Trending

SEM NENHUMA INFORMAÇÃO RELEVANTE EM SITE OFICIAL, PREFEITURA DE BURITI DESCUMPRE LEI DA TRANSPARÊNCIA

A prefeitura municipal de Buriti deu, ainda no ano passado, aquele que seria um passo importante para transparência em seus gastos:  A CRIAÇÃO DE UM SITE OFICIAL PARA DISPONIBILIZAR, EM TEMPO REAL, INFORMAÇÕES RELEVANTES AOS BURITIENSES. Trata-se do portal www.buriti.ma.gov.br, desconhecido pela maioria dos viventes na terra de Inácia Vaz.
A criação da página não foi uma ação propositada da atual administração para demonstrar transparência. Era, em essência, uma imposição da Lei Complementar 131/2009, que, desde maio daquele ano, determinava a todos os municípios brasileiros a obrigatoriedade de manter na internet um site com informações sobre seus gastos públicos. Chamado de “Portal da Transparência”, trata-se de um canal onde o cidadão deve ter acesso, em tempo real, às informações relativas às receitas e despesas, aos programas e às execuções realizadas pelas administrações municipais. 
Entretanto basta qualquer um internauta entrar na página e começar a navegar para perceber que não há praticamente nada sendo informado, nem mesmo propaganda da atual gestão há.
No site não tem, por exemplo, o perfil do município, hino municipal e nem telefones úteis para os cidadãos da cidade. Não há decretos, Leis ou mesmo portarias para serem pesquisadas. No campo das secretarias informa-se somente duas: a de cultura e a de governo (sabe-se lá o que é isso). No campo do servidor, onde os portais sérios de transparência trazem várias informações aos funcionários municipais, tais como tabela de pagamento do funcionalismo e os contracheques, também é inútil.
O pior de tudo é que na Câmara Municipal, órgão fiscalizador das ações do executivo, a situação ainda é mais lastimável, pois esta sequer criou o seu portal, ainda que fosse de “enfeite” como o da prefeitura.
A empresa responsável pela criação do portal de Buriti, SIGANET (veja abaixo) informa, em sua página na internet, que não cobra pela criação, mas o custo mensal do contrato para a prefeitura seria de 350 reais pela manutenção, além de poder agregar outras ferramentas ao site, mediante assinatura de aditivo, a exemplo do Contracheque Online, Nota Fiscal Avulsa, Cadastro de Fornecedores e Servidores, Diário Oficial Eletrônico, entre outros. A SIGANET informa ainda ter 54 clientes, entre Câmaras e prefeituras. Para entrar em contato com a empresa, sua página informa os seguintes números: (98)8818-9338 (Oi) / (98)8272-4498 (Tim) ou um formulário de contato online.

PENALIDADES AO DESCUMPRIMENTO
As prefeituras que desrespeitam a lei podem ser penalizadas. Os municípios que descumprirem a lei irão sentir os efeitos da punição nos cofres da prefeitura, que podem ser punidas com a suspensão das transferências voluntárias de recursos, como as emendas parlamentares e o dinheiro de programas dos ministérios. A punição acabaria tendo reflexos para a população local.
A Lei Orgânica do TCE prevê multa máxima de até R$ 14.894,73 em caso de grave infração ou não cumprimento de norma legal.
Como se pode perceber no caso de Buriti, o site do município não disponibiliza nem dá ampla divulgação, por meios eletrônicos de acesso público (portais web) aos planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias; nem às prestações de contas; e nem ao relatório resumido da execução orçamentária.
O ministério Público deve entrar com uma ação imediata para valer cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal, que estabelece que o Município deveria ter seu Portal de Transparência ativo (percebam, não é passivo) desde o dia 28/5/2013.
Na verdade, a prefeitura deve disponibilizar e manter atualizadas no portal de transparência as informações sobre a execução orçamentária e financeira do município, sob pena de aplicação de multa pelo descumprimento da decisão da Corte de Contas e até bloqueio de transferências voluntárias, enquanto perdurar a irregularidade.
O que vemos na prática é mais um engodo à Lei e um desrespeito ao cidadão buritiense.

