"Não há pessoas nem sociedades livres, sem liberdade de expressão e de imprensa”.

(1º Princípio da Declaração de Chapultepec)

Visualizações desde 31 de Julho de 2009

Conferência de Mulheres da Assembleia de Deus em Buriti-MA

COMO VOCÊ AVALIA OS 100 PRIMEIROS DIAS DA GESTÃO NALDO BATISTA?

IMPOSTOS MUNICIPAIS ARRECADADOS PARA BURITI-MA

Charles Crispim na Balada Fight - Edição Tatto

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

2

FLÁVIO DINO É EMPOSSADO GOVERNADOR DO MARANHÃO

Compartilhe:

Print Friendly and PDF


Dino participou de cerimônia na Assembleia Legislativa, em São Luís.
*Do G1 MA
O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), foi empossado para o cargo durante uma cerimônia na Assembleia Legislativa (AL), na tarde desta quinta-feira (1º), em São Luís. O evento reuniu familiares e autoridades, como o prefeito da capital, Edivaldo Holanda Júnior. A cerimônia foi conduzida pelo presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Max Barros. No evento, também foi empossado Carlos Orleans Brandão Júnior como Vice-Governador do Maranhão.
Flávio Dino chegou à Assembleia Legislativa por volta das 15h e falou com a imprensa sobre a cerimônia que o oficializa como novo governador do Estado. "Hoje é um momento muito especial, porque foi uma luta muito profunda do nosso povo em nome da esperança. Vamos fazer um governo bom, limpo, honrado e honesto, com uma política baseada no diálogo e na conversa", garantiu. Dino fez um juramento e assinou o termo de posse por volta das 15h35 desta quinta. Às 16h10, o governador do Maranhão concluiu o discurso de posse. Por volta das 15h50, Carlos Orleans Brandão assinou o termo de posse do cargo de vice-governador.
Durante o discurso na AL, Flávio Dino reforçou o ideal de mudança. "Quero compartilhar com todos que aqui estão que é preciso acreditar que vamos virar essa página do passado. O Maranhão deseja a transição definitiva de uma era", discursa. Ele anunciou, ainda, a edição de 17 medidas provisórias, decretos e projetos de lei.
Ainda na Assembleia, por volta das 17h, Flávio Dino participou de uma coletiva de imprensa onde falou sobre suas propostas, planos e programas sociais que serão implantados ao longo do mandato. Às 17h20, Dino deixa da AL e, às 17h43, chega ao Palácio dos Leões, sede do executivo estadual, onde participará de outra cerimônia de posse.
O governador garante que está tranquilo para encarar nova função. "Ansiedade jamais. Pelo contrário, estou muito tranquilo e com a convicção de que nós estamos, hoje, virando uma página da história política do Maranhão. Estamos iniciando um novo ciclo e vamos garantir que, neste instante, as riquezas do povo do Estado estejam disponíveis para todos os maranhenses. É o nosso objetivo principal fazer um governo republicano, que garanta que as condições de vida do nosso povo melhore nos próximos quatro anos, de modo que, em 2018, quando eu tiver a honra de repassar o governo para outra pessoa escolhida pelo povo, eu possa, com toda certeza, afirmar que nós melhoramos os indicadores sociais do Maranhão", diz Flávio Dino.
No Palácio dos Leões foram divulgadas algumas medidas provisórias e decretos, como o programa 'Escola Digna', que visa acabar com escolas de taipa no Estado, a eleição de diretores de escolas e a contratação de 1.000 policiais militares aprovados no último concurso público realizado no Maranhão.
Flávio Dino foi eleito governador do Maranhão em primeiro turno, no dia 5 de outubro. O comunista obteve 1.877.064 votos (63,52% dos votos válidos), contra 995.619 (33,69%) de Lobão Filho (PMDB). O governador eleito terá como vice o deputado federal Carlos Brandão (PSDB).

Perfil
Flávio Dino de Castro e Costa tem 46 anos, é casado e tem três filhos. Natural de São Luís, possui graduação em direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Em 1994, foi aprovado em concurso público para juiz federal, cargo que exerceu por até 2006, quando deixou a carreira para entrar na política.
Neste ano, foi eleito deputado federal. Em 2008, candidatou-se a prefeito de São Luís e foi derrotado por João Castelo (PSDB). Em 2010, candidatou-se para governador do Maranhão e perdeu para Roseana Sarney (PMDB). Em 2011, assumiu a presidência do Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur), cargo que ocupou até este ano, antes das eleições.
← Anterior Proxima → Página inicial

2 COMENTÁRIOS:

  1. Anônimo3/1/15 16:43

    RESPONDENDO AS DUAS ENQUETES: PRIMEIRO GOSTARIA DE SABER QUEM SÃO ELES E O QUE ALGUNS DELES FAZEM EM BURITI?
    TIRANDO O MP E O PODER JUDICIÁRIO.
    O RESTO PODE MISTURAR COM BOSTA DE CACHORRO, DE GATO, DE GALINHA, VOMITO DE BÊBADO, JOGA DENTRO O ATUAL SECRETÁRIO DE SAUDE TAMBÉM, COLOCA DENTRO DE UMA GARRAFA E MANDA PRO ESPAÇO EM DIREÇÃO AO SOL (BHUMW). NÃO VAI FAZER FALTA.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo7/1/15 12:12

    Esse flavio dino quase nu vai roba o maranhão viu....

    ResponderExcluir

O COMENTÁRIO NÃO REPRESENTA A OPINIÃO DO BLOG; A RESPONSABILIDADE É DO AUTOR DA MENSAGEM. OFENSAS PESSOAIS, MENSAGENS PRECONCEITUOSAS, OU QUE INCITEM O ÓDIO E A VIOLÊNCIA, OU AINDA ACUSAÇÕES LEVIANAS NÃO SERÃO ACEITAS. O OBJETIVO DO PAINEL DE COMENTÁRIOS É PROMOVER O DEBATE MAIS LIVRE POSSÍVEL, RESPEITANDO O MÍNIMO DE BOM SENSO E CIVILIDADE.

Usuários on-line


usuários online