Trending

DEPUTADOS ESTADUAIS QUEREM MUDAR CONSTITUIÇÃO PARA ELEIÇÃO INDIRETA NO MA

*Por Blog do Luís Pablo 
Os deputados governistas não dão ponto sem nó. Primeiro a aprovação da Emenda Impositiva, que é uma modalidade de execução que obriga o Poder Executivo a cumprir a indicação de emendas parlamentares exatamente da forma que estas são aprovadas pelo plenário, ou seja, eles não terão que “chaleirar” o próximo governador para que ele pague as emendas por eles indicadas. Isso porque já previam a derrocada do grupo.
Agora os deputados pedem antecipação da eleição indireta para governador no Estado, por meio de uma mudança na Constituição Estadual. Isso porque já sabem que a governadora deverá sair até o próximo mês.
A Lei determina que a convocação seja feita em até 30 dias, mas agora os articuladores querem que o período seja diminuído para até 10 dias, após o governador interino assumir o cargo.
Essa, inclusive, já foi uma discussão iniciada no começo do ano, quando a governadora pretendia abrir a vaga para que o então candidato ao governo, Luís Fernando Silva (PMDB), fosse eleito indiretamente pelo Legislativo para assumir a chefia do Executivo.
Na época, a Constituição Estadual não regulamentava esse tipo de situação e a especificação foi regulamentada. Para quem não lembra, o debate girou em torno da palavra “até”, que havia sido um ponto crucial para determinar uma possível condição de inelegibilidade para o presidente Arnaldo Melo (PMDB). Porém, não houve “consenso” entre os parlamentares, para eleger Luís Fernando e a governadora decidiu permanecer no governo.
Agora, os parlamentares preparam mais uma articulação para eleger indiretamente o próximo governador, que será crucial para a eleição do próximo presidente da Assembleia. Nesse jogo, uma coisa leva à outra.


Postar um comentário

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads
header ads
header ads