9 Comentários

O comentário não representa a opinião do blog; a responsabilidade é do autor da mensagem. Ofensas pessoais, mensagens preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas. O objetivo do painel de comentários é promover o debate mais livre possível, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade. O Redator-Chefe deste CORREIO poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

  1. Caro Editor, muito relevante as informações contidas na publicação. Apenas uma observação: não podemos misturar notícia com crítica, muita adjetivação, opinião pessoal, etc. na mesma linha de crítica. Uma coisa é informar o que acontece, outra é uma crônica, uma crítica, um comentário a favor ou contra. Misturando, fica muito pessoal, e perde o valor da informação, e dá margem a critica inversa, quando a notícia estiver denunciando algo, como o caso da falta de transparência na administração municipal e da Câmara. Veja a crítica no caso da Prefeitura e da Câmara, respectivamente - "duas: a de cultura e a de governo (sabe-se lá o que é isso)." - "ainda que fosse de “enfeite” como o da prefeitura." -- Houve mistura de informação com equação pessoal e crítica do repórter e ainda deixou uma questão para o leitor resolver - "(sabe-se lá o que é isso)." - Numa crônica, numa crítica, pode ser usado esse questionamento, mas ao mesmo tempo decodificando o que mesmo "é isso" (um faz de conta, por exemplo - na opinião do crítico). Não foi só nessa matéria, mas em outras tenho percebido a mistura da notícia com a opinião do repórter. A matéria fica como se fosse um embate pessoal, desvalorizando a informação. A ideia é colaborar e dizer que é muito salutar manter o povo sempre bem informado. Tenho certeza que fui entendido. Verifique.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correto meu amigo, o problema de Buriti é que sempre há politica envolvida, um exemplo o grupo "Acorda Buriti" que a meu ver tem bons intereses e os apoio, porem isso só ocorre por pura politicagem, intereses ou revoltas políticas oposicionistas, a famosa "dor de cotovelo", sempre lutamos (anonymous) por um interesse maior do que politicagem, por uma mudança apatidária.

      Quanto ao redator deste blog você está certo, no entanto a de se levar em conta que o mesmo não é reporter e tem uma "richa" com a familha mourão, e que portanto leva as materias para um lado pessoal, o que pode distorcer ou comprometer a noticia por não ser imparcial, um caso típico é o do Galvão Bueno, que ao narrar os jogos do Brasil sempre leva pro lado pessoal e não para o profissional, mais a quem goste.

      Excluir
    2. Não me surpreende vindo das ultimas administrações, vou ficar surpreso mesmo é se com isso a lei seja cumprida aqui em Buriti de Nenem Mourão, infelismente.

      Tenho dito.

      Excluir
    3. o que ta faltando é denunciar pra "tv" maiores como jornal nacional, fantatico e etc, duvido que ia ficar assim buriti nessa corrupçao, vamos fzer o movimento

      Excluir
    4. Abestado tu tem muita paixão de neném ou tu é viado ou corno fica frir q buriti é sim dos Mourão

      Excluir
  2. parabens pela matéria, alias devia ser veiculado mais noticias como esta. O que se faz nesse municipio e na prefeitura é um desrespeito com a populacao que refem dos salarios e do comercio não busca seus direitos. Se não querem mostrar o que se recebe e o que se gasta, fica óbvio a falta de transparencia e a necessidade de se velar tais informações.

    ResponderExcluir
  3. Os maiores aliados de uma gestão são os a oposição , são eles que aponta os erros, os defeitos .Diferente dos aliados que acham q esta sempre tudo bem. É COMO MÃE (INCONDICIONALMENTE CONCORDA COM OS FILHOS) . Parabéns ao grupo ACORDA BURITI ,com suas reivendicações que já surgiram efeitos positivos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu pensamento não está errado, apenas incompleto e/ou desatualizado, denuncias, cobranças e reconhecimentos devem acontecer independente de se ser "oposição" ou "situação", aposto o que quiser que se estas pessoas do "Acorda Buriti" fossem situação os mesmos não o teriam criado, já fomos a várias reuniões e audiencias promovidas por este grupo, os respeito e os admiro, o unico fato de não os apoiarmos 100% é pelo fato de ser puramente partidário, precisamos tirar este conceito ultrapassado de que "oposição" só "mete o pau" e "situação" só defende e vê as o que de bom foi feito, cobranças e reconhecimentos devem ser feitos por todos os cidadãos independente de partido e/ou de que "lado estamos".

      É por isso que lutamos.

      Anonbr - Buriti
      (Anonymous)

      Excluir
  4. As prefeituras não cumprem esta lei da transparência porque não querem que o povo saiba os gastos deles com uisk, festas de aniversário para as esposas, gastando o dinheiro público.
    Não foi por falta de aviso não, conheço uma pessoa que se ofereceu para fazer o site e mantê-lo atualizado, um servidor público de Buriti, mas os representantes da prefeitura simplesmente disseram que já tinham uma pessoa (Gardel) para fazer isso... pelo visto fez muito bem o serviço kkkk....

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem
header ads
header ads
header ads