"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

domingo, 1 de fevereiro de 2015

11

COLUNA DOMINICAL - UM OLHAR LITERÁRIO DE BURITI

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


O conto póstumo do amor

*Por IgoR AguiaR

Minha alma está oprimida. Acho que ela nunca vai descansar em paz. Sempre tive medo disso acontecer e esse medo se tornou o mais horrível sentimento que já pude ter. Profundo, negro, hostil, rancoroso. Talvez eu tenha merecido morrer assim, Deus sabe bem o que faz. Não se pode discutir isso.
Deixado num orfanato, ainda recém nascido. Não desfrutei do amor de uma família. Esse é meu ponto fraco: o amor. Talvez se eu tivesse tido uma mãe e um pai, eu saberia dizer o que é isso. Sempre soube de uma coisa “eu jamais teria alguém que me amasse como eu sonhava”, esse sim era o meu sonho.
Se amei? Sim! Amei muito, horrores. Deitava sobre o travesseiro macio à noite e quase sempre, quando não estava exausto do dia corrido, começava eu a reviver meus amores. Sempre sorriam, eram fortes, com o semblante puro, pareciam tão bem como aves voando para o sul. Não tinha como não amar, eram simples e ao mesmo tempo vorazes. Meu peito doía, meu coração apertava, meus olhos brilhavam, meu corpo se excitava. E sim, eu acredito em amor a primeira vista. Só que isso é meio difícil de acontecer, uma vez só, nunca mais tive esse deslumbre.
Apesar de muitas paixões, nunca, jamais e em nenhuma hipótese fui correspondido. Esse era meu carma, que tanto me martirizou, que tanto me fez sofrer e chorar na calçada de casa na madrugada observando as estrelas que piscavam. Ouvi muito Rolling in the deep, me fazia sofrer ainda mais, eu sabia que não era bom escutar, mas eu adorava. Acho que era melhor ter ouvido Applause para não ter tido a depressão amarga e ter de tomar 3 depressivos por dia.
Me envolvi em casos loucos, amantes que me provocavam nas relações sexuais. Faziam meus fetiches e todas as fantasias eróticas compulsivas que me faziam delirar. Era algo ardente onde minhas contrações eram intensas. E quando acabava, acabava mesmo, de vez. Era momentâneo, Iam-se embora, o sentimento era nulo. Tomava banho e chorava tremendo de agonia, eu sentia uma angústia tenebrosa. Acho que a Rita Lee soube muito bem descrever Amor e Sexo!
Por que nunca me amaram? Tenho defeitos, sei disso. Mas quem não tem? Procurei até mesmo Cartomantes para ver qual era o problema. Mas nenhuma delas me disse nada. Ficava ainda mais infeliz quando via pessoas na praça com suas paixões, pareciam tão felizes que eu sinceramente ficava com inveja.
Agora aqui, dentro desse caixão, com quatro velhinhas rezadeiras cantando Segura na mão de Deus, são tão dóceis e parecem tristes com minha ida. Mesmo não me conhecendo, talvez entendam o que eu passava. Do alto vejo meu corpo, foi uma vida melancólica. Mas acredito numa segunda chance, a esperança é a última que morre.

*IgoR AguiaR nasceu e mora e Buriti, escreve desde criança, mas embarcou no mundo literário de vez os 12 anos de idade quando escreveu sua primeira peça teatral. Daí em diante não parou mais de escrever, desde textos simples a poemas de intensos sentimentos. Escreve em seu blog que leva seu nome desde 2011. Ama entretenimento, arte, teatro, leitura, mundo pop e internet.
**Crédito da imagem: Francisco Aguiar, irmão de IgoR AguiaR.
← Anterior Proxima → Página inicial

11 COMENTÁRIOS:

  1. Anônimo1/2/15 17:50

    Tens muito talento...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo1/2/15 19:26

    Um futuro promissor! Grande escritor...

    ResponderExcluir
  3. Anônimo3/2/15 14:39

    A Segurança Pública de Buriti-MA o tornou-se Insegurança para polução em face da maioria dos Políciais serem comerciantes.Ser Policial para eles é segundo plano(bico).Deixando de cumprirem os deveres funcionais esquecendo ou não sabendo que são pago pelo o povo.A PM tem que fazer ronda noturna é policia ostenciva(fardada) para inibir os criminosos.É uma vergonha quando ocorre um assalto ou um arrombamento em logas os policiais que veriam saber andam atrás dos vigias noturnos para prestarem informações como se a responssabilidade não fossem deles.Passam a noite dormindo para no amanhecer estarem aptos as suas atividade comerciais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo3/2/15 15:44

      Pura verdade .
      A profissão de policial, na sua grande maioria é a penas uma forma de renda, onde não há nenhum comprometimento com suas obrigações .
      Nessa peça teatral ( faz de conta ), o policial não passa de um mero coadjuvante . Para ele, o que interessa sã as suas obrigações, que assume durante a sua folga . Vestir a farda, representa, apenas, uma mera burocracia .

      Excluir
  4. Leandro Raposa3/2/15 15:37

    Deprimente, mas muito bom .
    Me admira ser de um buritiense . desculpem pela franqueza .
    Tem talento .
    Meus parabéns !!!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo3/2/15 15:39

    Verdade.Ontem a noite ladrões assaltaram a Loteria do PM comerciantes,conhecido por "MARANHÃO".Agora elé estar sabendo o quando é ruim tomar prejuízo por falta de compromissos destes policiais em não darem Segurança para o povo.Pois é dever deles que são pago com o nosso dinheiro.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo3/2/15 23:51

    Querido (a) voce esta por fora! Em Buriti Gracas a Deus existem algumas pessoas bem instruidas, com bastante conhecimento. No entanto nao temos oportunidade de mostrar competencia oferecenso nossos servicos de qualidade aos buritiense. Uma vez que, o que vale e ser parente ou filho de politico para areanjar emprego na cidade, mesmo sendo um psssimo profissional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cidadão Buritiense4/2/15 10:28

      Disse tudo !

      Excluir
    2. Cidadão Buritiense6/2/15 19:06

      Embora eu tenha generalizado, tenho que concordar com você .
      Em Buriti, quem se destaca não é quem tem mais talento, mas quem tem mais afinidade com os políticos da região . Infelizmente .
      Muitos, abandonam os parentes e amigos, porque não encontram oportunidades para viverem dos seus méritos .

      Excluir
  7. Anônimo3/2/15 23:53

    Os policias coitados nao coragem de enfrentar esses bandidos, uma vez que nao dispoe de quantidade e qualidade de homens para atuar defendendo a populacao alvo dessas atrocidades que acontecem continuamente em Buriti.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo5/2/15 16:44

    Parabéns. Talento substancial..

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online