delegado) sob alegação de completo de investigações em desfavor da familia METRALHA foram estraviados e armas devolvidas aos criminosos.O crime reinou e reina em Buriti nas "BARBARAS' do MP.Que dormem junto com movimento ACORDA BURITI.Não dar para chamar isso de Delegado.

      Excluir
  4. É UMA LASTIMA PROCESSOS RAGASDOS.ARMAS DEVOLVIDAS A FAMILIA METRALA.NAS BARBAS DO MP.FICOU INERTE.DEIXANDO TUDO ACONTECER.COMO SE NÃO FOSSE FISCAL DA LEI E TEM O DEVER DE ZELAR PELO O PRESTIGIO DA JUSTIÇA. EM BURITI TUDO PODE,COM DEVIDA OMISSÃO DA JUSTIÇA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um investigador alto que trabalha hoje em Caxias-MA,prensenciou a devolução das armas na Delegacia de Buriti.

      Excluir
  5. Varios Crimes em Buriti-MA.Varios Inquéritos desaparecidos da Delegacia de Buriti-MA.

    ResponderExcluir
  6. O POVO QUER SABER ONDE ESTAR O PROCESSO E ARMA QUE TENTARAM MATAR O GILBERT,?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Processo que apurava crime contra o Gilbert destruido e a arma devolvida ao legitimo dono.É MOLE.Este é o Buriti,faz parte do Brasil.Não pode ser diferente.

      Excluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online